Login

[ Imprimir ]
A Ciência e o Espaço

De olhos postos no ceú
Visão-Online, 07-05-2003

Desde as 07h00 desta manhã que é visível a partir de Portugal um fenómeno que só acontece 13 vezes em cada século: a passagem do planeta Mercúrio em frente ao Sol.
Os interessados podem acompanhá-lo pela Internet

Os astrónomos e leigos mais entendidos falam no «trânsito de Mercúrio». Para os meros observadores, o fenómeno consiste na passagem daquele planeta em frente ao Sol. Desde as sete da manhã até cerca das 11h30, quem estiver equipado com um telescópio devidamente protegido com filtros para evitar graves lesões oculares poderá observar um ponto escuro na superfície solar – Mercúrio tem apenas um diâmetro que não chega a 5 mil quilómetros.

Este fenómeno ocorre apenas cerca de 13 vezes por cada 100 anos e só pode ser repetido pelo planeta Vénus, o único que, além de Mercúrio, tem uma órbita inferior à da Terra. No entanto, visto que a órbita de Vénus é mais ampla, observar um trânsito deste planeta é ainda mais complicado e raro.

Além de poder ser visto da Europa, o fenómeno desta manhã é ainda observado a partir da Ásia e da África. Por cá, o observatório astronómico do Museu de Ciência da Universidade de Lisboa abriu as portas às 07h00 e disponibiliza vários instrumentos para observar o trânsito de Mercúrio. A Norte, o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto e o Centro Multimeios de Espinho fazem o mesmo.

No entanto, qualquer telescópio, que não precisa ser de grande potência, serve para observar o fenómeno. Para evitar danos irreversíveis dos olhos, que podem incluir a cegueira, é preciso, no entanto, proteger o equipamento com flitros especiais ou então optar pelo método de projecção.

[ Imprimir ]