Uma parceria da Ciência Viva com a ESA

Iniciativas

Final Europeia CanSat 2016

23, 24 e 25 de junho de 2016
Aeródromo da Praia de Santa Cruz, Torres Vedras

A equipa ENTA Sat 2 sagrou-se campeã europeia nesta competiçao com a construção do melhor micro-satélite de lata da Europa. Parabéns a todos!

A equipa portuguesa venceu a Final Europeia CanSat 2016 que decorreu em Portugal, entre 23 e 25 de junho, no Aeródromo Municipal da Praia de Santa Cruz, Torres Vedras.

Os alunos da Escola de Novas Tecnologias dos Açores destacaram-se das 14 equipas, de 14 países membros da Agência Espacial Europeiacom um satélite que tem como missão científica estudar a luz solar e a eficácia da utilização de painéis solares em futuras missões espaciais. 

O concurso decorreu durante 3 dias e teve um início especial, com votos de boa sorte por parte do astronauta Thomas Pesquet, aos alunos e professores. Veja o vídeo:

 

A competição CanSat 2016 é um concurso a nível europeu organizado pela Agência Espacial Europeia (ESA) em colaboração com o AeroEspaço/Aeroclube de Torres Vedras e a Ciência Viva, parceira da ESA no projecto ESERO Portugal.

Neste desafio alunos do ensino secundário constroem um micro-satélite, integrando antenas, sensores e uma bateria numa lata de refrigerante para realizar uma missão científica. Utilizando um foguetão, cada micro-satélite é lançado a 1000 metros de altura para recolha de dados científicos. Durante a queda o paraquedas projetado pelos alunos abre para que a lata aterre em segurança e sejam recuperados os dados. 

Depois do lançamento os alunos analisam os dados recolhidos e apresentam as suas conclusões perante um júri internacional em que destacamos representantes da ESA e o Professor Manuel Paiva. 

O CanSat é a primeira oportunidade de contacto dos alunos com uma missão espacial, desde a fase de projeto, à integração dos componentes, testes, lançamento, análise de dados e apresentação dos resultados. É uma atividade única de desenvolvimento de capacidades gerais (pensamento científico, design técnico, análise de dados, trabalho de equipa, comunicação) e práticas (por exemplo técnicas de soldadura, programação, construção de componentes eletrónicos e estudos aerodinâmicos).

Conheça os projetos de todas as equipas participantes

 

PROGRAMA