Listagem de Estágios


1786. 3D Model (Modelação Geométrica 3D, FEM e Impressão 3D)


Instituição: Centro de Investigação em Modelação e Optimização de Sistemas Multifuncionais (CIMOSM), Instituto Superior Engenharia de Lisboa
Responsável: Ricardo Portal
Nº Alunos: 6
Anos: , 10º, 11º
Área: Electrónica
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Tarde
Investigador(es): Ricardo Portal, Ivo Bragança, João Milho


Descrição: O estágio 3D Model visa mostrar-te a importância da modelação geométrica necessária ao desenvolvimento de produtos, quer sejam novos ou apenas réplicas para a impressão 3D, por exemplo.
Irás adquirir conhecimentos básicos no projeto e Desenho Técnico Assistido por Computador. Vais aprender como modelar diferentes geometrias a 3D através de um software CAD que permite o desenvolvimento rápido, simples e facilmente alterável de objetos e conjuntos simples.
Poderás dar asas à tua imaginação, materializando-a posteriormente numa impressora 3D.
Vais ainda analisar computacionalmente as peças que modelares e verificar a influência dos materiais e de diferentes alterações geométricas, verificando se as peças resistem aos esforços aplicados ou se se irão partir.

Observações: Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
R. Conselheiro Emídio Navarro 1, 1959-007 Lisboa

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: ISEL (Instituto Superior de Engenharia de Lisboa) Hora: 14h00
Pessoa de contacto: Ricardo Portal, Ivo Bragança, João Milho

Estágio Esgotado


1697. 3DTech Alive 2022


Instituição: Centro de Investigação em Modelação e Optimização de Sistemas Multifuncionais (CIMOSM), Instituto Superior Engenharia de Lisboa
Responsável: Maria Amélia Ramos Loja
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º
Área: Tecnologia, Matemática
Data: de 27-06-2022 a 01-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Amélia Loja Afonso Leite Alda Carvalho Ana Pinto Ivo Bragança José Alberto Rodrigues Ricardo Portal


Descrição: As tecnologias associadas à obtenção da geometria tridimensional de um objecto existente e à sua possível replicação apresentam uma importância crescente em múltiplas áreas da Engenharia.
Este estágio pretende ilustrar esta realidade, começando por fazer uma viagem por diferentes áreas da Engenharia Mecânica em que a Engenharia Inversa pode ter um papel muito importante.
Os estagiários terão assim, oportunidade de se envolverem em tarefas de iniciação à Engenharia Inversa no âmbito do varrimento laser e reconstrução de superfícies, bem como da modelação 3D e da replicação de objectos por impressão 3D. Serão também sensibilizados para a importância da Matemática na Engenharia através de aplicações lúdicas.

Observações: 3DTech Alive 2022 - Estágio de Iniciação a Tarefas de Investigação e de Engenharia Inversa no âmbito da Engenharia Mecânica

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Átrio principal do ISEL - No primeiro dia, os estagiários deverão dirigir-se ao átrio principal do ISEL pelas 9h15, onde o responsável do estágio os esperará. Os estagiários serão previamente contactados no sentido de lhes transmitir informações mais detalhadas. Hora: 9h15
Pessoa de contacto: Amélia Loja

Estágio Esgotado


1791. A abordagem STEAM na descoberta da cidade de Bragança


Instituição: Centro de Investigação em Educação Básica (CIEB), Instituto Politécnico de Bragança
Responsável: Maria Cristina do Espírito Santo Martins
Nº Alunos: 5
Anos: , 10º, 11º
Área: Matemática, Robótica
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Cristina Martins Patrícia Teixeira


Descrição: A abordagem STEAM é a sigla para Ciência, Matemática, Engenharia, Artes e Matemática. As tarefas a realizar, durante o Estágio, permitirão desenvolver capacidades transversais matemáticas e gerais: resolução de problemas, pensamento computacional, robótica, poder de argumentação, pensamento crítico, autonomia, o trabalho colaborativo. Também não faltará o exercício físico. As tarefas terão contextos reais, desafiantes e abertos a múltiplos caminhos de resolução. A integração de saberes será um objetivo primordial deste estágio, pois só assim vemos a abordagem STEAM.

Observações: A articulação da abordagem STEAM e a descoberta da cidade de Bragança é um foco essencial deste estágio.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Centro de investigação em Educação Básica, Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Bragança Hora: 9:30
Pessoa de contacto: Cristina Martins, Patrícia Teixeira

Estágio já em curso / terminado

1663. À caça das partículas elementares na natureza


Instituição: Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas (LIP)
Responsável: Sofia Andringa
Nº Alunos: 8
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Física
Data: de 21-07-2022 a 29-07-2022 Horário: Tarde
Investigador(es): Sofia Andringa, Pedro Abreu, Luis Afonso


Descrição: Neste estágio procuramos dar a conhecer o mundo das partículas elementares e os seus métodos de investigação. Organizamos a _caça_ em torno de algumas tarefas, com que vamos respondendo a várias perguntas: que partículas são estas e quais as suas propriedas? onde existem e qual o seu papel na natureza?

No LIP estudamos as partículas elementares produzidas nos grandes aceleradores de partículas ou pelos raios cósmicos, participamos nas grandes experiências do LHCa mas também em observatórios de neutrinos ou matéria escura. Desenvolvemos detetores para estas experiências e para serem usados na medicina ou no espaço.

No estágio, vamos conhecendo as várias partículas: o fotão, o electrão, o positrão, o muão, o neutrinos, os bosões Z, W e H. Partículas a partícula vão aparecendo conceitos novos e estabelecem-se pontes entre eles. Seguimos as várias atividades que constituem o trabalho dos físicos de partículas: da pesquisa bibliográfica à recolha de dados no laboratórios_ dos cálculos simples aos programas de análise mais detalhados_ até à comunicação dos resultados.

Propomos um _bocadinho_ de cada coisa, mas o enfase pode ser ajustado conforme o interesse dos participantes. Vamos então à caça das partículas na Natureza.

Observações: O estágio é no LIP- Lisboa

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: LIP LISBOA: Av.Prof. Gama Pinto, 2, 1649 - 003 Lisboa Hora: 2:00:00 PM
Pessoa de contacto: Sofia Andringa

Estágio Esgotado


1798. A ciência e o poder de lançar os dados do futuro


Instituição: INESC TEC
Responsável: Catarina Carvalho
Nº Alunos: 8
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Tecnologia, Robótica
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Catarina Carvalho Cristina Barbosa Sara Neves Rui Rodrigues Ireneu Dias Paulo Marques Duarte Dias Ana Filipa Sequeira Hélder Fontes Luís Pessoa Daniel Vasconcelos Bruno Santos Joana Coelho


Descrição: A ciência tem o poder de lançar os dados do futuro. É hoje que o amanhã começa a ser construído. E no INESC TEC os alunos terão a oportunidade de estar em contacto direto com diferentes áreas científicas que abrem caminho para o futuro, acompanhados por investigadores que mostrarão como fazem ciência e que influência isso terá no dia de amanhã. O programa inclui visitas acompanhadas a espaços de trabalho, sessões práticas em laboratório e módulos teórico-práticos, tudo em áreas como:
- Robótica
- Energia e Veículos Elétricos
- Fibras Óticas
- Interação e Jogos
- Computação
E muitas mais!
Todas estas atividades visam dotar os alunos de “inspiração” para, ao longo do seu estágio, pensar e estruturar uma ideia inovadora para o futuro. O objetivo é que consigam refletir sobre tudo que vão aprendendo ao longo da semana e aventurem-se no lançamento de uma tecnologia que ainda não exista. Essa ideia deverá ser apresentada num pitch a um painel de avaliadores no último dia.

Observações: A ciência tem o poder de lançar os dados do futuro

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: INESC TEC Edifício sede - Campus da FEUP, Rua Dr. Roberto Frias, 4200-465 Porto Hora: 10:00
Pessoa de contacto: Catarina Carvalho

Estágio Esgotado


1762. A cultura de células como ferramenta para o estudo do cancro


Instituição: Instituto de Investigação Clínica e Biomédica de Coimbra (iCBR) da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Responsável: Salomé Pires Lourenço
Nº Alunos: 3
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Ciências da Saúde
Data: de 01-08-2022 a 05-08-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Inês Marques, Beatriz Serambeque, Eurico Pereira


Descrição: O aluno irá perceber o que é a cultura de células, e de que forma pode ser utilizada para o estudo do cancro em todas as suas vertentes, desde a prevenção ao tratamento. Irá ter contacto com técnicas de cultura celular a 2 dimensões, mas também com as abordagens mais recentes, como as culturas 3D.

Observações: O que é a cultura de células? De que forma a cultura de células pode ser utilizada para o estudo do cancro em todas as suas vertentes, desde a prevenção ao tratamento? Vem conhecer como se trabalha com técnicas de cultura celular a 2 dimensões, mas também com abordagens mais recentes, como as culturas a 3 dimensões.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Entrada da sub-unidade 1 da FMUC (porta de vidro de frente para a Unidade Central), Salomé Pires Hora: 9h30
Pessoa de contacto: Salomé Pires

Estágio Esgotado


1775. À descoberta das células estaminais


Instituição: Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC), Universidade de Coimbra
Responsável: Carla Lopes
Nº Alunos: 2
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Ciências da Saúde
Data: de 27-06-2022 a 01-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Carla Lopes


Descrição: No laboratório o candidato irá aprender a manusear, na sala de cultura, diferentes linhas celulares como fibroblastos humanos derivados de doentes e controlos, células estaminais pluripotentes induzidas reprogramadas dos primeiros e protocolos de diferenciação em precursores neuronais. O estágio acontece nos laboratórios do CNC no UC-Biotech em Cantanhede. O estágio não assegura o transporte de e para o estágio.

Observações: Vem descobrir as células estaminais! No laboratório o candidato irá aprender a manusear, na sala de cultura, diferentes linhas celulares como fibroblastos humanos derivados de doentes e controlos, células estaminais pluripotentes induzidas reprogramadas dos primeiros e protocolos de diferenciação em precursores neuronais. O estágio acontece nos laboratórios do CNC no UC-Biotech em Cantanhede. O estágio não assegura o transporte de e para o estágio.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Largo D.Dinis, Coimbra Hora: 10:00 (27 de junho de 2022)
Pessoa de contacto: Carla Lopes

Estágio Esgotado


1636. A luz como fonte de potenciais fármacos


Instituição: Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa - Instituto de Investigação do Medicamento - iMed
Responsável: Carlos A. M. Afonso
Nº Alunos: 2
Anos: , 11º, 10º, 12º
Área: Química
Data: de 27-06-2022 a 01-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): João Oliveira e Filipa Siopa


Descrição: Aminociclopentitóis são uma classe de moléculas com um vasto espectro de atividades biológicas, evidenciando-se a sua aplicação como inibidores da glicosidase. Os inibidores da glicosidase já estão no mercado como fármacos contra a diabetes tipo II, a gripe suína e para o tratamento da doença de Gaucher. Uma atrativa abordagem para a síntese de aminociclopentitóis é a transformação fotoquímica de sais de piridínio a aziridinas-bicíclicas, seguida da abertura do anel da aziridina originando aminociclopentenos, um intermediário versátil na síntese de aminociclopentitóis.

Este projeto pretende contribuir nesta área através da descoberta de uma nova transformação fotoquímica de piridínio assistida por fluxo contínuo. O impacto deste conceito será enorme nos domínios da síntese orgânica assim como na área da fotoquímica, uma vez que os resultados esperados vão originar um novo método para a síntese de precursores de aminociclopentitóis. Os produtos obtidos abrirão uma nova área de compostos biologicamente ativos que podem ser aplicados para desenvolver novas moléculas com potencial atividade.

Observações: Trazer bata

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Entrada da Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: João Oliveira e Filipa Siopa

Estágio Esgotado


1804. A NATUREZA CRIATIVA!


Instituição: Centro de Investigação em Educação Básica (CIEB), Instituto Politécnico de Bragança
Responsável: António Meireles
Nº Alunos: 3
Anos: , 10º
Área: Biologia
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): António José Santos Meireles Jacinta Helena Alves Lourenço Casimiro da Costa Delmina Maria Pires


Descrição: Já pensaste que explorar a natureza pode ser o princípio para um projeto criativo? Num estágio interdisciplinar, que cruza Ciência, Arte e Design, pretende-se desenvolver projetos criativos tendo a natureza como inspiração. É uma oportunidade para desenvolveres a tua criatividade pelo estudo de elementos naturais e a aplicação dos seus princípios em projetos criativos.
A Ciência, a Arte e o Design, embora com outras designações e até, sem terem uma designação própria, desde há muito tempo se articulam no sentido de explorar novos campos da expressão e do conhecimento. Lembra-te de Leonardo da Vinci, que analisando a anatomia das aves e desenhando o seu voo, encontrou um potencial para responder ao antigo sonho de fazer um ser humano voar, projetando aparelhos voadores precursores das asas delta e dos para-quedas. Mais recentemente, fatos de banho de competição foram desenvolvidos a partir da pele de tubarões permitindo aos nadadores serem muito mais rápidos!

Observações: -

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Laboratório de Artes na Montanha – Graça Morais. Rua Oróbio de Castro, nº. 1, 5300 - 220 Bragança Hora: 10:00
Pessoa de contacto: António Meireles

Estágio Esgotado


1788. Alimentos do futuro, sustentáveis e nutritivos


Instituição: Linking Landscape, Environment, Agriculture and Food (LEAF), Instituto Superior de Agronomia
Responsável: Cristiana Nunes
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º
Área: Química, Física
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Cristiana Nunes e Joana Ferreira


Descrição: A ação proposta pretende divulgar a investigação desenvolvida no Centro de Investigação LEAF - Grupo 3 sobre o desenvolvimento e caracterização de alimentos sustentáveis, produzidos a partir de sub-produtos da indústria alimentar (bagaços de frutos) e fontes alimentares ainda pouco exploradas (microalgas e insetos). A ação decorrerá ao longo de uma semana, com apresentação e discussão sobre a composição e vantagens dos vários ingredientes funcionais e com a preparação dos produtos alimentares, degustação, e realização de vários protocolos experimentais para caracterização das suas propriedades físicas/químicas.

Observações: O ISA localiza-se na Tapada da Ajuda e tem uma agradável área envolvente com cerca de 100 ha. O Edifício Ferreira Lapa está próximo do Edifício Principal.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Instituto Superior de Agronomia - Edifício Ferreira Lapa, Piso 1 (junto ao Secretariado) Hora: 10h00
Pessoa de contacto: Maria Cristiana Henriques Nunes

Estágio Esgotado


1498. Aplicação de microalgas como biofertilizantes para uma agricultura sustentável


Instituição: Centro de Ciências do Mar do Algarve (CCMAR), Universidade do Algarve
Responsável: João Varela
Nº Alunos: 2
Anos: , 10º, 11º
Área: Agronomia
Data: de 04-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): João Varela


Descrição: Durante este estágio o participante será convidado a acompanhar ensaios cultivo de plantas hortícolas, fertilizadas com microalgas. Os alunos estarão no terreno, com investigadores que ajudarão na manutenção e avaliação dos procedimentos realizados, os quais decorrerão no Horto da FCT (Campus de Gambelas - UAlg)

Observações: Não estão previstas atividades durante o fim-de-semana, pelo que não estão contempladas refeições durante este período. Só será assegurado o alojamento a alunos deslocados.
Para trabalhos de laboratório, o aluno deverá trazer e usar a sua bata pessoal.
Para trabalho e saídas de campo, o aluno deverá usar protetor solar, chapéu e beber água com frequência, por causa do calor.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Frente ao edf. 7 - campus de Gambelas da UAlg Hora: 09:00:00
Pessoa de contacto: João Varela

Estágio Esgotado


1537. Aromas & Essências


Instituição: Centro de Inovação em Engenharia e Tecnologia Industrial (CIETI), Instituto Superior de Engenharia do Porto
Responsável: Manuela Garrido
Nº Alunos: 2
Anos: , 10º, 11º
Área: Tecnologia, Química
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): E. Manuela Garrido Jorge Garrido Paulo Silva


Descrição: Os aromatizantes são compostos naturais ou artificiais que dão cheiro e sabor característico aos produtos comestíveis (alimentos industrializados) e odor aos produtos não comestíveis (cosméticos, aromatizador de ambientes, etc.). Os aromas estão diretamente ligados às memórias e às emoções e por isso são criados de modo a valorizar e personalizar cada um dos produtos a desenvolver. O processo criativo de um aroma envolve tecnologia, investigação, conhecimento científico, mas acima de tudo sensibilidade.
Os ésteres são substâncias orgânicas frequentemente encontradas na natureza, e desempenham um papel importante na indústria farmacêutica, de perfumes, de polímeros, de cosméticos e estão presentes na composição de produtos alimentícios para realçar e imitar sabores e aromas. Neste estágio científico propomos-te que descubras novos aspetos ligados ao uso e investigação de aromas. Poderás trabalhar nos nossos laboratórios e descobrir por ti mesmo que a química é uma ciência central por detrás do sabor e cheiro do mundo que nos rodeia.

