Anos Anteriores
Anos Anteriores
Área Pessoal
Área Pessoal
Galeria
Galeria
Faqs
Faqs
Início
Início
Resultados de pesquisa







 

Geomorfologia e interpretação da paisagem – Passadiços do Paiva

Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva em parceria com AGA - Associação Geoparque Arouca


Data: 18-07-2018 - quarta-feira

Hora de Início: 9:30

Avaliar | Inserir Fotos

Descrição: Percorrer os Passadiços do Paiva é descobrir uma paisagem de características singulares, que urge preservar e interpretar para a melhor podermos vivenciar. A Geomorfologia, a biodiversidade e os desportos de aventura serão as temáticas tratadas ao longo desta ação que ocorre ao longo da totalidade dos passadiços (8 km) estando previsto o regresso a pé ao ponto de partida.

Ponto de encontro: Bar da Zona de Recreio e Lazer do Areinho

Como Chegar: Vindo do Sul: |A1| - Saída Estarreja > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Arouca > Canelas > Zona de Recreio e Lazer do Areinho
Vindo do Interior: |A25| - Saída Porto A1 > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Arouca > Canelas > Zona de Recreio e Lazer do Areinho
Vindo do Norte: |A1| - Saída Sta Maria da Feira > São João da Madeira > Vale de Cambra > Arouca > Canelas > Zona de Recreio e Lazer do Areinho
|A32| - Saída Carregosa/Pindelo > Vale de Cambra > Arouca > Canelas > Zona de Recreio e Lazer do Areinho

Coordenadas GPS: 40.953099070384035 N, -8.177862167358398 O

Ver no Mapa

Idade mínima: 10 anos

Localidade: Areinho -Espiunca / AROUCA / AVEIRO

Duração: 6.00 h

Transporte durante a acção: A pé

Equipa: Paulo Pereira (UM) e Daniela Rocha (AGA)

URL: http://www.aroucageopark.pt

Nota: Apoio da Universidade do Minho interpretação geomorfológica do troço do rio Paiva percorrido. Levar roupa e calçado apropriados a caminhada. Levar água, protetor solar e merenda para almoço a meio do percurso (Vau).

Custo da acção: 5€ por pessoa



Ver fotos Partilhar

ID: 6638

Vallis Nostrum: Povoamento Romano no Vale de Arouca

Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva em parceria com AGA - Associação Geoparque Arouca


Data: 24-07-2018 - terça-feira

Hora de Início: 9:30

Avaliar | Inserir Fotos

Descrição: O minério desta região e os vales férteis terão seduzido, há cerca de 1700 anos, o povo romano. Os vários vestígios de ocupação estão documentados através de achados, compreendendo desde tesouros monetários a extensas necrópoles. A localização privilegiada do sítio arqueológico “Casal Romano da Malafaia” permite uma abordagem complementar da geomorfologia desta região.

Ponto de encontro: Terreiro de Santa Mafalda, Mosteiro de Arouca

Como Chegar: Vindo do Sul: |A1| - Saída Estarreja > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Arouca
Vindo do Interior: |A25| - Saída Porto A1 > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Arouca
João da Madeira > Vale de Cambra > Arouca
|A32| - Saída Carregosa/Pindelo > Vale de Cambra > Arouca

Coordenadas GPS: 40.92833192029911 N, -8.247299194335938 O

Ver no Mapa

Idade mínima: 7 anos

Localidade: Arouca / AROUCA / AVEIRO

Itinerário: Centro de Arqueologia de Arouca (Mosteiro, Vila de Arouca) – Casal Romano da Malafaia (Várzea)

Duração: 3.00 h

Transporte durante a acção: A pé, Automóvel próprio

Equipa: Luís da Silva Alexandre (AGA), Marta Correira (Centro de Arqueologia de Arouca), António Manuel Silva (Centro de Arqueologia de Arouca), Paulo Lemos (Centro de Arqueologia de Arouca)_ Daniela Rocha (AGA)

URL: http://www.aroucageopark.pt

Nota: A atividade será desenvolvida em parceria com o Centro de Arqueologia de Arouca. Levar roupa e calçado apropriados a caminhada bem como chapéu e protetor solar.
Levar lanche.

Custo da acção: 3€ por pessoa



Ver fotos Partilhar

ID: 6926

Borboletas, libélulas e libelinhas - Passadiços do Paiva

Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva em parceria com AGA - Associação Geoparque Arouca


Data: 27-07-2018 - sexta-feira

Hora de Início: 9:30

Avaliar | Inserir Fotos

Descrição: A ação permitirá observar e identificar a biodiversidade do vale do Paiva, particularmente libélulas, libelinhas e borboletas existentes ao longo do troço Espiunca-Vau dos Passadiços do Paiva (inclui bilhete de entrada), estando previsto o regresso a pé ao ponto de partida. Ao mesmo tempo será interpretada a geologia e os geossítios integrados nesta área privilegiada do Arouca Geopark.

