Slide3 Background
Menu


OS NOSSOS MÓDULOS PREFERIDOS

Para famílias e público em geral

Algumas das experiências mais marcantes do nosso museu e os fenómenos científicos que revelam.

Corrente de ar

Como manter a bola no ar? A bola está suspensa no ar, sem meios de apoio visíveis. Acreditemos ou não, a bola comporta-se como uma asa de avião. O ar, ao mover-se rapidamente, bate na bola, e tem o mesmo efeito que uma asa de avião a deslocar-se no ar. A asa tem uma forma com ângulos que levam o ar a mover-se mais rapidamente sobre a parte de cima do que sob a parte de baixo, resultando numa pressão menor em cima do que em baixo, permitindo assim a suspensão.


Viva na exposição Tcharan

A Viva é a simpática anfitriã do nosso museu e também ela adora participar neste Circo de Experiências! Num espaço onde a emoção do parque se alia à aventura do circo, é possível descobrirmos múltiplas reflexões num labirinto de espelhos, movermos uma roda gigante ou saltitarmos num chão musical. No palco da tenda central, a Viva é a estrela e a adrenalina transforma-se em conhecimento... TCHARAN!


Mesa gigante

Suba para a cadeira e desça na idade. Como se sente com esta perspectiva? Numa mesa de reuniões invulgar, descobrimos que a nossa percepção depende não só do estímulo, mas também se baseia nas vivências passadas. Somos assim levados até à infância, quando tudo nos parecia tão grande e alto. Ideias postas em cima da mesa, será que vamos chegar a alguma conclusão ou vamos deixar que o nosso cérebro nos iluda?


Carro de rodas quadradas

Uma estrada de lombas e um carro com rodas quadradas? A matemática confirma que é possível! A estrada é feita com contornos ciclóides e as quatro rodas do carro são quadrados. Um ciclóide é a trajetória percorrida por um único ponto de uma circunferência, sem deslizar, ao longo de uma reta. Cada vértice do quadrado encaixa em cada extremo das ciclóides. Desta forma o carro anda em frente sem que os seus ocupantes sintam os esperados solavancos!


Harpa de Laser

Onde estão as cordas desta harpa? Será possível fazer música sem elas? Esta harpa apenas tem raios laser, que substituem as cordas. Quando passamos os nossos dedos pelo feixe, interrompemos o seu percurso e é gerada uma resposta eletrónica que seleciona uma nota musical. Quando retiramos os dedos e o feixe é reposto e o respetivo som é reproduzido. Todas as notas são reproduções de sons de harpa que foram armazenados eletronicamente.


A cadeira que encolhe

A cadeira de Beuchet "encolhe" a pessoa sentada porque o nosso cérebro reconhece as duas peças da cadeira como uma só, dificultando o reconhecimento das distâncias: as pernas da cadeira estão mais à frente, em primeiro plano, com a pessoa que está em pé; o assento, o encosto e a pessoa que está sentada estão mais distantes do ponto de observação. A esta ilusão chama-se constância de tamanho.


O rosto

Não vemos apenas com os nossos olhos. O cérebro desempenha um papel fundamental na forma como percepcionamos o mundo. Aqui está um bom exemplo de uma ilusão de óptica de por a cabeça a andar à roda.





CONTACTOS

Newsletter

Inscreva-se