Comunicados de Imprensa

[ Imprimir ] [ Listar Comunicados ]
27-05-2004
TANTO SOL... NO PAVILHÃO DO CONHECIMENTO - CIÊNCIA VIVA
Lisboa

No próximo sábado, 29 de Maio, comemora-se o Dia da Energia. A Sociedade Portuguesa de Energia Solar (SPES), o INETI e a Ciência Viva convidam o público em geral, particularmente os jovens, a debater o aproveitamento da energia solar, no ano em que se comemora o centenário da atribuição do 1º prémio na Exposição Universal de St. Louis nos EUA ao Padre Himalaya pela sua invenção de um concentrador solar. No engenho construído pelo Padre Himalaya em 1904, que ele designou por pirelióforo, eram atingidas temperaturas acima dos 3000 graus centígrados.

É urgente sensibilizar o público para a energia solar como recurso natural estratégico. Na sessão será divulgado o Programa Nacional de Água Quente Solar (www.aguaquentesolar.com) e será abordada a tecnologia actual, que permite produzir electricidade a partir da energia solar, quer por via termoeléctrica, quer por via fotovoltaica, como irá ser feito por exemplo na maior central solar do mundo, projectada para o Alentejo.

A equipa "A cozinha é um laboratório" aderiu já à energia solar e vão ser cozidos pãezinhos para oferecer aos participantes no exterior do Pavilhão do Conhecimento-Ciência Viva, com o apoio do INETI e da empresa Sun Co.

Portugal, tão fértil em recursos renováveis, continua a importar mais de 80% da energia que consome. E temos tanto sol!


Programa:

Entrada livre


15h 00 – 17h 00
Exterior do Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva
Pãezinhos cozidos ao sol: demonstração de fogões solares ao vivo e com sabores
Paulina Mata, Universidade Nova de Lisboa


17h 00 – 19h 00 - Auditório
Painel: Tanto Sol – a importância estratégica da energia solar


Água Quente Solar
João Farinha Mendes / SPES

Uma central solar no Alentejo ( Projecto de Moura)
José Lima de Oliveira / AMPER

O Padre Himalya: um pioneiro da Energia Solar
Manuel Collares Pereira / INETI

O painel será seguido de debate entre os especialistas e o público.


Para mais informações:
www.cienciaviva.pt