Listagem de Estágios

Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento (MED) Universidade de Évora

1654. As plantas e os seus hóspedes – o que nos revela o ADN?


Instituição: Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento (MED) Universidade de Évora
Responsável: Hélia Cristina Guerra Cardoso
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º, 12º
Área: Biologia
Data: de 29-08-2022 a 02-09-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Hélia Cristina Guerra Cardoso Maria Catarina Campos Lénia Rodrigues Augusto Peixe Rita Pires


Descrição: A multiplicação in vitro tem sido amplamente utilizada para a propagação de diversas espécies de plantas. No entanto, o sucesso destas metodologias pode ser comprometido pela ocorrência de contaminações no meio de cultura, normalmente provocadas pelo crescimento de bactérias que colonizam internamente os tecidos da planta (endófitas).
Na presente ação os alunos irão participar nos trabalhos de cultura in vitro envolvendo: i) a preparação de meios de cultura, ii) a multiplicação de espécies vegetais já mantidas em condições in vitro_ iii) o estabelecimento de novas culturas (desinfeção de material vegetal), iv) o isolamento de endófitos em meio de cultura.
Para detetar a presença das bactérias endófitos no material vegetal os alunos irão desenvolver trabalho envolvendo técnicas de biologia molecular: i) extração de DNA dos tecidos vegetais, ii) PCR para deteção de bactérias endófitas, iii) preparação de amplicões para sequenciação SANGER, iv) e análise de sequências (BioEdit e BLASTn).
Esta ação integra os investigadores Hélia Cardoso, Catarina Campos, Lénia Rodrigues, Rita Pires e Augusto Peixe.

Os alunos deverão trazer bata para o laboratório e um caderno. Estágio com oferta de almoço e com possibilidade de alojamento (jantar incluído para alunos que pernoitam).
Deslocação Évora-Mitra de autocarro assegurado pela instituição.
Para mais informação consulte a página do nosso grupo de investigação em http://www.icaam.uevora.pt/investigacao/Grupos-de-Investigacao/Recursos-Geneticos-e-Genomica-Funcional

Observações: A ação decorrerá no Lab. Biologia Molecular - MED, Universidade de Évora

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Pólo da Mitra - Lab. de Biologia Molecular Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Hélia Cardoso

Estágio Esgotado


1656. Azeites: porquê e como se analisam?


Instituição: Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento (MED) Universidade de Évora
Responsável: Raquel Garcia
Nº Alunos: 4
Anos: , 10º, 11º
Área: Química, Química
Data: de 18-07-2022 a 22-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Raquel Garcia


Descrição: Neste estágio os alunos terão oportunidade para trabalhar num laboratório químico e executarem as determinações experimentais exigidas pela legislação, para a classificação dos azeites nas suas categorias comerciais: virgem extra, virgem e lampante. Poderão assim, com esta actividade, ficar a saber um pouco mais sobre este produto que, do ponto de vista nutritivo é muito valorizado, e que tem vindo a ganhar uma importância sócio-económica crescente na região do Alentejo.

Observações: Recomendado o uso de bata. A deslocação Évora-Mitra e Mitra-Évora é assegurada por um autocarro da Instituição.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Laboratório de Enologia- Pólo da Mitra Hora: 9:30
Pessoa de contacto: Raquel Garcia

Inscrição


1655. O papel dos genes e das proteínas na resposta das plantas aos stresses ambientais


Instituição: Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento (MED) Universidade de Évora
Responsável: Lénia Rodrigues
Nº Alunos: 4
Anos: 10º, 11º, 12º
Área: Biologia
Data: de 29-08-2022 a 02-09-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Lénia Rodrigues, Hélia Cardoso, Catarina Campos


Descrição: Durante o seu ciclo de vida as plantas são expostas a diversos fatores de stress. Vários estudos demonstraram que as mesmas têm capacidade para ajustar as suas funções fisiológicas e moleculares para se adaptarem a condições ambientais adversas. Uma das proteínas com um papel de destaque na regulação e adaptação ao stress é a enzima Oxidase Alternativa (AOX), desempenhando um papel de relevo ao nível da respiração secundária das plantas.
Nesta ação os alunos irão verificar, a nível genético e proteico, em sementes de ervilha, o efeito do stress provocado por temperaturas extremas.
Esta ação integra investigadores do laboratório de Biologia Molecular: Lénia Rodrigues, Hélia Cardoso, Catarina Campos.

Observações: A atividade desenvolve-se no lab.Biologia Molecular, Pólo da Mitra, Universidade de Évora, MED.

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Pólo da Mitra, Edifício Santos Júnior, Lab. Biologia molecular Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Lénia Rodrigues

Estágio Esgotado