Comunicados de Imprensa

[ Imprimir ] [ Listar Comunicados ]
07-04-2015
Já provou pepinos-do-mar? A Ciência Viva diz-lhe a que sabem no Peixe em Lisboa

DIVULGAÇÃO IMEDIATA

Não, não se trata de um legume. Na Ásia é uma iguaria e Portugal vai produzi-los em aquicultura para exportação. O pepino-do-mar é um invertebrado da família da estrela-do-mar e fará parte do menu da Ciência Viva no Peixe em Lisboa, esta sexta-feira, 10 de Abril, às 15.00.

No Oriente consta da carta dos restaurantes mais luxuosos, no Peixe em Lisboa este invertebrado com baixo teor de gordura e um elevado teor proteico vai ser servido sob a forma de ceviche e em arroz. Patrícia Borges, chef da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche, do Instituto Politécnico de Leiria, criou receitas para trazer este sabor à mesa dos portugueses e vai partilhá-las com o público numa demonstração culinária.

Mas como é que as gerações futuras vão continuar a consumir peixe? A resposta dependerá da atitude de cada um de nós relativamente ao oceano. Na segunda-feira, 13 de Abril, às 15.00, Gael Orieux, chef do Restaurante Auguste, em Paris, e Francisco Franco del Amo, presidente do World Ocean Network e director do Aquário Finisterrae, na Galiza, vão mostrar como é possível confeccionar receitas inovadoras sem pôr em perigo a biodiversidade do oceano.

Para informar o público sobre as espécies marinhas que não apresentam declínio de stocks apreciável, a Ciência Viva lançou um catálogo com as principais espécies de pescado do mar de Portugal, disponível online.

Estas iniciativas, realizadas pela Ciência Viva em parceria com a DocaPesca e instituições científicas portuguesas, integram-se no projecto europeu Sea for Society – Um Mar para a Sociedade, que promove a cidadania do mar.

Programa completo em http://www.cienciaviva.pt/oceano/noticias/peixelisboa.asp

Mais informações:
Unidade de Comunicação e Imagem
Catarina Figueira: 96 156 09 26