Dia Internacional das Células Estaminais

Atividades disponíveis de 12 de Outubro a 14 de Outubro

Inscrições


Para participar deverá registar-se no MyCiencia Viva, o passaporte para todas as iniciativas da Ciência Viva. Depois do registo, poderá inscrever-se nas atividades.



De:
Até:

O que são órgãos-em-chip? Qual a sua importância?

,
ID: 2269

Nesta palestra vamos falar da possibilidade de ter “miniaturas” de órgãos humanos (órgãos-em-chip) no laboratório e qual o seu potencial.
As células estaminais humanas são células que têm a capacidade se dividir múltiplas vezes e de dar origem aos diversos tipos de células que existem no corpo humano, através de um processo chamado “diferenciação”. Estas características fazem com que estas células possam ser utilizadas para desenvolver modelos celulares em laboratório, que “imitem” órgãos humanos com potencial aplicação no desenvolvimento de novos medicamentos ou até para o estudo de doenças.
Mas como é que desenvolvemos modelos no laboratório que “imitem” órgãos humanos? O que são órgãos-em-chip? Os chips são dispositivos do tamanho de uma moeda de 50 cêntimos e fabricados através das mesmas técnicas de fabrico de chips de computadores e telemóveis. Neste caso, podem ser usados para cultivar as células estaminais em laboratório. Permitem que se definam fluxos de nutrientes e oxigénio específicos de modo a reproduzir o movimento do sangue e as funções dos órgãos no corpo humano. Assim, estes dispositivos podem ser usados para diferenciar células estaminais de forma a representar, em laboratório, um único órgão, ou vários órgãos combinados entre si, ou até todo o organismo humano. Desta forma, com esta tecnologia podemos estudar o efeito de um novo medicamento nos órgãos-alvo e não-alvo, tal como acontece no corpo humano, sem que se recorra a ensaios com animais. Os órgãos-em-chip são assim uma tecnologia inovadora cujo uso poderá ajudar no desenvolvimento de novos medicamentos, reduzindo a necessidade de modelos animais, mas continuando a garantir a sua segurança.
Se achas que é ficção científica, vem assistir a esta palestra!

Instituição: FF/Universidade de Lisboa

Investigador(a): Joana Saraiva Rodrigues

Data:

14-10-2022 10:00 Inscrições Encerradas