DIA INTERNACIONAL DAS 
RAPARIGAS E MULHERES NA CIÊNCIA

11 FEVEREIRO, 2021

Evento on-line já realizado

Como forma de apoiar e promover o acesso das mulheres e raparigas à educação, formação e atividade de investigação científica, tecnológica, de engenharia e matemática, a Assembleia-Geral das Nações Unidas adotou a resolução A/70/474/Add.2, em 2015, declarando o 11 de fevereiro como o Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência. 

Nesta data, a Ciência Viva assinala e promove o debate sobre a participação das mulheres e raparigas na ciência, engenharias e tecnologias para inspirar as novas gerações para percursos académicos e profissionais nestas áreas.

Em colaboração com a Associação Portuguesa de Mulheres Cientistas (AMONET) vamos dar a conhecer os resultados do projeto “W_Impact_S: Women Impact Science”, realizado por duas investigadoras portuguesas, que procura identificar o modo como as mulheres são representadas em espaços de comunicação científica, como museus e centros de ciência.

Vamos ainda conhecer as escolhas de carreiras na ciência contadas na primeira pessoa: por raparigas que nos dizem como aconteceu nas suas jovens vidas.

Programa

10.30 Abertura

  • Ana Noronha, Diretora Executiva da Ciência Viva
  • Maria José Costa, Presidente da Associação Portuguesa de Mulheres Cientistas (AMONET)

10.40 Inspirar Ciência - 4 Raparigas, 4 testemunhos - Como a ciência entrou nas suas vidas:

  • Carolina Almeida, Vencedora do Concurso de Ideias do Pavilhão do Conhecimento 2020
  • Joana Silva, Clube de Robótica do Agrupamento de Escolas de São Gonçalo, Torres Vedras
  • Lara Alves, Membro da equipa vencedora do Concurso Cansat Portugal 2018
  • Raquel Moreira, Vencedora da Mostra Nacional de Ciência 2019

10.50 Apresentação dos resultados do projeto “W_Impact_S: Women Impact   Science”

O projeto W_Impact_S, realizado em parceria com a Rede de Centros Ciência Viva, e apoiado pelo Centro de Informação e Documentação da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG), procurou identificar o modo como as mulheres são representadas em espaços de comunicação científica e propõe formas de potenciar a imagem das cientistas em cada região.

  • Mariana Soler - Centro de Estudos de História e Filosofia de Ciência – IHC-UÉ e Associação Portuguesa de Mulheres Cientistas
  • Isabel Lousada -   Centro Interdisciplinar de Ciências Socias – Universidade Nova de Lisboa e Associação Portuguesa de Mulheres Cientistas

11.00 Debate

Uma conversa sobre a participação das mulheres e raparigas na ciência, engenharias e tecnologias, que conta também com participação do público através do youtube.

11.20 Encerramento: Maria Ciência e a contribuição das raparigas na ciência

Apresentação de Maria Ciência, a protagonista do livro “Noite no Museu”, na emocionante aventura noturna passada no Pavilhão do Conhecimento e escrita por Rosalia Vargas, que tem como objetivo promover a curiosidade dos mais jovens e desafiá-los para a exploração prática das ciências. 

  • Rosalia Vargas, Presidente da Ciência Viva

Testemunhos

Carolina Almeida

21 anos, Sesimbra

Área Científica: Biologia

Vencedora do “Concurso de Ideias” do Pavilhão do Conhecimento, 2020

“ Se queres seguir uma área das ciências (…) fica a dica: sê persistente! Sei que ainda há aquele estigma de termos de ser super inteligentes para seguir uma área científica mas a verdade é que a persistência é a chave! Segue aquilo que tu gostas, sê curioso e explora o mundo que te rodeia! ”

Que mulher cientista te inspira?

“Hoje, posso dizer que tive gigantes a moldarem o meu caminho. Agora licenciada em biologia, continuo a seguir os seus passos e a admirá-los. A Professora Cristina Branquinho articula as sua palavras e conecta conceitos ecológicos complexos, desconstruindo qualquer monstro da ecologia, que poderíamos ter criado. Estar exposta aos trabalhos de cientistas como a Professora Cristina Branquinho tornam os sonhos em objetivos tangíveis, abrem as portas das ciências naturais ao público e ignoram fronteiras. Eureka!”

CRISTINA BRANQUINHO

EU SOU ECÓLOGA

"Gosto de interpretar os padrões da biodiversidade e entender os efeitos que as atividades humanas têm nos ecossistemas e, assim, contribuir para melhorar a nossa existência na Terra. Adoro debater com equipas com visões diferentes, não só pela partilha mas sobretudo pelo muito que se aprende. Tenho tido a oportunidade de viajar por paisagens e ecossistemas fascinantes. Mesmo caótica, a minha vida profissional é sempre cheia de surpresas e desafios."

Joana Silva

13 anos, Torres Vedras

Área Científica: Robótica

Membro do clube de Robótica do Agrupamento de Escolas de São Gonçalo, Torres Vedras

“ Todos os nossos projetos no meu clube de Robótica tentam, de certa maneira, passar uma mensagem importante ou ajudar alguém! Como por exemplo o nosso projeto “All Together” que tentava passar a mensagem que juntos somos mais fortes e que a discriminação é algo que já não deveria existir! ”

Que mulher cientista te inspira?

“A mulher investigadora que escolho é a Isabel Ribeiro. A frase "É esta diversidade que me apaixona na robótica" dita por Isabel Ribeiro, despertou em mim bastante interesse e foi com esta frase que senti uma ligação a ela, pois com as máquinas inteligentes, que são os robots, conseguimos ajudar muitas pessoas e em diversas áreas.”

