Login

[ Imprimir ]
A Ciência e o Espaço

Ministro da Educação viu o trânsito de Vénus através de telescópios escolares
Público, 08-06-2004


Núcleo de Investigação de Astronomia da Cidadela tem projecto inovador

Os telescópios dos alunos da Escola Secundária da Cidadela, em Cascais, permitiram hoje ao ministro da Educação, David Justino, observar a passagem de Vénus pelo Sol.

O ministro viu na sua própria mão o reflexo de um pequeno ponto negro no círculo luminoso do Sol, um fenómeno raro que só voltará a ocorrer no século XXII.

Entre as motivações de David Justino, que fez uma "visita de duração mais reduzida do que o trânsito de Vénus", esteve a curiosidade científica e o interesse em ver "como uma escola consegue mobilizar alunos e professores" em torno de um projecto como o do Núcleo de Investigação de Astronomia da Cidadela (NIAC).

Este grupo, coordenado pela professora de Físico-Química Leonor Cabral, conseguiu o financiamento para comprar dois telescópios e um "solarscope" - um aparelho que permitiu hoje medir o movimento do planeta contra o círculo solar - através da participação no concurso Ciência Viva. Desde então fazem observações mensais ou quinzenais, conforme o estado do tempo, e abrem as portas à comunidade, convidando pais e alunos de outras escolas sempre que há um fenómeno raro como o de hoje.

"A ideia de que a escola é só para os alunos, professores e funcionários está ultrapassada", disse o ministro à Lusa, sublinhando que os estabelecimentos de ensino devem ser "autênticos centros culturais abertos à comunidade". Além de David Justino, também turmas de duas escolas primárias do concelho de Cascais foram convidadas a observar o trânsito de Vénus.

[ Imprimir ]