Mulheres na Ciência - 2.ª Edição 2019




 

Dulce Oliveira

 

EU SOU PALEOCLIMATÓLOGA

"Querer ser cientista faz parte das minhas memórias de criança. Hoje, através da análise de microfósseis de pólen nos sedimentos marinhos, mergulho no passado e reconstruo as interações entre a vegetação, os ecossistemas marinhos e o clima durante períodos-chave do passado geológico. Distinguir a variabilidade climática natural das alterações associadas às atividades humanas é um desafio fascinante e essencial para a previsão climática do futuro."

 

 

 

 

 

Fotografia: Augusto Brázio