particulas


Partículas

As partículas podem ser:
primárias, quando são emitidas por fontes poluidoras;
secundárias, quando se formam na atmosfera pela condensação de gases, ou como resultado de reacções químicas entre outros poluentes.

Podem apresentar-se sob a forma líquida ou sólida e ter dimensões que variam entre algumas dezenas de nanómetros e uma centena de micrómetros (µm).

Fontes Naturais
· vulcões
· aerossóis marinhos
· acção do vento sobre o solo
· fogos florestais

Fontes Antropogénicas
· queima combustíveis fósseis
· processos industriais
· tráfego rodoviário

Efeitos das partículas na saúde
Dependem tanto da dimensão como das características físicas e químicas das partículas

As partículas mais finas podem transportar substâncias tóxicas para as vias respiratórias

As PM10 podem causar vários problemas de saúde: irritação nasal, tosse, bronquite, asma

As PM2,5 podem penetrar profundamente nas vias respiratórias e atingir os alvéolos pulmonares, provocando dificuldades respiratórias e por vezes danos permanentes

Outros efeitos das partículas
Podem influenciar o clima ao absorverem e difundirem a radiação solar. Intervêm no ciclo da água (formação das nuvens, nevoeiros e precipitação)

Podem provocar corrosão dos edifícios e de outros materiais, diminuir o seu tempo de vida útil e aumentar os custos de limpeza e manutenção

Podem interferir na fotossíntese e causar danos nas plantas ao depositarem-se nas folhas



Voltar