Login

 
 
Entrar no sistema



Listar por: Data | Concelho | Distrito | Entidade

Título: Pomarão-São Domingos e Mertola uma viagem pelo interior alentejano
( Departamento de Geociências, Universidade de Évora)
Data: 28 de Julho às 08:00  
11 de Setembro às 08:00  
Ponto de encontro: Évora: Igreja de São Francisco - 8h00
Mértola: Junto à ponte - 10h00
Localidade: Minas de São Domingos / MÉRTOLA / BEJA
Itinerário: Évora-Mertola-Pomarão-Mina de São Domingos-Mertola-Évora
Número de participantes: 7
Duração: 12 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Pedro Miguel Nogueira
URL: http://evunix.uevora.pt/~pmn/geoverao07
Descrição: Num pequeno percurso no interior do Alentejo pode-se observar a sequência das rochas que constituem grande parte da Zona Sul Portuguesa. Uma visita às Minas de São Domingos permite-nos conversar sobre a exploração das riquezas naturais, a sua conservação e recuperação.

 
Título: Pirites - visões de uma riqueza alentejana
( Departamento de Geociências, Universidade de Évora)
Data: 9 de Setembro às 08:30  
15 de Setembro às 08:30  
Ponto de encontro: Évora: Igreja de São Francisco
Localidade: Aljustrel - Minas do Lousal - Minas de Canal Caveira / ALJUSTREL / BEJA
Itinerário: Évora-Aljustrel-Minas do Lousal-Canal Caveira-Évora
Número de participantes: 7
Duração: 12 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Pedro Miguel Nogueira
URL: http://evunix.uevora.pt/~pmn/geoverao07
Descrição: A pirite é uma memória que percorre os locais que vamos visitar (Aljustrel-Lousal e Canal Caveira). Os participantes vão aflorar a realidade da exploração mineira nas suas glórias e infortúnios.

 
Título: Dos portos da Pederneira e Alfeizerão às praias da Nazaré e de S. Martinho Porto - uma viagem no tempo.
( Departamento de Geociências, Universidade de Évora)
Data: 8 de Setembro às 08:00  
Ponto de encontro: Évora - Igreja de S. Francisco, 8 h
S. Martinho do Porto - Marginal, frente à Capitania, 10 h 45 m
Localidade: S. Martinho do Porto e Nazaré / ALCOBAÇA / LEIRIA
Itinerário: S. Martinho do Porto - antigo porto de Alfeizerão - Salgados - Monte de S. Bartolomeu - Pederneira.
Número de participantes: 8
Duração: 7 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Maria Virgínia Henriques
Descrição: A enseada da Nazaré e a concha de S. Martinho do Porto constituem vestígios de um litoral recortado, abrigado e navegável que se estendia às imediações de Maiorga e Alfeizerão. Na visita será observada a área destes antigos estuários/lagunas e explicada a evolução da linha de costa, tendo em conta a dinâmica litoral, as características físicas e os factores sócio-económicos da região.
Notas: Usar roupa e calçado de passeio, chapéu e protector solar. Comida e líquidos para o tempo de duração do passeio. Binóculos, câmara fotográfica e/ou de vídeo, facultativos

 
Título: História Geológica de Portugal: O Paleozóico médio das Zonas de Ossa-Morena e Centro Ibérica.
( Departamento de Geociências, Universidade de Évora)
Data: 26 de Julho às 07:30  
21 de Agosto às 07:30  
Ponto de encontro: Igreja de S. Francisco - Évora.
Localidade: Alandroal, Castelo de Vide, Marvão e outras. / MARVÃO / PORTALEGRE
Itinerário: Évora - Redondo - Elvas - Portalegre - Castelo de Vide - Marvão.
Número de participantes: 8
Duração: 14 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Luís Lopes
Descrição: Visita onde se conta parte da história geológica de Portugal durante o Paleozóico e onde se comparam terenos de idade similar mas pertencentes a ambientes geodinâmicos distintos.
Notas: Calçado e vestuário prático. Recomenda-se aos participantes a utilização de uma máquina fotográfica para registo de aspectos geológicos, estruturais e paisagísticos muito interessantes.

