Geologia no Verão 2003

 
 



Listar por Data | Concelhos | Distritos | Entidade | Pesquisa

Título: À descoberta de Estremoz, segundo o mármore
( Rossio de S. Braz (frente ao Centro Ciência Viva))
Data: 13 de Setembro às 09:00
Ponto de encontro: A geologia como ferramenta essencial para a leitura e compreensão do território.
Percurso circular, de dificuldade reduzida, pelo centro urbano de Estremoz, com breve incursão a um núcleo de exploração de mármores, onde serão abordados, entre outros aspectos, técnicas de orientação e leitura do campo, o enquadramento geológico da região e suas consequências, a indústria de rochas ornamentais (e.g. extracção e transformação), exemplos de aplicação do mármore, história, arquitectura e enogastronomia regionais.
Localidade: Estremoz / Victor Lamberto /
Itinerário: Gosto pelo pedestrianismo (dificuldade reduzida), calçado e vestuário prático, binóculos, máquina fotográfica e pequena mochila.
Número de participantes: 15
Inscrição prévia: SIM - Contacto:266745301
Responsável pela acção:
Resenha Histórica: www.dgeo.uevora.pt

 
Título: Porque há montes e vales - Serra de Ossa, um exemplo privilegiado
( Convento das Maltezas no centro da cidade onde se situa o Centro Ciência Viva e Pólo de Estremoz da Univ. de Évora.)
Data: 20 de Setembro às 09:00
Ponto de encontro: Quando observamos as paisagens por onde passamos, dificilmente paramos para pensar porque existem montes e vales. Será que são o resultado de um processo puramente aleatório ou, pelo contrário, são a resposta à evolução geológica da região?
A Serra de Ossa e a região de Estremoz constituem um exemplo magnífico para ilustrar a interacção entre uma série de fenómenos capazes de condicionar o relevo que vemos actualmente. E, a observação destes fenómenos acaba necessariamente por nos desvendar a resposta, por vezes inesperada, a uma série de perguntas:
- para onde vai a água da chuva?
- donde vêem os mármores da região?
- porque há xistos na Serra de Ossa?
- será que já houve uma Cadeia de Montanhas na região de Estremoz?
- porque há sismos no Alto Alentejo?
- donde vem a água que se bebe em Estremoz?
As respostas a estas e a muitas outras perguntas serão "descobertas" ao longo de um passeio onde haverá tempo para apreciar algumas paisagens inesperadas e realizar algumas experiências simples.
Localidade: Estremoz / António Pé-curto e Rui Dias /
Itinerário: Levar calçado adequado a caminhar no campo e alimentação e bebida para um piquenique na Serra.
Número de participantes: 15
Inscrição prévia: SIM - Contacto:268334285
Responsável pela acção:

 

Página Principal