Listagem de Est√°gios

Química


469. Descoberta de novos anticancerígenos aplicando metodologias inovadoras: Screening farmacológico virtual


Instituição: Centro de Química (CQUM), Universidade Minho
Respons√°vel: Maria Alice Carvalho
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, Qu√≠mica Medicinal
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Maria Alice Carvalho


Descri√ß√£o: O cancro continua a ser uma doen√ßa devastadora, para a qual a comunidade cient√≠fica ainda n√£o encontrou solu√ß√£o. Apesar de haver um n√ļmero significativo de medicamentos anticancer√≠genos, atualmente continua a haver alguns tipos de cancro para os quais n√£o h√° tratamento. Por outro lado, os medicamentos em uso apresentam muitos efeitos secund√°rios que causam enorme desconforto ao paciente durante o tratamento.
Num futuro pr√≥ximo a situa√ß√£o ser√° particularmente grave pois a Organiza√ß√£o Mundial de Sa√ļde prev√™ um aumento de n√ļmero de novos casos de cancro de 70%. Para a resolu√ß√£o do problema a descoberta de novos f√°rmacos, mais eficazes e seletivos, √© fundamental.
No nosso laboratório está em desenvolvimento um projeto de descoberta de novos anticancerígenos aplicando algumas metodologias recentes de descoberta de fármacos.
Neste projeto pretende-se que o aluno participe no processo de criação de um novo potencial anticancerígeno que foi desenhado para interatuar com um alvo biológico específico envolvido no cancro. Além da síntese será efetuada a caraterização da amostra por métodos analíticos e espetroscópicos.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Gualtar em frente ao CPII Hora: 9:30:00 AM
Pessoa de contacto: Maria Alice Carvalho

Est√°gio j√° em curso / terminado

385. √Ä Descoberta dos Ze√≥litos: Propriedades e aplica√ß√Ķes na ind√ļstria e no dia-a-dia


Instituição: Centro de Estudos de Engenharia Química (CEEQ), Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Respons√°vel: Angela Martins Nunes
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£
Investigador(es): Angela Martins Nunes


Descri√ß√£o: No s√©culo XVIII o mineralogista sueco Cr√∂nsted descobriu uns minerais estranhos aos quais atribuiu o nome de ze√≥litos, por composi√ß√£o das palavras gregas ‚Äúzein‚ÄĚ (ferver) e ‚Äúlithos‚ÄĚ (pedra). Durante muitos anos estes materiais eram apresentados apenas como curiosidades mineral√≥gicas... Actualmente estes materiais t√™m uma vasta aplica√ß√£o industrial.
Propomos com este est√°gio explorar as propriedades f√≠sico-qu√≠micas dos ze√≥litos que est√£o na origem das v√°rias aplica√ß√Ķes industriais destes materiais.
Vamos demonstrar como estes materiais conseguem reter moléculas na sua superfície interna, através de um processo chamado adsorção.
Ir√°s compreender porque os ze√≥litos fazem parte da formula√ß√£o dos detergentes para lavar roupa na m√°quina l√° de casa, pois removem os i√Ķes c√°lcio, respons√°veis pela dureza da √°gua, evitando assim deposi√ß√£o de calc√°rio e protegendo a resist√™ncia da m√°quina de lavar roupa.
Ir√°s descobrir que os ze√≥litos s√£o capazes de acelerar a velocidade de algumas reac√ß√Ķes qu√≠micas, comportando-se como catalisadores. Na verdade, cerca de 80% dos produtos produzidos industrialmente passaram numa das fases de fabrico pela ac√ß√£o de catalisadores.

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: √Ātrio do Edif√≠cio P do ISEL Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Angela Martins Nunes

Est√°gio j√° em curso / terminado

386. A Química na Nossa Vida


Instituição: Centro de Estudos de Engenharia Química (CEEQ), Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Responsável: Hugo Félix Silva e Nelson Alberto Silva
N¬ļ Alunos: 6 Anos: 9¬ļ, 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£
Investigador(es): Hugo Félix Silva e Nelson Alberto Silva


Descri√ß√£o: A Qu√≠mica √© uma ci√™ncia da qual dependemos constantemente no nosso dia-a-dia. Na nossa higiene di√°ria, em que os produtos s√£o fabricados por processos qu√≠micos. O nosso pequeno-almo√ßo ter√° inevitavelmente a presen√ßa das ind√ļstrias qu√≠micas que ajudaram a fabricar o nosso iogurte, os cereais. Vestiremos a nossa roupa fabricada de fibra e tingida por tintas provenientes das f√°bricas de produtos qu√≠micos. Na an√°lise de par√Ęmetros de afetam a nossa sa√ļde. Ao longo do dia estaremos sempre acompanhados pela qu√≠mica a ajudar-nos a ter uma vida mais saud√°vel, saborosa e mais confort√°vel. Neste est√°gio realizaremos a an√°lise de produtos importantes para o nosso dia-a-dia assim como amostras biol√≥gicas para avaliar o nosso estado de sa√ļde. Ir√°s utilizar as t√©cnicas de an√°lise que os qu√≠micos usam nos seus laborat√≥rios. Analisaremos produtos de higiene, como o fluor na pasta dos dentes, o ferro nas √°guas e o teor de s√≥dio e pot√°ssio na tua pr√≥pria urina. Ficar√°s assim a saber como s√£o testados os produtos que todos os dias usas e como se pode avaliar o teor de sal no teu organismo. Ficaras tamb√©m a conhecer o que faz e como faz um qu√≠mico na sua rotina di√°ria. A qu√≠mica ter√° menos segredos!

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: ISEL - √Ātrio principal Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Hugo Félix Silva

Est√°gio j√° em curso / terminado

379. A Qu√≠mica Org√Ęnica na vida do dia-a-dia


Instituição: Centro de Química da Madeira (CQM), Universidade da Madeira
Respons√°vel: Paula Castilho
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica, Tecnologia, Ci√™ncias da Sa√ļde, Bioqu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Paula Castilho


Descri√ß√£o: As transforma√ß√Ķes que acontecem nas mol√©culas biol√≥gicas s√£o muito id√™nticas √†s que podemos realizar em laborat√≥rio. Neste est√°gio, vamos desenvolver e documentar algumas reac√ß√Ķes de mol√©culas pequenas que s√£o representativas das reac√ß√Ķes que acontecem nos processos vitais, usando material e equipamentos simples de uso corrente. Vamos:
- proceder à extracção de óleos essenciais de plantas através de técnicas de hidrodestilação e modificar selectivamente os componentes por forma poder identificá-los por métodos colorimétricos (mudanças de cor) ou por mudança de estado físico.
- usar testes qu√≠micos e t√©cnicas espectrosc√≥picas para identificar subst√Ęncias desconhecidas.
- produzir componentes de f√°rmacos e comparar com as subst√Ęncias isoladas a partir de f√°rmacos comerciais.
Os estagiários trabalharão em conjunto com estudantes do curso de Bioquímica

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Sala 0.57 do Campus Universit√°rio da Penteada Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Helena Tom√°s

Est√°gio j√° em curso / terminado

383. Aromas & Essências


Instituição: Centro de Inovação em Engenharia e Tecnologia Industrial (CIETI), Instituto Superior de Engenharia do Porto
Respons√°vel: Manuela Garrido
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 9¬ļ, 10¬ļ, 11¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica, Tecnologia
Data: de 05-07-2021 a 09-07-2021 Hor√°rio: Manh√£
Investigador(es): E. Manuela Garrido


Descri√ß√£o: Os aromatizantes s√£o compostos naturais ou artificiais que d√£o cheiro e sabor caracter√≠stico aos produtos comest√≠veis (alimentos industrializados) e odor aos produtos n√£o comest√≠veis (cosm√©ticos, aromatizador de ambientes, etc.). Os aromas est√£o diretamente ligados √†s mem√≥rias e √†s emo√ß√Ķes e por isso s√£o criados de modo a valorizar e personalizar cada um dos produtos a desenvolver. O processo criativo de um aroma envolve tecnologia, investiga√ß√£o, conhecimento cient√≠fico, mas acima de tudo sensibilidade.
Os √©steres s√£o subst√Ęncias org√Ęnicas frequentemente encontradas na natureza, e desempenham um papel importante na ind√ļstria farmac√™utica, de perfumes, de pol√≠meros, de cosm√©ticos e est√£o presentes na composi√ß√£o de produtos aliment√≠cios para real√ßar e imitar sabores e aromas. Neste est√°gio cient√≠fico propomos-te que descubras novos aspetos ligados ao uso e investiga√ß√£o de aromas. Poder√°s trabalhar nos nossos laborat√≥rios e descobrir por ti mesmo que a qu√≠mica √© uma ci√™ncia central por detr√°s do sabor e cheiro do mundo que nos rodeia.

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Instituto Superior de Engenharia do Porto - √Ātrio do edif√≠cio H Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Manuela Garrido

Est√°gio j√° em curso / terminado

367. Bebidas à base de leguminosas


Instituição: Centro de Investigação em Agronomia, Alimentos, Ambiente e Paisagem (LEAF), Instituto Superior de Agronomia
Respons√°vel: Carla Margarida Pinheiro Cardoso Duarte
N¬ļ Alunos: 4 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ, 9¬ļ √Ārea: Agronomia, Qualidade e Seguran√ßa Alimentar, Qu√≠mica, Tecnologia
Data: de 26-07-2021 a 30-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Carla Margarida Pinheiro Cardoso Duarte


Descri√ß√£o: 26 Julho ‚Äď Manh√£: em sala. Contextualiza√ß√£o do projecto Legumilk ‚Äď Desenvolvimento de bebidas alternativas ao leite com base em leguminosas portuguesas (PTDC_BAA_AGR_28370_2017). Composi√ß√£o nutricional das sementes de tremo√ßo e de gr√£o de bico, em estudo. Explica√ß√£o sobre os efeitos da tecnologia na funcionalidade das sementes: absor√ß√£o de √°gua, remo√ß√£o de antinutrientes, activa√ß√£o de componentes bioactivos com impacto na sa√ļde_ sobre a viscosidade das bebidas que devem ser id√™nticas ao leite de vaca, estabilidade e tempo de prateleira das bebidas. Tarde: visita aos laborat√≥rios e demonstra√ß√£o dos principais m√©todos de determina√ß√£o). Indica√ß√£o de que ter√£o de apresentar no √ļltimo dia, 1 a 2 p√°ginas no m√°ximo, relatando o que aprenderam neste pequeno est√°gio e fazer uma apresenta√ß√£o oral ao grupo em 5 minutos.
27 e 28 Julho - Produ√ß√£o de bebidas √† base de leguminosas portuguesas (gr√£o-de-bico e de tremo√ßo): demolha de sementes, cozedura, moenda, produ√ß√£o da bebida, pasteuriza√ß√£o e refrigera√ß√£o ‚Äď 2 dias de acompanhamento das diferentes actividades.
29 Julho - Manhã: Provas sensoriais de bebidas comerciais à base de plantas: soja, amêndoa, arroz, aveia. Sensibilização para a rotulagem e tabelas nutricionais apresentadas nas embalagens. Tarde: Preparação de diferentes bebidas a partir das duas bebidas fabricadas previamente: adição de polpas de fruta e especiarias (canela e baunilha).
30 Julho - Manh√£: Prova e seria√ß√£o das bebidas por ordem de prefer√™ncia, com preenchimento de uma folha de prova para lhes apresentar a import√Ęncia da avalia√ß√£o sensorial em desenvolvimento de produto alimentar. Tarde: apresenta√ß√Ķes de cada um ao grupo e discuss√£o dos benef√≠cios e falhas da actividade, aproveitando para introduzir as no√ß√Ķes de melhoria continua, autoavalia√ß√£o, follow up, etc.