Observações: Mais informações sobre o ISEP e o CIETI em https://www.isep.ipp.pt/ e http://www.cieti.isep.ipp.pt/

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Instituto Superior de Engenharia do Porto - Átrio do edifício H Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: E. Manuela Garrido_ Jorge Garrido_ Paulo Silva

Estágio Esgotado


1654. As plantas e os seus hóspedes – o que nos revela o ADN?


Instituição: Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento (MED) Universidade de Évora
Responsável: Hélia Cristina Guerra Cardoso
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Biologia
Data: de 29-08-2022 a 02-09-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Hélia Cristina Guerra Cardoso Maria Catarina Campos Lénia Rodrigues Augusto Peixe Rita Pires


Descrição: A multiplicação in vitro tem sido amplamente utilizada para a propagação de diversas espécies de plantas. No entanto, o sucesso destas metodologias pode ser comprometido pela ocorrência de contaminações no meio de cultura, normalmente provocadas pelo crescimento de bactérias que colonizam internamente os tecidos da planta (endófitas).
Na presente ação os alunos irão participar nos trabalhos de cultura in vitro envolvendo: i) a preparação de meios de cultura, ii) a multiplicação de espécies vegetais já mantidas em condições in vitro_ iii) o estabelecimento de novas culturas (desinfeção de material vegetal), iv) o isolamento de endófitos em meio de cultura.
Para detetar a presença das bactérias endófitos no material vegetal os alunos irão desenvolver trabalho envolvendo técnicas de biologia molecular: i) extração de DNA dos tecidos vegetais, ii) PCR para deteção de bactérias endófitas, iii) preparação de amplicões para sequenciação SANGER, iv) e análise de sequências (BioEdit e BLASTn).
Esta ação integra os investigadores Hélia Cardoso, Catarina Campos, Lénia Rodrigues, Rita Pires e Augusto Peixe.

Os alunos deverão trazer bata para o laboratório e um caderno. Estágio com oferta de almoço e com possibilidade de alojamento (jantar incluído para alunos que pernoitam).
Deslocação Évora-Mitra de autocarro assegurado pela instituição.
Para mais informação consulte a página do nosso grupo de investigação em http://www.icaam.uevora.pt/investigacao/Grupos-de-Investigacao/Recursos-Geneticos-e-Genomica-Funcional

Observações: A ação decorrerá no Lab. Biologia Molecular - MED, Universidade de Évora

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Pólo da Mitra - Lab. de Biologia Molecular Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Hélia Cardoso

Estágio Esgotado


1713. Atividades Terapêuticas das Plantas Medicinais e Outros Produtos de Origem Natural


Instituição: Centro de Investigação em Saúde e Ambiente CISA.ESS| P.Porto
Responsável: Cláudia Marta Libreiro de Pinho
Nº Alunos: 3
Anos: , 10º, 11º
Área: Ciências da Saúde
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Ana Isabel de Freitas Tavares de Oliveira Cláudia Marta Libreiro de Pinho Fernando Xavier Ferreira Moreira Marlene Elisabete Moreira dos Santos Lima Patrícia Carla dos Santos Correia Rita Mónica Ferraz Ferreira de Oliveira


Descrição: As plantas e outros produtos de origem natural têm constituído ao longo dos anos, as bases para o tratamento de diversas doenças, quer de forma tradicional, devido ao conhecimento das propriedades de determinada planta, que é passado de geração a geração, quer pela utilização de espécies vegetais, como fonte de moléculas ativas.

Observações: ESS-P.Porto (R. Dr. António Bernardino de Almeida 400, 4200-072 Porto)

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: ESS-P.Porto (Laboratório de Farmácia - 5.1.16) Hora: 9:30
Pessoa de contacto: Cláudia Marta Libreiro de Pinho

Estágio Esgotado


1687. Atravessando a cintura de asteroides


Instituição: Centro de Matemática e Aplicações (CMA), Universidade NOVA de Lisboa
Responsável: Nelson Chibeles Martins
Nº Alunos: 5
Anos: , 10º, 11º
Área: Física
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Tarde
Investigador(es): Nelson Chibeles Martins


Descrição: O Capitão Spectre, um comerciante espacial, tenta trazer a sua mercadoria das bases espaciais nas luas de Júpiter para a Lua. Infelizmente, a sua fiel nave, a “Centennial Hawk”, tem uma avaria nos escudos e estes falham de forma aleatória demasiadas vezes por dia para deixar Spectre tranquilo. Principalmente porque ainda terá de atravessar a Cintura de Asteroides. Ele já percebeu a regularidade com que ocorrem as falhas… e… o “padrão” das ocorrências… Acha ele… E tem mais ou menos a noção da quantidade de asteroides que colidirão com a nave sempre que os escudos falharem durante a travessia… E também conhece as capacidades reparadoras automáticas da nave… Ai… Mas é demasiado informação e está toda numa grande caldeirada na sua cabeça!!!!
Conseguirá Spectre construir um modelo de Simulação que lhe permita avaliar a probabilidade da “Centennial” sobreviver à travessia da Cintura de Asteroides?
Neste workshop aprenderemos alguns conceitos básicos de Simulação Discreta e de Geração de Números Pseudo-Aleatórios. Será necessário construir um modelo de Simulação, corrê-lo um número suficiente de vezes para se poder estimar, com confiança, a probabilidade de sobrevivência da nave. Conceitos de programação e de estatística irão cruzar-se e interagir de forma a permitir que o Capitão Spectre descubra se vale a pena arriscar a travessia…

Observações: https://www.dm.fct.unl.pt

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Ed VII - Departamento de Matemática NOVA SST | FCT NOVA - Campus de Caparica Hora: 13h
Pessoa de contacto: Nelson Chibeles Martins

Estágio Esgotado


1656. Azeites: porquê e como se analisam?


Instituição: Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento (MED) Universidade de Évora
Responsável: Raquel Garcia
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º
Área: Química, Química
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Raquel Garcia


Descrição: Neste estágio os alunos terão oportunidade para trabalhar num laboratório químico e executarem as determinações experimentais exigidas pela legislação, para a classificação dos azeites nas suas categorias comerciais: virgem extra, virgem e lampante. Poderão assim, com esta actividade, ficar a saber um pouco mais sobre este produto que, do ponto de vista nutritivo é muito valorizado, e que tem vindo a ganhar uma importância sócio-económica crescente na região do Alentejo.

Observações: Recomendado o uso de bata. A deslocação Évora-Mitra e Mitra-Évora é assegurada por um autocarro da Instituição.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Laboratório de Enologia- Pólo da Mitra Hora: 9:30
Pessoa de contacto: Raquel Garcia

Inscrição


1624. Bactérias resistentes aos antibióticos – um problema de saúde pública


Instituição: Departamento de Ciências Veterinárias, Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD)
Responsável: Prof. Patricia Poeta
Nº Alunos: 5
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Ciências da Saúde
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Patrícia Poeta, Telma Sousa, Carolina Sousa


Descrição: O objetivo deste estudo é revelar a dinâmica da relação entre antibióticos e bactérias, demonstrar métodos de deteção fenotípica da resistência antimicrobiana e explicar os mecanismos moleculares usados pelas bactérias para contornar os efeitos dos antibióticos.

Observações: Necessário o uso de bata

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Laboratório de Microbiologia Médica Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Patricia Alexandra Curado Quintas Dinis Poeta

Inscrição


1728. Células Sanguíneas à Vista: Exploração laboratorial


Instituição: Centro de Investigação em Saúde e Ambiente CISA.ESS| P.Porto
Responsável: Sandra Mota
Nº Alunos: 6
Anos: , 10º, 11º
Área: Ciências da Saúde
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Tarde
Investigador(es): Sandra Marlene da Silva Mota Maria Manuela Amorim Silva e Sousa Maria do Céu Ribeiro Lamas Carla Manuela Campos Carla Susana Pessegueiro Serra Maria Inês Dias Lopes


Descrição: O sangue é um tecido que percorre todo o nosso corpo. É formado por diferentes tipos de células suspensas no plasma. Se a olho nu parece homogéneo, microscopicamente podemos constatar que é composto por glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas. Assim, através de várias análises sanguíneas podemos avaliar a morfologia e funcionamento normal ou patológico destas células sanguíneas.
Perante determinadas patologias, as células sanguíneas poderão assumir um papel terapêutico. Para isso, é necessário a classificação do grupo sanguíneo segundo o sistema ABO e RhD e respetiva compatibilidade.
Neste contexto, o s estagiários terão oportunidade de contactar e desenvolver, em contexto laboratorial, várias metodologias que permitem o estudo do sangue periférico e a sua utilização terapêutica,nomeadamente:
- Observação mic roscópica das células sanguíneas.
- Realização de hemogramas.
- Determinação dos principais grupos sanguíneos.
- Percurso da dádiva de sangue até ao doente.
Como podes verificar muitas serão as aventura s até chegares ao centro deste tecido. Queres descobrir?
Inscreve-te!

Observações: Será necessário bata

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Receção da Escola Superior de Saúde do Politécnico do Porto Hora: 14:00
Pessoa de contacto: Todos os elementos estarão presentes em diferentes períodos da semana

Estágio Esgotado


1802. ClimACT (climate action)


Instituição: Centro de Investigação em Educação Básica (CIEB), Instituto Politécnico de Bragança
Responsável: Maria José Afonso Magalhães Rodrigues
Nº Alunos: 3
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Biologia, Sociologia
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Maria José Rodrigues e Ricardo Ramos


Descrição: s Alterações Climáticas são, sem dúvida, um dos maiores desafios do nosso tempo. Estamos a sentir as consequências das nossas ações, seja por ondas de calor, secas, incêndios florestais e inundações, entre outros exemplos. Prevê-se que se continuarmos a queimar combustíveis fósseis a este ritmo, o planeta poderá atingir mais dois graus de aquecimento até 2050 - o limiar que muitos cientistas identificaram como demasiado perigoso. Qual é a ciência por trás dessas projeções?
Durante este estágio, vamos refletir sobre os princípios científicos que nos ajudam a compreender as alterações climáticas. Precisamos compreender a ciência para resolver as mudanças ambientais, sociais e económicas mais amplas que a mudança climática está a trazer.
No final deste estágio, os estudantes serão capazes de:
- Compreender como o sistema climático está a mudar o planeta e as suas consequências no desenvolvimento sustentável_
- Refletir sobre medidas, ações e comportamentos que façam face à crise climática.
- Problematizar as políticas públicas internacionais e locais para enfrentar as alterações climáticas
O estágio permitirá aos estudantes discutir e refletir sobre os princípios básicos das ciências que sustentam uma maior compreensão sobre e para as alterações climáticas.
Neste estágio, poderão conhecer e explorar o impacto de vários cenários de emissões de gases de efeito estufa no desenvolvimento sustentável.
Este estágio além de interdisciplinar, centra-se nos domínios das ciências do ambiente e das ciências sociais, terá também uma componente prática em laboratório e ar livre.

Observações: ---

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Escola Superior de Educação de Bragança Hora: 10:00 h
Pessoa de contacto: Maria José Rodrigues e Ricardo Ramos

Inscrição


1773. Comer insetos? De onde vêem? como se produzem?


Instituição: FeedInov CoLAB
Responsável: Ana Sofia Santos
Nº Alunos: 5
Anos: , 10º, 11º
Área: Geologia, Sociologia
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Ana Sofia Santos Teresa Ribeiro Jorge Matos


Descrição: Embora os insetos já façam parte da dieta básica de cerca de 2,5 bilhões de pessoas em todo o mundo, vários indicadores mostram que os insetos podem em breve tornar-se um componente amplamente aceite das dietas das sociedades ocidentais, que inclui a Europa. Da mesma forma, a utilização de insetos em alimentação animal potencial uma alternativa interessante em termos de matérias primas. Os insetos possuem na generalidade um alto teor de proteína, sendo ricos em outros nutrientes benéficos, como gorduras, minerais e vitaminas.
Neste estágio terás oportunidade de acompanhar de perto o ciclo de produção da mosca soldado negro, desde o ovo até à eclosão, participar nas tarefas e atividades de acompanhamento, alimentação e maneio das larvas, até ao seu processamento, e qual o destino dos resíduos produzidos.
É oferecido o almoço

Observações: Possibilidade de alojamento durante a duração do estágio.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: INIAV, Pólo de Santarém, Estação Zootécnica Nacional, Qta da Fonte Boa, Vale de Santarém, 2005-048 Santarém Hora: 10:30
Pessoa de contacto: Ana Sofia Santos

Estágio Esgotado


1780. Como as culturas de células nos permitem estudar as doenças cardiovasculares?


Instituição: Instituto de Investigação Clínica e Biomédica de Coimbra (iCBR) da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Responsável: Tania Martins-Marques
Nº Alunos: 2
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Biologia, Química
Data: de 25-07-2022 a 29-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Tânia Martins Marques, Henrique Girão


Descrição: As doenças cardiovasculares são as principais responsáveis pela morbibilidade e mortalidade em todo o mundo. Embora se tenham feito importantes avanços que aumentaram significativamente o sucesso das estratégias terapêuticas, o enfarte do miocárdio representa ainda cerca de 60% das mortes por doença isquémica do coração em Portugal, o que corresponde a mais de 4000 óbitos anualmente. O melhor conhecimento da fisiopatologia da doença é assim essencial para que se possam identificar abordagens inovadoras de diagnóstico precoce, e novas formas de tratamento. Os alunos irão contactar com várias metodologias utilizadas na área de investigação da Biologia Celular, nomeadamente para o estabelecimento de modelos celulares válidos e robustos para o estudo das doenças cardiovasculares (e.g. modelos de isquemia cardíaca ou arritmias), e sua caracterização através de abordagens bioquímicas (e.g. Western Blot).

Observações: As doenças cardiovasculares são as principais responsáveis pela morbilidade e mortalidade em todo o mundo. Embora se tenham feito importantes avanços que aumentaram significativamente o sucesso das estratégias terapêuticas, o enfarte do miocárdio representa ainda cerca de 60% das mortes por doença isquémica do coração em Portugal, o que corresponde a mais de 4000 óbitos anualmente. O melhor conhecimento da fisiopatologia da doença é assim essencial para que se possam identificar abordagens inovadoras de diagnóstico precoce, e novas formas de tratamento. Durante este estágio, os alunos terão contacto com diversas técnicas e metodologias com vista ao estabelecimento de modelos de base celular para o estudo das doenças cardiovasculares.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Entrada Edifício iCBR, Polo III da Universidde de Coimbra. Pessoa de contacto: Tânia Marques. Hora: 9h00
Pessoa de contacto: Tânia Martins-Marques

Estágio Esgotado


1615. Como se prepara um medicamento ativado por luz?


Instituição: Centro de Química de Coimbra (CQC), Departamento de Química, Universidade de Coimbra
Responsável: Sérgio Paulo Jorge Rodrigues
Nº Alunos: 3
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Química, Física
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Ana Lúcia Cardoso e João Pina


Descrição: As porfirinas são compostos intensamente corados, cujo nome deriva do grego porphura (púrpura). São uma classe de moléculas orgânicas que apresentam uma estrutura macrocíclica composta por quatro anéis de pirrole unidos por pontes metino (-CH-). Estes compostos estão presentes na Natureza, onde são preponderantes a vários processos bioquímicos fundamentais à vida. Alguns exemplos representativos são o heme e a clorofila. Devido às suas características químicas e fototofísicas, as porfirinas e os seus derivados têm sido utilizados com sucesso como fotossensibilizadores (FS) na Terapia Fotodinâmica e no fotodiagnóstico. A Terapia Fotodinâmica, habitualmente abreviada de PDT, é um caso particular de fotoquimioterapia. É uma modalidade terapêutica, minimamente invasiva, clinicamente aprovada para o tratamento de doenças oncológicas e não oncológicas. Resumidamente, o procedimento envolve a administração de um agente fotossensibilizador (FS) e posterior irradiação do local com luz visível de comprimento de onda adequado. Esta terapia induz a destruição seletiva do tumor, minimizando os danos nos tecidos adjacentes e os efeitos secundários inerentes às terapias convencionais.

