Login

 
 
Entrar no sistema



Listar por: Data | Concelho | Distrito | Entidade

Título: Pegadas de dinossáurio no barlavento algarvio
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 3 de Agosto às 10:00  
4 de Agosto às 10:00  
5 de Agosto às 10:00  
6 de Agosto às 10:00  
Ponto de encontro: Entrada na praia, junto ao painel do ICN.
Localidade: Praia da Salema / VILA DO BISPO / FARO
Itinerário: Praia da Salema
Número de participantes: 15
Duração: 2 h
Responsável pela acção: Vanda Faria dos Santos
URL: http://www.mnhn.ul.pt/geologia/geologia.htm
Descrição: Reconhecimento de aspectos da Geologia e Paleontologia da Praia da Salema: observação de pistas de dinossáurio - inferências sobre aspectos da anatomia, locomoção e comportamento destes animais - observação da sequência das camadas
sedimentares patentes no local e de outras estruturas geológicas.

 
Título: Sequestração de CO2, energia e ambiente: soluções geológicas
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 31 de Julho às 07:30  
Ponto de encontro: MNHN, Rua da Escola Politécnica, 58, Lisboa - alternativamente, café das termas de Cabeço de Vide.
Localidade: Cabeço de Vide / FRONTEIRA / PORTALEGRE
Itinerário: Lisboa - Cabeço de Vide, Fronteira
Número de participantes: 15
Duração: 12 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Prof. Doutor Fernando Barriga
URL: http://www.mnhn.ul.pt
Descrição: O CO2 que o Homem coloca na atmosfera pode ser aprisionado em rochas como as que veremos em Cabeço de Vide. A presença de águas termais faz parte da história, apaixonante.

 
Título: Dádivas da Terra nas minas do Bugalho e de Mociços
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 6 de Setembro às 07:30  
Ponto de encontro: MNHN, Rua da Escola Politécnica, 58, Lisboa - alternativamente, largo principal de Mina do Bugalho
Localidade: Mina do Bugalho / ALANDROAL / ÉVORA
Itinerário: Lisboa - Borba (A6) - Alandroal (N255) - Mina do Bugalho (N373)
Número de participantes: 15
Duração: 12 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Prof. Doutor Fernando Barriga
URL: http://www.mnhn.ul.pt
Descrição: Vamos ver minerais e minérios de cobre do Alentejo, em filões de rara beleza, com centenas de milhões de anos, onde é possível identificar alguns minerais e aprender como se formaram.
Notas: Actividade realizada em parceria com o Centro de Estudos Geológicos e Mineiros de Beja do INETI

 
Título: Minerais: indentificar, classificar - na exposição e no laboratório
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 19 de Julho às 14:30  
2 de Agosto às 14:30  
9 de Agosto às 14:30  
23 de Agosto às 14:30  
30 de Agosto às 14:30  
6 de Setembro às 14:30  
13 de Setembro às 14:30  
Ponto de encontro: Átrio do Museu Nacional de História Natural
Rua da Escola Politécnica, 58, LISBOA
Localidade: LISBOA / LISBOA / LISBOA
Itinerário: Espaços do Departamento de Mineralogia e Geologia do Museu Nacional de História Natural.
Número de participantes: 25
Duração: 2 h
Responsável pela acção: Liliana Póvoas
URL: http://www.mnhn.ul.pt
Descrição: Venha, connosco, visitar a exposição _Minerais: identificar, classificar”e descubra porque é que alguns minerais são cristais. Verifique as suas propriedades com as próprias mãos e observe-os à lupa binocular ou ao microscópio petrográfico , em lâminas delgadas de rochas.

 
Título: Saiba tudo sobre Dinossáurios
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 31 de Julho às 14:30  
11 de Setembro às 14:30  
Ponto de encontro: Átrio do Museu Nacional de História Natural
Rua da Escola Politécnica, 58, Lisboa
Localidade: LISBOA / LISBOA / LISBOA
Itinerário: Espaços do Departamento de Mineralogia e Geologia do Museu Nacional de História Natural
Número de participantes: 25
Duração: 2 h
Responsável pela acção: Liliana Póvoas
URL: http://www.mnhn.ul.pt
Descrição: Quando se começou a estudar os Dinossáurios? Quando viveram? Como nasciam? Eram todos grandes? De que se alimentavam ? O que nos dizem as pegadas? E os ovos? Qual é a relação entre Dinossáurios e Aves? Como desapareceram da Terra os Dinossáurios não avianos e outros animais seus contemporâneos? Venha descobrir as respostas a estas e outras questões, connosco, no Museu.

 
Título: O meu primeiro Caderno de Campo
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 16 de Julho às 10:30  
5 de Setembro às 10:30  
Ponto de encontro: Átrio principal do MNHN.
Rua da Escola Politécnica, Nº 58, Lisboa.
Localidade: Lisboa / LISBOA / LISBOA
Itinerário: A actividade é inteiramente realizada dentro dos espaços do MNHN.
Número de participantes: 20
Duração: 2 h
Responsável pela acção: Bruno Filipe Correia Bastardo da Silva Ribeiro
URL: http://www.mnhn.ul.pt
Descrição: Laboratório Pedagógico destinado a crianças dos 7 aos 12 anos, que pretende dar a conhecer aos participantes a dinâmica de uma escavação paleontológica.

