Comunicados de Imprensa

[ Imprimir ] [ Listar Comunicados ]
03-10-2007
SEMANA MUNDIAL DO ESPAÇO 2007
Diferentes pontos do País


Bip, bip, bip. Cinquenta anos de exploração espacial

Amanhã, dia 4 de Outubro, às 15h30, foguetões de água elevam-se no ar em diferentes pontos do País comemorando os cinquenta anos do lançamento do primeiro satélite artificial: o Sputnik. A Rede de Centros Ciência Viva, algumas escolas e associações assinalam assim o início da Semana Mundial do Espaço 2007.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, José Mariano Gago, participará nesta iniciativa no Centro Ciência Viva da Amadora, onde decorrerá uma Oficina sobre Educação e Exploração Espacial.

Aproveite o Domingo, dia 7, para passear pelo Terreiro do Paço, em Lisboa, e para lançar foguetões de água, construir aeromodelos e dar largas ao seu sentido de orientação numa actividade de demonstração do GPS. Uma equipa do Pavilhão do Conhecimento promete guiá-lo nesta aventura.

No dia 10, às 15 horas, também no Pavilhão do Conhecimento, descubra como um pequeno embrulho dourado suspenso num balão permite o envio de equipamentos científicos para a alta atmosfera, com a particularidade de os devolver para análise dos resultados após a viagem. O Straplex (Stratospheric Platform Experiment) foi inicialmente desenvolvido pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, em parceria com a Agência Espacial Europeia (ESA).

Partindo de uma ideia de estudantes daquela universidade, o Straplex transporta actualmente experiências científicas propostas por jovens de toda a Europa. Os seus “inventores”, agora investigadores a trabalhar em colaboração com a ESA, vão estar à conversa com o público e com estudantes portugueses que participaram em Space Camps, na Turquia e nos Estados Unidos.

De 4 a 10 de Outubro decorrerão pelo País dezenas de actividades de divulgação das ciências e tecnologias espaciais.

Programa completo da Semana Mundial do Espaço 2007 em
http://www.cienciaviva.pt/rede/space/space2007/programa.asp

Oiça o clip Sputnik – Os sons que mudaram o mundo


Mais informações:
Ciência Viva