Observações: na

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Entrada do Departamento de Química, Polo I da Universidade de Coimbra Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Ana Lúcia Lopes e João Pina

Inscrição


1705. Compreender a relação entre emoções e populismo


Instituição: Centro de Estudos Sociais (CES), Universidade de Coimbra
Responsável: Ciencia Viva no CES
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Sociologia
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Cristiano Gianolla e Manuel João Cruz


Descrição: Muito se fala de populismo atualmente, mas ainda há muitas perguntas sem resposta, entre as quais fica para esclarecer a profunda relação que existe entre populismo e emoções. Que emoções levam as pessoas a identificar-se e suportar partidos e fenómenos políticos definidos populistas? Como estas emoções – positivas e negativas – influenciam o comportamento político? De que forma o populismo tem maior capacidade de movimentar emoções com respeito a outros partidos e fenómenos políticos? Estas e muitas mais questões moldarão as atividades do estágio.

Com o objetivo de compreender a relação entre as emoções e o populismo, dividimos os cinco dias de estágio em três fases com um misto de atividades teóricas, práticas e empíricas.

Em primeiro lugar, abordaremos de forma geral o que é o populismo, focando em maior pormenor nos aspetos que resultarão de maior interesse durante o estágio. Analisaremos de que forma o populismo apela ao uso de emoções positivas e negativas, abordando também o papel das emoções no âmbito democrático de forma alargada. Este momento marca o início de um debate entre os participantes para determinar perguntas e estimular a procura de respostas na parte seguinte do estágio.

Num segundo momento, os participantes do estágio poderão escolher entre um conjunto de metodologias para captar o sentimento de pessoas que se encontrem em Coimbra e prever potencial comportamento político relativamente às atitudes, incluindo as populistas. Desde a análise de publicações em redes sociais, caixas de comentários, análise de media, a entrevistas ou inquéritos curtos junto da população Coimbrense, entre outros.

Num terceiro momento, os/as participantes terão a oportunidade de interpretar os dados recolhidos e produzir materiais de comunicação com os resultados e conclusões para um público generalista. Estes materiais serão divulgados publicamente no final do estágio num evento publico no CES, e um exemplar de cada oferecido a cada participante.

Observações: Muito se fala de populismo atualmente, mas ainda há muitas perguntas sem resposta, entre as quais fica para esclarecer a profunda relação que existe entre populismo e emoções. Que emoções levam as pessoas a identificar-se e suportar partidos e fenómenos políticos definidos populistas? Como estas emoções – positivas e negativas – influenciam o comportamento político? De que forma o populismo tem maior capacidade de movimentar emoções com respeito a outros partidos e fenómenos políticos? Estas e muitas mais questões moldarão as atividades do estágio.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Centro de Estudos Sociais (CES) Alta – Colégio de S. Jerónimo Largo D. Dinis Apartado 3087 3000-995 Coimbra, Portugal Hora: 10h
Pessoa de contacto: Manuel João Cruz

Estágio Esgotado


1781. Conseguimos ver um ser vivo por dentro com a ajuda da imagem molecular?


Instituição: Instituto de Investigação Clínica e Biomédica de Coimbra (iCBR) da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Responsável: Ana Margarida Coelho Abrantes
Nº Alunos: 3
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Biologia
Data: de 08-08-2022 a 12-08-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Inês Marques, Beatriz Serambeque, Eurico Pereira


Descrição: O aluno irá perceber várias técnicas de imagem que podem ser utilizadas e que tipo de imagem se consegue obter. Será possível realizar um estudo de biodistribuição exemplificando uma das técnicas da imagem (medicina nuclear).

Observações: Quando queremos ver o nosso corpo por dentro o que é que podemos utilizar? Será que podemos utilizar radiação? Que tipo de radiação? Como funciona um equipamento que permite obter uma imagem do interior do nosso corpo? O desafio de conhecer e perceber diferentes técnicas de imagem é o objetivo para esta sessão assim como entender como podemos estudar o nosso corpo por dentro.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Entrada da sub-unidade 1 da FMUC (porta de vidro de frente para a Unidade Central), Margarida Abrantes Hora: 9h30
Pessoa de contacto: Ana Margarida Abrantes

Inscrição


1679. Construção e Controlo de Drones


Instituição: Unidade Técnico Científica de Engenharia Electrotécnica e Industrial, Instituto Politécnico de Castelo Branco
Responsável: Pedro Torres
Nº Alunos: 6
Anos: , 10º, 11º
Área: Robótica
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Pedro Torres


Descrição: A robótica é uma área fundamental de desenvolvimento científico e tecnológico que está cada vez mais presente em tudo aquilo que nos rodeia. A par do desenvolvimento da robótica móvel, têm emergido no mercado diversos tipos de aeronaves autónomas, também conhecidas por Drones. Estas aeronaves podem ser utilizadas para atividades mais lúdicas e entretenimento, como podem ser muito uteis para aplicações comerciais, como filmagens aéreas, inspeção e identificação, transporte de objetos, entre outros.
O objetivo deste estágio é proporcionar aos alunos mais jovens a oportunidade de construir um Drone de raiz, perceber a sua construção mecânica, a componente eletrónica associada e todo o processo de controlo de voo. De uma forma simples, os alunos constroem o seu Drone e programam-no para voar em forma de teleoperação ou autónoma. Assim os alunos são estimulados a aprender fazendo.

Observações: Estimular e incentivar o ensino da Engenharia através de uma abordagem de aprender fazendo. A montagem de cada kit de drone e a aprendizagem sobre cada componente e sua funcionalidade auxiliará a aprender conceitos de física, matemática, eletrónica e áreas afins de uma forma lúdica a focada nos alunos mais jovens.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Escola Superior de Tecnologia do IPCB Hora: 2:00:00 PM
Pessoa de contacto: Pedro Torres

Estágio Esgotado


1501. Converter o telemóvel num microscópio 3D


Instituição: Centro de Ciências do Mar do Algarve (CCMAR), Universidade do Algarve
Responsável: tmcorreia@ualg.pt
Nº Alunos: 2
Anos: , 10º, 11º
Área: Biologia
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Teresa Matias Correia


Descrição: Neste estágio vais aprender como funcionam os microscópios 3D e como são usados em investigação na área da biologia marinha e biomedicina. A principal tarefa vai ser montar um microscópico que usa o telemóvel para gerar imagens em 3D de objetos transparentes, como peixinhos, berlindes ou gomas. Mais especificamente os objetivos são:

1.Aprender sobre diferentes técnicas de imagiologia, como por exemplo tomografia axial computorizada e tomografia ótica.
2.Aprender como funcionam as técnicas de tomografia e como se geram imagens a partir de fotografias tiradas à volta de objetos.
3.Participar numa demostração ao vivo em que vamos usar um microscópio 3D topo de gama para aprender como funciona, para que serve e que tipo de imagens podemos ver.
4.Montar o nosso microscópio 3D. Vamos precisar de uma luz e de um telemóvel para tirar fotografias!
5.Aprender no laboratório como se preparam as amostras transparentes que usamos para ver com microscópios 3D.
6.Tirar MUITAS fotografias às nossas amostras, berlindes e gomas.
7.Aprender e ver na prática como usamos programas de computadores para gerar as imagens 3D a partir das fotografias.

Observações: Não estão previstas atividades durante o fim-de-semana, pelo que não estão contempladas refeições durante este período. Só será assegurado o alojamento a alunos deslocados.
Para trabalhos de laboratório, o aluno deverá trazer e usar a sua bata pessoal.
Para trabalho e saídas de campo, o aluno deverá usar protetor solar, chapéu e beber água com frequência, por causa do calor.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: À porta do CCMAR, Edifício 7, Campus Gambelas, Faro Hora: 10:00:00
Pessoa de contacto: Teresa Matias Correia

Estágio Esgotado


1634. Cosmecêuticos nanoformulados. Sabes o que são? Vem descobrir!


Instituição: Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa - Instituto de Investigação do Medicamento - iMed
Responsável: Sandra Simões
Nº Alunos: 2
Anos:
Área: Tecnologia
Data: de 27-06-2022 a 01-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Sandra Simões, Manuela Carvalheiro


Descrição: O cosmecêuticos são produtos que realizam ações cosméticas muito mais ativas, ou seja, são mais eficazes no cuidado da pele porque lhe fornecem compostos que a ajudam a ser mais saudável e mais bonita. Os cosméticos nanoformulados possuem uma característica adicional que é a de possuírem estruturas nanométricas que ajudam a que a ação na pele dos compostos veiculados seja mais eficaz. Este estágio pretende dar a conhecer a aplicação da nanotecnologia à cosmética e as técnicas utilizadas para a preparação e caracterização de lipossomas de origem natural. O estágio permitirá também descobrir os benefícios de alguns ingredientes que usamos na cozinha na preparação de cosmecêuticos.

Observações: Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, Av. Prof. Gama Pinto, 1649-003 Lisboa

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Entrada da Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: Adelaide Fernandes

Estágio Esgotado


1723. Cozinha com Ciência


Instituição: Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT), Universidade Nova de Lisboa
Responsável: Alexandra Maria Ferreira Gonçalves
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Tecnologia, Química
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Alexandra Gonçalves Marta Luís


Descrição: Já pensaste que fenómenos físicos e químicos estão por detrás da confeção dos alimentos? Conceitos como gelificação, esferificação, gelo seco e muito mais serão abordados neste estágio.
As tuas papilas gustativas vão ficar doidas com a degustação de pratos dignos de qualquer restaurante Michelin.

Observações: Este estágio resulta de atividades de investigação associadas
a projetos que estão a decorrer neste momento, sendo uma
excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz
de Ciência no Cenimat e DCM. Este estágio decorre todos os
dias das 10:00h às 17:00h e inclui almoço.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Porta Principal do Edifício II - DCM Hora: 10h
Pessoa de contacto: Alexandra Maria Ferreira Gonçalves

Estágio Esgotado


1823. Criar Futuro


Instituição: NOVA Laboratory for Computer Science and Informatics (NOVA LINCS), Universidade Nova de Lisboa
Responsável: Luís Manuel Marques da Costa Caires
Nº Alunos: 10
Anos: , 10º, 12º, 11º
Área: Robótica
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Carmen Morgado Miguel Goulão Matthias Knorr Ricardo Gonçalves João Leitão Pedro Medeiros


Descrição: O estágio _Criar Futuro_ é uma introdução de várias áreas da computação através da construção de programas. Os alunos do 9º ano terão a oportunidade de aprender, durante uma semana, a construir programas para controlar pequenos robots e a desenvolver um jogo que integra conceitos de internet das coisas e inteligência artificial.

Observações: https://www.di.fct.unl.pt/

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Departamento de Informática - Faculdade de Ciências e Tecnologia - Universidade Nova de Lisboa Hora: 10h
Pessoa de contacto: Carmen Morgado e Miguel Goulão

Estágio Esgotado


1729. Da célula ao DNA: uma viagem molecular!


Instituição: Centro de Investigação em Saúde e Ambiente CISA.ESS| P.Porto
Responsável: Sandra Mota
Nº Alunos: 6
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Tecnologia
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Tarde
Investigador(es): Sandra Marlene da Silva Mota Maria Manuela Amorim Silva e Sousa Maria do Céu Ribeiro Lamas Maria de Fátima Pinto Monteiro Joel Nuno da Silva Alves Pinto Nuno Miguel da Silva Maia Stephanie Lopes Ferreira Maria Inês Dias Lopes


Descrição: No núcleo das nossas células encontramos a nossa informação genética, sobe a forma de DNA.
É nela que se encontra, por exemplo, a informação para a cor dos nossos olhos e cabelos. Mas qual a importância de descodificarmos esta informação? Como conseguimos descodificar essa informação? E de que forma este conhecimento pode melhorar as nossas vidas?
Neste estágio de verão pretendemos dar-vos estas respostas.
Vamos partir à descoberta do material genético contido nas nossas células! Em busca da descoberta de uma característica ou de uma doença! Vamos estudar os cromossomas e o DNA realizando todo o processo desde a extração de material genético das células, passando pela sua amplificação através da PCR, terminando na visualização do DNA e sua análise por sequenciação.
Junta-te a nós nesta aventura!

Observações: Será necessário bata

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Escola Superior de Saúde do Politécnico do Porto Hora: 14:00
Pessoa de contacto: Todos os elementos estarão presentes em diferentes períodos da semana

Inscrição


1753. Desafios da Sociedade no séc. XXI


Instituição: CEI-Iscte | CIES-Iscte
Responsável: CEI-Iscte | CIES-Iscte
Nº Alunos: 15
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Sociologia
Data: de 04-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): A confirmar equipa


Descrição: Queres saber quais os atuais desafios da nossa sociedade? Neste estágio pretendemos dar uma perspetiva global de possíveis respostas e oportunidades a alguns dos desafios que lançamos sobre temas mais debatidos na atualidade como a desinformação, a guerra, os movimentos sociais, o ativismo social e estudantil e a importância da igualdade de género.

Ao longo de duas semanas vamos demonstrar como pode a investigação ter um papel ativo na identificação de soluções, procurando não só estimular a criatividade científica dos jovens no campo da Sociologia e dos Estudos Internacionais, como a capacidade de trabalhar em equipa na elaboração e concretização de curtos projetos de investigação. Estes projetos serão desenvolvidos pelos participantes ao longo da segunda semana de estágio, e terão como base metodologias e técnicas de investigação diversificadas que serão apresentadas de forma prática e dinâmica pelos investigadores do Iscte.

Esta iniciativa é organizada por duas Unidades de Investigação do Iscte – Instituto Universitário de Lisboa: o Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES) e o Centro de Estudos Internacionais (CEI), que pretende dar a conhecer o quotidiano de um centro de investigação, os seus espaços, protagonistas, projetos e metodologias.

Observações: Acesso ao Edifício Sedas Nunes, a partir da Rua Paul Choffat, Lisboa.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Recepção do Edifício Sedas Nunes (piso 1), Iscte - Instituto Universitário de Lisboa Hora: 10h30
Pessoa de contacto: Sofia Rocha, Rita Alves, Raquel Silva (responsáveis pela organização de eventos e comunicação das Unidades de Investifação)

Inscrição


1689. DESAFIOS ÉTICOS EMERGENTES


Instituição: Centro de Investigação em Reabilitação
Responsável: Pedro Monteiro
Nº Alunos: 15
Anos: , 11º, 12º, 10º
Área: Sociologia
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Agostinho Luís da Silva Cruz Alberto Amaro Guedes Machado Ana Paula Cabral Diana Patrícia Leal Tavares Helena Maria Rocha de Sousa Henrique José Curado Mendes Teixeira Isabel Maria de Sousa Faria Maria João Moreira Gonçalves Maria Manuela Amorim da Silva Sousa Paula Maria da Costa Lopes Pedro Manuel Ribeiro da Rocha Monteiro


Descrição: Esta proposta foi idealizada tendo em conta temáticas (bio)éticas atuais e prementes do nosso dia-a-dia, enquanto cidadãos potencialmente ativos.
As atividades diárias foram idealizadas tendo em conta o processo pedagógico enquadramento teórico atualizado e multidisciplinar de cada assunto, com sequente aplicação prática e dinâmica dos conteúdos previamente ministrados, com recurso a trabalhos colaborativos e reflexivos, em estreita colaboração com especialistas de diferentes áreas de atuação profissional e social, no papel de catalisadores e dinamizadores, nomeadamente filósofos e sociólogos, psicólogos, juristas, jornalistas, artistas, engenheiros, juristas, entre outros).
O estágio foi desenhado com a distribuição de temáticas que se expões de seguida:
11 de julho – Temas: A) Pode o humor não ser ético? B) Cibersegurança: mito ou realidade?
12 de julho – Temas: A) Transhumanismo como o milagre deste século_ B) Os desportistas de sofá
13 de julho – Temas: A) Fake news como prato do dia_ B) O dilema de Huxley e as pílulas douradas
14 de julho – Temas: A) Altruísmo eficaz: os novos 10 mandamentos
15 de julho – Temas: A) Sustentabilidade ambiental: a corrida entre a lebre e a tartaruga
No final o estagiário deverá ser capaz de ter capacidade crítica e reflexiva sobre os diferentes assuntos abordados, capacidade de expressão de opinião e dúvidas, capacidade de auscultação, entendimento e respeito das diferentes perspetivas que possam existir ou ser expostas no grupo, e capacidade de aplicação dos conhecimento e competências a situações reais concretas. É também propósito desta formação criar um sentido individual de responsabilidade social, potenciando o papel de agente ativo na promoção das liberdades e garantias individuais não só nacionais, mas também mundiais, com garantia da sua individualidade expressiva e emocional.

