Prémios Ciência Viva Montepio 2015 - Media

UAciência


 

Entidade Beneficiária

Universidade dos Açores (UAc)

Coordenação
Armindo Santos Rodrigues (UAc)
Ana Melo (Açoreano Oriental/Açores Magazine)

Parceiros
Revista (Açoreano Oriental/Açores Magazine)
Rádio Comercial Açores / Açores TSF

 

O projecto UAciência é uma iniciativa da Universidade dos Açores e tem como principal missão divulgar junto da sociedade açoriana a ciência que se produz na Universidade dos Açores, através dos meios de comunicação social escrita e radiofónica.

A atribuição do Prémio Ciência Viva nos Media pretende reconhecer o trabalho de mérito excepcional desenvolvido pelo UAciência na divulgação científica e tecnológica em órgãos de comunicação social portugueses.

O mérito excepcional do projecto assenta num conjunto de qualidades, que passamos a destacar.

Um trabalho continuado e sustentado de comunicação de ciência

No próximo mês de Janeiro o projecto cumprirá quatro anos de presença ininterrupta, quinzenal, na Revista Açores Magazine, distribuída com o Açoreano Oriental. Desde então foram já publicados 80 trabalhos, de forma regular, e sempre ao domingo. Uma rúbrica de comunicação de ciência, com esta regularidade, assegurada por diferentes autores, com reportagem/ilustração fotográfica e um texto de 4000 caracteres, representa um esforço continuado de produção e edição de conteúdos científicos, só possível através de um trabalho de coordenação excepcionalmente dedicado e eficaz.

Qualidade científica e comunicacional

Uma característica singular dos trabalhos publicados é digna de nota. Estes têm sempre como base um tema central construído a partir de um artigo de publicação recente em revista científica da especialidade, após revisão por pares. Há depois um trabalho de adequação dos conteúdos e da linguagem a um público não especializado, de acordo com critérios de comunicação de ciência que se têm revelado particularmente eficazes, como o demonstram a popularidade e continuidade da rubrica, sempre sob coordenação do projecto UAciência.

A valorização da rubrica é ainda reforçada pelo facto da publicação ser feita em papel de qualidade e a cores, o que potencia a utilização da fotografia como meio privilegiado de comunicação de ciência

Grande abrangência de públicos

Embora a rúbrica seja quinzenal, é publicada numa revista semanal – a Açores Magazine, distribuída juntamente com o Açoriano Oriental (Jornal diário mais antigo do país e com maior tiragem nos Açores).

A revista, cuja linha editorial central é a reportagem fotográfica de eventos culturais, permanece em locais públicos, como escolas, escritórios, cafés e outros, durante períodos alargados, que se podem estender por vários meses, facilitando o acesso de públicos diversificados.

A diversidade – de temas, autores, áreas científicas – é aqui uma estratégia assumida de captação e fidelização de diferentes públicos: embora assumindo como foco um tema central já publicado, os autores têm latitude para abordar temas secundários, recorrendo também a formatos de notícia curta, onde é divulgada a organização ou a participação em eventos científicos (ver exemplo em anexo).  

Uma dinâmica de expansão e crescimento

Característica excepcional no UAciência é uma dinâmica de crescimento que tira partido de diferentes media e canais de comunicação. A expansão para a rádio é um exemplo feliz desta dinâmica.

Em Janeiro de 2015 iniciou-se um programa na Rádio Comercial Açores/AçoresTSF com a mesma designação da rubrica escrita - UAciência. O programa, com a duração aproximada de 20 minutos, é divulgado aos sábados e tem repetição às terças-feiras, intercalando com os fins-de-semana da rubrica escrita na Revista Açores Magazine.

O programa é conduzido pela Jornalista Ana Melo e pelo Professor Universitário Armindo Rodrigues. Em cada programa há um Cientista Convidado que vai falar sobre a sua área de investigação e, em particular, sobre os trabalhos/projectos mais recentes. Durante o programa privilegia-se a explicação, em linguagem acessível, dos contornos da sua actividade de investigação e a importância dos seus resultados para a sociedade.

Artigo Açores Magazine (pdf)

Promo (audio)

Mais informação em http://www.acorianooriental.pt/pagina/acores-tsf

 

Voltar