Listagem de Estágios

Geologia


1519. À Descoberta dos Zeólitos: Propriedades e aplicações na indústria e no dia-a-dia


Instituição: Centro de Estudos de Engenharia Química (CEEQ), Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Responsável: Angela Martins Nunes
Nº Alunos: 2
Anos: 10º, 11º, 12º
Área: Química, Físico-Química, Geologia
Data: de 27-06-2022 a 01-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Angela Martins Nunes_ Nelson Guerreiro Cortez Nunes


Descrição: No século XVIII o mineralogista sueco Crönsted descobriu uns minerais estranhos aos quais atribuiu o nome de zeólitos, por composição das palavras gregas “zein” (ferver) e “lithos” (pedra). Durante muitos anos estes materiais eram apresentados apenas como curiosidades mineralógicas…Actualmente estes materiais têm uma vasta aplicação industrial, como permutadores iónicos (indústria de detergentes, como amaciadores de águas), adsorventes (filtros, descontaminação de efluentes) e catalisadores (refinação de petróleo e petroquímica).
Propomos com este estágio explorar as propriedades físico-químicas dos zeólitos que estão na origem das várias aplicações industriais destes materiais.

Observações: À Descoberta dos Zeólitos: Propriedades e aplicações na indústria e no dia-a-dia - Estágio na área da Química-Física/Engenharia Química

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Átrio do Edifício P do ISEL Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Angela Nunes

Inscrição


1773. Comer insetos? De onde vêem? como se produzem?


Instituição: FeedInov CoLAB
Responsável: Ana Sofia Santos
Nº Alunos: 5
Anos: , 10º, 11º
Área: Geologia, Sociologia
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Ana Sofia Santos Teresa Ribeiro Jorge Matos


Descrição: Embora os insetos já façam parte da dieta básica de cerca de 2,5 bilhões de pessoas em todo o mundo, vários indicadores mostram que os insetos podem em breve tornar-se um componente amplamente aceite das dietas das sociedades ocidentais, que inclui a Europa. Da mesma forma, a utilização de insetos em alimentação animal potencial uma alternativa interessante em termos de matérias primas. Os insetos possuem na generalidade um alto teor de proteína, sendo ricos em outros nutrientes benéficos, como gorduras, minerais e vitaminas.
Neste estágio terás oportunidade de acompanhar de perto o ciclo de produção da mosca soldado negro, desde o ovo até à eclosão, participar nas tarefas e atividades de acompanhamento, alimentação e maneio das larvas, até ao seu processamento, e qual o destino dos resíduos produzidos.
É oferecido o almoço

Observações: Possibilidade de alojamento durante a duração do estágio.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: INIAV, Pólo de Santarém, Estação Zootécnica Nacional, Qta da Fonte Boa, Vale de Santarém, 2005-048 Santarém Hora: 10:30
Pessoa de contacto: Ana Sofia Santos

Estágio Esgotado


1643. Da pesquisa de georrecursos à sua caracterização e produção


Instituição: Geobiociências, Geoengenharias e Geotecnologias (GeoBioTec) - FCT NOVA
Responsável: Carlos Galhano
Nº Alunos: 10
Anos: 10º, 11º
Área: Tecnologia, Geologia, Geologia
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Carlos Galhano José António Joaquim Simão Nuno Leal Lígia Castro Pedro Lamas Paulo Legoinha Ana Paula Silva


Descrição: No âmbito de investigações em curso e de atividades do Departamento de Ciências da Terra (FCT NOVA), propõe-se o acompanhamento de trabalhos relativos ao percurso que os georrecursos como as águas, os minerais ou as rochas seguem desde a fase inicial de avaliação de uma área potencial no terreno, passando pela fase de amostragem e ensaios de laboratório para caracterizar a sua qualidade, culminando na modelação, respetiva exploração e transformação. Assim, os estagiários irão acompanhar um levantamento de terreno com mapas, aprender a executar ensaios de laboratório, bem como procedimentos básicos de interpretação e modelação com recurso a ferramentas de tecnologias de informação e observar aspetos da extração desses materiais essenciais ao nosso desenvolvimento sustentado.

Observações: O estágio inclui o almoço para todos os participantes bem como eventuais saídas de campo.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Departamento de Ciências da Terra da FCT NOVA no Campus de Caparica Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Carlos Galhano

Inscrição


1619. Investigação de Dinossáurios no Cabo Espichel


Instituição: Centro Português de Geo-História e Pré-História (CPGP)
Responsável: Silvério Figueiredo
Nº Alunos: 3
Anos: 10º, 11º, 12º
Área: Geologia
Data: de 04-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Silverio Figueiredo_ Pedro Proença Cunha_ Pedro Fonseca_ Patrícia Boto


Descrição: Os alunos vão participar em escavações paleontológicas no Cabo Espichel. Neste estágio, os alunos poderão encontras fósseis de dinossauros e outros vertebrados do Cretácico Inferior.

