Ciência Viva no Laboratório - OCJF

Ocupação Científica de Jovens nas Férias 2018


 
 

Listar Estágios Listar Instituições Listar Áreas Geográficas Listar Área Científica


Centro de Química da Universidade do Minho
Morada: Campus de Gualtar, 4710-057 , Braga, Braga


1. Descoberta de novos anticancerígenos aplicando metodologias inovadoras - COMPLETO
Responsável: Maria Alice Carvalho
Nº Alunos: 2      Anos: 10º/11º/12º      Área Química
Data: de 02-07-2018 a 06-07-2018      Horário: Manhã + Tarde
Descrição: O cancro continua a ser uma doença devastadora, para a qual a comunidade científica ainda não encontrou solução. Apesar de haver um número significativo de anticancerígenos atualmente continua a haver alguns tipos de cancro para os quais não há tratamento. Por outro lado, os medicamentos em uso apresentam muitos efeitos secundários que causam enorme desconforto ao paciente durante o tratamento.
No nosso laboratório está em desenvolvimento um projeto de descoberta de novos anticancerígenos aplicando algumas metodologias recentes de descoberta de fármacos. Os resultados obtidos recentemente permitiram identificar uma nova família de moléculas muito ativa contra um tipo de cancro para o qual ainda não existem medicamentos.
Neste projeto pretende-se que o aluno participe no processo de criação de um novo potencial anticancerígeno que foi desenhado para interatuar com um alvo biológico específico envolvido no cancro. Além da síntese sará efetuada a caraterização da amostra por métodos analíticos e espetroscópicos.

Observações: Estágio com oferta de almoço e sem alojamento.

1º dia de estágio
Local de encontro: Departamento de Química, Universidade do Minho, Gualtar    Hora: 09:30
Pessoa de contacto: Profa. Maria Alice Carvalho
[Estágios nesta instituição]




2. Pirimidinas: novas armas para combate à tuberculose
Responsável: Maria Alice Carvalho
Nº Alunos: 2      Anos: 10º/11º/12º      Área Química
Data: de 02-07-2018 a 06-07-2018      Horário: Manhã + Tarde
Descrição: A tuberculose, uma doença contagiosa provocada pelo bacilo “Mycobacterium tuberculosis”, foi considerada uma doença curável após serem descobertos antibióticos eficazes contra o bacilo, há cerca de 50 anos. Na última década, contudo, a tuberculose ressurgiu como uma ameaça à saúde pública uma vez que o bacilo responsável pela doença começou a apresentar resistência aos antibióticos usados no tratamento e cerca de um terço da população mundial está contaminada.
Assim iniciou-se um esforço conjunto da comunidade científica internacional no sentido da descoberta de novos compostos a serem usados no combate ao bacilo.
O nosso laboratório uniu-se nesse esforço, e está em curso um projecto que pretende sintetizar novos compostos para serem testados no “Mycobacterium tubercolosis”. Após serem sintetizados os compostos são enviados para os Estados Unidos da América para o National Institute of Allergy and Infectious Deseases para serem testados contra o bacilo.
Neste estágio pretende-se que o aluno participe no processo de criação de um novo potencial fármaco que, após ser sintetizado, será enviado para os Estados Unidos para ser testado. Além da síntese será feita a caracterização espectroscópica e analítica, verificados os critérios de pureza e preparada a amostra a ser enviada para os testes biológicos.

Observações: Estágio com oferta de almoço e sem alojamento.

1º dia de estágio
Local de encontro: Departamento de Química, Universidade do Minho, Gualtar    Hora: 09:30
Pessoa de contacto: Profa. Maria Alice Carvalho
[Estágios nesta instituição]

Estágio já em curso / terminado



3. Química e Saúde: a descoberta de candidatos a novos antibióticos!
Responsável: Alice Maria Esteves Dias
Nº Alunos: 2      Anos: 10º/11º/12º      Área Química
Data: de 02-07-2018 a 06-07-2018      Horário: Manhã + Tarde
Descrição: Na sociedade atual, a área da Saúde tem sido quase exclusivamente associada à Medicina e o contributo da Química tem sido praticamente ignorado por todos. No entanto, o sucesso dos Médicos no tratamento das doenças depende estritamente dos medicamentos que são produzidos e desenvolvidos por Químicos. Só os Químicos sabem preparar as moléculas necessárias para o desenvolvimento de um novo medicamento, o estado de Saúde ou Doença depende, respetivamente, do bom ou mau funcionamento dos processos químicos do organismo e o efeito terapêutico de um medicamento é, na verdade, um processo químico!
Nas últimas duas décadas, o problema das infeções provocadas por microorganismos patogénicos está a converter-se de novo numa das prioridades da comunidade científica, devido incidência das infeções sistémicas e ao contínuo aparecimento de estirpes multirresistentes à terapêutica disponível. Por outro lado, muitos dos agentes antimicrobianos disponíveis, para além do problema da resistência, apresentam ainda sérios efeitos adversos, que incluem problemas de toxicidade e interações medicamentosas, associados a uma eficácia terapêutica reduzida. No nosso grupo de investigação, uma nova classe de moléculas estão a ser desenvolvidas como candidatos a novos antibióticos, uma vez que demonstraram uma potente atividade antimicrobiana em agentes patogénicos com relevância clínica. Neste âmbito, o aluno vai participar na síntese e caracterização de moléculas que estão a ser investigadas neste projeto de desenvolvimento de novos antimicrobianos.

Observações: Oferta de almoço.
Este estágio não contempla alojamento.

1º dia de estágio
Local de encontro: Departamento de Química    Hora: 09:30
Pessoa de contacto: Prof. Alice Dias
[Estágios nesta instituição]

Estágio já em curso / terminado



4. Química de Produtos Naturais: separação e caracterização de flavonóides e carotenóides
Responsável: Alice Maria Esteves Dias
Nº Alunos: 2      Anos: 10º/11º/12º      Área Química
Data: de 09-07-2018 a 13-07-2018      Horário: Manhã + Tarde
Descrição: A terapia através de produtos naturais tem atualmente uma grande popularidade na população em geral e conta com uma crescente adesão da comunidade médica e científica.
Os carotenoides e os flavonoides são moléculas vegetais muito importantes porque, não só dão cor ao mundo em que vivemos, como desempenham funções biológicas essenciais à vida e possuem um papel fundamental na prevenção de doenças. Devido à sua potente atividade antioxidante, são muito eficazes no combate aos radicais livres que estão na origem do envelhecimento e de doenças graves, como o cancro e doenças cardiovasculares. Assim, estas moléculas são fitoterapêuticos importantes para a indústria farmacêutica e são, atualmente, os ingredientes de eleição nas formulações anti-envelhecimento dos cosméticos com maior reconhecimento mundial.
Nesta atividade o aluno vai participar no isolamento e na caracterização dos carotenóides e flavonoides presentes em fontes vegetais. A separação e caracterização química destes compostos será realizada através de técnicas analíticas e espectroscópicas avançadas, de modo a familiarizar o aluno com os métodos avançados utilizadas na análise e caracterização de novos materiais.

Observações: Oferta de almoço.
O estágio não contempla alojamento.

1º dia de estágio
Local de encontro: Departamento de Química    Hora: 09:30
Pessoa de contacto: Alice Maria Dias
[Estágios nesta instituição]

Estágio já em curso / terminado