Listagem de Estágios

Centro de Estudos Florestais (CEF), Instituto Superior de Agronomia

1531. Como as plantas florestais reagem às alterações climáticas


Instituição: Centro de Estudos Florestais (CEF), Instituto Superior de Agronomia
Responsável: Carla Maria Faria e Silva
Nº Alunos: 4
Anos:
Área:
Data: de 04-07-2022 a 08-07-2022 Horário: Manhã
Investigador(es): Carla Maria Faria e Silva_ Ana Paula Dias Rodrigues


Descrição: Pretende-se que os estagiários se integrem nas tarefas nas unidades de investigação do Instituto Superior de Agronomia, Viveiro Florestal e Laboratório de Ecofisiologia, que estudam o comportamento das plantas florestais e as suas respostas num contexto de alterações climáticas. Os estagiários vão participar nas tarefas de avaliação do crescimento e do estado vegetativo das plantas sujeitas essencialmente a condições de stress hídrico. Serão realizadas atividades que permitirão a caracterização das plantas em viveiro, em condições controladas, assim como será avaliado o estado fisiológico das plantas por métodos laboratoriais, pelo uso de metodologias bioquímicas e fisiológicas. Algumas das metodologias que vão ser realizadas são muito utilizadas na certificação da boa qualidade das plantas florestais.

Observações: Pretende-se que os estagiários se integrem nas tarefas nas unidades de investigação do Instituto Superior de Agronomia, Viveiro Florestal e Laboratório de Ecofisiologia, que estudam o comportamento das plantas florestais e as suas respostas num contexto de alterações climáticas.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio não disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Átrio de entrada do Edifício Principal do Instituto Superior de Agronomia Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Carla Faria, Ana Rodrigues

Esta iniciativa já não aceita candidaturas


1532. Ecologia e Ordenamento de Pato-real no Verão


Instituição: Centro de Estudos Florestais (CEF), Instituto Superior de Agronomia
Responsável: drodrigues@esac.pt
Nº Alunos: 3
Anos:
Área:
Data: de 11-07-2022 a 15-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): David Rodrigues


Descrição: Durante o estágio serão desenvolvidas actividades de captura, marcação e observação de patos selvagens na Reserva Natural das Dunas de S. Jacinto (de segunda a quinta-feira), de forma a quantificarem-se os efectivos que estão a utilizar a área, assim como permitir estimar as taxas de sobrevivência dos indivíduos que utilizam a reserva. Para o efeito, os patos serão marcados com anilhas metálicas e com marcadores nasais – ver nasal saddles em www.pt-ducks.com. Para a observação de aves marcadas utilizam-se binóculos e telescópios. Os estagiários irão assim participar nos trabalhos de investigação que têm decorrido no local desde 1993.
A sexta-feira será utilizada para a digitalização dos dados recolhidos, ver como podem ser tratados, e para a realização dum poster e duma apresentação ppt sobre as atividades realizadas.

Observações: Para as dormidas em S. Jacinto (gratuitas), os estagiários terão de levar saco cama, almofada e toalhas de banho. Deverão trazer pelo menos 2 mudas de roupa (com calças) e botas para o trabalho de campo, assim como repelente de insectos. Os estagiários que tiverem binóculos e/ou telescópios deverão trazê-los – serão emprestados a quem não tiver, mas poderão ter de os utilizar alternadamente. Estágio com possibilidade de oferta de alojamento gratuito para os candidatos de fora da zona. As refeições serão fornecidas gratuitamente.
Nos 2 dias de capturas os alunos terão de acordar de madrugada.
Por motivos da logística, só serão aceites os alunos que se inscreverem e confirmarem a aceitação do estágio até ao dia 7 de julho!

Este estágio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Centro Interpretativo da Reserva Natural das Dunas de São Jacinto Hora: 11:00:00
Pessoa de contacto: David Rodrigues

Esta iniciativa já não aceita candidaturas


1799. O que nos diz a madeira ao longo da vida da árvore?


Instituição: Centro de Estudos Florestais (CEF), Instituto Superior de Agronomia
Responsável: Vicelina Sousa
Nº Alunos: 2
Anos:
Área:
Data: de 27-06-2022 a 08-07-2022 Horário: Manhã + Tarde
Investigador(es): Vicelina Sousa, Teresa Quilhó, Cristiana Alves


Descrição: O estágio será realizado nos laboratórios de Anatomia Vegetal e de Análise de Imagem, do Centro de Estudos Florestais, sob orientação de investigadores especializados. Durante a semana os estagiários terão a possibilidade de participar nos trabalhos de investigação em curso e de aprender as principais técnicas de laboratório utilizadas na caracterização anatómica da madeira e casca. O programa inclui: a preparação de diferentes amostras, a obtenção de cortes histológicos ao micrótomo, a coloração e a montagem de lâminas para observação ao microscópio.
Pretende-se analisar como varia a estrutura da madeira ao longo da vida da árvore e como é possível determinar a sua idade e interpretar os efeitos fisiológicos, ecológicos e ambientais.

Observações: Os estagiários deverão trazer bata branca. O estágio contempla almoço no refeitório, excluindo no primeiro dia.

Este estágio não disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1º Dia de Estágio

Local de encontro: Átrio do Edifício Principal do Instituto Superior de Agronomia Hora: 14 horas
Pessoa de contacto: Vicelina Sousa

Esta iniciativa já não aceita candidaturas