Materiais de Apoio



Polímeros

A experiência PULSAR com a amostra do poliestireno

Os Polímeros enviados para o espaçao vão estar sujeitos ao efeito de três factores:
- a Microgravidade, isto é, a ausência de peso quando o Vaivém espacial está em órbita; - a hipergravidade, isto é, o efeito de um aumento de peso que se verifica num curto espaço de tempo, durante o lançamento e a reentrada na atmosfera; - a radiação cósmica, sempre presente durante o voo espacial.

Na nossa experiência queremos saber se existe algum efeito do voo espacial sobre as moléculas do polímero. Por exemplo, se estas forem partidas, originando pedaços mais pequenos de moléculas do polímero. Isto é muito importante, porque também nos veículos espaciais é feita uma grande utilização dos polímeros. Por exemplo, um polímero, o polietileno, o mesmo dos sacos de plástico, é dos melhores escudos protectores contra a radiação cósmica.
Usando a dispersão dinâmica da luz podemos determinar se as moléculas de poliestireno sofreram alguma diminuição do seu tamanho durante o voo espacial.


Actividades

Prevemos realizar em Março de 2002, as experiências sobre as amostras de Poliestireno que voaram na missão STS108 e as amostras de controlo que guardamos em Terra, para determinarmos se a amostra enviada para o espaço sofreu alguma alteração.
Nessa altura Contamos com a vossa presença para seguirem de perto no nosso laboratório na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa as experiências de Dispersão Dinâmica da Luz.



Voltar