Qual é o livro de divulgação de ciência que sugere? Partilhe  
Teresa Firmino

Jornalista

livro

Biografia

Teresa Firmino é licenciada em Comunicação Social na Universidade Nova de Lisboa, em 1992. Desde então é jornalista no Público, onde sempre escreveu sobre ciência. Em 2008-2009, estudou jornalismo de ciência nos Estados Unidos, com uma bolsa da Knight Science Journalism Fellowships no Instituto de Tecnologia do Massachusetts (MIT). Desde 2012, é a editora da secção de Ciência do Público. Tem três livros publicados em co-autoria com Filomena Naves: Portugal a Quente e Frio – As Alterações Climáticas no Século XXI (2009); Por que Choramos quando Cortamos uma Cebola – E Mais 129 Perguntas para Pessoas Curiosas sobre Ciência (2012); e Por que é que as Bailarinas Não Ficam com a Cabeça a Andar à Roda – E Outras 59 Perguntas sobre o Cérebro e o Seu Funcionamento (2017). Em 2017, foi distinguida com o Prémio Ciência Viva Montepio Media.

PARTILHE

            

As suas Recomendações

A ciência e os seus inimigos | Comentário:

Num tempo em que os movimentos de pseudociência e anticiência parecem ganhar visibilidade, como o das antivacinas, livros de divulgação científica como este são essenciais para alertar sobre os vários inimigos da ciência (ditadores, ignorantes, fundamentalistas, vendilhões, obscurantistas e até cientistas tresmalhados). É de dois autores que aprecio muito e, para mais, portugueses. Um exemplo da excelente divulgação que também se faz em Portugal..

livro

Cosmos | Comentário:

É um livro inspirador sobre o Universo, o espaço, a vida e nós. Tantos anos depois da sua publicação, esta viagem extraordinária que Carl Sagan, cientista influente e carismático, estrela da ciência a nível planetário, fez pelo Universo continua actual. Um livro imprescindível de um gigante da divulgação científica..

livro

In the shadow of Man | Comentário:

É a incrível história de Jane Goodall, contada pela própria, e das suas aventuras a partir de 1960 entre os chimpanzés da Tanzânia. Até aí, os chimpanzés praticamente não tinham sido estudados na natureza, e o que ela descobriu é fascinante. Nunca mais os vimos da mesma maneira. A história de vida de Jane Goodall, uma das poucas pessoas na Universidade de Cambridge a fazer um doutoramento sem ter feito antes uma licenciatura, é uma inspiração..

livro