Portugueses são os mais otimistas com o impacto da ciência e da tecnologia na sociedade

Metade dos portugueses inquiridos no novo Eurobarómetro sobre “Conhecimento e atitudes dos cidadãos europeus em relação à ciência e à tecnologia” considerou “muito positivo” o impacto da ciência e da tecnologia na sociedade. O mesmo estudo revela que a literacia científica dos portugueses aumentou de 20%, em 2005, para 58%, em 2021, ultrapassando a média europeia.

Portugal lidera agora o grupo de países com maior interesse em temas de ciência e tecnologia. Em 2010 apenas 14% dos inquiridos demonstrou interesse nestas matérias, um número muito diferente dos 62% que respondeu afirmativamente em 2021. Quase 30 pontos percentuais separam o nosso país da média europeia, que se situa nos 33%. Quase metade dos inquiridos (49%) afirmou que a influência da ciência e da tecnologia na sociedade é “muito positiva”.

A visita a centros de ciência também disparou desde 2005, passando de 6% em 2005 para 59% em 2021. Portugal ocupa o segundo lugar no gráfico de visitas regulares a estes espaços, só ultrapassado pela Estónia. A existência de uma Rede Nacional de Centros Ciência Viva contribui para os resultados.

Europeus acreditam que a ciência vai melhorar as suas vidas nos próximos 20 anos

A nível global, o inquérito revela que 9 em cada 10 cidadãos da União Europeia (86%) consideram positiva a influência global da ciência e da tecnologia. Os europeus têm esperança de que as tecnologias em desenvolvimento tenham um impacto positivo no nosso modo de vida nas próximas duas décadas, nomeadamente, a energia solar (92%), as vacinas e o combate às doenças infeciosas (86%) e a inteligência artificial (61%).

Os resultados mostram ainda um grande interesse dos cidadãos pela ciência e tecnologia (82%) e a vontade de aprender mais sobre o assunto em espaços públicos (54%). Quando inquiridos sobre os domínios da investigação e da inovação que podem fazer a diferença, os europeus mencionam frequentemente a saúde e cuidados médicos e a luta contra as alterações climáticas. Estes resultados estão alinhados com um interesse crescente nas novas descobertas médicas, que aumentou de 82% para 86% desde 2010.

O Eurobarómetro agora publicado é o maior até à data sobre ciência e tecnologia em termos de número de participantes (37 103 inquiridos) e de países abrangidos (38 países, incluindo Estados-Membros da UE, países do alargamento da UE, Estados da EFTA e Reino Unido). Foi realizado entre 13 de abril e 10 de maio deste ano.

Resultados do Eurobarómetro  aqui

Literacia Científica

QA20T. Indique se considera verdadeira ou falsa cada uma das afirmações seguintes. Caso não saiba a resposta, pode responder nesse sentido. (%)

Interesse em C & T

QA9.4.  Estas são algumas afirmações que as pessoas fizeram sobre ciência e tecnologia. Indique se concorda ou discorda de cada uma delas:

“Desejo aprender mais sobre desenvolvimentos científicos.”

Importância da C & T

QA6. Considera que o impacto geral da ciência e da tecnologia na sociedade é...? (%)

Confiança na C & T

QA9.7. Estas são algumas afirmações que as pessoas fizeram sobre ciência e tecnologia. Indique se concorda ou discorda de cada uma delas:

“A ciência e a tecnologia podem resolver qualquer tipo de problema.” (%)

Visitas a centros de ciência

QA14.3. Costuma visitar museus e centros de ciência e tecnologia? (%)

Visitas a centros de ciência

Q4. Quais dos seguintes visitou no último ano?

Visitas a centros de ciência