 
Título: Percursos no Tempo
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 1 de Agosto às 14:30  
5 de Setembro às 14:30  
Ponto de encontro: Átrio principal do MNHN.
Rua da Escola Politécnica, Nº 58, Lisboa.
Localidade: Lisboa / LISBOA / LISBOA
Itinerário: A actividade é inteiramente realizada dentro dos espaços do MNHN.
Número de participantes: 25
Duração: 2 h
Responsável pela acção: Bruno Filipe Correia Bastardo da Silva Ribeiro
URL: http://www.mnhn.pt
Descrição: Através de um percurso por diferentes espaços do MNHN, e recorrendo a objectos previamente seleccionados, pretende-se recuperar aspectos da história deste local e salientar testemunhos da evolução do conhecimento científico e experimental, assim como descodificar a informação contida em objectos geológicos integrados nas exposições do MNHN.

 
Título: Grão a grão... geologia no papo (Praia Grande)
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 26 de Julho às 10:30  
27 de Julho às 10:30  
Ponto de encontro: Fim da estrada de acesso à praia (a acção decorrerá no extremo sul da praia).
Localidade: Praia Grande do Rod�zio (Sintra) / SINTRA / LISBOA
Itinerário: Percurso na Praia Grande
Número de participantes: 25
Duração: 2 h
Responsável pela acção: João Cascalho
URL: http://www.mnhn.ul.pt/
Descrição: A Praia Grande, situada no concelho de Sintra, na freguesia de Colares, é um local com um rico património geológico que merece ser divulgado. Neste contexto, propõe-se uma visita ao extremo sul da Praia Grande para observar os grãos de areia e a arriba com pegadas de dinossáurio.

 
Título: Gemas do Mundo - Américas
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 30 de Agosto às 18:00  
Ponto de encontro: Aquário Vasco da Gama
Localidade: Cruz Quebrada / LISBOA / LISBOA
Número de participantes: 50
Duração: 3 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Rui Galopim de Carvalho
Descrição: As civilizações pré-colombianas conheciam já a esmeralda (Colômbia) e o jade (Guatemala). No Brasil descobriram-se diamantes no séc. XVIII, criando um grande produtor de pedras de cor (topázio, berilos, turmalinas, granadas). As rodocrosites na Argentina, as opalas de fogo no México, as hiddenites e benitoítes nos EUA e os depósitos de diamantes no Canadá complementam este roteiro das Américas.

 
Título: Gemas e o Mar - Outras Gemas no Mar - Âmbar e Diamantes
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 11 de Setembro às 18:00  
Ponto de encontro: Aquário Vasco da Gama.
Localidade: Cruz Quebrada / LISBOA / LISBOA
Número de participantes: 50
Duração: 3 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Rui Galopim de Carvalho
Descrição: Âmbar do Báltico - Formação e distribuição geográfica, história, inclusões curiosas, identificação, imitações. O copal.
Diamante - A exploração do diamante nas costas da Namíbia e da África do Sul. Mecanismo de deposição, formação, métodos extractivos.

 
Título: Gemas do Mundo - África
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 23 de Agosto às 18:00  
Ponto de encontro: Aquário Vasco da Gama.
Localidade: Cruz Quebrada / LISBOA / LISBOA
Número de participantes: 50
Duração: 3 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Rui Galopim de Carvalho
Descrição: O continente africano é uma das procedências históricas mais relevantes para as pedrarias. Em África situam-se importantes ocorrências diamantíferas (e.g. Botswana, África do Sul e Angola), de safiras (Madagáscar), de tanzanites (Tanzânia), sendo também casa de significativas ocorrências de turmalinas (Moçambique e Nigéria), alexandrites e espinelas (Tanzânia), esmeraldas (Zâmbia e Zimbabwe) entre outras.

 
Título: Gemas do Mundo - Ásia
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 6 de Setembro às 18:00  
Ponto de encontro: Aquário Vasco da Gama
Localidade: Cruz Quebrada / LISBOA / LISBOA
Número de participantes: 50
Duração: 3 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Rui Galopim de Carvalho
Descrição: Ainda hoje saem da Ásia importantes quantidades de rubis (Myanmar), safiras (Myanmar, Sri Lanka e Cambodja), entre outras gemas, com significativas indústrias de lapidação e transformação (Índia, China e Tailândia). Pelo Paquistão e Afeganistão existem também importantes ocorrências esmeralda, água-marinha, rubis, espinelas e lápis lazúli.

