Listagem de Ações de Verão


Áreas Ribeirinhas


2187. A importância de SER Rio Tejo (Azambuja - Cartaxo)

Perante o actual cenário das alterações climáticas é imperativo alertar para a importância dos recursos hídricos e para a sua boa gestão (abundância, dinâmica e qualidade) sejam eles superficiais ou subterrâneos. Um rio não é apenas o canal principal, é um sistema hídrico complexo, ramificado, com uma dinâmica própria, visível à superfície mas com ligação ao grande reservatório subterrâneo (aquíferos). No sistema fluvial ibérico, o rio Tejo foi-se modificando ao longo dos últimos milhões de anos (desde o Pré-Tejo), constituindo actualmente a “artéria hídrica” mais longa da península. A sua importância é inegável para os seres vivos que dele dependem directa ou indirectamente. No entanto, são numerosos os exemplos que podem contribuir para alterações na qualidade ambiental deste rio ((tranvases, barragens, actividades agrícolas e industriais, captações (rega e abastecimento público), pesca, turismo e dragagens) e comprometer a sobrevivência de todos os que dele dependem. Explorar-se-á o uso do solo na bacia hidrográfica e irá avaliar-se a qualidade da água dos afluentes (ribeiros, valas hidráulicas agrícolas, rio Tejo), em vários locais entre Azambuja e Cartaxo e enquadrar com a dinâmica do sector mais a montante do estuário do Tejo, relacionando com a maré dinâmica e a maré salina.

A acção inicia-se pelas 10h, tem uma pausa entre as 13h e as 14h (almoço livre, podendo os participantes levar merenda para piquenique) e termina pelas 17h.

Esta actividade decorre na área protegida N/A

Itinerário: Percurso constituído por várias paragens em ribeiras, valas e rio Tejo, entre Azambuja e Cartaxo..

Duração: 6.00 Horas

Actividade gratuita

Centro Ciência Viva: Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva

Entidade Parceira: Faculdade de Engenharia da Universidade Lusófona

Ponto de encontro: Junto ao Pavilhão Desportivo Municipal de Azambuja Hora: 9:45

Como chegar: Pela A1 sair na N3 – Carregado, Azambuja. Depois das portagens virar à direita em direcção N3 – Cartaxo-Azambuja. Seguir pela N3, passar por Casal Pinheiro, Vila Nova da Rainha e quando chegar a Azambuja (na rotunda da Bomba de Combustível Ouro Negro) virar à esquerda em direcção ao Pavilhão Desportivo Municipal (entre o supermercado ALDI e a Praça de Touros).

Coordenadas GPS: 39.06755, -8.87635

Localidade: Azambuja

Concelho: AZAMBUJA

Distrito: LISBOA

Actividade Acessivel
Parte do percurso a pé, com deslocações entre locais usando viatura própria (entre Azambuja e Cartaxo, em estradas junto ao rio).

O percurso escolhido é acessível e as distâncias a percorrer não são longas. Uma parte feita em viatura do participante entre alguns pontos de observação. Para aceder aos miradouros naturais utilizam-se estradas de terra.
Coordenadas GPS: 39° 4.053_N - 8° 52.581_W

Data:

10-09-2022 10:00 - Inscrição


2185. BIO e GEOdiversidade no Paul de Manique do Intendente (Azambuja)

À descoberta do Paul de Manique do Intendente, uma zona húmida adjacente à ribeira do Judeu, um dos afluentes da margem direita do rio Tejo.
Durante a visita iremos abordar:
- A importância das zonas húmidas no actual contexto das alterações climáticas, os valores de BIO e GEOdiversidade presentes e a importância destes sistemas para a manutenção da biodiversidade.
- A evolução e utilização pela avifauna, assistindo a uma campanha de anilhagem de passeriformes no contexto da monitorização da avifauna do Paul.
- A geodiversidade da região de Manique do Intendente e a evolução geológica da região na proximidade da Serre de Montejunto, rochas, solos e águas (ribeiras, nascentes).
- O uso do solo e a sua influência para a qualidade do solo e das águas superficiais e subterrâneas e a utilização sustentável de recursos naturais.

A acção inicia-se pelas 10h, tem uma pausa entre as 13h e as 14h (almoço livre, podendo os participantes levar merenda para piquenique) e termina pelas 17h.
A acção tem o apoio do Município de Azambuja.

Esta actividade decorre na área protegida N/A

Itinerário: Percurso pelo Paul de Manique do Intendente e pelas zonas limítrofes, com paragens em diferentes locais para observação.
Necessária viatura própria para pequenas deslocações entre pontos de observação: paul, ribeira do Judeu e miradouros naturais.

Duração: 6.00 Horas

Actividade gratuita

Centro Ciência Viva: Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva

Entidade Parceira: Faculdade de Engenharia da Universidade Lusófona

Ponto de encontro: No parque de estacionamento junto à Escola Básica Integrada de Manique do Intendente. Hora: 9:45

Como chegar: O Paul de Manique localiza-se no município de Azambuja, cerca de 70km a Norte de Lisboa.
Pela A1 (Norte) sair em Aveiras e seguir, pela N366 na direcção de Alcoentre. No cruzamento para Alcoentre (à esquerda) vire à direita para Manique, Vila Nova de São Pedro. Quando entrar em Manique do Intendente vai passar pelos semáforos (onde encontrará à sua esquerda a Igreja) e deve seguir em frente até encontrar corte à direita com indicação de Paul/Escola Básica de Manique.
Em frente à escola tem um estacionamento para viaturas que pode usar.

