Comunicados de Imprensa

[ Imprimir ] [ Listar Comunicados ]
02-05-2000
4º FORUM CIÊNCIA VIVA
Lisboa

4º Fórum Ciência Viva:

como se divulga a ciência, como se aprende
(a gostar de) Matemática e o que se faz na Europa

5 e 6 de Maio
Pavilhão Atlântico, Parque das Nações

Professores, alunos e cientistas são os grandes protagonistas do 4º Fórum Ciência Viva, que este ano se realiza no Pavilhão Atlântico, no Parque das Nações, entre 5 e 6 de Maio. A sessão de abertura é presidida pelo ministro da Ciência e da Tecnologia, José Mariano Gago, dia 5, sexta-feira, às 10 horas.

À semelhança das edições anteriores, estarão patentes ao público "quiosques" e "posters" das equipas de projectos do ensino experimental das ciências, vindos de todo o país. Nestes stands, os projectos Ciência Viva em curso dão-se a conhecer e os estudantes e professores envolvidos realizam actividades experimentais, em diálogo com o público e com os colegas dos outros projectos. Estão previstos 188 quiosques e 123 posters e esperados cerca de 2000 participantes.

Uma estreia nas edições do Fórum Ciência Viva são as sessões práticas de divulgação científica, que decorrem em três palcos preparados para o efeito. Intituladas "Ciência ao vivo-Como se Faz?", estas sessões explicam, por exemplo, como se fazem "Os lasers nos dias de hoje", "Fumo sem fogo", "Um holograma", "Uma câmara de observação subaquática" , "Um arco-íris" ou "Um mapa digital" (ver Programa completo em www.cienciaviva.pt.

O Fórum Ciência Viva associa-se ainda ao Ano Mundial da Matemática, dedicando a esta ciência um espaço especial, animado com actividades organizadas no âmbito dos projectos e por especialistas convidados. Neste "Matemática ao Vivo" pode-se estudar geometria a brincar com a cerâmica, calcular espaços e acelerações, aprender como funciona um astrolábio ou um quadrante.

O 4º Fórum Ciência Viva vai dedicar também a sua atenção à rede de centros Ciência Viva. Os visitantes terão oportunidade de experimentar e conhecer módulos das exposições interactivas dos centros Ciência Viva de Faro, Porto e Coimbra. No dia 5, às 18.30 horas, terá ainda lugar uma visita dos participantes no Fórum ao Pavilhão do Conhecimento, no Parque das Nações, onde se estreia a exposição interactiva "O Cérebro", concebida pelo Experimentarium de Copenhaga, Dinamarca.

Por fim, visando a troca de experiências e o estabelecimento de parcerias a nível internacional, o Fórum Ciência Viva conta com a presença de projectos congéneres convidados da França, Noruega, Grécia, Holanda e Itália.

O Programa Ciência Viva, criado em 1996, é a contribuição do Ministério da Ciência e da Tecnologia para a promoção da cultura científica e tecnológica da população portuguesa - um eixo central da política científica e tecnológica nacional.

O Programa Ciência Viva pretende contribuir para a divulgação da ciência e da tecnologia e, muito especialmente, para a melhoria da educação científica nas escolas portuguesas, mobilizando os esforços das comunidades científica e educativa para, de uma forma articulada, proporcionar aos alunos dos ensinos básico e secundário condições para uma aprendizagem viva das ciências, através do reforço do ensino experimental das ciências na escola.