 
Título: Gemas do Mundo - Europa e Oceânia
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 13 de Setembro às 18:00  
Ponto de encontro: Aquário Vasco da Gama.
Localidade: Cruz Quebrada / LISBOA / LISBOA
Número de participantes: 50
Duração: 3 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Rui Galopim de Carvalho
Descrição: A Europa não tem actualmente significado no panorama gemológico, havendo memórias passadas de granadas na Rep. Checa e em Belas, junto a Lisboa, de opalas na Eslováquia e de esmeraldas na Áustria. Somente a Rússia tem um sector extractivo significativo (diamantes e esmeraldas). Na Oceânia conta-se o kaori (copal) e nefrite da Nova Zelândia e os diamantes, opalas preciosas e safiras da Austrália.

 
Título: Alquimia com Minerais
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 27 de Julho às 16:30  
2 de Agosto às 16:30  
Ponto de encontro: Museu Nacional de História Natural, rua da Escola Politécnica, 58, Lisboa
Localidade: Lisboa / LISBOA / LISBOA
Itinerário: Laboratório Aberto do MNHN (entrada pela Av. das Palmeiras, perguntar ao Segurança)
Número de participantes: 15
Duração: 2 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Prof. Doutor Fernando Barriga
URL: http://www.mnhn.ul.pt
Descrição: Sessão prática de Química Mineral, em que se farão ensaios de química qualitativa, altamente recreativa. Os testes a realizar fazem aparecer cores, precipitados, sublimados, espelhos metalizados e até metais puros, como por magia.

 
Título: À descoberta da mineralogia e geologia no Museu Nacional de História Natural
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 1 de Agosto às 16:00  
Ponto de encontro: MNHN, rua da Escola Politécnica, 58, Lisboa
Localidade: Lisboa / LISBOA / LISBOA
Número de participantes: 20
Duração: 2 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Prof. Doutor Fernando Barriga
URL: http://www.mnhn.ul.pt
Descrição: O MNHN visto pelo Director da área de Mineralogia e Geologia. As histórias que os minerais e as rochas contam, de uma Terra bem dinâmica. A visita termina com um lanche Geológico a não perder!

 
Título: À Noite no Museu
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 21 de Julho às 20:30  
8 de Setembro às 20:30  
Ponto de encontro: Átrio do Museu Nacional de História Natural
Rua da Escola Politécnica, nº 58, Lisboa
Localidade: LISBOA / LISBOA / LISBOA
Itinerário: A acção decorre inteiramente nos espaços do Museu Nacional de História Natural.
Número de participantes: 10
Duração: 14 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Bruno Filipe Correia Bastardo da Silva Ribeiro
URL: http://www.mnhn.ul.pt
Descrição: Se tens entre 7 e 12 anos pega na tua mochila e vem descobrir alguns dos segredos bem guardados no nosso Museu. Entre outras actividades vais aprender como os paleontológos descobrem e escavam os dinossáurios e fazer parte de uma expedição pelo Museu em busca da chave que abre a sala onde está o temível Tiranossauros-rex!!!

Notas: Aconselha-se os participantes a jantar previamente, trazer saco-cama (e almofada), roupa confortável para as actividades (e que possa servir para dormir ou então um pijama quente), utensílios de higiene pessoal (incluindo toalha).

 
Título: Gemas e o Mar - Pérolas & Pérolas de Cultura
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 21 de Agosto às 18:00  
Ponto de encontro: Aquário Vasco da Gama
Localidade: Cruz Quebrada / LISBOA / LISBOA
Número de participantes: 50
Duração: 3 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Rui Galopim de Carvalho
Descrição: Pérolas Naturais formação, tipos de pérolas (nacaradas e não-nacaradas), distribuição geográfica, história e simbolismo
Pérolas de Cultura, história, impacto no mercado, produção, metodologias, regiões produtoras, tipos de cultura.
Moluscos perlíferos no Mundo.

 
Título: Gemas e o Mar - Corais, Concha, Madrepérola, Tartaruga e alguns marfins
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 28 de Agosto às 18:00  
Ponto de encontro: Aquário Vasco da Gama
Localidade: Cruz Quebrada / LISBOA / LISBOA
Número de participantes: 50
Duração: 3 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Rui Galopim de Carvalho
Descrição: Corais - tipos de corais, nomenclatura, história e distribuição geográfica. Imitações e tratamentos.
Concha e madrepérola - Semelhanças e diferenças. História da utilização.
Tartaruga_ marfim de nerval, cachalote e morsa. CITES: regulamentação internacional para o controlo do comércio de espécies em vias de extinção.

 
Título: Gemas e o Mar - O Mercado das Pedrarias nos Mares de Quinhentos
( Museu Nacional de História Natural, Fundação da Universidade de Lisboa)
Data: 4 de Setembro às 18:00  
Ponto de encontro: Aquário Vasco da Gama.
Localidade: Cruz Quebrada / LISBOA / LISBOA
Duração: 3 h
Inscrição prévia: SIM
Responsável pela acção: Rui Galopim de Carvalho
Descrição: A expansão marítima portuguesa numa perspectiva gemológica. Goa como capital oriental das pedrarias. As gemas que chegaram em quantidade à Europa por via marítima no séc. XVI: diamante, rubi, safira, esmeralda, pérola, granadas, etc. Alguns achados arqueológicos em embarcações naufragadas: O caso do Nuestra Senhora de Atocha.

 

Página Principal