Comunicados de Imprensa

[ Imprimir ] [ Listar Comunicados ]
06-06-2016
Ciência e Música no Teatro Thalia
Teatro Thalia

No próximo dia 19 de Junho, domingo, às 17.00, o Teatro Thalia recebe o primeiro concerto Tejo no Thalia, a cargo d’ Os Músicos do Tejo, que interpretam música do século XVIII (M. Marais, J.- P. Rameau e G. F. Handel), inspirada nos quatros elementos (terra, água, ar e fogo). A apresentação será feita pelo químico e crítico cultural Jorge Calado.

Serão tocadas duas das obras mais populares de Handel – “Música da Água (extractos) e “Música para os Reais Fogos-de-artifício” – bem como a abertura da ópera “Zaïs” de Rameau (que retrata o princípio do mundo, isto é, a “organização do Caos e o choque dos elementos no momento da sua separação”), e a famosa ‘Tempestade’ do IV acto da tragédia lírica “Alcyone”, de Marais.

Este é o primeiro concerto do ciclo “Ciência na Música”, promovido pela Ciência Viva, Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica em articulação com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, a decorrer no Teatro Thalia, com intervenção de investigadores e artistas. Prevê-se a realização de quatro concertos onde as obras tocadas têm uma explícita ligação às ciências e tecnologias.

O segundo concerto, sob o tema Emoções e Consciência, terá lugar no dia 16 de Setembro, com a realização da ópera “Paride ed Elena”, de C. W. Gluck, dedicada pelo compositor ao Duque de Lafões, co-fundador da Academia das Ciências de Lisboa.

Os Músicos do Tejo são um conjunto instrumental de música antiga fundado em 2005 por Marco Magalhães (cravista e director musical) e Marta Araújo (cravista e directora). As suas actuações e discografia têm merecido críticas entusiásticas da imprensa portuguesa e internacional.

Bilhetes à venda na Ticketline, Pavilhão do Conhecimento e locais habituais. Custo: 7 euros.

Sobre o projecto Músicos do Tejo