Observações: Programa desenvolvido pela Comissão de Ética da ESS-P.Porto com o objetivo de promover a cooperação entre diferentes intervenientes, de forma a permitir a reflexão e o pensamento crítico sobre desafios éticos da atualidade.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Instalações da Escola Superior de Saúde do Politécnico do Porto, localizada na Rua Dr. António Bernardino de Almeida, nº 400, 4200-072 Os estagiários devem estar na instituição pelas 9:30 horas de forma a ser realizada uma breve apresentação dos diferentes espaços. Hora: 9H30
Pessoa de contacto: Pedro Manuel Ribeiro da Rocha Monteiro

Inscrição


1578. Desenvolvimento de Throttle Quadrant para cockpit Airbus A320


Instituição: Centro de Investigação em Digitalização e Robótica Inteligente (CeDRI), Instituto Politécnico de Bragança
Responsável: José Augusto Carvalho
Nº Alunos: 2
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Física
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): José Augusto Carvalho


Descrição: O Instituto Politécnico de Bragança está a desenvolver uma réplica de um cockpit de aeronaves Airbus A32x. O cockpit consiste no conjunto de módulos que compõem os sistemas do avião. Estes sistemas estão ligados através de redes de comunicação Ethernet e CAN de forma a comunicarem entre si e o simulador de voo XPlane. Neste estágio propõe-se o desenvolvimento de uma interface física para comando da potência dos motores do Airbus A32x.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico de Bragança Hora: 9:30:00 AM
Pessoa de contacto: José Augusto Carvalho

Estágio Esgotado


1737. Dispositivo para mistura de cores da luz visível


Instituição: Departamento de Física, Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD)
Responsável: Armando da Assunção Soares
Nº Alunos: 2
Anos: , 11º, 10º, 12º
Área: Informática, Informática
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Armando Soares, Adelaide Andrade, Liliana Caramelo e Marco Naia


Descrição: O estágio consiste na realização de trabalho prático/experimental sobre a mistura de cores da luz visível. Os estagiários estarão envolvidos na construção de dois dispositivos para a mistura de cores da luz visível: um utiliza a cor da luz emitida por um monitor e outro utiliza LEDs (vermelho, verde, azul e RGB) controlados por potenciómetros e uma placa de Arduino. Os estagiários também terão a oportunidade de participar na recolha de amostras vegetais do Jardim Botânico da UTAD para impressão fotográfica ativada pela radiação solar. Os estagiários irão lidar com conceitos de óptica, eletrónica, informática e fotografia.

Observações: Dispositivo para mistura de cores da luz visível

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: F3.24, Dep Fisica (Polo II ECT-UTAD) Hora: 11h:30
Pessoa de contacto: Armando Soares

Estágio Esgotado


1707. Eco-design em papel para geradores de energia interativos


Instituição: Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT), Universidade Nova de Lisboa
Responsável: Suman Nandy
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º
Área: Tecnologia
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Suman Nandy (CENIMAT) Guilherme Ferreira (CENIMAT) Sumita Goswami (Almascience) Shubham Das (Almascience)


Descrição: Na presente era de digitalização inteligente, uns dos maiores problemas que enfrentamos é o
crescimento de resíduos eletrónicos não recicláveis e o grande consumo de energia. Por esta
razão, investigação científica em energia sustentável têm consistentemente sido focada em
geração de energia a partir de fontes amigas do ambiente e ao mesmo tempo reduzir o uso de
materiais tóxicos e matérias-primas. O Pacto Ecológico da UE e os Objetivos de
Desenvolvimento Sustentáveis da ONU também enfatizam que “a integração inteligente de
renováveis, eficiência energética e outras soluções sustentáveis, em vários sectores vão ajudar
a atingir as metas de descarbonização com custo mais baixo possível”. É a altura de agirmos
juntos!
Assim, este projeto considera duas premissas muitos importantes: energia limpa e zero e-
waste (resíduos eletrónicos). Neste contexto, este projeto inovador compreende a utilização
de papel como substrato para eletrónica inteligente. A celulose, que é o principal elemento
dos substratos de papel, é uma plataforma promissora para muitas áreas de aplicações
eletrónicas incluindo: embalagem de produtos, diagnósticos clínicos, controlo de qualidade
alimentar, monitorização ambiental e tecnologias de segurança. A celulose é barata e
biocompatível, têm também uma tremenda importância na economia global, em particular na
Europa, representando cerca de 30% da produção mundial total.
A ideia principal por detrás da proposta é o desenvolvimento de um papel energético sensível
ao toque, que vai gerar corrente através de interações do ambiente à volta: incluindo
vibrações, movimentos ou interações humanas. Durante este programa, o substrato de papel
vai ser funcionalizado com materiais poliméricos num método de síntese simples. Este papel
funcional vai ser desenhado para “dispositivos de energia interativos” com a junção de uma
camada de papel com tinta metálica imprimida. O programa irá mostrar como este dispositivo
em papel gera sinais elétricos através do toque humano (deslizar com os dedos, pressão com a
palma da mão, etc.). Este sinal elétrico pode ser usado para acender LEDs ou usado para sinais
interativos (como mudança de cor, movimento de objetos, gaming, etc.)
Objetivos Gerais:
 Fabricação de um papel ativo funcional com polímeros conjugados como componente
chave
 Design de dispositivos em papel para geradores de energia interativos que produzem
sinal elétrico com o toque humano
 Design de dispositivos autoalimentados em papel como sensores de toque interativos
 Demonstração final dos protótipos e apresentação final

Este programa será executado pelo CENIMAT (FCT-NOVA) em conjunto com o Almascience.

Observações: Este estágio resulta de atividades de investigação associadas a projetos que estão a decorrer neste momento, sendo uma excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz de Ciência no Cenimat e DCM. Este estágio decorre todos os dias das 10:00h às 17:00h e inclui almoço.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Porta principal to Edificio II - DCM Hora: 10:00h
Pessoa de contacto: Guilherme Ferreira, Sumita Goswami, Shubham Das

Estágio Esgotado


1503. Encontrar novos agentes anti-inflamatórios que nos protejam das doenças crónicas inflamatórias associadas ao envelhecimento


Instituição: Centro de Ciências do Mar do Algarve (CCMAR), Universidade do Algarve
Responsável: Dina Simes
Nº Alunos: 2
Anos: , 10º, 11º
Área: Biologia, Ciências da Saúde, Química
Data: de 25-07-2022 a 29-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Dina Simes, Carla Viegas


Descrição: Com o aumento da esperança de vida, as doenças associadas ao envelhecimento ou doenças inflamatórias crónicas, como é o caso da doença cardiovascular ou da osteoartrite, representam um dos maiores desafios da saúde a nível mundial. A existência de novos agentes anti-inflamatórios que ajudem a prevenir estas doenças é crucial para proporcionar uma vida mais longa e com maior qualidade.
Usando sistemas modelo in vitro de cultura celular, com células humanas, como os monócitos, macrófagos e células vasculares, a função destes novos agentes como anti-inflamatórios e protetor vascular pode ser testada e a sua eficácia avaliada.

Nesta atividade os alunos irão contactar na prática com várias técnicas e metodologias utilizadas na área de investigação da Bioquímica e Biologia Celular e Molecular, como a cultura de células, a quantificação de proteínas e a realização de imunoensaios. Simultaneamente pretende-se estimular o espírito científico e critico dos alunos envolvendo-os na formulação de hipótese, desenho experimental e análise de resultados.

Observações: Não estão previstas atividades durante o fim-de-semana, pelo que não estão contempladas refeições durante este período. Só será assegurado o alojamento a alunos deslocados.
Para trabalhos de laboratório, o aluno deverá trazer e usar a sua bata pessoal.
Para trabalho e saídas de campo, o aluno deverá usar protetor solar, chapéu e beber água com frequência, por causa do calor.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Frente ao edf. 7 - campus de Gambelas da UAlg Hora: 10:00:00
Pessoa de contacto: Dina Simes, Carla Viegas

Estágio Esgotado


1706. Episódios de poeiras do Sahara: o quanto são importantes?


Instituição: Departamento de Ambiente e Ordenamento (DAO), Universidade de Aveiro
Responsável: Alexandra Monteiro
Nº Alunos: 2
Anos:
Área: Ciências da Saúde
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Carla Gama


Descrição: O problema do transporte das poeiras do Sahara até ao nosso país tem alvo de alerta e notícias nos media. É um facto que estes episódios sempre aconteceram, mas a sua frequência tem aumentado e os seus riscos vão muito para além do impacto na saúde humana. Neste estágio pretende-se que o(s) aluno(s) se insiram no grupo de investigação (GEMAC: ) do Departamento de Ambiente da UA, e realizem trabalho de pesquisa sobre estes episódios, em colaboração total com os investigadores que trabalham diariamente este assunto. Em maior detalhe o plano de trabalhos para esta semana inclui:
1. Identificar todos os episódios de poeiras do Sahara no ultimo ano (2021-2022)
2. Recolha de noticias do jornal (quantos episódios saíram nas noticias?)
3. Identificar condições meteorológicas associadas a esses episódios (https://www.ipma.pt/)
4. Compilar dados de PM10 para esses episódios (https://qualar.apambiente.pt/)
5. Contribuição das poeiras para as concentrações PM10 nesses episódios
No final gostaríamos que os alunos apresentassem para todo o grupo de investigação os resultados desta semana.
A nossa experiência com os estágios Ciência Viva anteriores foi muito positiva e esta iteração é uma peça chave para o sucesso desta semana de trabalho.

Observações: n.a.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Departamento de Ambiente e Ordenamento da Universidade de Aveiro Hora: 10H
Pessoa de contacto: Alexandra Monteiro_ Carla Gama

Inscrição


1725. Faz do Sol a tua Fonte de Energia


Instituição: Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT), Universidade Nova de Lisboa
Responsável: Manuel João Mendes
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Química
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Dr. Antonio Vicente e Guilherme Ribeiro


Descrição: Sabias que a energia solar que chega à Terra é 1000 vezes superior a toda a energia consumida no planeta?
Neste estágio vais aprender a aproveitá-la com células solares que funcionam à base de pigmentos vegetais (ex: framboesas, morangos, amoras, folhas) e a aplicá-las para alimentar circuitos eletrónicos (ex: os teus equipamento favoritos).
Vais aprender acerca de alguns processos de fabrico de células solares em laboratório, acerca do seu funcionamento e aplicações no mundo real.
Vamos também dimensionar e construir carregadores solares flexíveis para dispositivos electrónicos (telemóveis, tablets, ou outros à tua escolha), para integrar em qualquer lado (ex: em roupas ou mochilas fotovoltaicas). Assim poderás alimentar todos os teus dispositivos portáteis onde quer que estejas só com a luz solar!

Observações: Este estágio resulta de atividades de investigação associadas a projetos que estão a decorrer neste momento, sendo uma excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz de Ciência no Cenimat e DCM. Este estágio decorre todos os dias das 10:00h às 17:00h e inclui almoço.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Porta principal do edifício II - DCM (Univ. Nova de Lisboa, Campus de Caparica) Hora: 10h
Pessoa de contacto: Manuel Joao de Moura Dias Mendes

Estágio Esgotado


1756. Impressão de tintas inteligentes


Instituição: Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT), Universidade Nova de Lisboa
Responsável: Emanuel Abreu Antunes Carlos
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Tecnologia, Sociologia
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Pedro Moreira Raquel Martins


Descrição: Criar dispositivos electrónicos de baixo custo é muito importante para o futuro da nossa sociedade. A utilização de materiais mais abundantes e amigos do ambiente, e de tecnologias de processamento de baixo custo, como a impressão, são vitais para este objectivo. Neste trabalho podes desenhar e criar circuitos eletrónicos simples utilizando uma impressora similar à que tens em casa, mas que consegue imprimir tintas condutoras à base de nanoparticulas (10000 vezes mais pequenas que o diâmetro do teu fio de cabelo).

Este estágio disponibiliza almoços.

Observações: Este estágio resulta de atividades de investigação associadas a projetos que estão a decorrer neste momento, sendo uma excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz de Ciência no Cenimat e DCM. Este estágio decorre todos os dias das 10:00h às 17:00h e inclui almoço.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Porta principal do Edificio II - DCM Hora: 10:00h
Pessoa de contacto: Emanuel Abreu Antunes Carlos

Estágio Esgotado


1800. Iniciação à Eletrónica e Comunicações 5G (IEC-5G)


Instituição: Instituto de Telecomunicações (IT)
Responsável: Fernando José da Silva Velez
Nº Alunos: 12
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Tecnologia, Ciências da Saúde, Física, Informática, Informática
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): António Reis Bahram Khan José Pacheco de Carvalho Ivan Pires João Sequeira Érica Pungo Virginie Felizardo Nuno Pombo Hugo Proença Emanuel Teixeira Rui Filipe Rosa Paulo Rui Manuel Costa Pedro Sebastião Rui Barata


Descrição: [DIA 1] INTRODUÇÃO E MEDIÇÕES EM RADIOFREQUÊNCIA EM AMBIENTE URBANO (9h30): Receção aos participantes_ 10:00 Introdução à Eletrónica_ 11:00 Pausa_ 11h20m Introdução às Telecomunicações, seguida de visita aos Laboratórios do Dep.de Física_ 12:30 Almoço_ 14:00 Introdução à montagem de “kits” básicos de Eletrónica (temporizador)_ 15:30 Pausa_ 15:45 Trabalho experimental: medições da potência do sinal recebido em redes móveis 5G_ Introdução às Telecomunicações. Como se dimensiona uma ligação rádio? 16:45 Visita aos Laboratórios do DEM e encerramento do dia_ 19:15 Jantar na cantina de Santo António.
[DIA 2] MONTAGEM DE KITS E RECOLHA DE ENERGIA ELETROMAGNÉTICA DO AMBIENTE (10h00) Introdução à conceção e produção de placas de circuito impresso - montagem de kits_ 11:00 Pausa_ 11:20 Biosinais_ 11:55 Visita aos Laboratórios do Dep. de informática e do IT (incluindo biosinais) 12:30 Almoço_ 14:00 Wearable Technologies & Recolha de Energia Eletromagnética do Ambiente_ 15:30 Pausa_ 15:45 Visita ao Museu dos Lanifícios da Universidade da Beira Interior 17:00 Visita ao Data Center da Covilhã_ 19:15 Jantar na cantina de Santo António.
[DIA 3] DRONES AÉREOS, RECONHECIMENTO DE PADRÕES, E BIOSINAIS
10h00 Introdução aos drones aéreos – conceção e montagem_ 11:00 Pausa_ 11:20 Introdução aos drones aéreos – experiências de comunicação com tecnologia 4G e experiências de campo_ 12:30 Almoço_ 14:00 Introdução à conceção e produção de placas de circuito impresso - montagem de kits_ 15:00 Reconhecimento de padrões (SOCIA Lab)_ 15:45 Pausa_ 16:00 Conceção e produção de placas de circuito impresso - montagem de kits (continuação)_ 16:45 Piscina Praia do Jardim do Lago (a confirmar)_ 19:30 Jantar livre no Serra Shopping.
[DIA 4] WEARABLE TECHNOLOGIES, COMUNICAÇÕES MÓVEIS, APRESENTAÇÃO DOS NÚCLEOS E VISITA À ALTRAN, JANTAR DE DESPEDIDA 9h30 Comunicações móveis 5G (New Radio)_ 10h15 Small Cells, Open RAN and Carrier Aggregation_ 10h30 Pausa Aplicações da Internet das Coisas_ 11:30 Apresentação breve dos núcleos dos alunos_ 12:00 Introdução ao desenho de um circuito impresso 12:30 Almoço_ 13:30 Visita à CAPEGEMI, no Fundão_ 15:45 Pausa_ 16:00 Implementação de comunicações em Software Defined Radio com srsRAN e desafios das redes de próxima geração_ 19:00 Jantar de despedida.
[DIA 5] ICT APLICADA À SAÚDE E CONCLUSÃO DOS KITS 10h15 Rui Costa, ICT na Faculdade de Ciências da Saúde_ 11:00 Pausa_ 11h20 Produção dos circuitos impressos_ 12:30 Almoço_ 14:00 Conclusão dos “kits”, experiências_ 15h30 Conclusão do estágio_ 16:30 Despedida.

Observações: Este estágio aborda os básicos de eletrónica e de telecomunicações móveis e sem fios. Corresponde a 25 horas (3 de manhã e 2 à tarde, durante 5 dias). Permitirá um contacto dos alunos com algumas das aplicações inovadoras da eletrónica e das redes de comunicação, através da imersão no contexto de investigação e desenvolvimento do Instituto de Telecomunicações e realização de visitas e experiências. Incluirá sessões conceptuais, trabalhos de laboratório com montagem de “kits” de eletrónica, técnicas básicas de produção de circuitos impressos, realização experimental de medições de potência recebida, débito binário e outras grandezas relevantes em sistemas móveis 5G. Os estagiários vão ter contato com a montagem de ligações simples ponto-multi-ponto e a verificação experimental do desempenho, assim como com os principais desafios de investigação e tecnológicos para o desenvolvimento das comunicações móveis e sem fios no século XXI (por exemplo, células pequenas terrestres e baseadas em drones aéreos, Open RAN e funcionaidades de “splitting”, processamento espacial e MIMO massivo).