Observações: Estágio de paleontologia

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Santuário do cabo Espichel Hora: 9:30:00 AM
Pessoa de contacto: Silvério Manuel Domingues Figueiredo

Estágio Esgotado


1621. Investigação de laboratório em arqueologia


Instituição: Centro Português de Geo-História e Pré-História (CPGP)
Responsável: Ana Rita Ferreira
Nº Alunos: 3
Anos: 10º
Área: Geologia
Data: de 27-06-2022 a 08-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Ana Rita Ferreira_ Bruna Galamba_ Paulo Regato.


Descrição: Os alunos vão poder participar no estudo de um conjunto de materiais arqueológicos resultante de campanhas arqueológicas realizadas pelo CPGP

Observações: Estágio de arqueologia

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Núcleo Museológico do CPGP Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Ana Rita Marques Ferreira

Inscrição


1495. Isolamento e identificação de bactérias redutoras de sulfato acidófilas ou tolerantes a pH ácido a partir de amostras ambientais afetadas pela atividade mineira


Instituição: Centro de Ciências do Mar do Algarve (CCMAR), Universidade do Algarve
Responsável: Jorge Carlier
Nº Alunos: 2
Anos: 10º, 12º, 11º
Área: Biologia, Geologia
Data: de 08-08-2022 a 12-08-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Jorge Carlier


Descrição: As bactérias redutoras de sulfato (SRB) têm vindo a ser utlizadas de forma eficiente para o tratamento de águas ácidas de mina (AMD). Contudo, os processos de biorremediação ambiental em que estão envolvidas requerem uma etapa prévia de neutralização da AMD dada a intolerância da maior parte destas bactérias ao pH ácido da AMD.
A utilização de SRB acidófilas em processos de biorremediação da AMD, diminuindo a amplitude (ou mesmo abdicando) da etapa de pré-tratamento químico, constituiria uma vantagem do ponto de vista económico e ambiental.
Os estagiários serão convidados a preparar culturas enriquecidas de SRB para além de outros procedimentos em curso no laboratório, tendo em vista o objetivo de enriquecer culturas líquidas em meios de cultura adaptados com valores de pH ácido, e posteriormente isolar colónias de SRB em meio sólido a partir dessas culturas.

Observações: Não estão previstas atividades durante o fim-de-semana, pelo que não estão contempladas refeições durante este período. Só será assegurado o alojamento a alunos deslocados.
Para trabalhos de laboratório, o aluno deverá trazer e usar a sua bata pessoal.
Para trabalho e saídas de campo, o aluno deverá usar protetor solar, chapéu e beber água com frequência, por causa do calor.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Frente ao edf. 7 - campus de Gambelas da UAlg Hora: 09:00:00
Pessoa de contacto: Jorge Carlier

Estágio Esgotado


1747. LandCRAFT - Escavações arqueológicas no sítio com arte rupestre de Lapas Cabreiras


Instituição: Centro de Estudos em Arqueologia Artes e Ciências do Património (CEAACP), Universidade de Coimbra
Responsável: Maria da Conceição Lopes
Nº Alunos: 3
Anos: 11º, 12º
Área: Geologia, Sociologia
Data: de 29-08-2022 a 02-09-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Lara Bacelar Alves (CEAACP/UC) João Muralha Cardoso (FCSH/UNL) Bárbara Carvalho (CEAACP/UC) Mário Reis (Fundação Côa-Parque) Vera Caetano (CEAACP/UC)


Descrição: O projeto de investigação visa o estudo dos sítios arqueológicos do Vale do Côa com pintura rupestre da Pré-história Recente (5º milénio - 3º milénio AC). Como podemos caracterizar a arte dos últimos caçadores-recolectores e dos primeiros agricultores do Côa? O que nos dizem as evidências materiais sobre a ocupação humana destes lugares com arte rupestre? Em que medida as transformações climáticas regionais ocorridas na transição Pleistoceno-Holoceno criaram as condições para a introdução da agricultura? Como foram produzidas as pinturas rupestres? Quais as melhores abordagens ao seu registo, conservação e divulgação? Estas são algumas das questões científicas a que o projeto pretende responder, através do trabalho de investigação de uma equipa multidisciplinar. Com o estudo das tradições artísticas que sucedem ao grande ciclo de arte do Paleolítico Superior, este projeto acrescentará um novo capítulo à História da Arte no vale do Côa, focando-se num período crucial de transformações das comunidades humanas e do território.

