Fechar vídeo
Semana Internacional do Cérebro

Laboratórios Abertos

Pesquisar actividades por:

Os visitantes têm oportunidade de ver o "Cérebro por dentro" e de conhecer a actividade diária dos Neurocientistas.
As actividades podem ser solicitadas por escolas de todo o país através de inscrição no formulário disponibilizado junto a cada acção.
Após inscrição, a coordenação entrará em contacto com as escolas para estruturar o programa de visitas.

Centro de Biologia Celular, Universidade de Aveiro, AVEIRO

Laboratório de Neurociências na Universidade de Aveiro
Data: 14h-16h30
    Equipa: Odete da Cruz e Silva | cerebroaveiro@gmail.com
    Visita guiada ao Laboratório de Neurociências e Sinalização Celular do iBiMED - Instituto de Biomedicina da Universidade de Aveiro.
    Horários: 14h - 16h30 (5 turnos de 30 minutos, 6 pessoas por turno)

    Público Alvo: Público em geral


 

Centro de Biomedicina Molecular e Estrutural, Departamento de Ciências Biomédicas e Medicina, Universidade do Algarve, FARO

Viagem ao cérebro: à descoberta da cognição!
Data: 18 de Março – das 14h às 16h
    Equipa: Alexandra Reis, Luís Faísca, Filomena Inácio, Susana Araújo, Dina Silva, Karl Magnus Petersson
    Os investigadores da Universidade do Algarve abrem as portas dos laboratórios aos alunos das escolas da região. Os participantes nesta actividade terão oportunidade de aprender como estudamos o sistema nervoso nos nossos laboratórios.

    Curioso acerca do funcionamento do cérebro? O que sabes acerca do órgão responsável por tudo aquilo que fazes, dizes ou pensas? No Grupo de Neurociências Cognitivas tentamos compreender algumas das fascinantes funções cerebrais. Para tal, desenvolvemos algumas experiências que gostaríamos de partilhar contigo!
    Apresentação do projeto Brainining

    Número máximo de alunos por actividade: 12
    Duração das actividades: 1h – 2h

    Público Alvo: Alunos do Ensino Básico (3º ciclo) e do Ensino Secundário


Acção Esgotada

As células estaminais no cérebro: para que servem?
Data: 17 de Março – das 10h às 13h
    Equipa: Sofia Lourenço, Vanessa Machado, Ana Santos e Inês Araújo
    Para que servem as células estaminais no cérebro? Onde estão? Como as podemos estudar?

    Os investigadores da Universidade do Algarve abrem as portas dos laboratórios aos alunos das escolas da região. Os participantes nesta actividade terão oportunidade de aprender como estudamos o sistema nervoso nos nossos laboratórios.

    Número máximo de alunos por actividade: 12
    Duração das actividades: 1h – 2h


    Público Alvo: Público-alvo: alunos do Ensino Básico (3º ciclo) e do Ensino Secundário


Acção Esgotada

 

Centro de Investigação em Ciências da Saúde, Universidade da Beira Interior, CASTELO BRANCO

O cérebro também se exercita
Data: 25 e 26 de Março (horas a confirmar)
    Equipa: Liliana Bernardino, Raquel Ferreira e Telma Quintela
    A actividade inicia-se com uma breve apresentação sobre como praticar um envelhecimento saudável seguida de uma visita aos laboratórios do Centro de Investigação de Ciências da Saúde da UBI.
    Serão efectuadas também um conjunto de experiências simples e demonstrações sobre o funcionamento do cérebro acompanhadas pelos jovens neurocientistas.
    Venha perceber porque é “Corpo São em Mente Sã” é um lema a seguir para conseguir um envelhecimento saudável.


    Público Alvo: Sénior


 

Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, COIMBRA

Peddy-Brain na FMUC
Data: 17 de Março (09h30 às13h00 e 14h00 às 17h30) - Inscrições até 12 de março
    Equipa: Ana Paula Martins
    A actividade inicia-se com uma breve apresentação sobre a Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC) e os seus laboratórios de investigação. De seguida serão efetuadas visitas aos laboratórios, acompanhadas por um investigador que descreverá os tópicos principais de alguns trabalhos de investigação a decorrer na FMUC. Os participantes terão também oportunidade de assistir e/ou participar num conjunto de experiências simples/demonstrações. O roteiro é dirigido especificamente para alunos do Ensino Secundário (10º a 12º anos) e as principais temáticas a serem discutidas são:
    1.Efeito das drogas de abuso no cérebro:
    1.1. Comportamento animal
    1.2. Barreira hematoencefálica
    2. O cérebro de um modelo animal
    2.1. Neurónios e glia
    3. O cérebro humano
    3.1. Métodos não-invasivos para o estudo da função cerebral no Homem
    3.2. O estudo do comportamento humano

    Público Alvo: Alunos do 10º ao 12º ano (limite de 30 alunos por sessão)


Acção Esgotada

 

Faculdade de Medicina, Universidade do Porto, Departamento de Biologia Experimental, PORTO

Como investigar o cérebro para tratar a dor?
Data: a definir
    Equipa: Isaura Tavares: isatav@med.up.pt
    Os membros do Departamento de Biologia Experimental têm-se dedicado à investigação da neurobiologia da dor. Após uma curta palestra introdutória, os investigadores demonstrarão alguns métodos utilizados no estudo dos complexos mecanismos de transmissão da dor em modelos experimentais, nomeadamente técnicas comportamentais, coloração de lâminas histológicas, observação de material em microscópia e separação electroforética de moléculas usadas pelo sistema nervoso.