Coordenadas GPS: 39.21975, -8.88556667

Localidade: Manique do Intendente

Concelho: AZAMBUJA

Distrito: LISBOA

Actividade Acessivel
O percurso escolhido é acessível e as distâncias a percorrer não são longas. Uma parte feita em viatura do participante entre alguns pontos de observação. Para aceder aos miradouros naturais utilizam-se estradas de terra com alguma inclinação que têm de ser percorridas a pé (cerca de 200m).

Data:

03-09-2022 10:00 - Inscrição


2188. Do pré-Tejo ao Tejo actual: a evolução nos últimos milhares de anos

Nesta visita pelo rio Tejo venha conhecer:
- A geodiversidade do rio Tejo.
- A evolução do Baixo-Tejo nos últimos milhares de anos (do Pré-Tejo à actualidade) e a sua relação com a subida do nível médio do mar.
- A dinâmica do rio/estuário do Tejo e as suas geoformas fluviais (margens, canais, barras/mouchões, praias, planícies de inundação, …) e estuarinas (sapais, rasos de maré, restingas, …).
- A qualidade da água e sedimentos.
- A ocupação/tipo de actividade humana pré-histórica, histórica e actual na dependência da dinâmica fluvial, como por exemplo: os concheiros, as casas palafíticas, a exploração de recursos (ouro, areeiros), a agricultura, a pesca, as obras de defesa e protecção, as barragens, os diques, a Vala de Azambuja (vala Real), etc.
- As mudanças do percurso do rio Tejo nos tempos mais recentes: causas naturais e antrópicas.
- As aves da lezíria do Tejo, espécies e hábitos.

Durante a atividade vamos medir os parâmetros físico-químicos da água, recolher e observar sedimentos e observar a avifauna.

A acção desenvolve-se para 2 grupos, um de manhã (9h – 13h) e um de tarde (14h – 18h).
A acção tem o apoio do Município de Azambuja (embarcação tradicional – o varino Vala Real)

Esta actividade decorre na área protegida N/A

Itinerário: Percurso de viatura própria entre Azambuja e o ponto de embarque (Vala de Azambuja/aldeia avieira do Porto da Palha).
Percurso fluvial no Rio Tejo, entre Azambuja e Valada, decorrendo toda a actividade
dentro da embarcação – o varino Vala Real - com passagem pela Ilha dos Cavalos, Ilha das garças, aldeia de Aldeia Avieira de Escaroupim e aldeia da Palhota.

Duração: 4.00 Horas

Actividade gratuita

Centro Ciência Viva: Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva

Entidade Parceira: Faculdade de Engenharia da Universidade Lusófona

Ponto de encontro: Junto ao Pavilhão Desportivo Municipal de Azambuja Hora: 8:30 – Grupo da manhã e 13:30 – Grupo da tarde

Como chegar: Pela A1 sair na N3 – Carregado, Azambuja. Depois das portagens virar à direita em direcção N3 – Cartaxo-Azambuja. Seguir pela N3, passar por Casal Pinheiro, Vila Nova da Rainha e quando chegar a Azambuja (na rotunda da Bomba de Combustível Ouro Negro) virar à esquerda em direcção ao Pavilhão Desportivo Municipal (entre o supermercado ALDI e a Praça de Touros).

Coordenadas GPS: 39.06755, -8.87635

Localidade: Azambuja

Concelho: AZAMBUJA

Distrito: LISBOA

Actividade Acessivel
Parte do percurso de carro até ao ponto de embarque e depois toda a actividade decorrerá dentro da embarcação tradicional – o varino Vala Real.
Coordenadas GPS: 39° 4.053_N - 8° 52.581_W

Datas:

13-09-2022 09:00 - Inscrição

13-09-2022 14:00 - Inscrição


2171. Visita ao LNEC

Como é que o LNEC desenvolve os seus trabalhos de investigação? Como é que os nossos investigadores e técnicos avaliam projetos de obras de pontes, túneis, barragens, infraestruturas de transportes e edifícios, materiais e elementos de construção, tais como cimento, betão, revestimentos e isolamentos? Como funcionam os nossos laboratórios, os nossos modelos físicos e a plataforma sísmica?

No ano em que assinala os 75 anos de atividade, o Laboratório Nacional de Engenharia Civil associa-se ao Programa Ciência Viva no Verão abrindo as suas portas ao público e convida a visitar algumas das suas infraestruturas de investigação, numa interessante viagem pela investigação em Engenharia Civil.

Esta actividade decorre na área protegida N/A

Itinerário: Visita a algumas infraestruturas de investigação, aos jardins e a algumas áreas de especial interesse arquitetónico e artístico dentro do “campus” do LNEC

Duração: 2.30 Horas

Actividade gratuita

Idade Minima: 10 anos

Centro Ciência Viva: Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva

Entidade Parceira: LNEC - Laboratório Nacional de Engenharia Civil

Ponto de encontro: LNEC - Av. do Brasil 101, 1700-075 Lisboa_ Receção do edifício Arantes e Oliveira (edifício principal) Hora: 15:00

Como chegar: a pé, de carro (estacionamento disponível dentro do “campus”, de acordo com instruções da vigilância, de metro (estação de Alvalade, Linha Verde) ou autocarro (nºs 717, 731, 750, 783)

Coordenadas GPS: 38.758584693722, -9.1410540284423

Localidade: Lisboa, Alvalade

Concelho: LISBOA

Distrito: LISBOA

Actividade Acessivel
N/A

Mais informações: http://www.lnec.pt

Datas:

28-07-2022 15:00 - Ação já em curso / terminada

11-08-2022 15:00 - Data esgotada - Lista de espera

14-09-2022 15:00 - Data esgotada - Lista de espera