Listagem de Estágios

Centro de Estudos em Arqueologia Artes e Ciências do Património (CEAACP), Universidade de Coimbra

1747. LandCRAFT - Escavações arqueológicas no sítio com arte rupestre de Lapas Cabreiras


Instituição: Centro de Estudos em Arqueologia Artes e Ciências do Património (CEAACP), Universidade de Coimbra
Responsável: Maria da Conceição Lopes
Nº Alunos: 3
Anos:
Área:
Data: de 29-08-2022 a 02-09-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Lara Bacelar Alves (CEAACP/UC) João Muralha Cardoso (FCSH/UNL) Bárbara Carvalho (CEAACP/UC) Mário Reis (Fundação Côa-Parque) Vera Caetano (CEAACP/UC)


Descrição: O projeto de investigação visa o estudo dos sítios arqueológicos do Vale do Côa com pintura rupestre da Pré-história Recente (5º milénio - 3º milénio AC). Como podemos caracterizar a arte dos últimos caçadores-recolectores e dos primeiros agricultores do Côa? O que nos dizem as evidências materiais sobre a ocupação humana destes lugares com arte rupestre? Em que medida as transformações climáticas regionais ocorridas na transição Pleistoceno-Holoceno criaram as condições para a introdução da agricultura? Como foram produzidas as pinturas rupestres? Quais as melhores abordagens ao seu registo, conservação e divulgação? Estas são algumas das questões científicas a que o projeto pretende responder, através do trabalho de investigação de uma equipa multidisciplinar. Com o estudo das tradições artísticas que sucedem ao grande ciclo de arte do Paleolítico Superior, este projeto acrescentará um novo capítulo à História da Arte no vale do Côa, focando-se num período crucial de transformações das comunidades humanas e do território.

Observações: O projeto de investigação visa o estudo dos sítios arqueológicos do Vale do Côa com pintura rupestre da Pré-história Recente (5º milénio - 3º milénio AC). Como podemos caracterizar a arte dos últimos caçadores-recolectores e dos primeiros agricultores do Côa? O que nos dizem as evidências materiais sobre a ocupação humana destes lugares com arte rupestre? Em que medida as transformações climáticas regionais ocorridas na transição Pleistoceno-Holoceno criaram as condições para a introdução da agricultura? Como foram produzidas as pinturas rupestres? Quais as melhores abordagens ao seu registo, conservação e divulgação? Estas são algumas das questões científicas a que o projeto pretende responder, através do trabalho de investigação de uma equipa multidisciplinar. Com o estudo das tradições artísticas que sucedem ao grande ciclo de arte do Paleolítico Superior, este projeto acrescentará um novo capítulo à História da Arte no vale do Côa, focando-se num período crucial de transformações das comunidades humanas e do território.
Tarefas do Estágio:

• Enquadramento dos sítios arqueológicos em estudo, incluindo a visita ao Museu do Côa e aos abrigos com pinturas rupestres das Lapas Cabreiras e Colmeal.
• Ações de prospeção e reconhecimento geográfico de sítios arqueológicos com arte rupestre.
• Aquisição de conhecimento das ferramentas de registo fotográfico e registo gráfico digital de pinturas e gravuras rupestres (Aplicação D-Stretch | Levantamento tridimensional (SfM) | Registo vectorial).
• Aprendizagem das técnicas e métodos de diagnóstico e monitorização do estado de conservação de pinturas rupestres.
• Intervenção arqueológica no abrigo pintado das Lapas Cabreiras - conhecimento de metodologias e técnicas de escavação.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Jardim Público de Figueira de Castelo Rodrigo Hora: 09:00
Pessoa de contacto: Lara Bacelar Alves (CEAACP/UC)

Esta iniciativa já não aceita candidaturas


1749. Trabalhos Arqueológicos no Acampamento Romano da Lomba do Canho


Instituição: Centro de Estudos em Arqueologia Artes e Ciências do Património (CEAACP), Universidade de Coimbra
Responsável: Maria da Conceição Lopes
Nº Alunos: 4
Anos:
Área:
Data: de 25-07-2022 a 31-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Maria Da Conceição Lopes Fernando Neves


Descrição: O Acampamento Romano da Lomba do Canto, constitui um dos mais importantes sítios romanos de Portugal e único na sua tipologia.
Associado à exploração do outro no rio Alva, o acampamento está em fase de valorização para apresentação ao público.
O programa de Sondagens arqueológicas e estudo da paisagem previstos para esta OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS 2022, que o CENTRO DE ESTUDOS EM ARQUEOLOGIA ARTES E CIÊNCIAS DO PATRIMÓNIO (CEAACP), UNIVERSIDADE DE COIMBRA, promove em parceria com a Câmara Municipal de Arganil, visa o melhor conhecimento do sítio para a sua valorização.

Observações: Posto de Turismo de Arganil

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Museu Arqueológico e Etnográfico de Arganil Hora: 10
Pessoa de contacto: Fernando Neves

Estágio já em curso / terminado