Ponto de encontro: Zona de Recreio e Lazer da Espiunca

Como Chegar: Vindo do Sul: |A1| - Saída Estarreja > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Arouca > Canelas > Espiunca > Recreio e Lazer da Espiunca
Vindo do Interior: |A25| - Saída Porto A1 > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Arouca > Canelas > Espiunca > Recreio e Lazer da Espiunca
Vindo do Norte: |A1| - Saída Sta Maria da Feira > São João da Madeira > Vale de Cambra > Arouca > Canelas > Espiunca > Recreio e Lazer da Espiunca
|A32| - Saída Carregosa/Pindelo > Vale de Cambra > Arouca > Canelas > Espiunca > Recreio e Lazer da Espiunca

Coordenadas GPS: 40.99297945271763 N, -8.211600296264578 O

Ver no Mapa

Idade mínima: 10 anos

Localidade: Arouca / AROUCA / AVEIRO

Duração: 6.00 h

Transporte durante a acção: A pé

Equipa: Albano Soares (TAGIS) e Susana Bastos (AGA)

Nota: Apoio da TAGIS (Centro de Conservação das Borboletas de Portugal) na identificação das borboletas e libélulas. Levar roupa e calçado apropriados a caminhada, bem como chapéu e protetor solar. Levar merenda para almoço. O percurso tem uma extensão de, aproximadamente, 8km (Espiunca-Vau-Espiunca)

Custo da acção: 3€ por pessoa



Ver fotos Partilhar

ID: 5692

Data: 04-08-2018 - sábado

Hora de Início: 8:00

Avaliar | Inserir Fotos

Descrição: A observação de aves requer paciência e persistência. No decurso desta atividade terá oportunidade de observar e identificar algumas espécies, bem como adquirir noções básicas para uma observação autónoma. Paralelamente será abordada a geodiversidade e a restante biodiversidade existente nesta área privilegiada do Arouca Geopark.

Ponto de encontro: Parque de Campismo do Merujal

Como Chegar: Vindo do Sul: |A1| - Saída Estarreja > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Chão de Ave > Serra da Freita
Vindo do Interior: |A25| - Saída Porto A1 > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Chão de Ave > Serra da Freita
Vindo do Norte: |A1| - Saída Sta Maria da Feira > São João da Madeira > Vale de Cambra > Chão de Ave > Serra da Freita
|A32| - Saída Carregosa/Pindelo > Vale de Cambra > Chão de Ave > Serra da Freita

Coordenadas GPS: 40.873334477986184 N, -8.291646838188171 O

Ver no Mapa

Idade mínima: 10 anos

Localidade: Merujal - Serra da Freita / AROUCA / AVEIRO

Itinerário: Parque Campismo Merujal - Mizarela - Castanheira - Junqueiro - Detrelo da Malhada - PC Vale Raíz

Duração: 6.00 h

Transporte durante a acção: A pé, Automóvel próprio

Equipa: Ricardo (Cervas) e Susana Bastos (AGA)

URL: http://www.aroucageopark.pt

Nota: Apoio do CERVAS na identificação e observação das aves. Levar roupa e calçado apropriados a caminhada. Aconselhamos o uso de máquina fotográfica, binóculos e guias de identificação de aves.
Levar merenda para almoço ou almoçar em restaurante local (por conta própria, mediante reserva através de 256947723).

Custo da acção: 3€ por pessoa



Ver fotos Partilhar

ID: 6920

Em busca dos mamíferos do Arouca Geopark

Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva em parceria com AGA - Associação Geoparque Arouca


Data: 09-08-2018 - quinta-feira

Hora de Início: 9:15

Avaliar | Inserir Fotos

Descrição: Será realizada uma caminhada pela Serra da Freita, na qual os participantes serão desafiados a encontrar vestígios (pegadas, excrementos, trilhos, etc.) deixados pela presença de mamíferos selvagens que habitam a serra. Ao mesmo tempo será interpretada a geologia local, bem como o património arqueológico existente.

