PAVILHÃO DO CONHECIMENTO
CIÊNCIA VIVA
REDE CENTROS CIÊNCIA VIVA


História da Ciência Viva (1996 - 2016)

VOLTAR

Laboratórios Abertos nas Férias para Professores

Não só ao nível do corpo estudantil era necessário valorizar os conhecimentos e o interesse pela actividade laboratorial. Também a formação de professores tinha um papel importante no processo, sendo essencial que os docentes estivessem a par dos mais recentes desenvolvimentos científicos e das técnicas de trabalho laboratorial mais utilizadas. Nasceu, assim, o programa Laboratórios Abertos nas Férias para Professores.

Esta iniciativa, que decorreu nos meses de Julho e Agosto de 2002, teve como objectivo “proporcionar estágios de curta duração – nas férias, em Laboratórios e Centros de Investigação – para actualização científica e renovação de práticas de trabalho experimental nos diferentes domínios das ciências”1. Os estágios decorreram em dezassete instituições, tendo sido realizadas dezanove acções nas quais participaram sessenta professores do ensino secundário.

 

Organismos promotores de estágios para professores:

Centro de Fusão Nuclear
Centro de Investigação do Departamento de Engenharia Química, Universidade de Coimbra
Centro de Malária e Outras Doenças Tropicais
Departamento de Biologia, Universidade do Minho
Departamento de Engenharia Mecânica, Universidade do Minho
Departamento de Engenharia Química, Instituto Superior de Engenharia do Porto
Departamento de Física, Universidade de Aveiro
Departamento de Química, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa
Departamento de Química, Universidade de Madeira
Departamento de Química, Universidade do Minho
Fundação Navegar, Centro Multimeios de Espinho
Instituto Nacional de Engenharia e Tecnologia Industrial
Instituto de Engenharia Biomédica
Instituto de Tecnologia Química e Biológica
Laboratório de Biotecnologia Vegetal, Centro de Desenvolvimento de Ciências e Técnicas de Produção Vegetal
Laboratório de Microbiologia e Parasitologia, Faculdade de Farmácia
Unidade de Investigação em Materiais Cerâmicos

Os estágios para professores foram realizados nos principais núcleos universitários do País, destacando-se Lisboa, Porto, Braga, Aveiro, Faro e Setúbal, sendo também visível a presença da Região Autónoma da Madeira. Entre as instituições científicas que realizaram mais do que um estágio destaca-se o Departamento de Física da Universidade de Aveiro; o Departamento de Química da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade Nova de Lisboa; o Departamento de Química da Universidade da Madeira; e o Instituto de Tecnologia Química e Biológica.

 

Referências:
1 Arquivo Ciência Viva, processo 104-2001, “Laboratórios Abertos nas Férias para Professores 2001”, 04-06-2001, p. 1.

1998-2016 Ciência Viva