Comunicados de Imprensa

[ Imprimir ] [ Listar Comunicados ]
10-03-2014
Café de Ciência na Assembleia da República
Assembleia da República

DIVULGAÇÃO IMEDIATA

Fármacos, neuroestimulação, implantes neuronais: onde acaba a terapia e começa o melhoramento cognitivo? Poderão os pais melhorar cognitivamente os filhos? Será necessário criar legislação específica para esta área emergente?

Mexer no Cérebro - Ciência, Ética e Sociedade é o tema do 11º Café de Ciência no Parlamento na próxima quarta-feira, 12 de Março, às 18.00. A sessão decorre na Biblioteca da Assembleia da República.

A intervenção directa no cérebro – através de fármacos, tecnologias específicas ou modificação de tecidos humanos – numa perspectiva de melhoria cognitiva tem consequências ao nível do indivíduo e da sociedade, que importa ponderar. Em torno de um café, decisores políticos, investigadores, profissionais de saúde, associações científicas e de pacientes e responsáveis de empresas debatem as questões científicas, éticas e sociais do melhoramento cognitivo.

Entre os neurocientistas participantes destacamos Rui Costa (Sociedade Portuguesa de Neurociências, Fundação Champalimaud e Human Brain Project), Miguel Castelo Branco (Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde e IBILI, Universidade de Coimbra), Catarina Oliveira (Centro de Neurociências e Biologia Celular e Universidade de Coimbra), Isaura Tavares (Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, Alexandre Castro Caldas (Universidade Católica Portuguesa) e Joaquim Alexandre Ribeiro (Instituto de Medicina Molecular). Salientamos neste Café de Ciência a forte participação de investigadores das áreas da filosofia e das ciências sociais e humanas como António Jácomo (Universidade Católica Portuguesa), Olga Pombo e Alexander Gerner (Centro de Filosofia das Ciências da Universidade de Lisboa) e Noémia Lopes (Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do ISCTE-IUL).

Esta iniciativa decorre na Semana do Cérebro e está inserida no NERRI, projecto europeu coordenado pela Ciência Viva em colaboração com o IBMC, e que deverá produzir recomendações para as políticas públicas europeias nesta área.

O Café de Ciência na Assembleia da República é uma iniciativa da Ciência Viva e da Comissão de Educação, Ciência e Cultura da Assembleia da República, em parceria com o CLA – Conselho dos Laboratórios Associados.