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Laboratório do Instituto de Telecomunicações (sala 8.16), Departamento de Engenharia Eletromecânica, na Faculdade de Engenharia, UBI, Calçada Fonte do Lameiro, 6201-001 Covilhã – o estágio realiza-se no Instituto de Telecomunicações (IT), delegação da Covilhã (uma delegação do IT-Lisboa). Hora: 9:30:00 AM
Pessoa de contacto: Fernando José da Silva Velez

Estágio Esgotado


1651. Introdução aos Biossinais (INBIO-1)


Instituição: Instituto de Telecomunicações (IT)
Responsável: Hugo Plácido da Silva
Nº Alunos: 6
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Tecnologia, Ciências da Saúde
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Hugo Plácido da Silva


Descrição: [DIA 1]
09h30-10h00: Introdução ao Curso
10h00-10h30: Apresentação do IST e do DBE
10h30-11h00: Apresentação do IT e do DEEC
11h30-13h00: Introdução aos Bio-sinais. Compreender os principais fenómenos que ocorrem no corpo humano e o papel dos mesmos nas principais funções corporais.
14h30-15h30: Aprender a fazer placas de circuito impresso. Apresentação do processo de fabrico de circuitos impressos. Visita ao laboratório de circuitos impressos do DEEC.
15h30-16h30: Aprender a soldar
16h30-17h30: Apresentação dos “kits” a montar

[DIA 2]
09h30-11h00: Modelação de Sistemas Fisiológicos. Desenvolvimento de organóides a partir de células estaminais pluripotentes induzidas humanas (hiPSCs), uma ferramenta poderosa que pode ser usada para modelar o desenvolvimento de sistemas fisiológicos.
11h30-13h00: Instrumentação e Aquisição de Bio-Sinais. Principais conceitos e ferramentas técnicas, que estão na base dos processos modernos de aquisição de bio-sinais suportada por dispositivos de hardware.
14h30-16h30: Montagem dos “kits”
16h30-17h30: Visita a Spin-off

[DIA 3]
09h30-11h00: Processamento de Sinais em Bioengenharia. Conceitos básicos de sinais, incluindo transformações da variável independente, exponenciais e sinusóides, impulso unitário e suas derivadas e degrau unitário.
11h30-13h00: Princípios de Programação com Arduino. Apresentação do ambiente integrado de desenvolvimento (IDE) do Arduino e a estrutura usada na programação da placa.
14h30-16h00: Montagem dos “kits”
16h00-17h30: Visita ao Museu Faraday do IST

[DIA 4]
09h30-11h00: Inteligência Artificial em Bioengenharia. Introdução a técnicas de aprendizagem automática e exploração de dados, bem como a sua aplicação transversal a problemas e dados da vida real.
11h30-13h00: Fotopletismografia. Descrever os diferentes métodos de medição cardiovascular com base em variações cromáticas medidas à superfície da pele, e como é possível implementar este tipo de técnicas num smartphone.
14h30-16h30: Montagem dos “kits”
16h30-17h30: Visita ao Demonstrador Microwave Medical Imaging (MWI). Apresentação do demonstrador laboratorial de MWI desenvolvido no IT como potencial técnica de imagem complementar ás tecnologias tradicionais de imagiologia médica (que são dispendiosas, requerem grandes infraestruturas e podem representar riscos à saúde).

[DIA 5]
09h30-11h00: Codificação e Análise de Vídeo. Princípios de codificação de imagem e vídeo, explicando os motivos de sucesso da família de normas MPEG, bem como aspectos de análise de imagem e vídeo, ilustrando-se com o caso dos sistemas de reconhecimento biométrico.
11h30-13h00: Energia sem Fios. Princípios de operação de um sistema de transferência de energia por via electromagnética, isto é, sem a existência de qualquer contacto mecânico. Como construir? Noção de isolamento galvânico.
14h30-16h30: Teste dos “kits”
Teste dos “kits” de Arduino e realização de experiências para observar a variação da sua frequência cardíaca em tempo real.
17h00-17h30: Encerramento do Curso

Observações: Este estágio pretende fazer uma introdução aos biossinais, instrumentação biomédica e telecomunicações. Corresponde a 30 horas (3 de manhã e 3 de tarde durante 5 dias). As manhãs são dedicadas a apresentações em grupo, visitas a laboratórios e sessões experimentais. Durante as tardes os estagiários vão dedicar-se a montar “kits” de aquisição de biossinais e experimentar sensores biomédicos em primeira mão. Os estagiários vão ter contacto com as técnicas de fabrico e teste de circuitos impressos, soldar os componentes dos “kits”, fabricar alguns dos componentes a utilizar e testar os circuitos no final. O programa de apresentações em grupo englobará: introdução à engenharia biomédica, fisiologia de sistemas, sinais e sistemas, fundamentos de instrumentação biomédica, inteligência artificial, comunicações em rede e Internet, comunicações móveis, codificação e análise de vídeo, e transmissão de energia sem fios.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Átrio da Torre Norte do IST Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: Hugo Plácido da Silva

Inscrição


1652. Introdução aos Biossinais (INBIO-2)


Instituição: Instituto de Telecomunicações (IT)
Responsável: afred@lx.it.pt
Nº Alunos: 6
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Tecnologia, Ciências da Saúde
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Ana Luisa Nobre Fred


Descrição: [DIA 1]
09h30-10h00: Introdução ao Curso
10h00-10h30: Apresentação do IST e do DBE
10h30-11h00: Apresentação do IT e do DEEC
11h30-13h00: Introdução aos Bio-sinais. Compreender os principais fenómenos que ocorrem no corpo humano e o papel dos mesmos nas principais funções corporais.
14h30-15h30: Aprender a fazer placas de circuito impresso. Apresentação do processo de fabrico de circuitos impressos. Visita ao laboratório de circuitos impressos do DEEC.
15h30-16h30: Aprender a soldar
16h30-17h30: Apresentação dos “kits” a montar

[DIA 2]
09h30-11h00: Modelação de Sistemas Fisiológicos. Desenvolvimento de organóides a partir de células estaminais pluripotentes induzidas humanas (hiPSCs), uma ferramenta poderosa que pode ser usada para modelar o desenvolvimento de sistemas fisiológicos.
11h30-13h00: Instrumentação e Aquisição de Bio-Sinais. Principais conceitos e ferramentas técnicas, que estão na base dos processos modernos de aquisição de bio-sinais suportada por dispositivos de hardware.
14h30-16h30: Montagem dos “kits”
16h30-17h30: Visita a Spin-off

[DIA 3]
09h30-11h00: Processamento de Sinais em Bioengenharia. Conceitos básicos de sinais, incluindo transformações da variável independente, exponenciais e sinusóides, impulso unitário e suas derivadas e degrau unitário.
11h30-13h00: Princípios de Programação com Arduino. Apresentação do ambiente integrado de desenvolvimento (IDE) do Arduino e a estrutura usada na programação da placa.
14h30-16h00: Montagem dos “kits”
16h00-17h30: Visita ao Museu Faraday do IST

[DIA 4]
09h30-11h00: Inteligência Artificial em Bioengenharia. Introdução a técnicas de aprendizagem automática e exploração de dados, bem como a sua aplicação transversal a problemas e dados da vida real.
11h30-13h00: Fotopletismografia. Descrever os diferentes métodos de medição cardiovascular com base em variações cromáticas medidas à superfície da pele, e como é possível implementar este tipo de técnicas num smartphone.
14h30-16h30: Montagem dos “kits”
16h30-17h30: Visita ao Demonstrador Microwave Medical Imaging (MWI). Apresentação do demonstrador laboratorial de MWI desenvolvido no IT como potencial técnica de imagem complementar ás tecnologias tradicionais de imagiologia médica (que são dispendiosas, requerem grandes infraestruturas e podem representar riscos à saúde).

[DIA 5]
09h30-11h00: Codificação e Análise de Vídeo. Princípios de codificação de imagem e vídeo, explicando os motivos de sucesso da família de normas MPEG, bem como aspectos de análise de imagem e vídeo, ilustrando-se com o caso dos sistemas de reconhecimento biométrico.
11h30-13h00: Energia sem Fios. Princípios de operação de um sistema de transferência de energia por via electromagnética, isto é, sem a existência de qualquer contacto mecânico. Como construir? Noção de isolamento galvânico.
14h30-16h30: Teste dos “kits”
Teste dos “kits” de Arduino e realização de experiências para observar a variação da sua frequência cardíaca em tempo real.
17h00-17h30: Encerramento do Curso

Observações: Este estágio pretende fazer uma introdução aos biosinais, instrumentação biomédica e telecomunicações. Corresponde a 30 horas (3 de manhã e 3 de tarde durante 5 dias). As manhãs são dedicadas a apresentações em grupo, visitas a laboratórios e sessões experimentais. Durante as tardes os estagiários vão dedicar-se a montar “kits” de aquisição de biossinais e experimentar sensores biomédicos em primeira mão. Os estagiários vão ter contacto com as técnicas de fabrico e teste de circuitos impressos, soldar os componentes dos “kits”, fabricar alguns dos componentes a utilizar e testar os circuitos no final. O programa de apresentações em grupo englobará: introdução à engenharia biomédica, fisiologia de sistemas, sinais e sistemas, fundamentos de instrumentação biomédica, inteligência artificial, comunicações em rede e Internet, comunicações móveis, codificação e análise de vídeo, e transmissão de energia sem fios.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Átrio da Torre Norte do IST Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: Hugo Plácido da Silva

Estágio Esgotado


1696. Introdução às Telecomunicações (INTELE)


Instituição: Instituto de Telecomunicações (IT)
Responsável: Custodio Peixeiro
Nº Alunos: 20
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Electrónica
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Ana Fred Arcelina Lopes Beatriz Borges Carlos Brito Carlos Fernandes Carlos Salema Custódio Peixeiro Fernando Nunes João Pires João Vaz José Gouveia José Sanguino Luís Correia Paulo Barata Paulo Correia Tereza Traquinas


Descrição: Este estágio pretende fazer uma introdução às telecomunicações e tem a duração de 30 horas (3 de manhã e 3 à tarde, durante 5 dias). As manhãs são dedicadas a apresentações em grupo, visitas a laboratórios e sessões experimentais. Durante as tardes os estagiários vão montar “kits” de recetores de radiodifusão em FM, visitar o Museu Faraday e entrar numa câmara anecoica. Os estagiários vão ter contacto com as técnicas de fabrico e teste de circuito impresso, soldar os componentes dos “kits” e testar os circuitos no final.

Observações: Campus do Instituto Superior Técnico, Alameda D. Afonso Henriques, Lisboa.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Átrio da Torre Norte, Instituto Superior Técnico. Hora: 09:00
Pessoa de contacto: Custodio J O Peixeiro

Inscrição


1794. Laboratório – trabalho experimental real e virtual


Instituição: Departamento de Física, Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD)
Responsável: Marco Paulo Duarte Naia
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Química, Física
Data: de 29-08-2022 a 02-09-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Marco Paulo Duarte Naia, Maria Adelaide Andrade e Raimundo Nonato de Medeiros Jr.


Descrição: No estágio serão realizadas de forma guiada algumas atividades experimentais exploradas na disciplina de Física e Química A lecionadas nos 10 e 11º anos do ensino secundário. No entanto os alunos poderão desenvolver as atividades no laboratório real ou num laboratório virtual. As atividades serão planeadas de forma aos alunos poderem formalizar os seus resultados e aprendizagens de maneira que os alunos possam no final compara e discutir as vantagens e desvantagens dos tipos de trabalho.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Departamento de Física da UTAD. Átrio do Polo II da ECT no Campus da Quinta de Prados. Hora: 10h:00min
Pessoa de contacto: Marco Paulo Duarte Naia

Estágio Esgotado


1709. Literacia em Farmácia no dia-a-dia


Instituição: Centro de Investigação em Saúde e Ambiente CISA.ESS| P.Porto
Responsável: Fernando Moreira
Nº Alunos: 3
Anos: , 10º, 12º, 11º
Área: Ciências da Saúde
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Ana Isabel de Freitas Tavares de Oliveira Cláudia Marta Libreiro de Pinho Fernando Xavier Ferreira Moreira Marlene Elisabete Moreira dos Santos Lima Patrícia Carla dos Santos Correia Rita Mónica Ferraz Ferreira de Oliveira


Descrição: A Organização Mundial da Saúde (OMS) define Literacia em Saúde como o conjunto de “competências cognitivas e sociais e a capacidade da pessoa para aceder, compreender e utilizar informação por forma a promover e a manter uma boa saúde”.​
A Literacia em Saúde implica, assim, o conhecimento, a motivação e as competências das pessoas para aceder, compreender, avaliar e aplicar informação em saúde de forma a formar juízos e tomar decisões no quotidiano sobre cuidados de saúde, prevenção de doenças e promoção da saúde, mantendo ou melhorando a sua qualidade de vida durante todo o ciclo de vida.​

Observações: Escola Superior de Saúde - Politécnico do Porto (Rua António Bernardino de Almeida, 400), em frente ao ISEP, na zona do polo universitário da Asprela

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Laboratório de Farmácia (5.1.17) Hora: 9:30
Pessoa de contacto: Fernando Xavier Ferreira Moreira

Estágio Esgotado


1733. Malária: em busca do medicamento eficaz


Instituição: Centro de Química (CQUM), Universidade Minho
Responsável: Maria Alice Carvalho
Nº Alunos: 2
Anos: , 10º, 11º
Área: Ciências da Saúde, Química
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Maria Alice Carvalho


Descrição: A malária é uma das doenças mais devastadoras e mortais em todo o mundo que é transmitida pela picada de um mosquito. De acordo com o último relatório da Organização Mundial de Saúde, em 2019, cerca de metade da população mundial estava em risco de infeção por malária, foram estimados 229 milhões de novos casos e perto de meio milhão de mortes.
As terapias atualmente utilizadas para o tratamento da malária estão falhando devido ao desenvolvimento de resistência dos parasitas aos medicamentos. Assim, novos medicamentos são urgentemente necessários.
No nosso grupo de investigação está em curso um projeto para desenvolver novos medicamentos para a malária. Os trabalhos já efetuados permitiram identificar uma nova família de compostos com elevada atividade contra o parasita responsável pela doença e que se mostra promissora para criar novos medicamentos que sejam eficazes contra a malária.
Neste projeto pretende-se que o aluno participe no processo de criação de um novo potencial anti malárico cuja estrutura química foi inspirada em análogos ativos. Além da síntese será efetuada a caraterização da amostra por métodos analíticos e espetroscópicos.

Observações: A malária é uma das doenças mais devastadoras e mortais em todo o mundo que é transmitida pela picada de um mosquito. De acordo com o último relatório da Organização Mundial de Saúde, em 2019, cerca de metade da população mundial estava em risco de infeção por malária, foram estimados 229 milhões de novos casos e perto de meio milhão de mortes.
As terapias atualmente utilizadas para o tratamento da malária estão falhando devido ao desenvolvimento de resistência dos parasitas aos medicamentos. Assim, novos medicamentos são urgentemente necessários.
No nosso grupo de investigação está em curso um projeto para desenvolver novos medicamentos para a malária. Os trabalhos já efetuados permitiram identificar uma nova família de compostos com elevada atividade contra o parasita responsável pela doença e que se mostra promissora para criar novos medicamentos que sejam eficazes contra a malária.
Neste projeto pretende-se que o aluno participe no processo de criação de um novo potencial anti malárico cuja estrutura química foi inspirada em análogos ativos. Além da síntese será efetuada a caraterização da amostra por métodos analíticos e espetroscópicos.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Campus de Gualtar em frente ao CPII Hora: 9:30 AM
Pessoa de contacto: Maria Alice Carvalho

Estágio Esgotado


1704. Mas que Remédio é este?


Instituição: Centro de Investigação em Saúde e Ambiente CISA.ESS| P.Porto
Responsável: Patrícia Correia
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 12º, 11º
Área: Ciências da Saúde
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Responsável: Patrícia Carla dos Santos Correia (pcc@ess.ipp.pt) Outros elementos: Ana Isabel de Freitas Tavares de Oliveira (aio@ess.ipp.pt) Cláudia Marta Libreiro de Pinho (clp@ess.ipp.pt) Fernando Xavier Ferreira Moreira (ffm@ess.ipp.pt) Marlene Elisabete Moreira Santos Lima (mes@ess.ipp.pt) Rita Mónica Ferraz Ferreira de Oliveira (rfo@ess.ipp.pt)


Descrição: - A _Farmácia Caseira”
- Identificação de Plantas medicinais e óleos essenciais
- Preparação de formulações à base de plantas
- Amplificação de um fragmento de DNA por PCR
- Preparação de múltiplas formas galénicas
- Controlo de qualidade de medicamentos

Observações: ESS-IPP: Rua Dr. António Bernardino de Almeida, 400 4200 - 072, Porto (Polo Universitário da Asprela, em frente ao ISEP).

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Receção da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico do Porto (ESS-IPP). Hora: 9H30
Pessoa de contacto: Patrícia Correia

Estágio Esgotado


1628. Micropropagar plantas medicinais, e depois?


Instituição: Departamento de Genética e Biotecnologia, Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD)
Responsável: Fernanda Maria Madaleno Rei Tomás Leal Santos
Nº Alunos: 5
Anos: , 10º, 12º, 11º
Área: Biologia, Ciências da Saúde
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Fernanda Maria Madaleno Rei Tomás Leal Santos


Descrição: Sabias que aproximadamente ¼ dos medicamentos que tomamos são obtidos de plantas medicinais?
Vem aprender como podemos multiplicar essas plantas, para as ter disponíveis durante todo o ano e não estarem em perigo de extinção devido à elevada procura. Vem conhecer alguns dos metabolitos secundários a partir dos quais se preparam os medicamentos e saber como podemos extraí-los das plantas.

Recomenda-se que os participantes tragam bata e calçado confortável para caminhar.

Observações: Recomenda-se que os participantes tragam bata e calçado confortável para caminhar.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: UTAD, Edificio Blocos Laboratoriais sala A0.09 Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Fernanda Maria Madaleno Rei Tomás Santos

Estágio Esgotado


1784. Microscopia electrónica na biomedicina


Instituição: Instituto de Investigação Clínica e Biomédica de Coimbra (iCBR) da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Responsável: Mónica Zuzarte
Nº Alunos: 3
Anos: , 10º, 11º
Área: Electrónica
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Mónica Zuzarte Henrique Girão


Descrição: Durante o estágio os alunos terão a oportunidade de aprender alguns conceitos de microscopia electrónica e perceber como se preparam amostras para poderem ser analisadas ao microscópio. Serão apresentados dois tipos de microscopia electrónica, a de transmissão (TEM) e a de varrimento (SEM) com exemplos práticos. Os alunos terão a oportunidade de ver os equipamentos e observar diferentes tipos de amostras, interpretando as imagens visualizadas.

Observações: A microscopia eletrónica é uma técnica de imagem com enorme relevância para o estudo de temas ligados à Biomedicina. O estágio que pretendemos desenvolver visa dar a conhecer o potencial desta metodologia bem como de todos os aspetos técnicas relacionados desde a preparação as amostras até a observação das mesmas. Trata-se de uma experiência ‘hands-on’ e uma oportunidade singular de ter acesso a microscópios eletrónicos em Coimbra, atualmente utilizados em diversos trabalhos de investigação.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: iCBR (entrada principal) e contactar a pessoa que os acompanhará (Monica Zuzarte - 963301109) Hora: 9h
Pessoa de contacto: Mónica Zuzarte

Estágio Esgotado


1584. Modelação Digital 3D - MD3D


Instituição: Centro de Investigação em Modelação e Optimização de Sistemas Multifuncionais (CIMOSM), Instituto Superior Engenharia de Lisboa
Responsável: José Rodrigues
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º
Área: Tecnologia
Data: de 27-06-2022 a 01-07-2022 Horário: Tarde
Investigador(es): José Alberto Rodrigues, Amélia Loja, André Carvalho


Descrição: A modelação digital 3D traduz-se na construção de um modelo tridimensional, com recurso a um software baseado em modelos matemáticos de representação. A evolução sentida nas últimas décadas nos softwares permite trabalhar, quer na criação de novos objetos, quer na reprodução de objetos existentes, o designado procedimento de engenharia inversa.
Estes progressos beneficiam as indústrias que trabalham no contexto de digitalização de objetos, impressão 3D, e visualizações foto-realistas de modelos digitais, ou até mesmo a Animação 3D e Efeitos Visuais para Cinema.
Neste estágio acompanharemos, com a utilização de diversos softwares, os processos desde a reprodução/criação de modelos até à sua impressão 3D, simulando o processo de criação industrial.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Átrio do edifício P (edifício principal) Hora: 14:15
Pessoa de contacto: José Rodrigues

Estágio Esgotado


1724. O que é isto de género? Debate sobre igualdade e modelos não violentos de masculinidade


Instituição: Centro de Estudos Sociais (CES), Universidade de Coimbra
Responsável: Ciencia Viva no CES
Nº Alunos: 5
Anos: , 10º, 11º
Área: Tecnologia, Sociologia
Data: de 05-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Tatiana Moura, Tiago Rolino, Marta Mascarenhas, Patricia Ferreira, Rita Alcaire, Linda Cerdeira e Sofia Gonçalves


Descrição: Aproveita este estágio para conheceres as possibilidades de usar a investigação, as tecnologias e o design na promoção da igualdade de género e desconstrução de estereótipos!

Ao longo de uma semana, desafiamos-te a pensar e criar, em conjunto com a equipa dos projetos KINDER, IgualPro e X-MEN e especialistas das artes e tecnologias, linguagens e ferramentas transformadoras de normas de género.

Vem mostrar a tua criatividade! Traz as tuas opiniões, ideias e boa disposição para que, em conjunto com a equipa, possamos construir conhecimentos partilhados para alcançarmos sociedades mais justas, inclusivas e equitativas.

Observações: Aproveita este estágio para conheceres as possibilidades de usar a investigação, as tecnologias e o design na promoção da igualdade de género e desconstrução de estereótipos!

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Centro de Estudos Sociais (CES) Alta – Colégio de S. Jerónimo Largo D. Dinis Apartado 3087 3000-995 Coimbra, Portugal Hora: 9h45 (5 julho 2022)
Pessoa de contacto: Tatiana Moura, Tiago Rolino, Marta Mascarenhas, Patricia Ferreira, Rita Alcaire, Linda Cerdeira e Sofia Gonçalves

Inscrição


1648. O que são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável?


Instituição: Instituto de Ciências Sociais, Universidade de Lisboa
Responsável: Ana Delicado
Nº Alunos: 10
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Ciências da Saúde, Geografia, Sociologia
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Maria Manuel Vieira, Vanessa Cunha, Marcelo Carmelo, Luísa Schmidt


Descrição: Sabes o que são, quantos são e para que servem os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS)? Neste estágio vais conhecer alguns a partir da perspetiva das ciências sociais.
Partimos da ideia de que não deve haver uma única pessoa que não tenha já encontrado ou visto 17 quadradinhos coloridos alinhados ao lado uns dos outros, com um desenho no meio. Quase todos saberão que os 17 quadradinhos coloridos correspondem aos célebres 17 ODS, ou melhor, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.
Os ODS surgiram porque a ONU, ou seja, o conjunto dos quase 200 países que existem no mundo, cujo secretário-geral é António Guterres, reconheceram a necessidade e urgência de alcançar até 2030, 17 objetivos claros, e que devem ser implementados em todos os países do mundo, orientando políticas nacionais e medidas de cooperação internacional.
Os temas e problemas são tão diversos e importantes como: a erradicação da pobreza e da fome, redução das desigualdades sociais, acesso à saúde, à educação, à água e ao saneamento, combate às alterações climáticas e à degradação dos ecossistemas marinhos e terrestres, energia acessível e limpa, reforço da igualdade de género, produção e consumo responsáveis e cidades sustentáveis, novos empregos, acesso à justiça, combate à corrupção e instituições fortes que protejam os bens comuns.
Os ODS foram aprovados em 2015 e são eles que constituem a esperança para construirmos um mundo melhor para toda a Humanidade esteja ela onde estiver, tenha ela o grau de desenvolvimento que tiver, seja ela quem for. Isto porque se trata de um desenvolvimento que respeite e regenere o ambiente, invista numa economia mais verde e tenha em conta o bem-estar de todas as sociedades.
Com o apoio do Observa – Observatório de Ambiente, Território e Sociedade vais explorar as dimensões sociais de vários ODS relativos ao Planeta: Água Potável e Saneamento (ODS 6), Energias Renováveis e Acessíveis (ODS 7), Cidades e Comunidades Sustentáveis (ODS 11), Produção e Consumo Sustentáveis (ODS 12), Ação Climática (ODS 13). Através de jogos e atividades desafiantes vais ficar a conhecer mais sobre este tema e experimentar as metodologias que as ciências sociais utilizam para compreender estes fenómenos.
Com especialistas do Observatório Permanente de Juventude e do Observatório das Famílias e Políticas de Família vais investigar a situação dos jovens em três ODS: Vida Saudável (ODS 3), Educação de Qualidade (ODS 4) e Igualdade de Género (ODS 5). A partir dos temas da sinistralidade rodoviária, do (in)sucesso escolar e da saúde sexual e reprodutiva, vais ficar a saber porque é que faz sentido abordar estes três ODS em conjunto e olhar para os jovens à lupa das ciências sociais.
Com os investigadores do Observatório da Qualidade da Democracia irás aprofundar os dois últimos ODS da lista: Paz, Justiça e Instituições Eficazes (ODS16) e Parcerias para a Implementação dos Objetivos (ODS 17). Com base nas ferramentas da Ciência Política, vais analisar as metas relativas a estes objetivos, bem como o seu cumprimento em diferentes geografias do mundo.
No final do estágio terás adquirido um conjunto de conhecimentos e competências que poderás utilizar nos teus projetos escolares.

Observações: O ICS localiza-se na Cidade Universitária, junto ao ISCTE e à Biblioteca Nacional. A estação de metro mais próxima é a de Entrecampos.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: ICS-Ulisboa, Av Prof. Aníbal de Bettencourt, 9, Lisboa, Sala 2 Hora: 9:30:00 AM
Pessoa de contacto: Ana Delicado

Estágio Esgotado


1740. Passeios Químicos


Instituição: Centro de Química de Coimbra (CQC), Departamento de Química, Universidade de Coimbra
Responsável: Sérgio Paulo Jorge Rodrigues
Nº Alunos: 3
Anos: , 10º
Área: Tecnologia, Química
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Sérgio Rodrigues


Descrição: Se saírmos à rua, ou para trabalhar ou em passeio deparamo-nos com química. Nos nossos bolsos e em casa, mas nas rua há muitos locais e processos que evocam esta ciência. Desde os modernos centros de investigação e ensino aos edifícios históricos e nomes de ruas, até às coisas mais insignificantes. Há supresas nas referências a artes e indústrias desaparecidas e nas que podemos encontrar hoje. E nem todos as coisas que evocam química têm um local definido. Podemos encontrar química nos cheiros e sabores, na natureza e nas tecnologias e actividades humanas. Podemos deparar com histórias curiosas sobre produtos farmacêuticos ou agroquímicos. Encontrar química nos equipamentos urbanos, sinais de trânsito, pavimentos das ruas, ar condicionado, meios de transporte e, na realidade, em tudo o que nos rodeia.

Observações: na

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Entrada do Departamento de Química, Polo I, Universidade de Coimbra Hora: 10:00
Pessoa de contacto: Sérgio Rodrigues

Estágio Esgotado


1742. Podemos aproveitar o bagaço de azeitona?


Instituição: MEtRICs - Ciências e Tecnologia da Biomassa, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa
Responsável: Ana Luísa Fernando
Nº Alunos: 2
Anos: , 10º, 12º, 11º
Área: Ciências da Saúde
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Ana Luisa Fernando, e Filipa Pires


Descrição: O bagaço de azeitona e um sub-produto/resíduo obtido na produção de azeite e representa um problema ambiental devido à quantidade de compostos fenólicos e outros, que podem contaminar as águas subterrâneas, os solos, as águas superficiais e podem resultar em problemas ao longo da cadeia alimentar, inclusive podem fazer perigar a saúde humana. A compostagem deste sub-produto in natura ou em mistura com outros sub-produtos pode resultar na sua valorização.
Neste estágio terás oportunidade de analisar a composição do bagaço compostado. Nos diferentes produtos de compostagem que estão a ser produzidos serão realizadas análises: pH, condutividade, carbono orgânico, fenóis totais, azoto, fósforo, nitratos, fosfatos, azoto amoniacal, entre outros, e de realizar igualmente testes microbiológicos para avaliar a toxicidade para os ecossistemas.
É oferecido o almoço.

Observações: Os teus resultados vão ajudar a avaliar se os diferentes compostos podem servir como fertilizante para a agricultura e se podem ou não ser tóxicos para a saúde pública e dos ecossistemas

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: lab 145, edificio departamental, FCT NOVA, Campus Caparica Hora: 10:00:00
Pessoa de contacto: Ana Luisa Almaça da Cruz Fernando

Estágio Esgotado


1763. Podemos tratar solos contaminados e produzir energia?


Instituição: MEtRICs - Ciências e Tecnologia da Biomassa, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa
Responsável: Leandro Augusto Gomes
Nº Alunos: 2
Anos: , 10º, 11º
Área: Química
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Leandro Gomes e Marcelo Abias


Descrição: Culturas dedicadas para produção de energia, como a cana de açúcar para bioetanol no Brasil, contribuem para a diversificação do fornecimento de energia, e a transformação de energia solar em energia química, no processo fotossintético, permite a redução da emissão de gases com efeito estufa e a mitigação de problemas relacionados com a biodegradabilidade dos materiais. No entanto, a crescente procura por este tipo de biomassa, aumentam a competição pelo uso do solo, ameaçando a produção de alimentos.
Em consequência, o cultivo deste tipo de culturas em solos contaminados é uma abordagem que permite minimizar a competição pelo uso do solo com as culturas alimentares. Neste estágio, terás oportunidade de avaliar se algumas destas culturas (lenhocelulósicas, como a cana e o sorgo), são tolerantes a solos contaminados com metais pesados, como o mercúrio e o chumbo. E poderás ainda avaliar se estas biomassas têm um poder calorífico elevado para poderem ser utilizadas na produção de bioenergia. A análise da composição da biomassa, nomeadamente o teor de cinzas, fibra, e ainda o teor de proteína, permite quantificar o efeito remediador do solo.
É oferecido o almoço.

Observações: Ensaios importantes para ajudar a avaliar se as biomassas ricas em material lenhocelulósico, como as canas, podem ser usadas na fitorremediação de solos contaminados com metais pesados e ao mesmo tempo na produção de bioenergia.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: lab 145, edificio departamental, FCT NOVA, Campus Caparica Hora: 10h
Pessoa de contacto: Leandro Augusto Gomes

Estágio Esgotado


1613. Polimorfismo do chocolate e de ativos farmacêuticos


Instituição: Centro de Química de Coimbra (CQC), Departamento de Química, Universidade de Coimbra
Responsável: Sérgio Paulo Jorge Rodrigues
Nº Alunos: 3
Anos: , 11º, 12º, 10º
Área: Química, Físico-Química
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Teresa Roseiro, Ermelinda Eusébio, Ricardo Castro, João Baptista


Descrição: Muitos compostos orgânicos apresentam múltiplas formas cristalinas, isto é, no estado sólido as moléculas podem organizar-se em arranjos tridimensionais distintos os quais são denominados polimorfos. As várias formas cristalinas possuem características físico-químicas diferentes, de que são exemplos a temperatura de fusão, a solubilidade e a velocidade de dissolução. Este aspeto tem grande relevância em diversos campos sendo de salientar as indústrias farmacêutica e alimentar.
Relativamente ao chocolate, um dos ingredientes mais importantes é a manteiga de cacau a qual é composta por vários triglicerídeos. A forma como as moléculas de triglicerídeos se organizam no estado sólido é responsável pelas propriedades apresentadas pelo chocolate tais como ponto de fusão, brilho e textura. São conhecidas várias formas polimórficas para a manteiga de cacau sendo a forma denominada V ou beta a que possui as características organoléticas desejadas. Neste estágio serão analisados vários chocolates disponíveis no mercado, de modo a avaliar a forma polimórfica que se encontra presente nas amostras estudadas.
Serão também preparadas formas polimórficas de alguns fármacos por cristalização em solventes, por exemplo a pirazinamida usada no tratamento da tuberculose e o paracetamol, um analgésico, as quais serão posteriormente caracterizadas por diversos métodos instrumentais de análise.

Observações: na

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Entrada do Departamento de Química, Polo I da Universidade de Coimbra Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Teresa Roseiro

Estágio Esgotado


1703. Preparação de manipulados em Farmácia


Instituição: Centro de Investigação em Saúde e Ambiente CISA.ESS| P.Porto
Responsável: Ana Isabel Oliveira
Nº Alunos: 3
Anos: , 11º, 12º, 10º
Área: Ciências da Saúde
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Ana Isabel de Freitas tavares de Oliveira Cláudia Marta Libreiro de Pinho Fernando Xavier Ferreira Moreira Marlene Elisabete Moreira dos Santos Lima Patrícia Carla dos Santos Correia Rita Mónica Ferraz Ferreira de Oliveira


Descrição: A preparação de medicamentos e outros produtos manipulados faz parte integrante das funções da Farmácia, sendo fundamentais para a prestação de cuidados de saúde.
Cabe ao Profissional de Farmácia preparar formas galénicas adequadas às necessidades de cada doente, respeitando as Boas Práticas de Fabrico de Manipulados e as normas regulamentares oficiais.
Os manipulados constituem portanto alternativas terapêuticas, permitindo a preparação individualizada de medicamentos mais adequados ao perfil fisiopatológico de cada doente. A preparação de manipulados pode ainda ser indicada noutros contextos, nomeadamente na dermocosmética.

Observações: ESS - P. Porto (Rua António Bernardino de Almeida, 400) localiza-se na zona do pólo universitário da Asprela, em frente ao ISEP

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Laboratório de Farmácia (5.1.17) - Escola Superior de Saúde, Politécnico do Porto Hora: 9:30
Pessoa de contacto: Ana Isabel Oliveira

Estágio Esgotado


1684. Problemas inversos


Instituição: Centro de Matemática e Aplicações (CMA), Universidade NOVA de Lisboa
Responsável: Nuno Martins
Nº Alunos: 5
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Física, Matemática
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Tarde
Investigador(es): Nuno Martins


Descrição: A famosa fórmula de Albert Einstein E=mc^2 estabelece uma relação entre energia (E) e massa (m). Neste este modelo, é fácil calcular a energia sabendo a massa e vice versa. Este é o chamado problema direto.

No problema inverso, o objectivo é o de reconstruir o modelo a partir de um conjunto de dados. Por exemplo dado um conjunto de medições (massa,energia) como chegar ao modelo de Einstein ?

Neste estágio científico vamos ver exemplos de problemas inversos em diversos contextos como matemática, física, engenharia, medicina e iremos reconstruir parâmetros de um modelo a partir de um conjunto de dados obtidos por simulação computacional.

Observações: https://www.dm.fct.unl.pt

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Ed VII - Departamento de Matemática NOVA SST | FCT NOVA - Campus de Caparica Hora: 13h
Pessoa de contacto: Nuno Martins

Estágio Esgotado


1567. Que espécies de heras existem em Portugal e para que servem? Uma pequena viagem pela botânica, biologia, paisagismo e horticultura ornamental


Instituição: Linking Landscape, Environment, Agriculture and Food (LEAF), Instituto Superior de Agronomia
Responsável: Pedro Talhinhas
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º
Área: Agronomia, Biologia
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Ana Caperta, Ana Luísa Soares, Ana Paula Ramos, Dalila Espírito-Santo, João Cunha Ferreira, Pedro Talhinhas, Teresa do Paço e Vera Ferreira.


Descrição: Durante este estágio dedicaremos atenção às plantas trepadeiras ‘heras’ como forma de permitir contacto com abordagens do âmbito da Botânica, Biologia Molecular, Arquitetura Paisagista, Coberturas Verdes e Horticultura Ornamental. O estágio decorrerá no Instituto Superior de Agronomia (ISA), na Tapada da Ajuda (Alcântara, Lisboa), contando também com saídas de campo.
2ª-feira. Trabalho de campo. Prospeção e colheita de plantas de hera em visita a realizar à Serra de Sintra com recurso a georreferenciação e caracterização ecológica.
3ª-feira. ISA. Identificação das amostras colhidas recorrendo à observação de tricomas e à determinação do tamanho de genoma por citometria de fluxo. Extração de ADN e quantificação por eletroforese.
Estágio no âmbito do projeto Heras.PT do LEAF/ISA_ colaboração de: Ana Caperta, Ana Luísa Soares, Ana Paula Ramos, Dalila Espírito-Santo, João Cunha Ferreira, Pedro Talhinhas, Teresa do Paço e Vera Ferreira.
4ª-feira. Visita ao Jardim Botânico da Ajuda (o mais antigo de Lisboa) e propagação do material vegetal. Utilização de heras em revestimento de paredes.
5ª-feira. ISA. Amplificação do ADN usando a Reação em Cadeia da Polimerase para genes com interesse filogenético e sequenciação.
6ª-feira. ISA. Análise dos resultados. Que espécies de hera ocorrem em Portugal? Como as distinguir, preservar e utilizar? Como extrapolar estes conhecimentos para outras situações?

Observações: Que espécies de heras existem em Portugal e para que servem? Uma pequena viagem pela botânica, biologia, paisagismo e horticultura ornamental

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Instituto Superior de Agronomia (Tapada da Ajuda, sita na Calçada da Tapada, em Alcântara, Lisboa), portão principal Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: Pedro Talhinhas

Estágio Esgotado


1631. Queres combater a invasão microbiana no mundo dos dispositivos médicos?


Instituição: Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa - Instituto de Investigação do Medicamento - iMed
Responsável: Isabel Ribeiro
Nº Alunos: 2
Anos: , 12º
Área: Ciências da Saúde
Data: de 27-06-2022 a 01-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Isabel Ribeiro, Ana Bettencourt, Lídia Gonçalves


Descrição: O que é um dispositivo médico? Porque podem os dispositivos médicos estar associados a infeções? Quais os agentes patogénicos responsáveis por essas infeções? Que estratégias selecionar para prevenir a infeção? Como aferir o sucesso da estratégia seguida?
Estas questões serão abordadas no decorrer do estágio seguindo-se a realização de diferentes trabalhos laboratoriais relacionados com prevenção da colonização, por microrganismos patogénicos, de superfícies de biomateriais destinados à produção de dispositivos médicos (nomeadamente catéteres e implantes ósseos). Os alunos irão produzir por via biotecnológica antimicrobianos para a funcionalização de silicone usado na produção de catéteres. Avaliarão as propriedades antibiofilme/antibacterianas dos materiais funcionalizados e realizarão alguns ensaios de caracterização de superfície. Vão também estudar a libertação de fármacos antimicrobianos adicionados a cimentos ósseos e avaliar a citocompatibilidade em células de mamífero de alguns biomateriais.
Espera-se que no final os alunos façam uma apresentação do trabalho desenvolvido e respetiva discussão.
Estágio no âmbito do projeto de investigação PTDC/BTM-SAL/29335/2017.

Observações: Trazer bata.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Entrada da Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: Isabel Ribeiro

Estágio Esgotado


1566. Reinventar os clássicos: produção de maioneses vegan


Instituição: Linking Landscape, Environment, Agriculture and Food (LEAF), Instituto Superior de Agronomia
Responsável: Sara Simões
Nº Alunos: 2
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Ciências da Saúde
Data: de 25-07-2022 a 29-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Sara Simões/ Anabela Raymundo


Descrição: A indústria alimentar é um dos mais exigentes setores a nível mundial. Lidando diretamente com os desejos e necessidades de consumidores cada vez mais informados, “digitais” e exigentes, a mudança é constante no setor. Esta atividade, inserida no projeto CleanLabel+, tem como objetivo dar a conhecer aos alunos algumas das mais recentes tendências do setor agroalimentar, como o plant-based, a sustentabilidade, o impacto positivo na saúde e o “clean label”, focando-se na reformulação de maionese, um produto alimentar clássico, mas que por força das tendências de consumo, terá de sofrer alterações profundas.

Observações: Os alunos devem trazer bata.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Edifício Principal do Instituto Superior de Agronomia Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Anabela Raymundo e Sara Simões

Estágio Esgotado


1778. Remoção de poluentes do efluente da indústria da cortiça por membranas poliméricas de acetato de celulose


Instituição: Centro de Estudos de Engenharia Química (CEEQ), Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Responsável: Luís Miguel Minhalma
Nº Alunos: 3
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Tecnologia
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Miguel Minhalma Ana Sofia Figueiredo


Descrição: O estágio pretende dar a conhecer as Operações de Membranas, nomeadamente a operação de Ultrafiltração (UF), que são tecnologias inovadoras utilizadas no tratamento de efluentes industriais e que permitem tornar os processos industriais mais “limpos”.
O estágio terá cinco componentes: 1) descrição dos processos de membranas, sua classificação e possíveis aplicações, 2) preparação de membranas de UF no laboratório, 3) caracterização dessas mesmas membranas e 4) aplicação das membranas de UF no tratamento de águas residuais provenientes da indústria do processamento da cortiça, tendo em vista a remoção de poluentes e 5) análise das diferentes correntes geradas no processo em termos de condutividade, carbono orgânico total (COT) e cor.
No final do estágio os alunos realizam um poster, onde apresentam os resultados obtidos.

Observações: Tratamento de efluente com membranas preparadas no nosso laboratório

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Encontro no átrio no topo das escadarias do ISEL (Ed. P) Hora: 14h
Pessoa de contacto: Miguel Minhalma

Estágio Esgotado


1664. Robôs@Home :: Construir Robôs Móveis Inteligentes


Instituição: Laboratório de Robótica e Equipamentos Inteligentes, Instituto Politécnico de Castelo Branco
Responsável: Paulo Jorge Sequeira Gonçalves
Nº Alunos: 6
Anos: , 10º, 11º
Área: Robótica
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Paulo Jorge Sequeira Gonçalves Rodrigo Farinha Bernardo Andres Escala


Descrição: O objectivo do estágio é de integrar os participantes nas actividades de investigação e desenvolvimento no laboratório de robótica e equipamentos inteligentes, com atividades na área dos robôs de companhia que se movem numa casa inteligente.
Para tal, serão formadas equipas que irão construir quatro robôs móveis e inteligentes para realizar tarefas de interação com humanos em casa e operações de busca e salvamento.
Estes robôs poderão ser posteriormente utilizados pelas escolas secundárias de proveniência dos alunos para as competições do Festival de Robótica em 2023.
Os participantes realizarão atividades com braços robôs, já existentes no laboratório. O laboratório promove estágios de verão ciência viva, desde 2005.

Observações: Construir

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Laboratório de Robótica, Escola Superior de Tecnologia, Avenida do Empresário, 6000-767 Castelo Branco Hora: 2:30:00 PM
Pessoa de contacto: Paulo Gonçalves

Estágio Esgotado


1677. Sistemas inteligentes no nosso dia a dia, aplicações com microcontrolador!


Instituição: Unidade Técnico Científica de Engenharia Electrotécnica e Industrial, Instituto Politécnico de Castelo Branco
Responsável: José Vieira
Nº Alunos: 6
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Electrónica
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): José António Barros Vieira


Descrição: Vamos construir um sistema inteligente: aplicação com microcontrolador.
O objetivo do estágio é de integrar os participantes nas atividades de investigação e desenvolvimento no laboratório de Sistemas Eletrónicos e inteligência artificial. Para tal, serão formados grupos que irão desenvolver aplicações simples de sistemas inteligentes com microcontroladores.
Os exercícios a realizar serão: um órgão digital, escrita de mensagens em LCDs, medida e visualização de temperaturas, implementação de um semáforo.
Como projeto final propomos a implementação e o controlo de um sistema de iluminação a LEDs (Light Emition Diodes) RGB (Red Green Blue) com definição da cor e intensidade desejada.
Estes exercícios serão desenvolvidos programando em linguagem C e com hardware físico real.

Observações: Despertar o interesse pelas áreas das tecnologias e engenharias em especial para alunos do 9º, 10º, 11º e 12º.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: O local de encontro será dia 18/7 às 10:00 no hall de entrada da Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico de Castelo Branco Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Jose Antonio Barros Vieira

Estágio Esgotado


1720. Transforma os teus movimentos em energia eléctrica


Instituição: Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT), Universidade Nova de Lisboa
Responsável: Luis Pereira
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Electrónica
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Suman Nandy Guilherme Ferreira Sumita Goswami Shubham Das


Descrição: Vem ver como podes usar materiais abundantes e sustentáveis para transformar energia mecânica em energia elétrica. Irás modificar folhas de papel com outros materiais e montar o teu gerador de energia. Com a ajuda da equipa do CENIMAT e do AlmaScience irás também fazer demonstradores onde poderás por em praticas as tuas habilidades na electrónica.

Observações: Este estágio resulta de atividades de investigação associadas a projetos que estão a decorrer neste
momento, sendo uma excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz de Ciência no CENIMAT e DCM. Este estágio
decorre todos os dias das 10:00h às 17:00h e inclui almoço.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Porta principal do Edifício II - DCM Hora: 10:00h
Pessoa de contacto: Suman Nandy

Estágio Esgotado


1701. Um ecrã de cristal líquido LCD feito por ti


Instituição: Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT), Universidade Nova de Lisboa
Responsável: Joana Vaz Pinto
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º
Área: Electrónica
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Joana Vaz Pinto, Ricardo Correia, Carolina Moraes


Descrição: Certamente já te perguntaste como serão feitos o ecrã do teu telemóvel, computador ou televisão. E se durante esta semana pudesses abrir estes mostradores (dos mais antigos aos mais recentes) e ver que está lá dentro, descobrir como funcionam e o que está por detrás de cada ponto das imagens que vês? Melhor ainda, que tal se pudesses desenhar e fabricar o teu próprio mostrador de cristal líquido? E já agora porque não fazer um flexível? É o que te convidamos a fazer neste estágio!

Neste estágio iremos abrir mostradores de cristal líquido, inspecioná-los mais a fundo usando um microscópio ótico, construir um mostrador de raiz usando técnicas de padronização como a fotolitografia, e iremos no final caracterizá-lo para determinar o tempo de resposta.

Este estágio decorre todos os dias das 10:00h às 17:00h. Este estágio resulta de atividades de investigação associadas a projetos que estão a decorrer neste momento, sendo uma excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz de Ciência no DCM.

Observações: Este estágio resulta de atividades de investigação associadas a projetos que estão a decorrer neste momento, sendo uma excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz de Ciência no Cenimat e DCM. Este estágio decorre todos os dias das 10:00h às 17:00h e inclui almoço

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Porta principal do Edifício II - DCM Hora: 10:00
Pessoa de contacto: Joana Vaz Pinto

Estágio Esgotado


1691. Uma folha de papel pode ser um sensor


Instituição: Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT), Universidade Nova de Lisboa
Responsável: Luis Pereira
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Tecnologia
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Cristina Gaspar Madalena Roque


Descrição: Criar dispositivos eletrónicos recicláveis e de baixo custo é muito importante para alguns produtos de consumo intensivo como as embalagens inteligentes. A utilização de materiais naturais e amigos do ambiente, como o papel, e de tecnologias de processamento de baixo custo, como a impressão, são vitais para este objetivo.
Neste trabalho podes projetar e criar circuitos eletrónicos simples com capacidade para detetar variações da radiação ultra-violeta, de temperatura ou pH e indicar essas alterações num pequeno mostrador que muda de cor. No final verás como podes reciclar e reutilizar todos os materiais que utilizaste.

Observações: público: Este estágio resulta de atividades de investigação associadas a projetos que estão a decorrer neste momento, sendo uma excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz de Ciência no CENIMAT e DCM. Este estágio decorre todos os dias das 10:00h às 17:00h e inclui almoço.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Porta principal do Edifício II - DCM Hora: 10:00h
Pessoa de contacto: Cristina Gaspar

Estágio Esgotado


1688. Uma viagem sustentável aos benefícios do azeite


Instituição: Centro de Investigação de Montanha (CIMO), Instituto Politécnico de Bragança
Responsável: Manuela Meireles
Nº Alunos: 3
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Ciências da Saúde, Informática, Informática
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Manuela Meireles, Juliana Almeida-de-Souza, Vera Ferro-Lebres


Descrição: Durante esta semana os participantes terão oportunidade de contactar com parte da investigação realizada no Centro de Investigação de Montanha. Conhecerão o Projeto “OleaChain competências para a sustentabilidade e inovação da cadeia de valor do olival tradicional no Norte Interior”.
Durante este estágio científico, os participantes vão conhecer de que forma a ciência pode contribuir para a valorização dos produtos de origem local como o azeite, e do aproveitamento de subprodutos relacionados com a produção deste. Será dado destaque ao ponto de vista da nutrição e da alimentação humana.
Vão ter contacto com o método científico, desde a observação, colocação de hipótese, experimentação, análise de resultados e conclusões. Algumas das atividades práticas a realizar serão:
“Olhar os rótulos”_
“O azeite na cozinha”_
“Avaliação nutricional dos alimentos”_
“Avaliação da composição corporal”_
“Dieta Mediterrânica”_
“Penso como um cientista“_
“Produtos inovadores e efeitos na saúde - análise de resultados”,
“Comunico ciência”.
Estas atividades serão realizadas no laboratório de Dietética Laboratorial (cozinha), no Laboratório de Antropometria e na Sala de Informática. As atividades estão pensadas de forma a desenvolver o pensamento crítico e analítico dos alunos e a proporcionar um cruzamento entre as temáticas abordadas no ensino secundário e a investigação prática realizada.

