Comunicados de Imprensa

[ Imprimir ] [ Listar Comunicados ]
27-03-2013
CENTRO CIÊNCIA VIVA DO ALVIELA REABRE AO PÚBLICO COM EXPOSIÇÕES E ACTIVIDADES RENOVADAS
Centro Ciência Viva Alviela

Caro (a) amigo (a),

Sabia que o caudal da nascente do Alviela, durante os Invernos mais chuvosos, conseguiria encher uma piscina olímpica em apenas dois minutos e meio? E que nas grutas desta zona existem cerca de 5000 morcegos de 12 espécies diferentes? Gostaria de viajar num simulador de realidade virtual ao longo de 175 milhões de anos, percorrendo abismos, grutas e vales repletos de dinossauros?

As respostas a estas e outras perguntas estão no Centro Ciência Viva do Alviela – Carsoscópio, que reabre ao público no próximo dia 4 de Abril, às 11h00, com exposições renovadas e actividades de divulgação científica para todas as idades.

Localizado nos Olhos de Água do Alviela, a mais importante nascente cársica do país, é um espaço interactivo de divulgação científica e tecnológica e integra a Rede Nacional de Centros Ciência Viva. Nesta casa de ciência é possível descer às profundezas da terra em busca das origens da nascente do Alviela, descobrir os percursos subterrâneos da água ou explorar os refúgios ocultos dos morcegos cavernícolas.

Na área expositiva Carso, os visitantes podem descobrir o que é um aquífero cársico e qual a relação com a água das chuvas. Na sala Quiroptário é possível observar os morcegos que vivem numa gruta a 500 metros do Centro e perceber como a ciência ajuda a desmistificar as superstições associadas a estes mamíferos. No Geódromo, um simulador de realidade virtual transporta os visitantes numa incrível viagem até ao tempo em que os dinossauros “desenharam” as suas pegadas na Serra de Aire.

Mas um Centro Ciência Viva não vive só das áreas expositivas: o Carsoscópio dispõe também de um laboratório, um experimentoscópio e uma loja científica. Do programa de actividades fazem ainda parte percursos pedestres na zona envolvente, acompanhados por especialistas na área da Geologia.

Foram parceiros nos trabalhos de requalificação deste Centro a Ciência Viva, a Câmara Municipal de Alcanena, o Instituto Politécnico de Leiria e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

Mais informações em www.alviela.cienciaviva.pt