Observa√ß√Ķes: N/A

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Departamento de Ci√™ncias e Engenharia de Biossistemas (DCEB)Edif√≠cio Ferreira Lapa 1¬ļpiso, Tapada da Ajuda1349-017 Lisboa, Portugal Hora: 10:30:00 AM
Pessoa de contacto: Carla Margarida Pinheiro Cardoso Duarte

Est√°gio j√° em curso / terminado

420. BeeFilm - A aplicação da própolis em filmes comestíveis para conservar alimentos


Instituição: Centro de Investigação de Montanha (CIMO), Instituto Politécnico de Bragança
Respons√°vel: Soraia Falc√£o
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica, Bioqu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Soraia Falc√£o; Miguel Vilas Boas


Descri√ß√£o: Quando se fala em apicultura pensa-se logo no mel como produto por excel√™ncia obtido das abelhas, mas existem outros fant√°sticos produtos, como a pr√≥polis. Este produto da colmeia tem uma composi√ß√£o complexa, √© recolhida pelas abelhas mel√≠feras a partir de rebentos de plantas. Devido √†s suas propriedades biol√≥gicas e farmacol√≥gicas √© amplamente utilizada em medicina tradicional e cada vez mais procurada pela ind√ļstria cosm√©tica e pela ind√ļstria alimentar.
A aplicação de extratos naturais na preservação de alimentos tem recebido crescente atenção no design de filmes comestíveis ativos, como uma alternativa adequada para o controle de microrganismos. Neste estágio vais desenvolver filmes comestíveis de quitosano, isolado de lagostim-vermelho com incorporação de própolis, para aplicação na conservação de alimentos. Para isso vais fazer a extração de compostos fenólicos de uma amostra de própolis e fazer a sua caracterização por cromatografia; isolar e purificar o quitosano apartir dos lagostins-vermelhos; produzir os filmes comestíveis de quitosano incorporados com a própolis; avaliar a atividade biológica dos filmes. Candidata-te e vem conhecer este fascinante produto da colmeia.

Observa√ß√Ķes: Os alunos dever√£o trazer bata. Est√°gio com oferta de almo√ßo e possibilidade de alojamento para alunos candidatos selecionados e afastados do local de habita√ß√£o

Este est√°gio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Centro de Investigação de Montanha (CIMO) Hora: 9:30:00 AM
Pessoa de contacto: Soraia Falc√£o

Est√°gio j√° em curso / terminado

387. BIOPOL√ćMEROS: Extrac√ß√£o de Quitina a partir de cascas de crust√°ceos e sua convers√£o em Quitosana


Instituição: Centro de Estudos de Engenharia Química (CEEQ), Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Responsável: Alexandra Costa/Patrícia Barata
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 11¬ļ √Ārea: Biologia, Qu√≠mica
Data: de 05-07-2021 a 09-07-2021 Hor√°rio: Manh√£
Investigador(es): Alexandra Isabel Martins Paulo da Costa


Descrição: A quitina é um biopolímero linear presente nos exo-esqueletos dos crustáceos, insectos e nas paredes celulares de fungos, sendo depois da celulose, o polissacarídeo mais abundante na bioesfera.
Da desacetilação parcial da quitina é possível obter a quitosana, polissacarídeo constituído por copolímeros de glucosamina e N-acetilglucosamina.
As aplica√ß√Ķes deste biopol√≠mero t√™m tido um desenvolvimento relevante na √°rea farmac√™utica e biom√©dica. As suas caracter√≠sticas s√£o altamente atractivas, designadamente biodegrabilidade, biocompatibilidade, aus√™ncia de toxicidade, actividade antibacteriana, antif√ļngica, antiv√≠rica e poder hemost√°tico, assim como a capacidade de forma√ß√£o de membranas, tem despertado grande interesse na obten√ß√£o destes materiais.
O presente trabalho tem como objectivo utilizar cascas de crustáceos para extracção da quitina e sua posterior conversão em quitosana.
O isolamento da quitina envolve várias etapas, designadamente a desproteinização, a desmineralização e a despigmentação; a sua conversão em quitosana será realizada em meio básico e caracterizada por espectroscopia de infravermelho (FTIR).

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: √Ātrio Principal do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Prof. Alexandra Costa

Est√°gio j√° em curso / terminado

440. Como morrem as nossas células?


Instituição: Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa - Instituto de Investigação do Medicamento - iMed
Responsável: Cecília Rodrigues
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, Qu√≠mica, Ci√™ncias da Sa√ļde, Tecnologia, Ci√™ncias da Sa√ļde, Bioqu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Cecília Rodrigues


Descrição: Parte das nossas células vai morrendo, ao longo da vida, porque a vida é impossível sem a morte... Algumas células morrem com o envelhecimento, mas outras morrem em qualquer idade e por motivos diferentes: na sequência de uma doença, por exposição a agentes tóxicos físicos, químicos ou biológicos, ou simplesmente porque deixaram de ser necessárias ou passaram a ser indesejáveis. Curiosamente, há células que resistem à morte, tornando a vida impossível...
Mas, como morrem as células? E o que as impede de morrer? Será possível reprogramar e reconduzir as células para a vida ou para a morte? Este estágio proporciona a integração dos alunos numa equipa de investigação, execução de experiências simples, visitas a laboratórios, sempre acompanhados por investigadores que procuram diariamente respostas para estas, e outras, perguntas.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada da Faculdade de Farm√°cia, Universidade de Lisboa Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: Adelaide Fernandes

Est√°gio j√° em curso / terminado

524. Comportamento sexual e agressivo de peixes


Instituição: Centro de Ciências do Mar do Algarve (CCMAR), Universidade do Algarve
Responsável: Adelino Vicente Mendonça Canário
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 30-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Adelino Can√°rio


Descri√ß√£o: Nos peixes o comportamento agressivo est√° normalmente relacionado com a defesa de territ√≥rio e o afastamento de competidores pelos machos e associado √† atra√ß√£o de f√™meas para a reprodu√ß√£o. Estes comportamentos s√£o medidados por est√≠mulos, visuais, qu√≠micos (feromonas) e por vezes sonoros. No est√°gio os estudantes ir√£o participar na manuten√ß√£o dos peixes e na realiza√ß√£o de experi√™ncias para analisar o comportamento de domin√Ęncia em peixes lutadores e a rela√ß√£o deste comportamento com a produ√ß√£o de feromonas.

Observa√ß√Ķes: n.a.

Este est√°gio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Frente ao edf. 7 - campus de Gambelas da UAlg Hora: 10:00:00
Pessoa de contacto: Adelino Can√°rio

Est√°gio j√° em curso / terminado

543. Compostagem de bagaço de azeitona


Instituição: Departamento de Ciências e Tecnologia da Biomassa Faculdade de Ciências e Tecnologia (MEtRICs), Universidade Nova de Lisboa
Responsável: Ana Luísa Fernando
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ, 9¬ļ √Ārea: Agronomia, Biologia, Bioqu√≠mica, Biotecnologia, Ci√™ncias da Sa√ļde, Ci√™ncias do ambiente, F√≠sico-Qu√≠mica, Ind√ļstria Alimentar, Qu√≠mica, Tecnologia
Data: de 12-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Ana Luisa Fernando


Descrição: O bagaço de azeitona e um sub-produto/resíduo obtido na produção de azeite e representa um problema ambiental devido à quantidade de compostos fenólicos e outros. A compostagem deste sub-produto in natura ou em mistura com outros sub-produtos pode resultar na sua valorização.
Neste est√°gio ter√°s oportunidade de analisar a composi√ß√£o do baga√ßo compostado. Nos diferentes produtos de compostagem que est√£o a ser produzidos ser√£o realizadas an√°lises ao pH, condutividade, carbono org√Ęnico, fen√≥is totais, azoto, f√≥sforo, nitratos, fosfatos, azoto amoniacal, entre outros, com o apoio de diferentes alunos de mestrado e doutoramento.
Todas as condi√ß√Ķes de seguran√ßa e de distanciamento est√£o asseguradas.
√Č oferecido o almo√ßo

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: lab 145, edificio departamental, FCT NOVA, Campus Caparica Hora: 10:15:00
Pessoa de contacto: Ana Luisa Fernando

Est√°gio j√° em curso / terminado

485. Constru√ß√£o e utiliza√ß√£o de uma c√Ęmara fotogr√°fica de orif√≠cio


Instituição: Departamento de Física, Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD)
Respons√°vel: Adelaide Andrade
N¬ļ Alunos: 3 Anos: 9¬ļ √Ārea: Biologia, F√≠sica, Qu√≠mica, Fotografia
Data: de 12-07-2021 a 16-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Adelaide Andrade ; Armando Soares; Liliana Caramelo


Descri√ß√£o: O est√°gio consiste na constru√ß√£o, caracteriza√ß√£o e utiliza√ß√£o de uma c√Ęmara fotogr√°fica de orif√≠cio que utiliza como material fotossens√≠vel papel fotogr√°fico a preto e branco. Cada estagi√°rio ir√° construir a sua pr√≥pria c√Ęmara fotogr√°fica, utilizando para o efeito materiais reciclados e/ou de custo reduzido, aprender a fotografar com esse tipo de c√Ęmara e a revelar as fotografias obtidas. Durante o est√°gio ser√£o abordados, quer teoricamente quer experimentalmente, alguns conceitos da √≥tica geom√©trica e ondulat√≥ria assim como alguns princ√≠pios e t√©cnicas b√°sicas da fotografia. Os estagi√°rios tamb√©m ter√£o a oportunidade de realizar o registo fotogr√°fico de amostras vegetais recolhidas no Jardim Bot√Ęnico da UTAD por processos fotogr√°ficos alternativos que envolvem a impress√£o fotogr√°fica ativada pela radia√ß√£o solar.
Os estagi√°rios devem trazer bata.