Ponto de encontro: Vidoeiro (Parque Eólico da Serra da Freita, próximo da eólica nº11)

40°52_11.86_N 8°14_31.33_W

Como Chegar: Vindo do Sul: |A1| - Saída Estarreja > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Arouca > Serra da Freita. Vindo do Interior: |A25| - Saída Porto A1 > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Chão de Ave> Serra da Freita.
Vindo do Norte: |A1| - Saída Sta Maria da Feira > São João da Madeira > Vale de Cambra > Chão de Ave > Serra da Freita.
|A32| - Saída Carregosa/Pindelo > Vale de Cambra > Chão de Ave> Serra da Freita.

Coordenadas GPS: 40.869961 N, -8.242036 O

Ver no Mapa

Idade mínima: 7 anos

Localidade: Albergaria da Serra - Arouca / AROUCA / AVEIRO

Itinerário: Percurso com cerca de 8 km no planalto da serra da Freita (Vidoeiro – Junqueiro – Vidoeiro)

Duração: 6.00 h

Transporte durante a acção: A pé

Equipa: Dário Hipólito (UA) Susana Bastos (AGA) Luís Alexandre (AGA)

URL: http://www.aroucageopark.pt

Nota: Apoio da Universidade de Aveiro (Unidade de Vida Selvagem do Departamento de Biologia) na interpretação das pistas dos mamíferos. Levar merenda para almoço. Os participantes deverão trazer calçado adequado à caminhada, chapéu, água, alguma comida leve, protetor solar. Aconselha-se a utilização de máquina fotográfica.

Custo da acção: 3€ por pessoa



Ver fotos Partilhar

ID: 5697

Data: 10-08-2018 - sexta-feira

Hora de Início: 9:15

Avaliar | Inserir Fotos

Descrição: Embora discretos, os líquenes desempenham um importante papel ambiental. Ao longo do percurso serão divulgados critérios básicos para identificar diferentes espécies de líquenes. Será, ainda, abordada a geologia e a história, particularmente de um local emblemático - a Senhora da Laje. No período da tarde o percurso de descoberta, desafia os participantes a descer à base da Frecha da Mizarela.

Ponto de encontro: Parque de Campismo do Merujal

Como Chegar: Vindo do Sul: |A1| - Saída Estarreja > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Chão de Ave > Serra da Freita
Vindo do Interior: |A25| - Saída Porto A1 > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Chão de Ave > Serra da Freita
Vindo do Norte: |A1| - Saída Sta Maria da Feira > São João da Madeira > Vale de Cambra > Chão de Ave > Serra da Freita
|A32| - Saída Carregosa/Pindelo > Vale de Cambra > Chão de Ave > Serra da Freita

Coordenadas GPS: 40.873350703376914 N, -8.29167902469635 O

Ver no Mapa

Idade mínima: 10 anos

Localidade: Merujal – Serra da Freita / AROUCA / AVEIRO

Itinerário: Parque Campismo(PC) Merujal–Merujal - PC Merujal - Frecha da Mizarela - P.C. Merujal -

Duração: 6.00 h

Transporte durante a acção: A pé

Equipa: Joana Marques (CIBIO), Susana Bastos (AGA) e Luís Alexandre (AGA)

URL: http://www.aroucageopark.pt

Nota: Apoio do CIBIO na identificação dos líquenes. Levar roupa e calçado apropriados a caminhada.
Levar merenda para almoço ou almoçar em restaurante local (por conta própria, mediante reserva prévia 256947723). O percurso da tarde tem um grau de dificuldade elevado.

Custo da acção: 3€ por pessoa



Ver fotos Partilhar

ID: 6637

Pedras Parideiras: um tesouro geológico na Serra da Freita

Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva em parceria com AGA - Associação Geoparque Arouca


Data: 11-08-2018 - sábado

Hora de Início: 10:00

Avaliar | Inserir Fotos

Descrição: Na aldeia da Castanheira, no coração da Serra da Freita, é possível encontrar um dos geossítios de relevância internacional do Arouca Geopark – as Pedras Parideiras. A partir daqui, venha conhecer a história da geologia e das gentes da Serra da Freita, percorrendo diversos caminhos que envolvem esta aldeia.

Ponto de encontro: Casa das Pedras Parideiras – Centro de Interpretação

40°51_03.0_N 8°16_57.5_W

Como Chegar: Vindo do Sul: |A1| - Saída Estarreja > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Arouca > Serra da Freita. Vindo do Interior: |A25| - Saída Porto A1 > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Arouca > Serra da Freita.
Vindo do Norte: |A1| - Saída Sta Maria da Feira > São João da Madeira > Vale de Cambra > Arouca > Serra da Freita.
|A32| - Saída Carregosa/Pindelo > Vale de Cambra > Arouca > Serra da Freita.