    Máximo de 20 participantes por sessão.

    Público Alvo: Público escolar (a partir do 8º ano) e Público geral (em visitas separadas)


 

Instituto de Investigação do Medicamento - iMed.ULisboa, Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa, LISBOA

À volta com os neurónios e não só
Data: 17 de Março, das 10 às 18h
    Equipa: Adelaide Fernandes, Ana Rita Vaz
    Visita de alunos do secundário para conhecer a investigação e o ensino na área das neurociências desenvolvidos pelo grupo Neuron-Glia Biology in Health and Disease no iMed.ULisboa/FFULisboa.
    Início com uma palestra sobre o cérebro, estrutura e função das suas diferentes regiões, as células que o constituem e suas principais funções, as doenças neurodegenerativas e o efeito das drogas de abuso ao nível cerebral.
    A seguir, realizam-se actividades didácticas que permitam conhecer e contactar mais de perto com o cérebro (modelos de cérebro, dissecação de cérebro de animais de experimentação) e as diferentes metodologias utilizadas na investigação de patologias neurodegenerativas como a Esclerose Amiotrófica Lateral, Doença de Alzheimer e Esclerose Multipla em uso no laboratório (culturas de células e modelos animais de doença, microscopia, ensaios in vitro de funcionalidade celular).


    Público Alvo: Ensino Secundário



Exercitar o cérebro para um envelhecimento mais saudável
Data: 17 de Março, 10-18h
    Equipa: Adelaide Fernandes, Ana Sofia Falcão
    Visita de alunos da Universidade Sénior e público em geral para conhecer a investigação e o ensino na área das neurociências desenvolvidos pelo grupo Neuron-Glia Biology in Health and Disease no iMed.ULisboa/FFULisboa.
    Início com uma palestra sobre o cérebro, as suas diferentes regiões, células que o constituem e suas principais funções, as causas e características das doenças neurodegenerativas associadas ao envelhecimento. A seguir, actividades didácticas com efeito positivo na cognição, na sintomatologia depressiva e na autonomia dos idosos. Por fim, uma visita guiada ao laboratório com demonstração dos trabalhos desenvolvidos para o avanço do conhecimento das patologias neurodegenerativas e a aplicabilidade de novas estratégias terapêuticas.


    Público Alvo: Universidades Sénior, Público em Geral



Porque morrem os neurónios?
Data: 17 de Março, das 14h às 17h
    Equipa: Margarida Castro Caldas
    Na primeira parte da visita, faremos apresentações multimédia sobre a organização estrutural e funcional macro-anatómica do cérebro humano, as células do cérebro e sobre a sua forma de comunicação. Falaremos das possíveis causas de morte dos neurónios em doenças neurodegenerativas (doenças de Parkinson e Alzheirmer) e neurológicas (acidente vascular cerebral, trauma, envelhecimento), focando possíveis estratégias terapêuticas já utilizadas ou em fase de estudo. Falaremos da biologia de células estaminais e dos processos envolvidos na diferenciação de células estaminais neuronais e do potencial terapêutico destas células. Abordaremos também aspetos relacionados com o modo como drogas (licítas ou ilícitas) afetam a comunicação entre as células nervosas, e como o nosso organismo se torna dependente do uso dessas substâncias. Na segunda parte da visita, os alunos poderão observar e tocar em modelos anatómicos de cérebro humano e de neurónios. Faremos também disseções de cérebros de rato e murganho, explicando os

    Público Alvo: Alunos do 9º ao 12º ano (máximo de 50 participantes)


Acção Esgotada

 

Instituto de Investigação em Ciência da Vida e Saúde (ICVS), Escola de Ciência da Saúde, Universidade do Minho, BRAGA

Laboratórios Abertos na Universidade do Minho
Data: 18 Março, das 10h às 18h
    Equipa: Fernanda Marques, Ana João Rodrigues
    Iremos receber alunos e público em geral para ficarem a conhecer o que se investiga e ensina no ICVS. Após assistirem a uma pequena palestra que irá dar a conhecer a investigação em Neurociências no ICVS, diferentes actividades estarão disponíveis para os visitantes. Para os mais novos as actividades são: exercita o teu cérebro, os cinco sentidos, neurónios na tela, cérebro em lâmina. Para os mais crescidos, as actividades são: macrodisseção de tecido cerebral, o cérebro no teatro anatómico, olhar a visão, os reflexos.
    Todos terão ainda a oportunidade de visitar os laboratórios do ICVS.


    Público Alvo: Ensino Básico (1º, 2º, 3º CEB), Ensino Secundário, Universidades Sénior, Público em Geral