Este est√°gio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Departamento de Física Sala F3.27 Hora: 11:30:00 AM
Pessoa de contacto: Adelaide Andrade

Est√°gio j√° em curso / terminado

478. Da pesquisa de georrecursos à sua caracterização e produção


Instituição: Geobiociências, Geoengenharias e Geotecnologias (GeoBioTec) - FCT NOVA
Respons√°vel: Carlos Galhano
N¬ļ Alunos: 8 Anos: 9¬ļ, 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica, Matem√°tica, Geologia, Tecnologia, Agronomia, Bioqu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Carlos Galhano


Descri√ß√£o: No √Ęmbito de investiga√ß√Ķes em curso e de atividades do Departamento de Ci√™ncias da Terra (FCT NOVA), prop√Ķe-se o acompanhamento de trabalhos relativos ao percurso que os georrecursos como as √°guas, os minerais ou as rochas seguem desde a fase inicial de avalia√ß√£o de uma √°rea potencial no terreno, passando pela fase de amostragem e ensaios de laborat√≥rio para caracterizar a sua qualidade, culminando na modela√ß√£o, respetiva explora√ß√£o e transforma√ß√£o. Assim, os estagi√°rios ir√£o acompanhar um levantamento de terreno com mapas, aprender a executar ensaios de laborat√≥rio, bem como procedimentos b√°sicos de interpreta√ß√£o e modela√ß√£o com recurso a ferramentas de tecnologias de informa√ß√£o e observar aspetos da extra√ß√£o desses materiais essenciais ao nosso desenvolvimento sustentado.

Observa√ß√Ķes: O est√°gio inclui o almo√ßo para todos os participantes bem como eventuais sa√≠das de campo.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Departamento de Ciências da Terra da FCT NOVA no Campus de Caparica Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Carlos Galhano

Est√°gio j√° em curso / terminado

378. Definir a tipicidade de vinhos provenientes de distintas regi√Ķes geogr√°ficas atrav√©s do perfil vol√°til


Instituição: Centro de Química da Madeira (CQM), Universidade da Madeira
Respons√°vel: Rosa Perestrelo
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, Qu√≠mica Anal√≠tica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Rosa Perestrelo


Descri√ß√£o: Pretende-se estabelecer o perfil vol√°til de vinhos produzidos em diferentes regi√Ķes geogr√°ficas (Madeira, A√ßores, Alentejo, Set√ļbal), recorrendo √† microextra√ß√£o em fase s√≥lida combinada com a cromatografia em fase gasosa acoplada √† espectrometria de massa (HS-SPME/GC-MS), como estrat√©gia para definir a tipicidade e a autenticidade do produto e para a sua diferencia√ß√£o de acordo com a sua regi√£o geogr√°fica. Pretende-se ainda estabelecer marcadores geogr√°ficos atrav√©s da aplica√ß√£o de ferramentas quimiom√©tricas (m√©todos estat√≠sticos multivariados).

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Centro de Química da Madeira Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Professora Helena Tom√°s

Est√°gio j√° em curso / terminado

470. Descoberta de novos anticancerígenos aplicando metodologias inovadoras: Screening farmacológico virtual


Instituição: Centro de Química (CQUM), Universidade Minho
Respons√°vel: Maria Alice Carvalho
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, Qu√≠mica Medicinal
Data: de 26-07-2021 a 30-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Maria Alice Carvalho


Descri√ß√£o: O cancro continua a ser uma doen√ßa devastadora, para a qual a comunidade cient√≠fica ainda n√£o encontrou solu√ß√£o. Apesar de haver um n√ļmero significativo de medicamentos anticancer√≠genos, atualmente continua a haver alguns tipos de cancro para os quais n√£o h√° tratamento. Por outro lado, os medicamentos em uso apresentam muitos efeitos secund√°rios que causam enorme desconforto ao paciente durante o tratamento.
Num futuro pr√≥ximo a situa√ß√£o ser√° particularmente grave pois a Organiza√ß√£o Mundial de Sa√ļde prev√™ um aumento de n√ļmero de novos casos de cancro de 70%. Para a resolu√ß√£o do problema a descoberta de novos f√°rmacos, mais eficazes e seletivos, √© fundamental.
No nosso laboratório está em desenvolvimento um projeto de descoberta de novos anticancerígenos aplicando algumas metodologias recentes de descoberta de fármacos.
Neste projeto pretende-se que o aluno participe no processo de criação de um novo potencial anticancerígeno que foi desenhado para interatuar com um alvo biológico específico envolvido no cancro. Além da síntese será efetuada a caraterização da amostra por métodos analíticos e espetroscópicos.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Campus de Gualtar em frente ao CPII Hora: 9:30:00 AM
Pessoa de contacto: Maria Alice Carvalho

Est√°gio j√° em curso / terminado

447. Descontaminação de armas químicas de guerra


Instituição: Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa - Instituto de Investigação do Medicamento - iMed
Respons√°vel: Carlos Afonso
N¬ļ Alunos: 1 Anos: 9¬ļ, 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Carlos Afonso


Descri√ß√£o: O uso de agentes qu√≠micos de guerra (AQG) √© uma s√©ria amea√ßa nos dias de hoje, devido a v√°rios ataques terroristas em diferentes pa√≠ses (por exemplo, no metro de T√≥quio e recentemente na guerra civil S√≠ria). Embora tratados internacionais tenham proibido o seu desenvolvimento, produ√ß√£o e armazenamento, os agentes qu√≠micos de guerra s√£o ainda produzidos em alguns pa√≠ses. O n√ļmero de poss√≠veis v√≠timas de um ataque qu√≠mico depende muito da rapidez de resposta a neutralizar o agente qu√≠mico. Neste projeto (NATO SPS "Biofriendly decontamination of Chemical Warfare Agents project (EnzIL - G5713)") prop√Ķe-se uma nova abordagem de descontamina√ß√£o de agentes qu√≠micos de guerra, que tem como base o uso de L√≠quidos I√≥nicos (LIs). Para isso os estudantes ir√£o sintetizar l√≠quidos i√≥nicos nos Laborat√≥rio de Qu√≠mica Org√Ęnica da Faculdade de Farm√°cia , que depois ser√£o aplicados para a descontamina√ß√£o de simulantes de armas de guerra no Laborat√≥rio Militar de Defesa Qu√≠mica.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada da Faculdade de Farm√°cia, Universidade de Lisboa Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: Adelaide Fernandes

Est√°gio j√° em curso / terminado

442. Desenvolvimento de F√°rmacos Anti-convulsivantes


Instituição: Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa - Instituto de Investigação do Medicamento - iMed
Respons√°vel: Maria de Jesus Saldanha Rocha
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Maria de Jesus Perry


Descri√ß√£o: A Epilepsia ocupa o 4¬ļ lugar nas doen√ßas neurol√≥gicas. Sabe-se que 1 em cada 26 pessoas desenvolver√° epilepsia em qualquer altura da sua vida.
Para al√©m da doen√ßa em si condicionar a vida dos doentes, os tratamentos m√©dicos e cir√ļrgicos utilizados est√£o associados a um n√ļmero elevado de efeitos secund√°rios adversos. Como os anti-convulsivantes existentes partilham estes efeitos secund√°rios (seda√ß√£o, apatia, irritabilidade, dificuldade de falar, depress√£o, etc...), verifica-se que muitos pacientes abandonam as terap√™uticas. Neste projecto pretende-se que os alunos se envolvam na s√≠ntese, identifica√ß√£o estrutural e estudo de estabilidade de um anti-convulsivante, com a din√Ęmica pr√≥pria das metodologias aplicadas pela qu√≠mica terap√™utica. No final ser-lhes-√° proporcionada a apresenta√ß√£o e discuss√£o dos resultados alcan√ßados por recurso a aplica√ß√Ķes multim√©dia.

Observa√ß√Ķes: Trazer bata.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada da Faculdade de Farm√°cia, Universidade de Lisboa Hora: 9:30:00 AM
Pessoa de contacto: Adelaide Fernandes

Est√°gio j√° em curso / terminado

465. Desenvolvimento de nanopart√≠culas magn√©ticas √† base de quitosano para aplica√ß√Ķes m√©dicas


Instituição: Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT), Universidade Nova de Lisboa
Respons√°vel: Isabel Ferreira
N¬ļ Alunos: 4 Anos: 9¬ļ, 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, Tecnologia, Ci√™ncias da Sa√ļde, Engenharia de Materiais
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Paula Soares


Descri√ß√£o: O desenvolvimento de materiais baseados em nanopart√≠culas magn√©ticas pode abrir uma janela para uma nova metodologia do tratamento do cancro. As vantagens dos nanotransportadores derivam das propriedades √ļnicas resultantes do seu tamanho. Os nanomateriais, quando comparados com materiais de maiores dimens√Ķes, t√™m caracter√≠sticas √ļnicas que s√£o, em grande parte, o resultado de uma elevada raz√£o √°rea de superf√≠cie/volume.
H√° atualmente um interesse significativo na conce√ß√£o de novos sistemas de administra√ß√£o de f√°rmacos com o objetivo de se alcan√ßar uma administra√ß√£o localizada e direcionada. Nanopart√≠culas superparamagn√©ticas que demonstrem uma alta magnetiza√ß√£o e uma boa biocompatibilidade, s√£o de particular interesse como condutores magn√©ticos de f√°rmacos direcionadas para hipertermia, administra√ß√£o controlada de drogas e como agentes de contraste em resson√Ęncia magn√©tica.
O objetivo principal deste projeto é a produção de nanopartículas, à base de magnetite e de quitosano, com potencial para aplicação em sistemas de libertação de fármacos e no tratamento do cancro. Este estágio decorre todos os dias das 10:00h às 17:00h.

Observa√ß√Ķes: Este est√°gio decorre todos os dias das 10:00h √†s 17:00h.
Este estágio resulta de atividades de investigação associadas a projetos que estão a decorrer neste momento, sendo uma excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz de Ciência no DCM.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Porta principal do Edifício II - DCM Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Paula Soares

Est√°gio j√° em curso / terminado

534. Desvendar quimicamente a rotulagem de azeites: um olhar sobre os par√Ęmetros qu√≠micos da qualidade


Institui√ß√£o: Instituto Mediterr√Ęneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento (MED) Universidade de √Čvora
Respons√°vel: Raquel Garcia
N¬ļ Alunos: 4 Anos: 10¬ļ, 9¬ļ √Ārea: Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 24-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Raquel Garcia


Descri√ß√£o: Neste est√°gio os alunos ter√£o a oportunidade de partirem √† descoberta de como se rotula um azeite de acordo com as suas caracter√≠sticas f√≠sico-qu√≠micas. Com esse objetivo, iniciar√£o uma aprendizagem sobre as t√©cnicas anal√≠ticas e cromatogr√°ficas utilizadas no laborat√≥rio para a determina√ß√£o de diversos par√Ęmetros qu√≠micos da qualidade de azeites. No final do est√°gio, os alunos ter√£o a oportunidade de constru√≠rem o r√≥tulo para cada um dos azeites analisados experimentalmente.

