Os portugueses interessam-se por ciência e tecnologia, confiam nos cientistas, gostariam que estes lhes dessem mais informação e somos o 2º país europeu que mais visita centros de ciência, de acordo com os recentes dados do  Eurobarómetro.

A pandemia tem colocado em evidência a importância da ciência para a saúde pública e para o desenvolvimento de vacinas num tempo recorde. Uma maior escolaridade e cultura científica está correlacionada com uma saúde melhor e uma maior longevidade, como referido no relatório da OCDE Education at a Glance 2021.

Atenta aos programas eleitorais de todos os partidos com assento parlamentar na última legislatura, e que são também agora candidatos às eleições legislativas de 2022, a Ciência Viva lançou a cada partido o desafio de responderem a duas questões acerca da cultura científica e sua apropriação pelos cidadãos no seu programa eleitoral:

Email / convite enviado aos seguintes partidos políticos: BE; CDS-PP; CDU; CHEGA; IL; LIVRE; PAN; PPD-PSD; PS.

Como encara a importância da cultura científica dos cidadãos para o desenvolvimento da sociedade?

Que medidas prevê o programa do seu partido para aumentar a cultura científica dos cidadãos?

O que nos dizem os partidos candidatos

   Bloco de Esquerda

Teresa Summavielle, candidata do Bloco de Esquerda pelo círculo eleitoral do Porto.

   CDS - Partido Popular

Ana Costa Freitas lidera a lista de candidatos do CDS-PP pelo círculo eleitoral de Évora.

   Pessoas-Animais-Natureza

Bebiana Cunha, candidata do PAN pelo círculo eleitoral do Porto

   Partido Socialista

Tiago Estêvão Martins, candidato do PS pelo círculo eleitoral de Coimbra.

   Partido Social Democrata

Maria da Graça Carvalho, Coordenadora do Conselho Estratégico Nacional do PSD para o Ensino Superior, Cultura e Ciência.

 

Neste período sempre tão importante para a democracia portuguesa - o período eleitoral - temos curiosidade em conhecer os programas dos partidos candidatos. Está a cultura científica, a literacia científica, presente nos programas? É este tema abordado nas sessões de esclarecimento dos partidos políticos? Entendemos ser importante fazê-lo.

Os temas considerados tradicionalmente mais importantes, e que sempre estão presentes na agenda política, são a economia, a habitação, saúde, finanças e fiscalidade. Muito bem, estamos de acordo. Mas para tal precisamos de cidadãos interventivos, críticos, conhecedores, portadores de uma cidadania ativa que se aprende cedo na escola, nas famílias, na sociedade.

A cultura científica é um exercício completo de cidadania em todas estas áreas. Estamos a trabalhar hoje com os cidadãos de amanhã.