ISABEL RIBEIRO

EU SOU ENGENHEIRA ROBÓTICA

"Projetar um robot é como encaixar peças de um puzzle. É integrar componentes de domínios científicos distintos para obter máquinas inteligentes postas ao serviço das pessoas em aplicações diversas, da indústria aos serviços, da medicina à exploração do espaço, do entretenimento ao apoio a idosos. É esta diversidade que me apaixona na robótica."

Lara Alves

18 anos, Lisboa

Área Científica: Engenharia Aeronáutica

Membro da equipa vencedora do concurso CanSat Portugal, 2018

“ Recentemente eu tive oportunidade de participar num projeto da Ciência Viva, em que juntamente com uma equipa eu tive de construir um micro-satélite! Foi neste projeto que eu percebi que a área que realmente mais me apaixona é a área do Espaço. E por isso agora estou na Universidade e decidi começar a estudar Engenharia Aeronáutica. ”

Que mulher cientista te inspira?

“Eu escolho a investigadora Zita Martins! Porquê? As razões pelas quais me identifico com a Zita Martins são simples: o seu interesse pelo espaço e a sua determinação em "alargar as fronteiras do conhecimento"! Considero-a, sem dúvida, um exemplo a seguir!”

ZITA MARTINS

EU SOU ASTROBIÓLOGA

"Trabalhar na área da astrobiologia é para mim um sonho tornado realidade. O estudo da origem da vida na Terra e a procura de vida fora do nosso planeta são assuntos fascinantes, que permitem viajar até aos confins do Universo e alargar as fronteiras do conhecimento."

Raquel Moreira

20 anos, Braga

Área Científica: Astrofísica

Vencedora da Mostra Nacional de Ciência, 2019

" Estudar ciência e trabalhar com a ciência trouxe-me imensas oportunidades incríveis! Como a oportunidade de viajar para diferentes países e conhecer pessoas de todo o mundo. Portanto, se gostas de ciências e tecnologias como eu… segue aquilo que mais te apaixona, estuda aquilo que mais te apaixona e desperta para a ciência que te rodeia! "

Que mulher cientista te inspira?

“Eu revejo-me em duas investigadoras. Escolho Ana Henriques, investigadora em física de partículas. O projeto que eu desenvolvi foi na área da astrofísica, e utilizei um programa desenvolvido pelo CERN, o ROOT. Esta cientista trabalha no CERN e na área em que eu desenvolvi o meu projeto de investigação! Por curioso que pareça, escolho também Maria Eduarda Gonçalves , investigadora em Direito. Eu sempre gostei imenso de investigação, e isso aproximou-se muito da ciência... não obstante, hoje sou aluna de Direito, porque as oportunidades que a investigação com que me deparei ao longo do tempo, fizeram com que percebesse que gostava de estar do outro lado, da parte da organização e da diplomacia, e de aproximar mais pessoas a este tipo de experiências.”

ANA HENRIQUES

EU SOU FÍSICA DE PARTÍCULAS

"Desde garota que gosto de ciência. A ciência permite-me satisfazer a minha curiosidade e desafia-me a encontrar uma explicação para o desconhecido. Gosto da objectividade da ciência, que não exclui a intuição nem a crença, mas onde o essencial é encontrar um resultado reprodutível. Tenho a sorte de trabalhar no melhor laboratório do mundo de física de partículas, o CERN, e tenho o dever de não desperdiçar esse privilégio, dando o meu melhor no meu trabalho."

MARIA EDUARDA GONÇALVES

EU SOU INVESTIGADORA DE DIREITO

“Investigar é uma das atividades humanas mais exaltantes e enriquecedoras. O que me atrai na investigação Ã© não só a possibilidade de me deixar guiar pela curiosidade das coisas mas também poder participar na procura colectiva, sempre inacabada, da compreensão da sociedade em que vivemos.”

Iniciativas Centros Ciência Viva

Planetário - Casa da
Ciência de braga
VER INICIATIVA
Planetário do Porto 
Centro Ciência Viva
VER INICIATIVA
Centro Ciência Viva
do Lousal 
VER INICIATIVA
Centro Ciência Viva
de Guimarães
VER INICIATIVA

Histórico de eventos

  

ROSALIA VARGAS | Presidente da Ciência Viva

11 março, 2018

Entrevista à ONU News, Nova Iorque.

Oiça a entrevista Ver vídeo

  

DIANA FREIRE | Ciência Viva

11 março, 2020

Intervenção no painel “Igualdade em Ciência, Tecnologia e Inovação: Tendências e Desafios Globais” · Sede da Nações Unidas, Nova Iorque

Veja o video

  

ENGENHEIRAS EM AÇÃO

8 março de 2020

Mini-hackathon onde equipas formadas maioritariamente por raparigas - do Agrupamento de Escolas de Santa Iria de Azóia, da EB 2,3 de Vialonga, do Agrupamento de Escolas da Azambuja e da Casa Pia de Lisboa - foram desafiadas a construir e transformar objectos a partir de tralha tecnológica num verdadeiro exercício de engenho e criatividade. Iniciativa promovida pela Ciência Viva em associação à Ministra de Estado e da Presidência, ao Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e à Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade.

Saiba mais

Vídeos

Ciência Viva · Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência - 2020

Ciência Viva · Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência - 2019 - #1

Ciência Viva · Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência - 2019 - #2

Ciência Viva · Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência - 2019 - #3