Este est√°gio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Escola de Ciência e Tecnologia- Colégio Luís António Verney (CLAV) em sala a indicar. Hora: 10:00:00
Pessoa de contacto: Raquel Garcia

Est√°gio j√° em curso / terminado

370. Determinação da Vitamina C em matrizes ou alimentos seleccionados


Instituição: Centro de Investigação em Agronomia, Alimentos, Ambiente e Paisagem (LEAF), Instituto Superior de Agronomia
Respons√°vel: Joel Santos
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 9¬ļ, 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica
Data: de 26-07-2021 a 30-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Joel Santos


Descri√ß√£o: Os nutrientes s√£o essenciais para a fun√ß√£o metab√≥lica e indispens√°veis para o crescimento, desenvolvimento e manuten√ß√£o das fun√ß√Ķes vitais dos organismos vivos. A Vitamina C √© um desses nutrientes essenciais. Subsequentemente, o objectivo deste est√°gio, √© o estudo dos m√©todos de determina√ß√£o da vitamina C em matrizes seleccionadas, assim como introduzir os alunos √†s pr√°ticas ou t√©cnicas laboratoriais mais b√°sicas.

Observa√ß√Ķes: Os alunos devem trazer bata laboratorial

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Edifício principal do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Joel Santos

Est√°gio j√° em curso / terminado

479. Dispositivo para mistura de cores da luz visível


Institui√ß√£o: Instituto de Ci√™ncia e Inova√ß√£o em Engenharia Mec√Ęnica e Engenharia, Universidade de Tr√°s-os-Montes e Alto Douro (UTAD)
Responsável: Armando da Assunção Soares
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 9¬ļ √Ārea: F√≠sica, Qu√≠mica, Inform√°tica, Electr√≥nica
Data: de 12-07-2021 a 16-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Armando Soares; Adelaide Andrade; Liliana Caramelo


Descrição: O estágio consiste na realização de trabalho prático/experimental sobre a mistura de cores da luz visível. Os estagiários estarão envolvidos na construção de dois dispositivos para a mistura de cores da luz visível: um utiliza a cor da luz emitida por um monitor e outro utiliza LEDs (vermelho, verde, azul e RGB) controlados por potenciómetros e uma placa de Arduino.
Os estagi√°rios tamb√©m ter√£o a oportunidade de participar na recolha de amostras vegetais do Jardim Bot√Ęnico da UTAD atrav√©s da impress√£o fotogr√°fica ativada pela radia√ß√£o solar Os estagi√°rios ir√£o lidar com conceitos de √≥ptica, eletr√≥nica, inform√°tica e fotografia.

Este est√°gio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: UTAD-ECT-Dep.Física (Gab. 3.24) Hora: 11:30:00 AM
Pessoa de contacto: Armando Soares

Est√°gio j√° em curso / terminado

522. Doseamento de a√ß√ļcares totais em batidos ado√ßados com a√ß√ļcares de diferentes fontes


Instituição: Centro de Estudos de Doenças Crónicas da NOVA Medical School (CEDOC), Universidade Nova de Lisboa
Respons√°vel: ana.faria@nms.unl.pt
N¬ļ Alunos: 3 Anos: 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, Bioqu√≠mica, Ci√™ncias da Sa√ļde, Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio:
Investigador(es): Ana Faria


Descri√ß√£o: _Os hidratos de carbono s√£o a classe de macromol√©culas mais abundantes na alimenta√ß√£o humana, e os maiores fornecedores de energia no nosso organismo. A subunidade mais b√°sica desta classe de macromol√©culas √© o monossacar√≠deo. A glicose, um monossacar√≠deo, √© o a√ß√ļcar metabolizado pelas nossas c√©lulas para a obten√ß√£o de energia. √Č reconhecido que o consumo excessivo de a√ß√ļcares, nomeadamente, glicose, frutose, sacarose e a√ß√ļcares mais complexos como o amido, podem levar doen√ßa metab√≥lica como a obesidade e a diabetes.
Os mono- e dissac√°ridos s√£o encontrados naturalmente nos alimentos e t√™m a capacidade de conferir propriedades ado√ßantes aos mesmos. Apesar de encontrarmos a√ß√ļcares em muitas classes de alimentos diferentes (lactic√≠nios, hortofrut√≠colas, cereais e derivados, etc), a sua unidade b√°sica √© semelhante.
Neste trabalho pretende-se executar uma receita de batidos de fruta, ado√ßados com a mesma quantidade de a√ß√ļcar de diferentes fontes: mel, a√ß√ļcar de coco, agave, a√ß√ļcar de cana. Ser√° feita a prova sensorial dos batidos e ser√° feita a determina√ß√£o laboratorial, por espectrofotometria, dos a√ß√ļcares totais presentes no batido._

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Sede da Nova Medical Shcool - Campo dos M√°rtires da P√°tria, n¬ļ 130 Hora: 09:30:00
Pessoa de contacto: Ana Faria

Est√°gio j√° em curso / terminado

466. E se aplicarmos teias magnéticas em medicina?


Instituição: Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT), Universidade Nova de Lisboa
Respons√°vel: Isabel Ferreira
N¬ļ Alunos: 4 Anos: 9¬ļ, 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, Tecnologia, Ci√™ncias da Sa√ļde, Engenharia de Materiais
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Jo√£o Paulo Borges


Descri√ß√£o: O uso potencial de nanofibras em aplica√ß√Ķes na √°rea da sa√ļde √© variado: implantes para engenharia de tecidos, ve√≠culos para liberta√ß√£o controlada de f√°rmacos, em diagn√≥stico e instrumenta√ß√£o, tecidos protetores contra agentes ambientais ou infeciosos nos hospitais, entre outros. Nanofibras de pol√≠meros (o que s√£o?!) biocompat√≠veis e biodegrad√°veis t√™m sido usadas como substratos para tecidos de vasos sangu√≠neos, cartilagem, osso, nervos ou para recobrimento de feridas. A grande vantagem das nanofibras em aplica√ß√Ķes em medicina regenerativa/Engenharia de Tecidos (o que significa?!) reside, fundamentalmente, nas elevadas raz√£o √°rea superficial/volume e permeabilidade.

Este estágio decorre todos os dias das 10:00h às 17:00h.
Este estágio resulta de atividades de investigação associadas a projetos que estão a decorrer neste momento, sendo uma excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz de Ciência no DCM.

Observa√ß√Ķes: Este est√°gio decorre todos os dias das 10:00h √†s 17:00h.
Este estágio resulta de atividades de investigação associadas a projetos que estão a decorrer neste momento, sendo uma excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz de Ciência no DCM.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Porta principal do Edifício II - DCM Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Jo√£o Paulo Borges

Est√°gio j√° em curso / terminado

521. Efeito do processamento alimentar no teor em vitamina C de espinafres


Instituição: Centro de Estudos de Doenças Crónicas da NOVA Medical School (CEDOC), Universidade Nova de Lisboa
Respons√°vel: ana.faria@nms.unl.pt
N¬ļ Alunos: 3 Anos: 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, Bioqu√≠mica, Ci√™ncias da Sa√ļde, Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio:
Investigador(es): Ana Faria


Descri√ß√£o: O processamento alimentar tem um impacto profundo na qualidade nutricional dos alimentos, podendo este impacto ser ben√©fico ou prejudicial. Neste est√°gio propomos submeter espinafres a diferentes processamentos culin√°rios (cozer a vapor, cozer em imers√£o, esparregado...) e averiguar o impacto deste processamento no teor de vitamina C. O processamento culin√°rio pode modificar o teor nutricional dos alimentos, quer por lixivia√ß√£o, por oxida√ß√£o ou por participa√ß√£o em rea√ß√Ķes qu√≠micas. A vitamina C √© uma vitamina hidrossol√ļvel com um papel antioxidante importante nos alimentos, mantendo a sua estabilidade e evitando a sua degrada√ß√£o, bem como no organismo, como antioxidante end√≥geno. A vitamina C ser√° doseada por um m√©todo titulom√©trico que se baseia na sua capacidade antioxidante.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Edificio sede Nova medical School - Campo dos M√°rtires da P√°tria, n 130 Hora: 09:30:00
Pessoa de contacto: Ana Faria

Est√°gio j√° em curso / terminado

392. Estudo do aumento da salinidade no Rio Tejo


Instituição: Centro de Estudos de Engenharia Química (CEEQ), Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Respons√°vel: Manuel Matos
N¬ļ Alunos: 3 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Manuel Matos


Descrição: Nos rios que desaguam no mar é normal a mistura de água doce com água salgada na zona da foz. Temos o exemplo do Rio Tejo em que no seu estuário, a água tem praticamente a salinidade (teor de sal) da água do mar. Este efeito diminui à medida que nos afastamos da foz do rio e a água do rio apresenta as características de "água doce" alguns quilómetros a montante da foz.
O efeito da salinidade acentua-se com a diminuição dos caudais dos rios. Ou seja, quanto menor o caudal do rio mais a água do mar sobe no percurso do rio. Este efeito tem sido observado no Rio Tejo devido à diminuição do caudal deste rio. O aumento da salinidade da água do tem impacto nas culturas que diminuem a sua produtividade podendo mesmo secar. Este efeito é particularmente importante na zona da Lezíria em que a água do Rio Tejo é usada para a rega de grandes áreas de cultivo.
Neste trabalho estudaremos a evolução da salinidade do Rio Tejo entre Lisboa e Vila-Franca-de-Xira.
Ser√£o recolhidas amostras de √°gua do rio em v√°rios locais e ser√° medida a sua salinidade, pH e temperatura.
Ser√° elaborado um mapa de salinidade entre Lisboa e Vila-Franca-de-Xira.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada Principal, ISEL, R. Cons. Emidio Navarro, Lisboa Hora: 10:30:00 AM
Pessoa de contacto: Manuel Matos

Est√°gio j√° em curso / terminado

389. Extracção e Saponificação da Trimiristina da Noz-Moscada


Instituição: Centro de Estudos de Engenharia Química (CEEQ), Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Responsável: Patrícia Alexandra Miranda David Barata
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 11¬ļ √Ārea: Biologia, Qu√≠mica
Data: de 05-07-2021 a 09-07-2021 Hor√°rio: Manh√£
Investigador(es): Patrícia Alexandra Miranda Davis Barata


Descri√ß√£o: Os produtos naturais s√£o fonte de um grande n√ļmero de compostos biologicamente activos.
A trimiristina é um triglicérido do ácido mirístico, que como muitos outros ácidos gordos ocorre na natureza como um éster de glicerol, encontrando-se presente na noz-moscada (especiaria obtida do fruto da moscadeira (Myristica fragrans)).
√Č largamente utilizada como condimento na alimenta√ß√£o e tamb√©m na ind√ļstria da perfumaria e cosm√©tica, apresentando relevantes propriedades antioxidantes.
O presente trabalho tem como objectivo o isolamento da trimiristina presente na noz-moscada, por extracção sólido-líquido, sendo a recristalização a operação unitária utilizada para a purificação do produto extratado. A saponificação da trimiristina será posteriormente realizada em meio básico sob refluxo, conduzindo ao isolamento do ácido mirístico. A pureza dos produtos obtidos será avaliada por determinação do ponto de fusão (p.f.), cromatografia em camada fina (c.c.f.) e espectroscopia de infravermelho (FTIR).