Observações: O projeto de investigação visa o estudo dos sítios arqueológicos do Vale do Côa com pintura rupestre da Pré-história Recente (5º milénio - 3º milénio AC). Como podemos caracterizar a arte dos últimos caçadores-recolectores e dos primeiros agricultores do Côa? O que nos dizem as evidências materiais sobre a ocupação humana destes lugares com arte rupestre? Em que medida as transformações climáticas regionais ocorridas na transição Pleistoceno-Holoceno criaram as condições para a introdução da agricultura? Como foram produzidas as pinturas rupestres? Quais as melhores abordagens ao seu registo, conservação e divulgação? Estas são algumas das questões científicas a que o projeto pretende responder, através do trabalho de investigação de uma equipa multidisciplinar. Com o estudo das tradições artísticas que sucedem ao grande ciclo de arte do Paleolítico Superior, este projeto acrescentará um novo capítulo à História da Arte no vale do Côa, focando-se num período crucial de transformações das comunidades humanas e do território.
Tarefas do Estágio:

• Enquadramento dos sítios arqueológicos em estudo, incluindo a visita ao Museu do Côa e aos abrigos com pinturas rupestres das Lapas Cabreiras e Colmeal.
• Ações de prospeção e reconhecimento geográfico de sítios arqueológicos com arte rupestre.
• Aquisição de conhecimento das ferramentas de registo fotográfico e registo gráfico digital de pinturas e gravuras rupestres (Aplicação D-Stretch | Levantamento tridimensional (SfM) | Registo vectorial).
• Aprendizagem das técnicas e métodos de diagnóstico e monitorização do estado de conservação de pinturas rupestres.
• Intervenção arqueológica no abrigo pintado das Lapas Cabreiras - conhecimento de metodologias e técnicas de escavação.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Jardim Público de Figueira de Castelo Rodrigo Hora: 09:00
Pessoa de contacto: Lara Bacelar Alves (CEAACP/UC)

Inscrição


1765. Parede celular e métodos de análise da sua composição


Instituição: Unidade de I&D Química-Física Molecular, Universidade de Coimbra
Responsável: Ricardo da Costa
Nº Alunos: 2
Anos: 11º, 12º
Área: Geologia
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Ricardo da Costa


Descrição: A parede celular é comum a muitos organismos unicelulares, procariotas e eucariotas. As embriófitas apresentam também células com uma parede celular que, para além de conferir forma às células, controla os padrões de desenvolvimento, a sinalização celular e é uma reserva importante de elementos minerais e hidratos de carbono. Embora variável, a composição da parede celular das plantas apresenta características que são comuns aos diferentes tipos celulares.
O objetivo deste estágio é a caracterização dos principais componentes da parede celular vegetal, compreensão das suas funções in vivo e ilustração de algumas das possíveis utilizações da biomassa da parede celular (biomassa lenho-celulósica) em atividades de interesse económico.

Observações: Os ensaios realizar-se-ão nos Departamentos de Química e de Ciências da Vida da Universidade de Coimbra

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Unidade de I&D Química-Física Molecular, Universidade de Coimbra Hora: 9:00
Pessoa de contacto: Ricardo Costa

Inscrição


1515. Poderão alimentos diferentes ser equivalentes? Uma perspectiva química.


Instituição: NOVA Medical School
Responsável: ana.faria@nms.unl.pt
Nº Alunos: 5
Anos: 10º, 11º, 12º
Área: Química, Geologia
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Ana Faria


Descrição: Alimentos considerados nutricionalmente equivalentes, por vezes têm constituições químicas bastantes diferentes, uma vez que o processamento do produto, os constituintes que lhe dão origem, as condições de armazenamento não são idênticas nem equivalentes e têm um impacto sobre o alimento.

Neste estágio propomos uma abordagem sobre a vertente química dos alimentos. Iremos trabalhar sobre o sumo de laranja nas suas diferentes vertente (sumo natural, néctar, concentrado, etc...) e sobre o leite e as bebidas vegetais que são utilizadas como substituto do leite.

Iremos comparar estes grupos de alimentos relativamente às diferenças em termos de Vitamina C, teor de açúcares e Cálcio. A vitamina C é uma vitamina hidrossolúvel com um papel antioxidante importante nos alimentos, mantendo a sua estabilidade e evitando a sua degradação, bem como no organismo, como antioxidante endógeno. A vitamina C será doseada por um método titulométrico que se baseia na sua capacidade antioxidante. O Cálcio é um mineral nutricionalmente essencial e também será doseado por um método titulométrico com EDTA. A glicose, um monossacarídeo, é o açúcar metabolizado pelas nossas células para a obtenção de energia. É reconhecido que o consumo excessivo de açúcares, nomeadamente, glicose, frutose, sacarose e açúcares mais complexos como o amido, podem levar doença metabólica como a obesidade e a diabetes. Serão doseados os açúcares redutores serão por espectrofotometria após hidrólise.

Observações: https://www.nms.unl.pt/pt-pt/investigacao/grupos-de-investigacao/detalhe/n/metabolismo-e-nutricao

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Edificio sede Nova medical School - Campo dos Mártires da Pátria, n 130 Hora: 09:30:00
Pessoa de contacto: Ana Faria

Estágio Esgotado