Comunicados de Imprensa

[ Imprimir ] [ Listar Comunicados ]
13-12-2016
À descoberta do mar profundo na Conferência de Natal da Ciência Viva
Teatro Nacional D. Maria II

Que segredos se escondem no fundo do oceano? Que seres vivos habitam essas paragens onde a luz do sol não chega?

No próximo dia 21 de Dezembro, quarta-feira, às 19.00, o Teatro Nacional D. Maria II vai ser palco de uma expedição científica às profundezas do mar dos Açores com a investigadora Ana Colaço. Na 5ª Conferência de Natal da Ciência Viva, viajaremos por paisagens de suster a respiração, entre chaminés que deitam fumo negro, locais onde as formas de vida não dependem da energia solar.

Ana Colaço é doutorada em Ecologia e Biossistemática pela Universidade de Lisboa. Actualmente é investigadora no MARE- Centro de Ciências do Mar e do Ambiente e da Universidade dos Açores, integrando o grupo de trabalho “Deepsea ecology” do International Council for the Exploration of the Sea. Em 2003 ganhou o prémio IMAR - Luiz Saldanha, e em 2006 foi uma das “cientistas na Redacção“ no Jornal Público.

Desde 1993 que se dedica ao estudo do mar profundo, tendo participado em mais de 20 missões oceanográficas, mergulhado em submersíveis e trabalhado com diferentes robôs marinhos. O seu mergulho mais profundo foi realizado a uma profundidade de 2300 metros no campo hidrotermal Rainbow, descoberto no mar dos Açores em 1997 .

As Conferências de Natal da Ciência Viva são organizadas em parceria com instituições científicas de referência, nacionais e estrangeiras. São inspiradas nas Christmas Lectures do Royal Institution de Londres, criadas em 1825 por Michael Faraday.

A entrada na conferência é livre mediante inscrição prévia em www.cienciaviva.pt