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: √Ātrio Principal do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Prof. Patrícia Barata

Est√°gio j√° em curso / terminado

449. Hidrogenação em fluxo contínuo de diamino ciclopentenonas


Instituição: Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa - Instituto de Investigação do Medicamento - iMed
Respons√°vel: Carlos A. M. Afonso
N¬ļ Alunos: 1 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Carlos Afonso


Descri√ß√£o: Durante o est√°gio ser√£o realizadas hidrogena√ß√Ķes em fluxo cont√≠nuo usando o reator H-Cube¬ģ Mini Plus. A rea√ß√£o compreender√° a hidrogena√ß√£o de diamino ciclopentenonas e posterior elimina√ß√£o para obter as enaminonas correspondentes. Ser√° poss√≠vel avaliar as vantagens de rea√ß√Ķes em fluxo cont√≠nuo em rela√ß√£o a condi√ß√Ķes de batch.
Com este trabalho o(a) aluno(a) ter√° a oportunidade de presenciar o dia-a-dia num laborat√≥rio de investiga√ß√£o em qu√≠mica org√Ęnica e aprender t√©cnicas laboratoriais usuais para purifica√ß√£o de compostos e an√°lise estrutural.

Observa√ß√Ķes: O(A) aluno(a) deve trazer bata de laborat√≥rio e √≥culos de prote√ß√£o. √Č aconselh√°vel trazer um caderno de apontamentos.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada da Faculdade de Farm√°cia, Universidade de Lisboa Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: Adelaide Fernandes

Est√°gio j√° em curso / terminado

380. Identificação de metabolitos voláteis em fluidos biológicos potenciais biomarcadores de patologias oncológicas


Instituição: Centro de Química da Madeira (CQM), Universidade da Madeira
Respons√°vel: Jos√© C√Ęmara
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Jos√© C√Ęmara


Descri√ß√£o: A composi√ß√£o vol√°til de diferentes fluidos biol√≥gicos (saliva, urina, ar exalado), resultante dos diferentes processos metab√≥licos, tem sido recentemente investigada como estrat√©gia n√£o invasiva para o diagn√≥stico de diferentes patologias incluindo o cancro. Neste contexto emerge um crescente interesse cientifico na avalia√ß√£o do potencial dos compostos vol√°teis presentes na urina, para fins de diagn√≥stico cl√≠nico. Assim, neste trabalho iremos estabelecer o perfil volat√≥mico urin√°rio de indiv√≠duos com cancro da pr√≥stata e compar√°-lo com indiv√≠duos saud√°veis como estrat√©gia para identificar compostos vol√°teis potenciais biomarcadores deste tipo de cancro. Para isso usaremos a microextra√ß√£o em fase s√≥lida em modo espa√ßo de cabe√ßa (HS-SPME) para a extra√ß√£o dos compostos vol√°teis, combinada com a cromatografia gasosa-espectrometria de massa (GC-MS) para a identifica√ß√£o dos compostos isolados. Os dados obtidos ser√£o tratados com recurso a ferramentas estat√≠sticas avan√ßadas de forma a evidenciar as poss√≠veis correla√ß√Ķes obtidas.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Universidade da Madeira. Campus da Penteada. Piso 0, sala 0.57. Dia 19 Julho. Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Profª Helena Tomás

Est√°gio j√° em curso / terminado

377. Introdução ao Cálculo Científico e Modelação Molecular


Instituição: Centro de Química da Madeira (CQM), Universidade da Madeira
Respons√°vel: Pedro Pires
N¬ļ Alunos: 3 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica, Bioqu√≠mica, Nanoqu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Pedro Pires


Descrição: Este estágio tem por objetivo principal, desenvolver conhecimentos e competências básicas nas áreas do Cálculo Científico e da Modelação Molecular, numa duração aproximada de 24 horas. Nas primeiras 12 horas, os participantes aprenderão a utilizar a folha de cálculo (ex: Excel ou similar) para: realizar cálculos em Química e Física; aprender métodos numéricos para resolução de problemas. Na segunda metade do estágio, utilizarão software específico para modelar e visualizar moléculas simples e proteínas. O estágio não requer conhecimentos prévios de programação, mas os estudantes deverão trazer um computador portátil, com o sistema operativo Windows, onde possam instalar o software.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Universidade da Madeira, Edifício da Penteada, Piso 0, Sala 0.57 Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Helena Tom√°s

Est√°gio j√° em curso / terminado

525. Isolamento e identificação de bactérias redutoras de sulfato acidófilas ou tolerantes a pH ácido a partir de amostras ambientais afetadas pela atividade mineira


Instituição: Centro de Ciências do Mar do Algarve (CCMAR), Universidade do Algarve
Respons√°vel: Jorge Carlier
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, F√≠sico-Qu√≠mica, Geologia, Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 30-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Jorge Carlier


Descri√ß√£o: As bact√©rias redutoras de sulfato (SRB) t√™m vindo a ser utlizadas de forma eficiente para o tratamento de √°guas √°cidas de mina (AMD). Contudo, os processos de biorremedia√ß√£o ambiental em que est√£o envolvidas requerem uma etapa pr√©via de neutraliza√ß√£o da AMD dada a intoler√Ęncia da maior parte destas bact√©rias ao pH √°cido da AMD.
A utilização de SRB acidófilas em processos de biorremediação da AMD, diminuindo a amplitude (ou mesmo abdicando) da etapa de pré-tratamento químico, constituiria uma vantagem do ponto de vista económico e ambiental.
Os estagiários serão convidados a preparar culturas enriquecidas de SRB para além de outros procedimentos em curso no laboratório, tendo em vista o objetivo de enriquecer culturas líquidas em meios de cultura adaptados com valores de pH ácido, e posteriormente isolar colónias de SRB em meio sólido a partir dessas culturas.

Observa√ß√Ķes: N/A

Este est√°gio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Frente ao edf. 7 - campus de Gambelas da UAlg Hora: 10:00:00
Pessoa de contacto: Jorge Carlier

Est√°gio j√° em curso / terminado

471. Mal√°ria: em busca do medicamento eficaz


Instituição: Centro de Química (CQUM), Universidade Minho
Respons√°vel: Maria Alice Carvalho
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, Qu√≠mica Medicinal
Data: de 05-07-2021 a 09-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Maria Alice Carvalho


Descri√ß√£o: A mal√°ria √© uma das doen√ßas mais devastadoras e mortais em todo o mundo que √© transmitida pela picada de um mosquito. De acordo com o √ļltimo relat√≥rio da Organiza√ß√£o Mundial de Sa√ļde, em 2019, cerca de metade da popula√ß√£o mundial estava em risco de infe√ß√£o por mal√°ria, foram estimados 229 milh√Ķes de novos casos e perto de meio milh√£o de mortes.
As terapias atualmente utilizadas para o tratamento da malária estão falhando devido ao desenvolvimento de resistência dos parasitas aos medicamentos. Assim, novos medicamentos são urgentemente necessários.
No nosso grupo de investigação está em curso um projeto para desenvolver novos medicamentos para a malária. Os trabalhos já efetuados permitiram identificar uma nova família de compostos com elevada atividade contra o parasita responsável pela doença e que se mostra promissora para criar novos medicamentos que sejam eficazes contra a malária.
Neste projeto pretende-se que o aluno participe no processo de criação de um novo potencial anti malárico cuja estrutura química foi inspirada em análogos ativos. Além da síntese será efetuada a caraterização da amostra por métodos analíticos e espetroscópicos.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Campus de Gualtar em frente ao CPII Hora: 9:30:00 AM
Pessoa de contacto: Maria Alice Carvalho

Est√°gio j√° em curso / terminado

464. Nanocelulose imita carapaça de escravelho em sistemas para anti-falsificação


Instituição: Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT), Universidade Nova de Lisboa
Respons√°vel: Isabel Ferreira
N¬ļ Alunos: 4 Anos: 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, Tecnologia, Engenharia de Materiais
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Susete Fernandes


Descri√ß√£o: A falsifica√ß√£o de documentos e bens √© hoje um problema mundial que coloca em risco a economia, mas principalmente a nossa sa√ļde e de forma constante s√£o necess√°rias desenvolver novas solu√ß√Ķes que combatam os avan√ßos da criminalidade.
Se olhares para a Natureza v√™s exemplos interessantes de cores estruturais, que derivam da intera√ß√£o da luz com a estrutura. Um excelente exemplo √© a carapa√ßa de alguns escaravelhos que mostram colora√ß√£o viva que se altera com o √Ęngulo de vis√£o. Podemos pensar em usar estas estruturas similares para aplicar como elementos de anti-falsifica√ß√£o.
Os nanocristais de celulose, extraídos de plantas um polímero renovável e biodegradável, quando dispersos em água, auto-organizam-se em sistemas líquido cristalinos. Ao retirarmos água obtemos filmes coloridos.
Atualmente estamos a estudar o uso de estruturas fotónicas derivadas de nanocristais de celulose para utilizar em sistemas de anti-falsificação.
Para demonstrares isto ir√°s preparar as dispers√Ķes de celulose nanocristalina em √°gua e produzir as estruturas fot√≥nicas. Depois ir√°s autenticar as mesmas com recurso a microsc√≥pio e filtros de luz. Este est√°gio decorre todos os dias das 10:00h √†s 17:00h.

Observa√ß√Ķes: Este est√°gio decorre todos os dias das 10:00h √†s 17:00h. Este est√°gio resulta de atividades de investiga√ß√£o associadas a projetos que est√£o a decorrer neste momento, sendo uma excelente oportunidade de poder interagir com o que se faz de Ci√™ncia no DCM.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Porta principal do Edifício II - DCM Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Susete Fernandes

Est√°gio j√° em curso / terminado

382. Naturalmente... Lim√£o


Instituição: Centro de Inovação em Engenharia e Tecnologia Industrial (CIETI), Instituto Superior de Engenharia do Porto
Respons√°vel: Jorge Garrido
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 9¬ļ, 10¬ļ, 11¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica, Tecnologia
Data: de 05-07-2021 a 09-07-2021 Hor√°rio: Manh√£
Investigador(es): Jorge Garrido


Descri√ß√£o: A natureza sempre despertou na humanidade um fasc√≠nio encantador n√£o s√≥ pelos recursos oferecidos para a alimenta√ß√£o humana como tamb√©m por ser respons√°vel pela obten√ß√£o da maioria das subst√Ęncias org√Ęnicas conhecidas e usadas atualmente. A rela√ß√£o entre o homem e as plantas foi muito estreita ao longo do desenvolvimento de quase todas as civiliza√ß√Ķes.
Para al√©m de alimentos, muitas plantas e frutos produzem/possuem produtos org√Ęnicos de alto valor econ√≥mico (√≥leos, resinas, borracha, gomas, cera, corantes, aromas, etc.). Neste est√°gio cient√≠fico propomos-te que descubras novos aspetos ligados ao uso, aplica√ß√£o e investiga√ß√£o de produtos naturais. Poder√°s trabalhar nos nossos laborat√≥rios e descobrir por ti mesmo como se obt√©m o √°cido c√≠trico, uma das subst√Ęncias mais utilizadas pela ind√ļstria alimentar e de bebidas, a partir do lim√£o.