Coordenadas GPS: 40.850833 N, -8.282639 O

Ver no Mapa

Idade mínima: 7 anos

Localidade: Castanheira, Serra da Freita / AROUCA / AVEIRO

Itinerário: Casa das Pedras Parideiras (CPP)–Castanheira–CPP

Duração: 2.00 h

Transporte durante a acção: A pé

Equipa: Alexandra Paz (AGA)

Nota: Os participantes devem levar roupa e calçado confortável, adaptado a caminhadas . Deverão levar, também, chapéu, protetor solar e água, caso haja previsão de sol e/ou agasalhos, caso as previsões sejam de temperaturas baixas.

Custo da acção: 3€ por pessoa



Ver fotos Partilhar

ID: 5695

Sobreviver na Serra da Freita – Um território habitado há 5000 anos

Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva em parceria com AGA - Associação Geoparque Arouca


Data: 17-08-2018 - sexta-feira

Hora de Início: 9:00

Avaliar | Inserir Fotos

Descrição: Percorrendo parte do PR15 (Viagem à Pré-História), conheceremos as sepulturas que marcaram 3000anos de arquiteturas funerárias. Em complementaridade, na Casa Pedras Parideiras, é possível conhecer as “pedras que parem pedras” e compreender a sua formação. Neste local estarão expostas réplicas de materiais pré-históricos, existindo possibilidade de testar a sua eficácia.

Ponto de encontro: Casa das Pedras Parideiras, Castanheira

Como Chegar: Vindo do Sul: |A1| - Saída Estarreja > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Chão de Ave> Serra da Freita > Casa das Pedras Parideiras.
Vindo do Interior: |A25| - Saída Porto A1 > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Chão de Ave> Serra da Freita> Casa das Pedras Parideiras.
Vindo do Norte: |A1| - Saída Sta Maria da Feira > São João da Madeira > Vale de Cambra > Chão de Ave> Serra da Freita > Casa das Pedras Parideiras.
|A32| - Saída Carregosa/Pindelo > Vale de Cambra > Arouca > Serra da Freita > Casa das Pedras Parideiras.

Coordenadas GPS: 40.850832120234315 N, -8.28264132142067 O

Ver no Mapa

Idade mínima: 12 anos

Localidade: Castanheira, Serra da Freita / AROUCA / AVEIRO

Itinerário: Casa Pedras Parideiras–Castanheira–Cabaços–Portela da Anta–Monte Calvo–Casa Pedras Parideiras

Duração: 4.00 h

Transporte durante a acção: A pé

Equipa: Luís da Silva Alexandre (AGA), Marta Correia (Centro de Arqueologia de Arouca), Alexandra Paz (AGA)

URL: http://www.aroucageopark.pt

Nota: Os participantes devem levar roupa e calçado confortável, adaptado a caminhadas em montanha. Deverão levar, também, chapéu, protetor solar e água e merenda para almoço.

Custo da acção: 3€ por pessoa



Ver fotos Partilhar

ID: 6923

Do Radar Meteorológico de Arouca… a mais bela panorâmica do Arouca Geopark!

Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva em parceria com AGA - Associação Geoparque Arouca


Data: 15-09-2018 - sábado

Hora de Início: 10:30

Avaliar | Inserir Fotos

Descrição: Da torre do Radar Meteorológico de Arouca obtém-se uma das panorâmicas mais avassaladoras do território Arouca Geopark, que podemos observar a partir do Piso 10. Paralelamente, podemos conhecer o funcionamento técnico desta infraestrutura, propriedade do IPMA - Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Ponto de encontro: Radar Meteorológico de Arouca

Como Chegar: Vindo do Sul: |A1| - Saída Estarreja > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Arouca > Serra da Freita. Vindo do Interior: |A25| - Saída Porto A1 > Oliveira de Azeméis > Vale de Cambra > Arouca > Serra da Freita. Vindo do Norte: |A1| - Saída Sta Maria da Feira > São João da Madeira > Vale de Cambra > Arouca > Serra da Freita. |A32| - Saída Carregosa/Pindelo > Vale de Cambra > Arouca > Serra da Freita.

Idade mínima: 7 anos

Localidade: Castanheira - Arouca / AROUCA / AVEIRO

Itinerário: Radar Meteorológico de Arouca

Duração: 1.00 h

Transporte durante a acção: A pé

Equipa: Alexandra Paz (AGA), Sérgio Barbosa (IPMA), Carlos Rodrigues (CMA)

Acessibilidade: Esta ação está assinalada como acessível a pessoas portadoras de deficiência.

URL: http://www.aroucageopark.pt

Custo da acção: 3€ por pessoa



Ver fotos Partilhar

ID: 6937



Existem 9 acções que correspondem à sua pesquisa

       
     
Início
Página principal