Qual é o livro de divulgação de ciência que sugere? Partilhe  
Ten drugs: how plants, powders, and pills have shaped the history of medicine

Thomas Hager

2019 | Abrams Press

livro

Público: Adulto

Tema: Biologia, Bioquímica, Ciências médicas, História da ciência, Psiquiatria, Química, Saúde

Idioma: Inglês

Esta é uma história da medicina contada através da sucessão de erros, acidentes (muitas vezes fatais), sorte e efeitos inesperados que levou à criação de dez medicamentos fundamentais. Começa há 10 mil anos, em território da actual Síria, onde terá sido descoberta a primeira “farmácia”, dedicada sobretudo ao ópio. Passa por Constantinopla, onde uma Lady inglesa “descobriu” o princípio da vacinação; percorre o pós-guerra à procura de alternativas seguras aos opiáceos conhecidos, ou de cura para o seu vício; leva-nos aos Estados Unidos, ao México e a Porto Rico, acompanhando a criação da pílula contraceptiva contra a moral sexual vigente até à invenção da… pílula; vai ao Japão, onde se inventaram – para se pôr de parte ainda antes de começarem a dar lucro – as estatinas, uma das classes de medicamentos mais consumidas e mais controversas dos nossos dias. É uma história de progresso: de extractos de plantas que ofereciam cura para tudo à síntese de moléculas cada vez mais específicas. Tal como é uma história da procura porventura ilusória de “balas mágicas”, medicamentos simultaneamente potentes e sem efeitos secundários. Também é uma história da formação da gigantesca indústria farmacêutica e da sua regulação, mostrando como o direito natural à auto-medicação (recorrendo a ópio, cocaína, canábis ou mesmo heroína), deu lugar à venda exclusiva com receita médica. E é uma história da transformação da prática clínica (a intervenção humana a dar lugar à disponibilização de moléculas) e da criação de um novo panorama de doenças (as doenças da juventude a darem lugar às doenças da velhice).



ISBN: 978-1-4197-3440-3

PARTILHE

            

Deixe a sua Opinião

Avaliação

1 2 3 4 5