Listar por Data | Concelhos | Distritos | Entidade | Pesquisa

Título: Visita ao Centro de Satélites de Sintra

( Portugal Telecom )
Data: 7 de Agosto às 15:00
14 de Agosto às 15:00
21 de Agosto às 15:00
28 de Agosto às 15:00
4 de Setembro às 15:00
11 de Setembro às 15:00
18 de Setembro às 15:00
25 de Setembro às 15:00
Ponto de encontro: Centro de Satélites de Sintra
Rua Rádio Marconi
Alfouvar de Cima
Almargem do Bispo
Localidade: Alfouvar, Pero Pinheiro, Sintra / SINTRA / LISBOA
Itinerário: Como chegar cá ? Poderão utilizar a IC-19, sair para o IC-16 (Mafra/Ericeira), continuar sempre em frente e sair para Pêro Pinheiro Sul (passando depois junto da Base Aérea nº 1). Em Pêro Pinheiro deverão virar à direita junto a um pequeno fontanário, tomando logo a vossa esquerda na direcção de Negrais. Continuam sempre na estrada principal, na Pedra Furada encontram uma passagem de nível saindo depois para Alfouvar de Cima (é visível o topo de uma das antenas). As instalações encontram-se então à vossa esquerda.
Inscrição prévia: SIM - Contacto:219670519
Descrição: O Centro de Satélites de Sintra foi inaugurado em 1974 com uma única antena designada por Sintra-1, cuja parábola de 32 metros de diâmetro terão a oportunidade de ver literalmente sobre as vossas cabeças pois está montada sobre uma parte substancial do edifício técnico principal.



Hoje o Centro conta com 20 antenas de médio/grande porte (além de várias outras de pequena dimensão), distribuídas pelos seus 7,5 hectares, que operam com outros tantos satélites. Acreditem que não fazemos má vizinhança, e os campos circundantes são do mais fértil que se conhece.

O que fazem essas antenas ? (com a nossa ajuda, claro) :
• “Uplinks” de televisão (ex: RTP Internacional, RTP África, etc) e rádios_
• Comunicações de telefonia e dados para países africanos e asiáticos (ex: Angola, Timor, etc)_
• VSATs (antena de pequena dimensão como por exemplo as colocados na agências da Santa Casa da Misericórdia)_
• Comunicações móveis via satélite (Inmarsat-C)_
e ainda:
• Controlo dos satélites da EUTELSAT e também do pequeno satélite português PoSAT.

 

Título: Visita ao Centro de Emissão de Monsanto

( Portugal Telecom )
Data: 7 de Agosto às 15:00
14 de Agosto às 15:00
21 de Agosto às 15:00
28 de Agosto às 15:00
4 de Setembro às 15:00
11 de Setembro às 15:00
18 de Setembro às 15:00
25 de Setembro às 15:00
Ponto de encontro: Centro Emissor de Monsanto, na Estrada da Bela Vista dentro do Parque Florestal de Monsanto (ver mapa).
Localidade: Monsanto / LISBOA / LISBOA
Número de participantes: 25
Inscrição prévia: SIM - Contacto:215000639
Descrição:
O Centro Emissor de Monsanto localiza-se na Estrada da Bela Vista dentro do Parque Florestal de Monsanto (Lisboa) a uma cota de 187 metros e é o Centro mais importante da Rede de Teledifusão da PT Comunicações.

Neste Centro são recebidos os sinais de TV dos estúdios dos operadores de televisão ( RTP, SIC e TVI) e é feita a sua distribuição para os emissores de TV desta estação bem como para os restantes Centros emissores espalhados pelo País (rede de distribuição) para a sua difusão hertziana. É também executada a interligação entre estúdios dos operadores de TV (rede de interligação), o encaminhamento de sinais de TV provenientes de diversos locais do País para os estúdios (rede de inserção), o envio de sinais de TV para e da estação terrena de satélites de Sintra (Alfouvar).