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Instituto Superior de Engenharia do Porto - √Ātrio do edif√≠cio H Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Jorge Garrido

Est√°gio j√° em curso / terminado

458. O papel da saliva nas escolhas alimentares


Institui√ß√£o: Instituto Mediterr√Ęneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento (MED) Universidade de √Čvora
Respons√°vel: Elsa Lamy
N¬ļ Alunos: 4 Anos: 9¬ļ, 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, Qu√≠mica, Agronomia, Ci√™ncias da Sa√ļde, Bioqu√≠mica
Data: de 12-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Elsa Lamy


Descri√ß√£o: O estudo da saliva tem vindo a crescer de interesse, quer para pesquisa de biomarcadores de doen√ßas, em alternativa ao sangue, quer para avalia√ß√£o de stress e bem-estar, quer ainda no contexto do comportamento alimentar. De facto, este fluido tem a particularidade de estar em contacto com as estruturas orais e com os alimentos, podendo assim interferir na forma como os mesmos s√£o percebidos. Todos n√≥s temos diferen√ßas, em termos de composi√ß√£o da saliva que temos, para al√©m de, em cada um de n√≥s, essa composi√ß√£o variar com muitos fatores. Assim, essas varia√ß√Ķes poder√£o ajudar a explicar porque n√£o temos todos as mesmas prefer√™ncias alimentares.

Neste estágio vais ter a possibilidade de conhecer melhor a biologia da cavidade oral e a forma como a mesma influencia as escolhas alimentares. Para além disso, vais poder aprender diversas técnicas laboratoriais.
Propomos-te duas semanas com testes de avaliação sensorial, diferentes técnicas laboratoriais, observação de estruturas orais ao microscópio e onde aprenderás mais sobre saliva.
No contexto atual, de pandemia, trabalhar com saliva pode ser um desafio. Mas n√£o tenhas medo, garantimos todas as condi√ß√Ķes de seguran√ßa.

Observa√ß√Ķes: Necess√°rio o uso de bata

Este est√°gio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Colégio do Espirito Santo - Evora Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Elsa Lamy

Est√°gio j√° em curso / terminado

369. Produção de embalagens biodegradáveis para produtos alimentares


Instituição: Centro de Investigação em Agronomia, Alimentos, Ambiente e Paisagem (LEAF), Instituto Superior de Agronomia
Respons√°vel: Vitor Manuel Delgado Alves
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, Bioqu√≠mica, Ind√ļstria Alimentar, Qu√≠mica, Tecnologia
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Vitor Manuel Delgado Alves


Descrição: O estágio é constituído pelas seguintes etapas:
1 - Introdução acerca dos materiais biodegradáveis utilizados para a produção de embalagens para alimentos, entre os quais se encontram os biopolímeros
2 - Produção das embalagens
3 - Aplicação das embalagens para embalar produtos alimentares
4 - Utilização de materiais que permitem produzir embalagens comestíveis (de fácil reprodução a nível doméstico)

Observa√ß√Ķes: N/A

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Instituto Supeior de Agronomia, Edifício Ferreira Lapa, Gabinete 1.3 Hora: 9:30:00 AM
Pessoa de contacto: Prof. Vítor Alves

Est√°gio j√° em curso / terminado

409. Química do quotidiano no laboratório


Instituição: Unidade de I&D Química-Física Molecular, Universidade de Coimbra
Responsável: Daniel Martín Fernández
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 9¬ļ, 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica
Data: de 12-07-2021 a 16-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Daniel Martín Fernández


Descri√ß√£o: √Č fundamental conhecer as opera√ß√Ķes b√°sicas de rotina de um laborat√≥rio de qu√≠mica para ter um primeiro contato com as ci√™ncias experimentais. Atrav√©s deste est√°gio os alunos conhecer√£o o material utilizado no trabalho di√°rio de um laborat√≥rio de investiga√ß√£o. Aprender√£o como se preparam as quantidades de reagentes necess√°rias para fazer as experi√™ncias e tamb√©m os processos qu√≠micos e f√≠sicos que acontecem nas rea√ß√Ķes. Essas experi√™ncias poder√£o ser relacionadas com processos do quotidiano.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Porta do Departamento de Química da Universidade de Coimbra Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Daniel Martín Fernández

Est√°gio j√° em curso / terminado

472. Qu√≠mica e Sa√ļde: a descoberta de candidatos a novos antibi√≥ticos para aplica√ß√£o em t√™xteis inteligentes!


Instituição: Centro de Química (CQUM), Universidade Minho
Respons√°vel: Alice Maria Esteves Dias
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica, Bioqu√≠mica
Data: de 12-07-2021 a 16-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Alice Maria Esteves Dias


Descri√ß√£o: Na sociedade atual, a √°rea da Sa√ļde tem sido quase exclusivamente associada √† Medicina e o contributo da Qu√≠mica tem sido praticamente ignorado por todos. No entanto, o sucesso dos M√©dicos no tratamento das doen√ßas depende estritamente dos medicamentos e estes s√£o, na verdade, desenvolvidos e produzidos por Qu√≠micos, uma vez que s√≥ os Qu√≠micos sabem preparar as mol√©culas necess√°rias para o desenvolvimento de um novo medicamento.
Nas √ļltimas duas d√©cadas, o problema das infe√ß√Ķes provocadas por microorganismos patog√©nicos est√° a converter-se de novo numa das prioridades da comunidade cient√≠fica, devido incid√™ncia das infe√ß√Ķes sist√©micas e ao cont√≠nuo aparecimento de estirpes multi-resistentes √† terap√™utica dispon√≠vel.
No nosso grupo de investiga√ß√£o, est√£o a ser desenvolvidas mol√©culas inovadoras como candidatos a novos antibi√≥ticos para aplica√ß√£o em t√™xteis inteligentes a serem utilizados na √°rea biom√©dica, uma vez que demonstraram uma potente atividade antimicrobiana em agentes patog√©nicos com relev√Ęncia cl√≠nica . Neste √Ęmbito, o aluno vai participar na s√≠ntese e caracteriza√ß√£o de mol√©culas para avalia√ß√£o da atividade antimicrobiana.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Escola de Ciências, Departamento de Química Hora: 9:15:00 AM
Pessoa de contacto: Prof. Alice Dias

Est√°gio j√° em curso / terminado

384. Química no Duche


Instituição: Centro de Estudos de Engenharia Química (CEEQ), Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Respons√°vel: Nelson Guerreiro Cortez Nunes
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£
Investigador(es): Nelson Guerreiro Cortez Nunes


Descri√ß√£o: Neste est√°gio propomos que fiques a conhecer algumas propriedades f√≠sico-qu√≠micas de produtos de uso di√°rio como champ√īs, gel de banho ou sabonete assim como poder√°s produzir alguns destes produtos.
Sabias que quando estás rodeado de espuma durante o banho a propriedade físico-química responsável chama-se tensão superficial?
E quando colocas champ√ī na cabe√ßa? Claro que n√£o desejas que ele escorra imediatamente, n√£o √©? A propriedade f√≠sico-qu√≠mica respons√°vel chama-se viscosidade!
Para que a tua pele não fique irritada na presença destes produtos é necessário que o pH seja adequado.
Vamos neste est√°gio tentar produzir alguns destes detergentes e ao mesmo tempo caracterizar e comparar as principais propriedades f√≠sico-qu√≠micas destes materiais com outros produtos comerciais como champ√īs e g√©is de banho.

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: √Ātrio do Edif√≠cio P do ISEL Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Nelson Nunes

Est√°gio j√° em curso / terminado

461. Químicos Medicinais no combate ao cancro


Instituição: Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa - Instituto de Investigação do Medicamento - iMed
Respons√°vel: Maria M. M. Santos
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica, Ci√™ncias da Sa√ļde, Bioqu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Ana Paula Francisco e Maria M. M. Santos


Descri√ß√£o: O(A) aluno(a) ser√° integrado numa equipa de investiga√ß√£o de qu√≠mica medicinal que sintetiza compostos para inibi√ß√£o de enzimas, e compostos para inibi√ß√£o de intera√ß√Ķes prote√≠na-prote√≠na, para potencial aplica√ß√£o terap√™utica na √°rea de oncologia. Durante o est√°gio o(a) aluno(a) ir√° acompanhar e participar na s√≠ntese de novas mol√©culas com interesse terap√™utico para o cancro. Os compostos a serem sintetizados ir√£o ser purificados utilizando t√©cnicas de cromatografia e de recristaliza√ß√£o. A identifica√ß√£o e caracteriza√ß√£o dos compostos ser√° feita atrav√©s de t√©cnicas espectrosc√≥picas de Infravermelho (IV), Resson√Ęncia Magn√©tica Nuclear (RMN) e medi√ß√£o do ponto de fus√£o. Tamb√©m ir√° acompanhar ensaios de estudos de estabilidade de potenciais futuros f√°rmacos por ulta-violeta (UV) e cromatografia l√≠quida de alta resolu√ß√£o (HPLC). No final do est√°gio o(a) aluno(a) ir√° apresentar e discutir os resultados alcan√ßados, recorrendo a aplica√ß√Ķes multim√©dia.

Observa√ß√Ķes: Os alunos devem trazer bata e um caderno para registar as experi√™ncias realizadas.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada da Faculdade de Farm√°cia, Universidade de Lisboa Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: Adelaide Fernandes

Est√°gio j√° em curso / terminado

451. Rea√ß√Ķes concertadas (Diels-Alder) em alta press√£o


Instituição: Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa - Instituto de Investigação do Medicamento - iMed
Respons√°vel: Rafael F. A. Gomes
N¬ļ Alunos: 1 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Rafael F. A. Gomes


Descri√ß√£o: Durante o est√°gio ser√£o feitas rea√ß√Ķes concertadas de Diels-Alder usando um reator de alta press√£o (2000 atm) a - 20 ŠĶíC e os resultados ser√£o analisados por Resson√Ęncia Magn√©tica Nuclear quantitativa. Como modelo ser√£o utilizados furanos obtidos de tratamento ac√≠dico da biomassa, numa perspetiva de valoriza√ß√£o sustent√°vel de produtos da bio refinaria. O aluno aprender√° t√©cnicas b√°sicas utilizadas em laborat√≥rios de qu√≠mica org√Ęnica, purifica√ß√£o de compostos, an√°lise estrutural e regras de seguran√ßa.

