PROJECTOS
EDUCATIVOS

SALL - Schools as Living Labs

Horizonte 2020 | 2020-2023


Projeto europeu que tem como principal objetivo promover uma cultura de escola aberta à comunidade, em que a metodologia living lab é usada como uma ferramenta para o desenvolvimento de atividades sobre os sistemas alimentares, em articulação com a investigação e inovação ligadas à iniciativa FOOD 2030 da Comissão


Website

EU4Ocean

Horizonte 2020 | 2020-2022


A Coligação Europeia do Oceano (EU4Ocean), coordenada pela ACTeon (França) congrega diversas organizações, projetos e pessoas que contribuem para a literacia do oceano e para a sua gestão sustentável. Apoiada pela Comissão Europeia, visa unir as vozes dos europeus para tornar o oceano uma preocupação de todos! Financiado pela Comissão Europeia e implementado por um consórcio de 12 parceiros em toda a Europa, no qual se inclui a Ciência Viva, o projeto alia atividades em toda a UE com ações dedicadas às bacias oceânicas do Ártico e Atlântico (incluindo o Mar do Norte), ao Mar Báltico, ao Mar Negro, ao Mar Mediterrâneo e ao oceano global.

 

A EU4Ocean é constituída por três componentes: uma Plataforma para organizações e indivíduos envolvidos em iniciativas de literacia do oceano, um Fórum Europeu da Juventude para o Oceano e uma Rede de Escolas Azuis Europeias.


Website

Mini-Olimpíadas Experimentais de Ciência

FCT | 2020-2021


Reconhecendo o potencial das Olimpíadas para divulgar a ciência, motivar alunos para as áreas científicas, estimular novas aprendizagens, ajudar a aplicar novas metodologias em contexto escolar e identificar problemas na Educação em Ciências, este projeto desenvolve um estudo piloto com o objetivo de implementar, pela 1ª vez em Portugal as “I Mini-Olimpíadas Experimentais de Ciência’’ no âmbito da disciplina de Estudo do Meio do 1.º Ciclo do Ensino Básico (CEB).

 

A amostra do estudo é constituída pelos diretores, professores e alunos do 4.º ano de escolaridade do 1.º CEB, dos(as) Agrupamentos/Colégios/Escolas do distrito de Viseu. Este projecto foi aprovado no contexto dos projetos de Investigação, Desenvolvimento e Inovação Científica e Tecnológica do Instituto Politécnico de Viseu [PROJ/IPV/ ID&I/023], e está a ser desenvolvido pela Escola Superior de Educação de Viseu em colaboração com a Ciência Viva, as Sociedades Portuguesas de Física e Química, a Sociedade Geológica de Portugal, a Ordem dos Biólogos, a Association of Polar Early Career Scientists e a International Association for Geoethics.


Website

Plastic Pirates - Go Europe!

2020-2021


Plastic Pirates – Go Europe! é um projecto de ciência cidadã que promove o conhecimento da distribuição e abundância de lixo plástico em ecossistemas de água doce na Europa. Inicialmente promovido pelo Ministério da Educação e da Investigação Alemão em 2016, evolui agora para uma campanha conjunta pelas três presidências da UE para o período do segundo semestre de 2020 e todo o ano de 2021, Alemanha, Portugal e Eslovénia. Tendo como público alvo jovens entre os 10 e os 16 anos, este é simultaneamente um projecto de investigação e de educação.

 

Ao mesmo tempo que são sensibilizados para a problemática da poluição, os jovens contribuem de forma activa para a investigação científica nos três países, através da participação em campanhas de amostragem com a componente de identificação e categorização dos resíduos encontrados. A Ciência Viva é responsável em Portugal por coordenar o trabalho com as escolas, fazendo a ligação entre estas e as instituições académicas envolvidas: CIIMAR/Universidade do Porto, MARE-UNLisboa, MARE-UCoimbra e CCMar – Centro de Ciências do Mar/Universidade do Algarve.