O Centro emissor de Monsanto dispõe ainda de uma Central Técnica de Teledifusão que permite a supervisão e controlo remoto de todos os emissores de TV da rede e dos retransmissores de TV com maior população servida, para além de garantir todas as tarefas de trânsito de sinais de TV para a rede hertziana e de cabo e para Sintra (estação de satélites).

A torre existente, de betão, tem 120 m e no topo dela estão instalados os sistemas de antenas de emissão de VHF (RTP1), e de UHF (2: e SIC).

Ver mapa
Notas: Identificação obrigatória mediante BI.

 

Título: Descubra as tecnologias por detrás da rádio e da televisão

( Rádio Televisão Portuguesa - RTP)
Data: 7 de Setembro às 18:00
16 de Setembro às 18:00
Ponto de encontro: Portaria da RTP na Avenida Marechal Gomes da Costa, Nº 37, onde os visitantes serão acolhidos por um elemento do staff que acompanhará a visita.
Localidade: Lisboa / LISBOA / LISBOA
Itinerário: Instalações da RTP na Av. Marechal Gomes da Costa, número 37 (Lisboa). A melhor forma de aceder às instalações é utilizando o Metro - estação de Chelas.
Número de participantes: 20
Inscrição prévia: SIM - Contacto:217947685
URL: http://www.rtp.pt
Descrição: As novas tecnologias da infocomunicação e uma arrojada arquitectura de interiores dão as mãos nos novos estúdios da RTP e RDP. Venha conhecer os bastidores e os protagonistas do mais moderno complexo de produção de rádio e televisão da Europa, recheado de soluções que representam o "estado da arte". E perca-se na imensidão dos 1.200 m2 do estúdio de informação da RTP, onde coabitam mais de 20 cenários diferentes. O conceito é inteiramente nacional, a comprovar que os portugueses são sempre capazes de surpreender pela positiva.
Notas: Todas as visitas realizam-se das 18 às 19 horas

 

Título: Descubra o acontece ao seu lixo. Visita à Central de Tratamento de RSU.

( VALORSUL)
Data: 25 de Agosto às 14:30
2 de Setembro às 10:00
Ponto de encontro: Nas instalações da Central. Plataforma Ribeirinha da CP. Estação de Mercadorias da Bobadela. São João da Talha.
Localidade: São João da Talha / LOURES / LISBOA
Itinerário: Ver mapa.
Número de participantes: 40
Inscrição prévia: SIM - Contacto:219535900
URL: http://www.valorsul.pt
Descrição: Aquilo que para si já não tem valor e por isso deitou para o lixo, na Valorsul volta a ser um recurso, uma matéria prima capaz de se transformar numa nova caixa de cartão, numa nova garrafa de vidro, em energia eléctrica, fertilizante para a agricultura ou em materiais para a construção de uma nova estrada.
Nesta visita ficará a saber o que acontece ao lixo doméstico indiferenciado depois de ser colocado no contentor e como funciona a Central de Incineração da Valorsul que tem a capacidade de efectuar a queima dos lixos que não separamos e, simultaneamente, produzir energia eléctrica. Por dia, a Central recebe perto de 2000 toneladas de resíduos e produz energia suficiente para alimentar uma cidade de 150 mil habitantes.


Ver mapa
Notas: As crianças com menos de 10 anos não poderão visitar as instalações da Central. Os visitantes deverão trazer calçado raso e fechado. A visita tem a duração de 1h30.

 

Título: Descubra o acontece aos materiais separados no Ecoponto: Visita ao Centro de Triagem e Ecocentro da Valorsul

( VALORSUL)
Data: 19 de Agosto às 14:30
1 de Setembro às 10:00
Ponto de encontro: Nas instalações do Centro de Triagem. Estrada Militar ao Lumiar.
Localidade: Lisboa / LISBOA / LISBOA
Itinerário: Ver mapa.
Número de participantes: 30
Inscrição prévia: SIM - Contacto:219535900
URL: http://www.valorsul.pt
Descrição: Aquilo que para si já não tem valor e por isso deitou para o lixo, na Valorsul, volta a ser um recurso, uma matéria prima capaz de se transformar numa nova caixa de cartão, numa nova garrafa de vidro, em energia eléctrica, fertilizante para a agricultura ou em materiais para a construção de uma nova estrada.
Nesta visita ficará a saber o que acontece ao materiais separados em cerca de 2000 ecopontos do Norte da Grande Lisboa e como são tratados e preparados para que as indústrias da reciclagem os possam receber.