 
Título: Granitos Alentejanos: uma fonte de riqueza
( Departamento de Geociências, Universidade de Évora)
Data: 11 de Setembro às 08:00  
Ponto de encontro: Igreja de S. Francisco, Évora
Localidade: Monforte / MONFORTE / PORTALEGRE
Itinerário: Évora – Campo Maior – Santa Eulália – Arronches -Monforte - Évora
Número de participantes: 7
Duração: 13 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: José Carrilho Lopes
Descrição: A exploração de rochas ornamentais representa, à escala regional (Alentejo), uma das actividades económicas de maior relevo. Assumem destaque as rochas graníticas, largamente utilizadas na construção civil. Esta iniciativa oferece uma visita ao Maciço de Santa Eulália, mostrando alguns aspectos geológicos directamente relacionados com a acividade extractiva de que tem sido alvo.
Notas: Vestuário e calçado apropriado para o campo.

 
Título: Rochas Exóticas no Alentejo
( Departamento de Geociências, Universidade de Évora)
Data: 24 de Julho às 08:00  
Ponto de encontro: Igreja de S. Francisco, Évora (8.00 horas)
Localidade: Alter do Chão / ALTER DO CHÃO / PORTALEGRE
Itinerário: Évora – Alter do Chão – Monforte – Arronches – Campo Maior – Elvas – Évora.
Número de participantes: 7
Duração: 13 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: José Carrilho Lopes
Descrição: As rochas alcalinas do Nordeste Alentejano foram geradas por processos invulgares na Natureza. Daí o seu enorme interesse geológico e a atenção que têm merecido, traduzida por numerosos trabalhos científicos nacionais e internacionais. A variedade que as caracteriza inclui exemplares mineralogica e texturalmente exóticos, alguns deles com valor museológico.
Notas: Vestuário e calçado apropriado para o campo.

 
Título: Península de Setúbal: A abertura do Oceano Atlântico e o formação da Serra da Arrábida.
( Departamento de Geociências, Universidade de Évora)
Data: 20 de Agosto às 07:30  
Ponto de encontro: Igreja de S. Francisco - Évora. Hipótese de encontro em Setúbal, a combinar com os participantes.
Localidade: Sesimbra, Setúbal e outras. / SESIMBRA / SETÚBAL
Itinerário: Évora - Setúbal - Sesimbra - Cabo Espichel - Azeitão - Portinho da Arrábida - Setúbal - Évora.
Número de participantes: 8
Duração: 12 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Luís Lopes
Descrição: No Cabo Espichel e na Serra da Arrábida, encontramos evidências geológicas que ilustram a abertura do Oceano Atlântico. Os seres que então habitavam os locais onde se iriam formar as rochas, deixaram as suas marcas (por exemplo pegadas de dinossauro), ou tornaram-se eles próprios parte de rocha (fósseis). O visitante ficará impressionado com a informação que podemos extrair das rochas...
Notas: Calçado e vestuário prático. Recomenda-se aos participantes a utilização de uma máquina fotográfica para registo de aspectos geológicos/estruturais e paisagísticos muito interessantes.

 
Título: Por Terras de Açafa. Visita ao património geológico, geomorfológico e arqueológico da região de Ródão
( Departamento de Geociências, Universidade de Évora)
Data: 1 de Setembro às 08:00  
2 de Setembro às 08:00  
Ponto de encontro: Saída do autocarro, Igreja de S. Francisco, Praça 1º de Maio, Évora. Ou em Vila Velha de Ródão, no jardim junto ao Tejo, cais dos barcos.
Localidade: Vila Velha de Ródão / VILA VELHA DE RÓDÃO / CASTELO BRANCO
Itinerário: Vila Velha de Ródão - Perais.
Número de participantes: 22
Duração: 10 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Antonio Antunes Martins
Descrição: Passeio de barco ao Monumento Natural das Portas de Ródão e ao conhal do Arneiro. Subida ao terraço de Vilas-Ruivas (estação arqueológica). Castelo Rei Wamba, vista sobre Portas de Ródão. Observação da avifauna. Terraços do Tejo(Srª da Alagada). Falha do Ponsul. Travessia do Tejo (barco) em Perais, visita às gravuras rupestres de S. Simão.