Observações: Os alunos deverão trazer bata. Estágio com oferta de almoço e possibilidade de alojamento para alunos candidatos selecionados e afastados do local de habitação.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Escola Superior de Saúde - Avenida D. Afonso V - 5300-121 Bragança Hora: 10h
Pessoa de contacto: Manuela Meireles

Estágio Esgotado


1695. Vamos usar o barro na medicina


Instituição: Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT), Universidade Nova de Lisboa
Responsável: João Paulo Borges
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Ciências da Saúde
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): João Paulo Borges Paula Soares Cezar Tipa


Descrição: Na área da medicina são necessários métodos cada vez mais eficazes para a libertação de fármacos de forma específica e controlada (apenas na zona de tratamento). Biomateriais inteligentes podem ser extremamente úteis para cumprir essa missão.

Neste estágio vais usar uma argila, a montmorillonita (MMT), para incorporar um fármaco (azul de metileno) entre as suas camadas de sílica e alumina. De seguida, vais quantificar a libertação do azul de metileno a pH 1.2, ou seja, em condições semelhantes ao valor ácido do estômago_ e a pH 7.4, condição básica encontrada no intestino grosso.

Em função do trabalho experimental, no final vais avaliar em que órgão é que a libertação deste fármaco transportado em nanoparticulas de argila acontece, e se esta ocorre de forma controlada.
Este estágio decorre todos os dias das 10:00h às 17:00h.
Este estágio resulta de atividades de investigação associadas a projetos que estão a decorrer neste momento, sendo uma excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz de Ciência no DCM.

Observações: Este estágio resulta de atividades de investigação associadas a projetos que estão a decorrer neste momento, sendo uma excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz de Ciência no Cenimat e DCM. Este estágio decorre todos os dias das 10:00h às 17:00h e inclui almoço.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Porta Principal do edifício II - DCM Hora: 10:00h
Pessoa de contacto: Cezar Tipa

Estágio Esgotado


1815. Veleiros equipados com sistemas eletrónicos que navegam sózinhos


Instituição: Uninova - Instituto Desenvolvimento Novas Tecnologias
Responsável: Luis Gomes
Nº Alunos: 6
Anos: , 10º, 11º
Área: Tecnologia, Física, Matemática
Data: de 25-07-2022 a 29-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Luis Gomes, Eduardo Pinto, Anikó Costa, Filipe Moutinho, Carolina Oliveira


Descrição: Os principais objetivos são os de cativar os estagiários a prosseguir o seu percurso escolar em áreas tecnológicas relacionadas com a Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, utilizando os veleiros autónomos e os sistemas digitais de controlo e de instrumentação associados como meio para permitir um contato com algumas das tecnologias disponíveis. Apesar de ser uma área que incorpora e aglutina saberes de áreas tradicionalmente consideradas difíceis para os jovens, tais como Matemática e Física, espera-se que a introdução a algumas técnicas de programação e controlo, sua integração e aplicação na manipulação de algumas tecnologias, bem como a experimentação em veleiros autónomos torne possível quebrar distâncias e transformar os desafios iniciais em experiências divertidas e motivadores para uma aproximação às áreas da tecnologia.
Este estágio vem na linha de atividades anteriores utilizando um veleiro de 1 metro, integrando um conjunto minimalista de sensores (bússola eletrónica, GPS e catavento), um controlador de baixo-custo (Arduino) e servos de controlo de leme e vela, de modo a permitir a navegação autónoma e conclusão de uma regata.

Observações: Entrar pelo portão principal da NOVA-FCT (Monte da Caparica, Almada). O edificio X - Departamento de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores é o primeiro edificio do lado esquerdo logo a seguir à rotunda, após passar pelos portões de entrada.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Entrada do Dep. de Eng. Eletrotécnica e de Computadores (Edificio X do Campus de Caparica da NOVA FCT) Hora: 25 de Julho - 9:30
Pessoa de contacto: Luis Gomes, Eduardo Pinto

Estágio Esgotado


1726. Vem descobrir o cérebro ao microscópio


Instituição: Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa - Instituto de Investigação do Medicamento - iMed
Responsável: Ana Rita Vaz
Nº Alunos: 2
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Biologia, Ciências da Saúde
Data: de 27-06-2022 a 01-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Dora Brites Ana Rita Vaz Ana Teresa Matos Marta Santos


Descrição: Que células nervosas existem no cérebro para além dos neurónios e como “conversam” entre si?
De que forma ficam doentes, envelhecem e causam demência? Como devem intervir os fármacos?
Este estágio dá a conhecer as diferentes células nervosas, e foca-se na função dos neurónios e das células da microglia, as células com função imunológica do cérebro, nas doenças neurodegenerativas.

O estágio iniciar-se-á com uma interação entre os alunos dos diversos estágios onde serão divulgadas as atividades científicas.

Os alunos irão contactar de perto com as células do cérebro, e de como estas podem ser modelos de estudo nas doenças neurodegenerativas onde a inflamação tem um papel chave. Poderão observar cada célula numa caixa de cultura, isoladas ou em conjunto com outro tipo celular, de forma a perceber como elas comunicam entre si. Serão obtidos resultados respeitantes à avaliação da sua morfologia, reação perante um estímulo, e quais as vias de sinalização/ disfunção implicadas em modelos de doença, recorrendo a metodologias como a microscopia de fluorescência. Os alunos terão igualmente contacto com outras metodologias de biologia molecular que permitam identificação de proteínas e genes que poderão estar implicados nas doenças neurodegenerativas e que possam constituir potenciais alvos terapêuticos.

No final os alunos apresentarão e discutirão a informação recolhida numa sessão conjunta com colegas de outros estágios na Faculdade, ficando com uma ideia transversal e integrada da aplicação das Ciências Farmacêuticas na Saúde.

A participação neste estágio contribuirá para o enriquecimento do percurso formativo dos jovens, integrando diferentes domínios do conhecimento, nomeadamente as Ciências Farmacêuticas e o Medicamento e a sua investigação.
Observação: Bata necessária.

Observações: n.a

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Entrada Principal da Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa Hora: 9 a.m.
Pessoa de contacto: Ana Rita Vaz / Dora Brites

Estágio Esgotado


1722. Vem descrobrir a ciência por detrás de experiência malucas


Instituição: Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT), Universidade Nova de Lisboa
Responsável: Alexandra Maria Ferreira Gonçalves
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º
Área: Electrónica
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Alexandra Gonçalves Miguel Campinho Afonso Luís


Descrição: Este estágio é brincar do início ao fim. Fazer foguetões com gelo seco, escrever mensagens com tinta _secreta_ e explorar a electrónica transparente são algumas das experiências que temos preparadas para ti. Aproveita esta semana e vem aprender ciência a brincar.

Observações: Este estágio resulta de atividades de investigação associadas
a projetos que estão a decorrer neste momento, sendo uma
excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz
de Ciência no Cenimat e DCM. Este estágio decorre todos os
dias das 10:00h às 17:00h e inclui almoço.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Porta Principal do Edifício II - DCM Hora: 10h
Pessoa de contacto: Alexandra Maria Ferreira Gonçalves

Estágio Esgotado


1585. Vem experimentar a Engenharia Mecânica


Instituição: Centro de Investigação em Modelação e Optimização de Sistemas Multifuncionais (CIMOSM), Instituto Superior Engenharia de Lisboa
Responsável: Inês Barbosa
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Tecnologia
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Inês Barbosa, Ricardo Portal, André Carvalho, Amélia Loja, João Milho, Pedro Marques


Descrição: A engenharia mecânica é uma engenharia de vasta aplicabilidade, desde o projeto de sistemas mecânicos às aplicações biomédicas. Neste estágio, os alunos vão poder entrar no papel de um engenheiro mecânico e realizar diferentes tarefas que lhes permitirão ficar a conhecer algumas das valências da engenharia mecânica. Desde a conceção à impressão 3D de um objeto, à construção e teste de estruturas e ao estudo do movimento, os alunos poderão ver a engenharia mecânica de diferentes perspetivas.

Observações: No primeiro dia, os estagiários deverão dirigir-se ao átrio principal do ISEL pelas 9h15, onde o responsável do estágio os esperará. Os estagiários serão previamente contactados no sentido de lhes transmitir informações mais detalhadas.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: átrio principal do ISEL Hora: 9:15:00 AM
Pessoa de contacto: Inês Barbosa

Estágio Esgotado


1731. Veste a tua roupa de JUMANJI e vem ser um Nathan Drake do UNCHARTER


Instituição: Instituto Politécnico de Tomar
Responsável: Instituto Politécnico de Tomar
Nº Alunos: 8
Anos: , 11º, 12º, 10º
Área: Sociologia
Data: de 18-07-2022 a 24-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Alexandra Figueiredo - Coordenadora dos trabalhos científicos, investigadora do Centro de Geociências (FCT). Doutorada e Professora no Ensino Superior - Instituto Politécnico de Tomar Cláudio Monteiro - Coordenador dos trabalhos científicos. Investigador do Centro de Ciências Históricas - Universidade Autónoma de Lisboa Anderson Tognoli - Investigador e Especialista em Arqueozoologia (Fauna) - Museu de São Paulo (Brasil) Sandra Peliano - Técnica de Arqueologia - Instituto Politécnico de Tomar


Descrição: Entediado nas férias? Vem à aventura e prepara-te para conhecer o passado humano (tudo o que está alusivo ao filme não se compara com a realidade)!
O projeto do LABACPS é um projeto internacional que através da arqueologia e ciências interdisciplinares procura compreender o passado humano.
Por isso vamos à procura de indícios e vestígios no território de Alvaiázere, seguimos uma série de pistas, para encontrar e perceber como foi a ocupação humana durante a Época Romana. Numa viagem de 2000 anos, vamos montar o puzzle que nos permite perceber a ocupação e os restos materiais que nos deixaram para entender os seus comportamentos e atitudes.
De que estás à espera?
O alojamento será em camaratas, almoço e jantar na cantina do centro de investigação e um espaço de trabalho ao ar livre. Sim, trabalho ao ar livre, onde se pretende escavar um sítio arqueológico. Traz o teu chapéu que nem o Indiana Jones, o protetor solar e agilidade da Lara Croft e a vontade do Nathan Drake para não desistir de encontrar a nossa origem. Agarra-te à máquina do tempo, porque a aventura começa na hora em que chegares ao centro. Tem em atenção a todos os dados que são colocados nas informações, não te esqueças de nada.

Observações: Devem trazer chapéu, protetor solar, roupa de campo (roupas, botas e sapatilhas velhas para se rasgarem), fato de banho, saco cama, material de higiene, cantil e mochila velha e boa disposição para a aventura e trabalho de campo. O trabalho ocorrerá em campo, pelo que devem ter cuidado com material eletrônico, nomeadamente telefones (a equipa não se responsabiliza por danos em equipamentos). Tablets e outros aparelhos devem ficar em casa, são incompatíveis com a nossa aventura.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Antiga escola Cesário Neves, junto à GNR, centro de Alvaiázere - Devem entrar no recinto e procurar a porta do CENTRO de INVESTIGAÇÃO Hora: Das 9.00 às 12.00 de segunda-feira.
Pessoa de contacto: Alexandra Figueiredo

Estágio Esgotado


1748. Veste a tua roupa de JUMANJI e vem ser um Nathan Drake do UNCHARTER II


Instituição: Instituto Politécnico de Tomar
Responsável: Instituto Politécnico de Tomar
Nº Alunos: 6
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Sociologia
Data: de 24-07-2022 a 29-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Alexandra Figueiredo - Coordenadora dos trabalhos científicos, investigadora do Centro de Geociências (FCT). Doutorada e Professora no Ensino Superior - Instituto Politécnico de Tomar Cláudio Monteiro - Coordenador dos trabalhos científicos. Investigador do Centro de Ciências Históricas - Universidade Autónoma de Lisboa Anderson Tognoli - Investigador e Especialista em Arqueozoologia (Fauna) - Museu de São Paulo (Brasil)


Descrição: Entediado nas férias? Vem à aventura e prepara-te para conhecer o passado humano (tudo o que está alusivo ao filme não se compara com a realidade)!
O projeto do LABACPS é um projeto internacional que através da arqueologia e ciências interdisciplinares procura compreender o passado humano.
Por isso vamos à procura de indícios e vestígios no território de Alvaiázere, seguimos uma série de pistas, para encontrar e perceber como foi a ocupação humana durante a Época Romana. Numa viagem de 2000 anos, vamos montar o puzzle que nos permite perceber a ocupação e os restos materiais que nos deixaram para entender os seus comportamentos e atitudes.
De que estás à espera?
O alojamento será em camaratas, almoço e jantar na cantina do centro de investigação e um espaço de trabalho ao ar livre. Sim, trabalho ao ar livre, onde se pretende escavar um sítio arqueológico. Traz o teu chapéu que nem o Indiana Jones, o protetor solar e agilidade da Lara Croft e a vontade do Nathan Drake para não desistir de encontrar a nossa origem. Agarra-te à máquina do tempo, porque a aventura começa na hora em que chegares ao centro. Tem em atenção a todos os dados que são colocados nas informações, não te esqueças de nada.

Observações: Antiga escola Cesário Neves, junto à GNR, centro de Alvaiázere - Devem entrar no recinto e procurar a porta do CENTRO de INVESTIGAÇÃO

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Antiga escola Cesário Neves, junto à GNR, centro de Alvaiázere - Devem entrar no recinto e procurar a porta do CENTRO de INVESTIGAÇÃO Hora: Das 9.00 às 12.00 de segunda-feira.
Pessoa de contacto: Alexandra Figueiredo

Estágio Esgotado


1774. “Cybertruck eco – efficiency”


Instituição: Centro de Investigação em Organizações, Mercados e Gestão Industrial (COMEGI), Universidade Lusíada-Norte
Responsável: Pedro Reis Gomes
Nº Alunos: 6
Anos: , 11º, 12º, 10º
Área: Tecnologia
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Pedro Reis


Descrição: Esta atividade fundamenta o seu objetivo no conceito “aprender pela observação e experimentação”. Nesse sentido, propõe-se a investigação e desenvolvimento de um protótipo capaz de interagir com o meio, através da monitorização, supervisão e ação sobre o mesmo. O projeto é modular com base numa plataforma móvel a desenvolver, “O Cybertruck”. A mobilidade desta plataforma será projetada, com recurso a fontes de energia alternativas como painéis fotovoltaicos (eficiência energética). Os sensores e atuadores estarão ligados em rede sem fios (tecnologia IoT) com supervisão de microcontroladores. Toda a estrutura do “Cybertruck” será desenhada e imprimida em 3D.

Observações: Largo Tinoco de Sousa 4760-108 Vila Nova de Famalicão

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Universidade Lusíada Vila Nova de Famalicão Hora: 10:00
Pessoa de contacto: Reis Pedro

Inscrição


1741. “O Lápis da Natureza”: Processos fotográficos alternativos


Instituição: Departamento de Física, Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD)
Responsável: Adelaide Andrade
Nº Alunos: 3
Anos:
Área: Física, Química
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Maria Adelaide Andrade Armando Soares Marco Naia


Descrição: Neste estágio, os participantes terão a oportunidade de aprender, explorar e experimentar alguns processos fotográficos alternativos como lumen print (impressão de objetos por contacto em papel fotográfico a preto e branco por ação da luz solar), fitografia (impressão de amostras botânicas por contacto em papel ou película fotográfica por ação da luz solar) e fotografia estenopeica (técnica fotográfica sem recurso a lentes, que permite criar fotografias utilizando materiais de baixo custo). Cada participante irá construir a sua própria câmara fotográfica estenopeica, utilizando para o efeito materiais reciclados e/ou de custo reduzido, aprender a fotografar com esse tipo de câmara e a revelar as fotografias obtidas. Para a criação de imagens fotográficas com as técnicas lumen print e fitografia serão utilizadas amostras botânicas (plantas, folhas e flores, entre outras) recolhidas pelos participantes no Jardim Botânico da UTAD. Com as imagens assim obtidas e com as amostras botânicas que lhes deram origem será criado, por cada participante, um pequeno livro. No final os participantes levam consigo as fotografias e a câmara fotográfica que construíram.
Os participantes devem trazer bata.

Observações: Os estagiários devem trazer bata.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: F3.27, Dep Fisica (Polo II ECT-UTAD) Hora: 11h 30 min
Pessoa de contacto: Adelaide Andrade

Estágio já em curso / terminado