Comunicados de Imprensa

[ Imprimir ] [ Listar Comunicados ]
14-07-2016
Todos os alunos estão em férias escolares. Todos? Não!
País

Há um grupo de irredutíveis estudantes do ensino secundário que está em laboratórios de investigação, a trabalhar lado a lado com os cientistas. São mais de 1200 em todo o país, em Julho, Agosto e Setembro.

Esta é já a 20.ª edição da Ciência Viva no Laboratório - Ocupação Científica de Jovens nas Férias, que iremos assinalar esta sexta-feira, 15 de Julho, às 12.00, no Centro de Investigação de Materiais da Universidade Nova de Lisboa – CENIMAT, no Monte de Caparica. A visita será acompanhada pelo Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e pela Presidente da Ciência Viva, Rosalia Vargas.

Nos 27 estágios de uma semana realizados nesta unidade de investigação, liderada pela cientista Elvira Fortunato, os alunos têm a oportunidade de criar dispositivos electrónicos para gadgets com uma impressora a jacto de tinta, utilizar a gelatina para fazer biossensores, aplicar fibras sintéticas em Medicina semelhantes a teias de aranha, produzir osso sintético a partir da casca de camarão ou utilizar um simples micro-ondas para desenvolver materiais antibacterianos, entre outros desafios.

O CENIMAT é reconhecido a nível nacional e internacional pela investigação nas áreas da engenharia e da ciência dos materiais. O Centro integra, desde 2006, o Laboratório Associado i3N - Instituto de Nanoestruturas, Nanomodelação e Nanofabricação.


SOBRE O PROGRAMA CIÊNCIA VIVA NO LABORATÓRIO

Criada em 1997 pela Ciência Viva, a Ciência Viva no Laboratório - Ocupação Científica de Jovens nas Férias já proporcionou a cerca de 15 mil estudantes do ensino secundário o contacto directo com o trabalho de investigação em laboratórios e instituições científicas em todo o País através de mais de 4500 estágios.

A edição deste ano conta com mais de 300 estágios em 80 instituições científicas, abrangendo um total de 1240 estudantes. Descobrir a Matemática dos mercados financeiros, perceber a relação entre neurónios, obesidade e envelhecimento, construir micro-robôs, analisar o consumo de álcool na população portuguesa ou participar numa escavação arqueológica são apenas alguns exemplos dos estágios que os alunos poderão realizar até ao início de Setembro. Esta é sem dúvida uma oportunidade de contacto directo com os investigadores e com o seu trabalho diário.

Ponto de encontro: CENIMAT
Morada: Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, Campus Caparica, Monte da Caparica
Mapa

Ver lista completa de estágios.