 
Título: Anticlinal de Estremoz: Geologia e Tecnologia de Exploração de Mármores.
( Departamento de Geociências, Universidade de Évora)
Data: 23 de Julho às 07:30  
24 de Julho às 07:30  
13 de Setembro às 07:30  
14 de Setembro às 07:30  
Ponto de encontro: Igreja de S. Francisco - Évora. Hipótese de encontro também em Estremoz, a combinar com os participantes.
Localidade: Estremoz - Borba - Vila Viçosa / VILA VIÇOSA / ÉVORA
Itinerário: Évora - Estremoz - Borba - Vila Viçosa - Évora.
Número de participantes: 10
Duração: 12 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Luís Lopes
Descrição: A geologia extremamente rica e surpreendente revelada nos mármores de Estremoz transporta-nos para um Mundo tão distante e diferente que nos custa a acreditar que tenha existido neste lugar...Paralelamente à apresentação da geologia da região, faremos referência aos aspectos tecnológicos relacionados com a extracção deste recurso geológico.
Notas: Calçado e vestuário prático. Recomenda-se aos participantes a utilização de uma máquina fotográfica para registo de aspectos geológicos, estruturais e paisagísticos muito interessantes.

 
Título: História Geológica de Portugal: Precâmbrico e Paleozóico inferior da Zona de Ossa-Morena.
( Departamento de Geociências, Universidade de Évora)
Data: 27 de Julho às 07:30  
22 de Agosto às 07:30  
Ponto de encontro: Igreja de S. Francisco - Évora. Hipótese de encontro também em Estremoz, a combinar com os participantes.
Localidade: Estremoz e outras. / ESTREMOZ / ÉVORA
Itinerário: Évora - Estremoz - Vila Boim - Elvas - Monforte - Évora.
Número de participantes: 8
Duração: 14 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Luís Lopes
Descrição: Nesta acção divulga-se a evolução geodinâmica do território nacional desde o Precâmbrico ao Paleozóico inferior, recorrendo a afloramentos chave da Zona de Ossa-Morena.
Notas: Calçado e vestuário prático. Recomenda-se aos participantes a utilização de uma máquina fotográfica para registo de aspectos geológicos, estruturais e paisagísticos muito interessantes.

 
Título: Solos, usos da terra e paisagens do Alentejo: marcas do passado e riscos do futuro
( Departamento de Geociências, Universidade de Évora)
Data: 6 de Setembro às 08:30  
12 de Setembro às 08:30  
Ponto de encontro: Évora, Igreja de S. Francisco (Capela dos Ossos).
Localidade: Évora / ÉVORA / ÉVORA
Número de participantes: 15
Duração: 10 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Carlos Alexandre
Descrição: Pretende-se divulgar o recurso solo, a sua constituição e morfologia e a sua importância como factor ambiental condicionador dos usos da terra e das paisagens. Propõe-se um percurso de observação de alguns dos principais solos do Alentejo, incluindo áreas do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva, destacando também os potenciais riscos que impendem sobre o recurso solo.

 
Título: Praia de São Pedro… afinal os dinossauros também andaram por aqui!
( Departamento de Geociências, Universidade de Évora)
Data: 5 de Setembro às 14:30  
6 de Setembro às 15:00  
7 de Setembro às 16:00  
8 de Setembro às 17:00  
Ponto de encontro: No paredão, entre os cafés, na Praia de S. Pedro do Estoril.
Localidade: São Pedro do Estoril / CASCAIS / LISBOA
Itinerário: Percurso pedestre entre as Praias de São Pedro e Bafureira.
Número de participantes: 20
Duração: 4 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Luís Lopes
Descrição: Na Praia de São Pedro do Estoril afloram rochas com elevado interesse didáctico. A partir de uma explicação simples dos principios básicos da Geologia o visitante apercebe-se da passagem do tempo num período da Terra em que os dinossauros poderiam vaguear sobre estas rochas...
Notas: Gosto pelo pedestrianismo (dificuldade muito reduzida) - calçado e vestuário prático, binóculos, máquina fotográfica e pequena mochila.

 

Página Principal