Observa√ß√Ķes: O aluno deve usar bata e √≥culos de prote√ß√£o durante a sua estadia no laborat√≥rio.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada da Faculdade de Farm√°cia, Universidade de Lisboa Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: Adelaide Fernandes

Est√°gio j√° em curso / terminado

394. Remoção de poluentes de efluentes industriais por membranas poliméricas de acetato de celulose


Instituição: Centro de Estudos de Engenharia Química (CEEQ), Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Responsável: Luís Miguel Minhalma
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, F√≠sica, Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica, Tecnologia
Data: de 12-07-2021 a 16-07-2021 Hor√°rio: Tarde
Investigador(es): Luís Miguel Minhalma, Ana Sofia Figueiro


Descri√ß√£o: O est√°gio pretende dar a conhecer as Opera√ß√Ķes de Membranas, nomeadamente a opera√ß√£o de Ultrafiltra√ß√£o (UF), que s√£o tecnologias inovadoras utilizadas no tratamento de efluentes industriais e que permitem tornar os processos industriais mais "limpos".
O est√°gio ter√° cinco componentes: 1) descri√ß√£o dos processos de membranas, sua classifica√ß√£o e poss√≠veis aplica√ß√Ķes, 2) prepara√ß√£o de membranas de UF no laborat√≥rio, 3) caracteriza√ß√£o dessas mesmas membranas e 4) aplica√ß√£o das membranas de UF no tratamento de √°guas residuais provenientes da ind√ļstria do processamento da corti√ßa, tendo em vista a remo√ß√£o de poluentes e 5) an√°lise das diferentes correntes geradas no processo em termos de condutividade, carbono org√Ęnico total (COT) e cor.
No final do est√°gio os alunos realizam um poster, onde apresentam os resultados obtidos.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Laboratório de Engenharia do Ambiente Hora: 2:00:00 PM
Pessoa de contacto: Miguel Minhalma

Est√°gio j√° em curso / terminado

388. Separação de Pigmentos Naturais por Cromotografia


Instituição: Centro de Estudos de Engenharia Química (CEEQ), Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Responsável: Patrícia Alexandra Miranda David Barata
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 11¬ļ √Ārea: Biologia, Qu√≠mica
Data: de 05-07-2021 a 09-07-2021 Hor√°rio: Manh√£
Investigador(es): Patrícia Alexandra Miranda David Barata


Descrição: O espinafre, a cenoura e a beterraba contêm uma mistura de pigmentos de onde se destacam as clorofilas (cor verde das plantas), o beta-caroteno (cor laranja nas cenouras) e a betanina, composto avermelhado presente na beterraba e apresentam extensa conjugação no espectro do ultravioleta-visível (UV-Vis).
Os pigmentos apolares s√£o insol√ļveis em √°gua, mas apresentam elevada solubilidade em solventes n√£o polares. O beta-caroteno √© um hidrocarboneto apolar, enquanto as clorofilas e a betanina exibem polaridade superior.
Uma t√©cnica √ļtil para a identifica√ß√£o e/ou separa√ß√£o destes pigmentos √© a cromatografia, a qual pode ser usada quer como m√©todo anal√≠tico (no qual se avalia o n√ļmero e a natureza dos componentes de uma mistura), quer como m√©todo preparativo (isolamento e subsequente quantifica√ß√£o dos componentes de uma mistura).
O presente trabalho tem como objetivo identificar os diferentes pigmentos por cromatografia em camada fina (c.c.f.) e proceder ao isolamento dos pigmentos maioritários (e.g. caroteno, clorofilas e betanina) por cromatografia em coluna (c.c.). A espectroscopia UV-Vis será o método instrumental utilizado para a caracterização dos pigmentos isolados.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: √Ātrio Principal do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Prof. Patrícia Barata

Est√°gio j√° em curso / terminado

453. Ser Cientista Social em Tempos de Pandemia


Instituição: Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES), Instituto Universitário de Lisboa
Respons√°vel: Sofia Rocha
N¬ļ Alunos: 4 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Biologia, F√≠sica, Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica, Matem√°tica, Inform√°tica, Geologia, Tecnologia, Rob√≥tica, Sociologia
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Sofia Rocha


Descrição: O estágio organizado pelo CIES-Iscte pretende proporcionar o contacto com um centro de investigação em ciências sociais - os seus espaços, protagonistas, projetos e metodologias - e a forma como se têm adaptado à atual crise pandémica.

Os estagiários serão integrados em equipas de investigação com projetos em curso sobre diversas temáticas, experimentando diferentes técnicas de recolha e tratamento de dados, bem como distintas formas de apresentação e divulgação dos resultados científicos.

Pretende-se que os estagiários experimentem as diversas atividades inerentes à pesquisa em ciências sociais, sob a orientação de equipas de investigadores do Centro.

Ao longo do estágio, para além da apresentação do Centro e do contexto universitário envolvente, procurar-se-á proporcionar uma noção prática e diversificada do que é a investigação em ciências sociais, assim como desmistificar a imagem e conceito de cientista.

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Gabinete do CIES-Iscte Sala 2W10, Edifício Sedas Nunes, Iscte- Instituto Universitário de Lisboa, Av. das Forças Armadas. 1649-026 Lisboa (Portugal) Hora: 11:00:00 AM
Pessoa de contacto: Sofia Rocha

Est√°gio j√° em curso / terminado

393. Síntese de bioplásticos produzidos com polímeros naturais


Instituição: Centro de Estudos de Engenharia Química (CEEQ), Instituto Superior de Engenharia de Lisboa
Respons√°vel: Ana Catarina Cardoso de Sousa
N¬ļ Alunos: 4 Anos: 11¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica, Tecnologia
Data: de 05-07-2021 a 09-07-2021 Hor√°rio: Manh√£
Investigador(es): Ana Catarina Cardoso de Sousa


Descri√ß√£o: Este trabalho tem como objetivo a produ√ß√£o de diferentes biopl√°sticos obtidos a partir de amido e gelatina, ambas subst√Ęncias com origem em fontes renov√°veis. Como agentes plastificantes ser√£o utilizados o glicerol e o √≥leo de girassol, materiais biodegrad√°veis e de baixa toxicidade. Os filmes produzidos ser√£o analisados e comparados entre si no que se refere √† maleabilidade e resist√™ncia.

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Laborat√≥rio de Qu√≠mica Inorg√Ęnica do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Ana Catarina Sousa

Est√°gio j√° em curso / terminado

513. S√≠ntese de um Fotossensibilizador com Potencial Aplica√ß√£o em Terapia Fotodin√Ęmica


Instituição: Centro de Química de Coimbra (CQC), Departamento de Química, Universidade de Coimbra
Responsável: Sérgio Paulo Jorge Rodrigues
N¬ļ Alunos: 3 Anos: 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Susana Lopes e Isabel Soares


Descri√ß√£o: A terapia fotodin√Ęmina (PDT, do ingl√™s Photodynamic Therapy) √© uma terapia n√£o invasiva que permite eliminar c√©lulas tumorais atrav√©s da combina√ß√£o de um fotossensibilizador com uma fonte de luz. Os fotossensiblizadores acumulam-se seletivamente nos tecidos tumorais e, ap√≥s irradia√ß√£o, induzem a sua destrui√ß√£o atrav√©s de um processo que envolve a gera√ß√£o de esp√©cies reativas de oxig√©nio. O objetivo deste projeto √© sintetizar e caraterizar uma mol√©cula com carater√≠sticas de fotossensibilizador com potencial aplica√ß√£o em terapia fotodin√Ęmica.

Este est√°gio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada do Departamento de Química, Polo I da Universidade de Coimbra Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Sérgio Rodrigues

Est√°gio j√° em curso / terminado

512. Síntese e caracterização de um BODIPY


Instituição: Centro de Química de Coimbra (CQC), Departamento de Química, Universidade de Coimbra
Responsável: Sérgio Paulo Jorge Rodrigues
N¬ļ Alunos: 3 Anos: 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Ab√≠lio Sobral, Chrislaura Carmo e Juliana Ara√ļjo ( S√©rgio Rodrigues, coordena√ß√£o do est√°gio)


Descri√ß√£o: O objectivo deste est√°gio √© a s√≠ntese, purifica√ß√£o (cromatografia em coluna de s√≠lica e placas de s√≠lica) e caracteriza√ß√£o por resson√Ęncia magn√©tica do BODIPY.
Os BODIPYs (do ingl√™s boron dipyrromethenes) s√£o uma classe interessante de mol√©culas org√Ęnicas contendo boro e fl√ļor que apresentam uma grande versatilidade estrutural, excelente estabilidade fotoqu√≠mica e boa solubilidade. Estes fotossensibilizadores t√™m sido estudados em diversas √°reas, tendo revelado resultados muitos promissores para a aplica√ß√£o em c√©lulas fotovoltaicas org√Ęnicas, OLEDs mas tamb√©m na medicina, atrav√©s da terapia fotodin√Ęmica e diagn√≥stico de tumores.
Um dos pontos de investiga√ß√£o do grupo passa pelo desenvolvimento de BODIPYs para futuras aplica√ß√Ķes biom√©dicas. O BODIPY analisado √© um desses compostos sintetizados pelo grupo que est√° a ser alvo de estudo como um fotossensibilizador para utiliza√ß√£o em tomografia por emiss√£o de positr√Ķes (PET) e terapia fotodin√Ęmica.

Este est√°gio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada do Departamento de Química, Polo I da Universidade de Coimbra Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Sérgio Rodrogues

Est√°gio j√° em curso / terminado

510. Síntese e caracterização química e fotofísica de uma porfirina


Instituição: Centro de Química de Coimbra (CQC), Departamento de Química, Universidade de Coimbra
Responsável: Sérgio Paulo Jorge Rodrigues
N¬ļ Alunos: 3 Anos: 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica
Data: de 05-07-2021 a 09-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Jo√£o Pina e Ana L√ļcia Cardoso


Descri√ß√£o: As porfirinas s√£o compostos intensamente corados presentes na Natureza, onde s√£o preponderantes em v√°rios processos fundamentais √† vida. Exemplos representativos s√£o o grupo heme e a clorofila. O heme, um complexo de ferro, est√° presente na hemoglobina e na mioglobina, onde √© respons√°vel pelo transporte e armazenamento de oxig√©nio. Devido √†s suas caracter√≠sticas qu√≠micas e fototof√≠sicas, as porfirinas e os seus derivados t√™m sido utilizados com sucesso como fotossensibilizadores (FS) na Terapia Fotodin√Ęmica e no fotodiagn√≥stico. A Terapia Fotodin√Ęmica, √© uma modalidade terap√™utica clinicamente aprovada para o tratamento de doen√ßas oncol√≥gicas e n√£o oncol√≥gicas (e.g., dermatol√≥gicas, oftalmol√≥gicas, etc). Esta terapia induz a destrui√ß√£o seletiva do tumor, minimizando os danos nos tecidos adjacentes e os efeitos secund√°rios inerentes √†s terapias convencionais.
O estágio está dividido em duas partes. Inicialmente, os alunos sintetizam, purificam e caracterizam uma porfirina. Seguidamente, os alunos fazem a caracterização fotofísica da porfirina e avaliam a sua capacidade para absorver na janela terapêutica e produzir oxigénio singleto (fundamentais para um fotossensibilizador).