Ver mapa

Notas: As crianças com menos de 10 anos não poderão visitar as instalações do Centro de Triagem. Os visitantes deverão trazer calçado raso e fechado. A visita tem a duração de 1 hora.

 

Título: Visita à ETAR de Chelas

( SIMTEJO)
Data: 21 de Agosto às 10:00
18 de Setembro às 10:00
Ponto de encontro: ETAR de Chelas, Estrada de Chelas, 113, Lisboa
Localidade: Lisboa / LISBOA / LISBOA
Número de participantes: 20
Inscrição prévia: SIM - Contacto:218160140
Descrição: O Subsistema de Chelas (ETAR) serve as seguintes freguesias da cidade de Lisboa (totalmente ou em parte): Alto do Pina, Alvalade, Ameixoeira, Beato, Campo Grande, Carnide, Charneca, Graça, Lumiar, Marvila, Nª Srª de Fátima, Penha de França, Stª Engrácia, Stº Estêvão, S. Domingos de Benfica, S. João, S. João de Deus, S. Vicente de Fora. Está dimensionado para recolher e tratar 52.500 m3/dia de águas residuais urbanas, o que corresponde a cerca de 211.000 habitantes equivalentes.
O Subsistema é constituído pela ETAR Nereida (nome de uma das Tágides de Camões) e pelo sistema interceptor, que inclui cinco estações elevatórias (EE7 a EE1I), que faz a recolha das águas residuais da zona baixa entre a Calçada do Grilo (Xabregas) e Alfama/Santa Apolónia.
A ETAR iniciou o seu funcionamento apenas com tratamento primário, seguido de desinfecção com cloro, em Dezembro de 1989. Em Março de 2001, após obras de melhoramento, a estação inaugurou uma linha de tratamento bastante diferente e completa, passando-se a dispor de um tratamento terciário de efluentes. A água sofre um tratamento destinado a garantir que a sua descarga no meio receptor se faz de acordo com a legislação em vigor, sendo que também se remove o azoto e se procede a uma desinfecção final de toda a água tratada para que esta adquira potencial de reutilização em fins de segunda linha (lavagem de ruas, rega de jardins...). As lamas produzidas durante o processo (que correspondem à poluição removida da água residual durante o processo de tratamento) são enviadas, após tratamento adequado, para valorização agrícola, onde irão ser usadas como fertilizante. De salientar que o tratamento das lamas permite a produção de electricidade através da utilização do biogás produzido no processo de digestão anaeróbia: esta electricidade irá ser utilizada na instalação, o que permite atenuar a compra à EDP.
Tão importante como a qualidade da água à saída da ETAR, é a garantia que a instalação não tenha impacte negativo junto das populações vizinhas (a ETAR está no meio da cidade), pelo que todas as zonas onde existe a formação de maus odores estão confinadas, e o ar aí retido e desodorizado antes de libertado para a atmosfera.
O Subsistema de Chelas é gerido pela Simtejo – Saneamento Integrado dos Municípios do Tejo e Trancão, empresa do Grupo Águas de Portugal e que tem como accionistas além da Águas de Portugal, as Câmaras Municipais de Lisboa, Loures, Odivelas, Amadora, Mafra e Vila Franca de Xira. A Simtejo é a entidade responsável pela recolha em alta e tratamento dos efluentes produzidos nos concelhos acima referidos, atendendo perto de 1.500.000 habitantes numa área de cerca de 1000 km2.
Notas: Contacto para inscrição: Eng. José Martins
Além do telefone indicado para inscrições, também é possível utilizar o e-mail j.martins(at)simtejo.adp.pt.

 

Página Principal

Login