Website

ESERO PT4

Agência Espacial Europeia | 2019 - 2021


O ESERO, ou European Space Education Resource Office, é um programa educativo da Agência Espacial Europeia (ESA) que usa o Espaço como contexto inspirador para a aprendizagem das ciências, tecnologias e matemática, como forma de promover o interesse dos alunos nestas disciplinas nos níveis básico e secundário e incentivar carreiras científicas e de engenharia. Em Portugal, a parceria foi estabelecida com a Ciência Viva, com sede no Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva, em Lisboa.

 

O ESERO Portugal iniciou as suas actividades no final de 2013 e, neste momento, é um dos pontos de referência para os professores portugueses do ensino básico e secundário, facilitando a abordagem de temas do Espaço na sala de aula, através da disponibilização de recursos educativos, oficinas e cursos de formação, concursos para escolas e outras oportunidades educativas.


Website

Science Education for all: an active citizenship for social progress

2019-2022


Com o projeto Science Education for All, o Pavilhão do Conhecimento – Centro Ciência Viva pretende atuar sobre áreas-chave, tais como a promoção da educação e cultura científicas, no desenvolvimento de espaços públicos do conhecimento e na realização de projetos e iniciativas de Ciência e Sociedade como estímulo ao envolvimento e participação ativa dos cidadãos no debate público em Ciência e Tecnologia.

 

Nesse sentido, o plano de formação do projeto contempla, por um lado, atividades de mobilidade e cooperação em períodos de observação (job-shadowing) em instituições europeias – com objetivos muito idênticos aos da Ciência Viva e que se foram destacando em algumas áreas relevantes para a missão do Pavilhão do Conhecimento – e, por outro lado, na participação em cursos e conferências estruturadas de elevado rigor e qualidade. O principal impacto previsto para este projeto pressupõe a capacitação do Pavilhão do Conhecimento enquanto instituição inclusiva, promotora da literacia científica e dotada de uma equipa polivalente que reúna competências nas áreas da inclusão, combate ao abandono escolar e promoção da educação e cultura científicas. A nível local e regional, ambiciona-se que o projeto contribua para estimular a curiosidade, criatividade, pensamento crítico e envolvimento dos cidadãos e preconiza-se que a promoção da literacia científica – como estratégia de envolvimento dos cidadãos no debate público e no combate ao abandono escolar – possa contribuir para a inclusão social e o sucesso na aquisição de aprendizagens.

 


Ver mais

Space EU

Horizonte 2020 | 2018-2020


O SpaceEu é um projeto financiado pela comunidade Europeia, tendo como objectivo principal promover uma comunidade espacial europeia jovem, criativa e inclusiva. Assim este projecto tem vindo a implementar um programa de divulgação e educação espacial para despertar o interesse dos jovens pelo STEAM (Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática) e para incentivá-los a considerar carreiras relacionadas com o espaço. Pretende, também, inspirar e ampliar as mentes dos jovens, desenvolvendo um sentido de cidadania europeia e global e, através relação do ser humano com o espaço, promover parcerias de longo prazo entre pessoas de diferentes países e origens culturais.

 

O SpaceEu tem três áreas de implementação:

1 - Programa de Educação e Promoção de atividades destinadas essencialmente à Educação
2 - Desenvolvimento profissional de professores do ensino básico e secundário

3 - Defender o papel da educação e divulgação espacial, junto dos parceiros creditados para essa tarefa como políticos, centros de investigação e editoras.


Website

OSOS - Open Schools for Open Societies

Horizonte 2020 | 2017-2020


Projeto europeu que teve como principal objetivo implementar, em larga escala, um processo de transformação das escolas em ecossistemas inovadores de aprendizagem, atuando como espaços multidisciplinares para a aprendizagem das ciências, e para os quais diretores de escola, professores, alunos e comunidade local partilham responsabilidades e beneficiam do desenvolvimento de uma cidadania responsável.

 

O projeto envolveu mais de 80 escolas a nível nacional, em que os alunos, desde o 1.º ciclo do ensino básico até ao ensino secundário, desenvolveram projetos multidisciplinares para dar resposta a problemas concretos da sua comunidade, envolvendo neste processo as suas famílias, universidades e centros de investigação, parceiros locais (moradores, lojistas, empresários, etc.), museus e centros de ciência. Com o OSOS as escolas foram colocadas no centro de uma comunidade ativa, democrática e participativa.


Website