Este est√°gio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada do Departamento de Química, Polo I da Universidade de Coimbra Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Ana L√ļcia Cardoso

Est√°gio j√° em curso / terminado

511. Síntese e caracterização química e fotofísica de uma porfirina (II)


Instituição: Centro de Química de Coimbra (CQC), Departamento de Química, Universidade de Coimbra
Responsável: Sérgio Paulo Jorge Rodrigues
N¬ļ Alunos: 3 Anos: 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Ana L√ļcia Cardoso e Jo√£o Pina


Descri√ß√£o: As porfirinas s√£o compostos intensamente corados presentes na Natureza, onde s√£o preponderantes em v√°rios processos fundamentais √† vida. Exemplos representativos s√£o o grupo heme e a clorofila. O heme, um complexo de ferro, est√° presente na hemoglobina e na mioglobina, onde √© respons√°vel pelo transporte e armazenamento de oxig√©nio. Devido √†s suas caracter√≠sticas qu√≠micas e fototof√≠sicas, as porfirinas e os seus derivados t√™m sido utilizados com sucesso como fotossensibilizadores (FS) na Terapia Fotodin√Ęmica e no fotodiagn√≥stico. A Terapia Fotodin√Ęmica, √© uma modalidade terap√™utica clinicamente aprovada para o tratamento de doen√ßas oncol√≥gicas e n√£o oncol√≥gicas (e.g., dermatol√≥gicas, oftalmol√≥gicas, etc). Esta terapia induz a destrui√ß√£o seletiva do tumor, minimizando os danos nos tecidos adjacentes e os efeitos secund√°rios inerentes √†s terapias convencionais.
O estágio está dividido em duas partes. Inicialmente, os alunos sintetizam, purificam e caracterizam uma porfirina. Seguidamente, os alunos fazem a caracterização fotofísica da porfirina e avaliam a sua capacidade para absorver na janela terapêutica e produzir oxigénio singleto (fundamentais para um fotossensibilizador).

Este est√°gio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada do Departamento de Química, Polo I da Universidade de Coimbra Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Ana L√ļcia Cardoso

Est√°gio j√° em curso / terminado

517. Tecnologia alimentar - desenvolver novos produtos e prepara-los para o mercado


Instituição: Programa Cultivar - Centro de Ecologia Funcional (CFE) & Centro de Apoio Tecnológico Agro Alimentar de Castelo Branco (CATAA))
Respons√°vel: Christophe Espirito Santo
N¬ļ Alunos: 4 Anos: 12¬ļ √Ārea: Biologia, Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica, Ci√™ncias da Sa√ļde, Bioqu√≠mica
Data: de 12-07-2021 a 16-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Christophe Espirito Santo


Descrição: Vem ter uma visão geral do processo de apoio ao sector agroalimentar. Este estágio promete ser bastante completo. Vais passar pelo desenvolvimento de novos produtos e conservação (Unidades Piloto (UP)) e pelos laboratórios de Físico-Química (LFQ), Biologia Molecular (BM), Analise Sensorial (AS) e Microbiologia (LM):
Dia 1
UP: Os alunos serão consciencializados sobre o processo de desidratação, como uma técnica de conservação e que reduz o desperdício alimentar e apoiar no desenvolvimento de novos produtos. Neste trabalho será desenvolvido um produto desidratado
Dia 2
BM: este laborat√≥rio √© munido de uma t√©cnica de sequencia√ß√£o massiva de nova gera√ß√£o, ir√£o conhecer o processo e como √© aplicado na ind√ļstria alimentar
AS: os produtos previamente desenvolvidos (desidratados) ser√£o avaliados para perceberem como funciona uma an√°lise sensorial
Dia 3
UP: compreender a tecnologia inovadora de conservação por atmosfera controlada e frio; LFQ: aprender as analises de avaliação da qualidade da cereja ao longo da conservação
Dia 4
UP: A esferificação permite criar um caviar de qualquer líquido. Terão uma nova perspetiva sobre a apresentação dos alimentos
Dia 5
LM: conhecer todo o sistema de trabalho de um laboratório de Microbiologia alimentar

Este est√°gio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Centro de Apoio Tecnológico Agro Alimentar (CATAA) Hora: 10:30:00 AM
Pessoa de contacto: Christophe Espírito Santo

Est√°gio j√° em curso / terminado

448. Transformação de sais de piridinium usando luz


Instituição: Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa - Instituto de Investigação do Medicamento - iMed
Respons√°vel: Jo√£o Sousa
N¬ļ Alunos: 1 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Filipa Siopa


Descrição: Aminociclopentitóis são uma classe de moléculas com um vasto espectro de atividades biológicas, evidenciando-se a sua aplicação como inibidores da glicosidase. Os inibidores da glicosidase já estão no mercado como fármacos contra a diabetes tipo II, a gripe suína e para o tratamento da doença de Gaucher. Uma atrativa abordagem para a síntese de aminociclopentitóis é a transformação fotoquímica de sais de piridínio a aziridinas-bicíclicas, seguida da abertura do anel da aziridina originando aminociclopentenos, um intermediário versátil na síntese de aminociclopentitóis.

Este projeto pretende contribuir nesta √°rea atrav√©s da descoberta de uma nova transforma√ß√£o fotoqu√≠mica de pirid√≠nio assistida por fluxo cont√≠nuo. O impacto deste conceito ser√° enorme nos dom√≠nios da s√≠ntese org√Ęnica assim como na √°rea da fotoqu√≠mica, uma vez que os resultados esperados v√£o originar um novo m√©todo para a s√≠ntese de precursores de aminociclopentit√≥is. Os produtos obtidos abrir√£o uma nova √°rea de compostos biologicamente ativos que podem ser aplicados para desenvolver novas mol√©culas com potencial atividade.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada da Faculdade de Farm√°cia, Universidade de Lisboa Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: Carlos Afonso

Est√°gio j√° em curso / terminado

509. Trilhos e percursos químicos


Instituição: Centro de Química de Coimbra (CQC), Departamento de Química, Universidade de Coimbra
Responsável: Sérgio Paulo Jorge Rodrigues
N¬ļ Alunos: 6 Anos: 9¬ļ, 10¬ļ √Ārea: Qu√≠mica
Data: de 05-07-2021 a 09-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Sérgio P. J. Rodrigues


Descrição: Neste estágio, os estudantes terão oportunidade de investigar e refletir sofre a química que se pode encontrar nas ruas e jardins perto da Universidade de Coimbra. Partindo de vários caminhos já marcados e efetuados (Rodrigues, 2021), novos trilhos e pistas serão procurados ativamente com a colaboração dos jovens investigadores que participarem neste estágio.

Este est√°gio disponibiliza alojamento para alunos deslocados

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada do Departamento de Química, Polo I da Universidade de Coimbra Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Sérgio Rodrigues

Est√°gio j√° em curso / terminado

408. Valorização de Plantas Endógenas da Costa Marítima Portuguesa


Instituição: Unidade de I&D Química-Física Molecular, Universidade de Coimbra
Respons√°vel: Joana Marques
N¬ļ Alunos: 2 Anos: 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica
Data: de 02-08-2021 a 06-08-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Joana Marques


Descri√ß√£o: Os compostos fitoqu√≠micos constituem um vasto grupo de compostos de origem natural, presentes na dieta humana em quantidades apreci√°veis nas frutas e vegetais, apresentando um extenso leque de fun√ß√Ķes biol√≥gicas.
A costa litoral portuguesa é rica em muitas plantas halófitas e marítimas, cujas características físico-químicas e biológicas, estão ainda pouco exploradas ao nível científico.
O projecto proposto visa preencher esta lacuna, através do estudo do perfil biológico, de
extractos de plantas halófitas e marítimas, permitindo a valorização destes recursos naturais endógenos. Irão ser preparados extractos de plantas e será avaliado o seu potencial antioxidante através de métodos espectrofotométricos.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Porta do Departamento de Química da Universidade de Coimbra Hora: 10:00:00 AM
Pessoa de contacto: Joana Marques

Est√°gio j√° em curso / terminado

450. Valorização do tremoço


Instituição: Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa - Instituto de Investigação do Medicamento - iMed
Respons√°vel: Raquel Dur√£o
N¬ļ Alunos: 1 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Carlos Afonso


Descri√ß√£o: A Lupanina √© um produto natural presente nas sementes do tremo√ßo (Lupinus albus) que apresenta algumas atividades farmacol√≥gicas, nomeadamente antimicrobial, anti-hipertensivo, antidiab√©tico e agente hiperglic√©mico. Neste est√°gio, os alunos poder√£o proceder √† extra√ß√£o da Lupanina a partir das √°guas provenientes das sementes do tremo√ßo e ainda acompanhar todo o processo de extra√ß√£o at√© √† forma√ß√£o de alguns dos seus derivados. Posteriormente, estes alunos ter√£o a possibilidade de funcionalizar a Lupanina atrav√©s de um processo eletroqu√≠mico, tanto em "batch" como em fluxo cont√≠nuo. A eletroqu√≠mica √© uma alternativa bastante eficiente, econ√≥mica e amiga do ambiente em compara√ß√£o com os processos de oxida√ß√£o/redu√ß√£o convencionais, pois permite realizar rea√ß√Ķes de oxida√ß√£o/redu√ß√£o que envolvem a transfer√™ncia de eletr√Ķes para a transforma√ß√£o de energia qu√≠mica em energia el√©trica e vice-versa. De uma forma geral, neste est√°gio os alunos poder√£o acompanhar o dia a dia de um investigador num laborat√≥rio de qu√≠mica org√Ęnica, aprendendo e experienciando v√°rias t√©cnicas e m√©todos laboratoriais.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada da Faculdade de Farm√°cia, Universidade de Lisboa Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: Adelaide Fernandes

Est√°gio j√° em curso / terminado

446. Valorização sintética do extrato bruto de folha de oliveira


Instituição: Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa - Instituto de Investigação do Medicamento - iMed
Respons√°vel: Carlos A. M. Afonso
N¬ļ Alunos: 1 Anos: 10¬ļ, 11¬ļ, 12¬ļ √Ārea: Qu√≠mica, F√≠sico-Qu√≠mica
Data: de 19-07-2021 a 23-07-2021 Hor√°rio: Manh√£ + Tarde
Investigador(es): Carlos A. M. Afonso


Descri√ß√£o: Esta proposta de est√°gio visa trazer experi√™ncia e conhecimento na valoriza√ß√£o de recursos bio renov√°veis, atrav√©s da aplica√ß√£o de metodologias de qu√≠mica org√Ęnica sint√©tica que permitem a cria√ß√£o de mol√©culas derivadas de recursos naturais prontamente dispon√≠veis, como as folhas de oliveira.
A oleropeína (OLE) é um dos principais compostos encontrados na folha da oliveira (0,5-2% (p / p) seco) seguida de uma variedade de outros compostos fenólicos. Esta, é constituída por três blocos: hidroxitirosol, glicose e monoterpeno que mantêm características químicas atraentes e tem atividade antimicrobiana e antiviral.
A nossa proposta de trabalho consiste então na extração de oleropeína das folhas de oliveira seguida de uma reação de metanólise catalisada por Amberlyst 15 (uma resina com características acídicas) que visa a clivagem exclusiva da ligação acetal entre o glicosídeo e as subunidades de monoterpeno, e elimina assim a porção glicosídica.

Este estágio disponibiliza almoços

1¬ļ Dia de Est√°gio

Local de encontro: Entrada da Faculdade de Farm√°cia, Universidade de Lisboa Hora: 9:00:00 AM
Pessoa de contacto: Adelaide Fernandes

Est√°gio j√° em curso / terminado