Mulheres na Ciência - 2.ª Edição 2019




 

Fernanda Margaça

 

EU SOU FÍSICA

"Apaixonei-me pela Física no Liceu Nacional de Beja. No Doutoramento, em Oxford, apaixonei-me por Bahá’u’lláh (1817-1892). Vivo feliz com estas duas paixões mais a família que agora se multiplica. E sinto uma profunda gratidão por poder avançar na compreensão da realidade quando milhões de mulheres não têm acesso à educação. Tal impede o seu desenvolvimento e o dos seus países, conforme Bahá’u’lláh escreveu: “Considerai o homem como uma mina rica em jóias de inestimável valor. A educação, tão somente, pode fazê-la revelar os seus tesouros e habilitar a humanidade a tirar dela algum benefício”.”

 

 

Fotografia:Rodrigo Cabrita