Comunicados de Imprensa

[ Imprimir ] [ Listar Comunicados ]
22-11-2016
Manuel Sobrinho Simões é o vencedor do Grande Prémio Ciência Viva Montepio 2016
Pavilhão do Conhecimento

DIVULGAÇÃO IMEDIATA

O patologista Manuel Sobrinho Simões, o projecto educativo GuIA - Ciência e a secção "Qualidade Devida", do semanário Expresso, são os vencedores dos Prémios Ciência Viva Montepio 2016.



Manuel Sobrinho Simões, fundador do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP), considerado em 2015 pela revista americana The Pathologist como o "patologista mais influente do mundo", foi distinguido com o Grande Prémio Ciência Viva Montepio.



Professor, médico e investigador, dedica parte do seu tempo à promoção da cultura científica participando em palestras em escolas e em conferências e debates para o público em geral. O IPATIMUP criou em 1996 um gabinete dedicado à educação e cultura científicas, levando a ciência e divulgando temas ligados à saúde junto das escolas e do público em geral. Destacamos o Laboratório Aberto, por onde passaram já mais de 30 000 crianças e jovens, e o Autolaboratório, que envolveu cerca de 6 000 alunos da região do Porto. Esta instituição foi ainda pioneira no acolhimento de jovens do ensino secundário para a realização de estágios com os seus investigadores durante o Verão, uma iniciativa que a Ciência Viva organiza desde 1997 com a comunidade científica.



O projecto de combate ao abandono escolar através da cultura científica GuIA - Ciência, criado pela professora Mafalda Lapa no Agrupamento de Escolas da Cidadela, Cascais, ganhou o Prémio Ciência Viva Montepio Educação.



Os alunos identificados como estando em risco de abandono escolar recebem apoio personalizado e são acompanhados por professores tutores. Participam ainda em actividades e projectos de divulgação de ciência, nacionais e internacionais, sendo estimulados a desenvolver o seu espírito crítico, a criatividade e a trabalhar em equipa. O abandono escolar neste agrupamento passou de 17,7% para 5,8%, tendo o Ministério da Educação reconhecido este projecto com a atribuição de 30 horas de créditos lectivos. 



A secção “Qualidade Devida”, da autoria da investigadora Luísa Schmidt (Instituto de Ciências Sociais), publicada semanalmente no jornal Expresso, conquistou o Prémio Ciência Viva Montepio Media. 



Luísa Schmidt sempre aliou a investigação à promoção da cultura científica e à sensibilização das populações para as políticas públicas na área do ambiente. São já três décadas de participação pública pela cultura científica e ambiental, intervindo sobre temas que continuam hoje na ordem do dia. Para além da sua colaboração em projectos de educação e cultura científica, Luísa Schmidt participa regularmente em colóquios e debates públicos em centros de ciência, museus e escolas.


A entrega dos galardões terá lugar no Pavilhão do Conhecimento no próximo domingo, 27 de Novembro, último dia da Semana da Ciência e da Tecnologia 2016, às 17.00. 



Os Prémios Ciência Viva Montepio são atribuídos anualmente pela Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica e pelo Montepio e distinguem personalidades e instituições que se destacaram pelo seu mérito excepcional na promoção da cultura científica em Portugal.

Os premiados foram seleccionados pelos representantes das instituições de investigação científica que constituem a Agência Ciência Viva (ver lista em baixo).

Nos quatro anos anteriores o Grande Prémio Ciência Viva Montepio distinguiu o editor Guilherme Valente, da Gradiva, o geólogo Galopim de Carvalho, o botânico Jorge Paiva e o físico Manuel Paiva.

Saiba mais sobre os premiados:

Manuel Sobrinho Simões
Projecto GuIA – Ciência
Secção “Qualidade Devida”, Semanário Expresso

Instituições Associadas da Ciência Viva:
Agência Nacional de Inovação, S.A. (ANI)
Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT)
Centro de Neurociências de Coimbra e Biologia Celular (CNC)
Centro de Estudos Sociais (CES)
Instituto de Telecomunicações (IT)
Instituto de Ciências Sociais (ICS)
Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC)
Instituto de Patologia e Imunologia da Universidade do Porto (IPATIMUP)
Instituto de Tecnologia Química e Biológica (ITQB)
Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas (LIP)
Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC)