Comunicados de Imprensa

[ Imprimir ] [ Listar Comunicados ]
01-07-2014
Mais de 1100 alunos trocam a praia pelo laboratório neste Verão
Ipatimup - Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto

DIVULGAÇÃO IMEDIATA

Nestas férias mais de 1100 jovens do ensino secundário escolhem passar uma semana num laboratório a construir o seu futuro. O lançamento da 18.ª edição da Ciência Viva no Laboratório – Ocupação Científica de Jovens nas Férias terá lugar na próxima quinta-feira, 3 de Julho, às 11.30, no Ipatimup - Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto.

Ano após ano muitos foram os jovens que participaram no programa. Alguns, como a investigadora Verónica Gomes, do Ipatimup, estão hoje "do outro lado da bancada" a receber os estudantes e a orientá-los nos estágios. Outros antigos alunos do programa participam nesta sessão e vão dar testemunho da sua experiência e do impacto que teve nas suas vidas.

Na visita a este estágio vamos ficar a conhecer o trabalho dos 8 jovens que estão a integrar grupos de investigação deste instituto nas áreas da Genética Populacional e Forense e da Oncologia.

A sessão integra as comemorações dos 25 anos do Ipatimup, um dos mais prestigiados laboratórios de investigação nas áreas do cancro e da genética. Como Laboratório Associado, o instituto realiza também prestação de serviços de diagnóstico e actividades de educação, de divulgação científica e de prevenção do cancro.

Sobre o Programa Ciência Viva no Laboratório

Criado em 1997 pela Ciência Viva, a Ciência Viva no Laboratório – Ocupação Científica de Jovens nas Férias já proporcionou a mais de dez mil estudantes do ensino secundário o contacto directo com o trabalho de investigação em laboratórios e instituições científicas em todo o País.

A edição deste ano conta com 385 estágios em 84 instituições científicas, abrangendo um total de 1316 estudantes. Robótica, Ciências da Saúde, Química, Biologia, Astronomia, Física nuclear e Arqueologia são algumas das áreas em destaque.

Os estágios têm a duração de uma ou duas semanas e decorrem até ao final de Agosto. Esta é sem dúvida uma oportunidade de contacto directo com os investigadores e com o seu trabalho diário.

Ponto de encontro: Auditório do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (Ipatimup), às 11.30.

PROGRAMA

Ver Lista Completa de Estágios