Prémio Ciência Viva Montepio - Educação 2016



GuIA – Ciência é um projecto para acompanhamento e integração de alunos em risco de abandono escolar através da cultura científica (https://www.facebook.com/Guia-228455417292732/).

A professora Ana Mafalda Lapa, com grande experiência na área do ensino experimental das ciências e da promoção da cultura científica, criou este projecto integrado no Gabinete de apoio à Integração do Aluno para responder ao grave problema de abandono escolar que se verificava no Agrupamento de Escolas da Cidadela, dado o elevado número de alunos provenientes de meios socio-económicos desfavorecidos.

Os alunos identificados como estando em risco de abandono escolar recebem apoio personalizado e são acompanhados por professores tutores. Participam ainda em actividades e projectos de divulgação de ciência, nacionais e internacionais, sendo estimulados a desenvolver o espírito crítico, a criatividade e a trabalhar em equipa. O abandono escolar neste agrupamento passou de 17,7% para 5,8%, tendo o Ministério da Educação reconhecido este projecto com a atribuição de 30 horas de créditos lectivos, como pode ser lido na comunicação social.

Ana Mafalda Lapa Mafalda Lapa licenciou-se em Biologia pela Universidade de Lisboa em 1993, tendo depois realizado trabalho de investigação no Instituto de Tecnologia Química e Biológica (ITQB) durante dois anos. Enveredou seguidamente pela carreira de ensino, especializando-se na Escola Superior de Educação de Santarém em 2005.

Entre 1995 e 2005 lecionou na Escola Secundária de Cascais, onde criou a disciplina de opção “Biologia Molecular e Celular” muito antes de estes temas fazerem parte dos curricula oficiais. Para isso concorreu a sucessivos concursos Ciência Viva e estabeleceu parcerias com o ITQB e com o Instituto Gulbenkian de Ciência. Dado o impacto que esta disciplina teve, atraindo alunos de outras escolas, obteve um financiamento do Ministério de Educação para construir um laboratório de raiz. Com a extinção das disciplinas de opção no ensino secundário, o laboratório passou a ser usado como sala de aula.

Após uma breve passagem pela Ciência Viva como professora destacada entre 2005 e 2006, decidiu regressar à escola, sendo colocada no Agrupamento de Escolas da Cidadela onde ensina desde 2006 e onde criou o projecto GuIA- Ciência para responder ao problema do abandono escolar. Foi distinguida pela Câmara Municipal de Cascais com a Medalha de Mérito e Dedicação (Junho de 2004) e a Medalha de Reconhecimento Profissional (Novembro de 2015).

Colabora regularmente com a Ordem dos Biólogos, nomeadamente realizando acções de formação para professores.

 

Voltar