Pelucia diversus
Descrever e classificar a biodiversidade
O que é a Peluchologia?
A Peluchologia consiste na exploração do ecossistema imaginário dos peluches, com recurso a métodos científicos. Reproduz por isso a abordagem, e as dificuldades, dos exploradores naturalistas do século XVIII que saíram à descoberta de novas espécies.

Como surgiu?
A Sociedade Francesa de Peluchologia, com actual sede na Universidade de Montpellier, surgiu em 1903 com a criação do primeiro ursinho de peluche, por Margarete Steiff. Mas foi apenas em 2011 que organizou o primeiro congresso mundial de peluchologia, desafiando a comunidade internacional à inventariação de todos os peluches.
Em 2014 surge finalmente a Sociedade Portuguesa de Peluchologia, com sede no Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva, que reúne especialistas de várias disciplinas científicas em busca da mais rica colecção de espécimes alguma vez descoberta.

O que define então um peluche?
Entenda-se como peluche um “brinquedo” cujo tecido é feito de lã, seda, algodão ou fibras sintéticas e outros têxteis, mas que tem como principal característica apresentar um lado liso e outro felpudo.
 
A quem se destina?
Dos 3 aos 103, sozinho, com amigos ou a família, a Peluchologia não tem um limite de idades!
Os pais e educadores terão ao seu alcance uma nova ferramenta para o desenvolvimento de competências ao nível da observação, análise e interpretação de dados, estimulação da criatividade e espírito crítico, capacidade de escolha, decisão e cooperação na resolução de problemas, aptidões essenciais para o crescimento adaptativo e saudável de todas as crianças.
Os professores podem usar a peluchologia enquanto estratégia facilitadora do processo de ensino-aprendizagem na área da ecologia e biodiversidade, com particular foco na comparação, classificação e sistemática dos seres vivos.

Como participar?
Se descobriu um novo espécime também nos pode ajudar. Basta registar-se na Sociedade Portuguesa de Peluchologia e solicitar a sua cédula de peluchólogo profissional. Depois disso, estará apto a inventariar os seus espécimes e partilhar a sua descoberta com o mundo!
Procure também as nossas actividades no Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva.
Se é professor esteja também atento às novidades. Estamos a preparar acções de formação e recursos pedagógicos a pensar em si.