Comunicados de Imprensa

[ Imprimir ] [ Listar Comunicados ]
26-06-2012
JOVENS ESTUDANTES EM ESTÁGIOS DE I&D EM EMPRESAS DE TOPO
Centro de Competência Internacional da Siemens

DIVULGAÇÃO IMEDIATA

A investigação científica em contexto empresarial é uma das áreas em foco no programa Ciência Viva no Laboratório - Ocupação Científica de Jovens nas Férias 2012, uma iniciativa da Ciência Viva.

O lançamento da edição deste ano terá lugar na próxima quinta-feira, 28 de Junho, às 10.30, no Centro de Competência Internacional da Siemens, especializado na automação de turbinas a vapor para produção de energia eléctrica. Os alunos terão a oportunidade de ficar a conhecer de perto o trabalho de I&D em meio empresarial.

Segue-se uma visita ao Instituto de Investigação Científica Tropical, onde mais dez estudantes estão a frequentar estágios de investigação sobre as doenças do cafeeiro. As actividades do Centro de Investigação das Ferrugens do Cafeeiro, em cooperação com países cafeicultores, resultaram já na produção de variedades comerciais resistentes.

Ambas as visitas serão acompanhadas pela Secretária de Estado da Ciência, Leonor Parreira.

Criado em 1997 pela Ciência Viva, a Ciência Viva no Laboratório – Ocupação Científica de Jovens nas Férias já proporcionou a dez mil estudantes do ensino secundário um contacto directo com o trabalho de investigação em laboratórios e instituições científicas em todo o País.

A edição deste ano conta com 370 estágios em 90 instituições científicas, abrangendo um total de 1200 estudantes. Robótica, Ciências da Saúde, Química e Biologia são algumas das áreas em destaque.

Programa completo em www.cienciaviva.pt.

PROGRAMA

Centro de Competência Internacional da Siemens, Alfragide

10.30 – 11.00
Desenvolvimento de software para automação de turbinas

Dr. Miguel Guerreiro, CFO da Siemens Portugal
Eng.º. Silva Marques, CEO do Sector Energy da Siemens Portugal
Eng.º. João Festas, responsável pelo estágio
Engª Leila Gomes

Instituto de Investigação Científica Tropical – IICT, Oeiras
Centro de Investigação das Ferrugens do Cafeeiro

11.30 – 12.00
CSI-Oeiras (Cafeeiro Sob Investigação). Quem atacou o cafeeiro?
Investigação sobre as doenças do cafeeiro através da detecção precoce de agentes patogénicos (fungos) em plantas infectadas, mas ainda sem sintomas. Os alunos utilizam técnicas básicas de microscopia e de biologia molecular, integrando-se nos trabalhos em curso no Centro.

No rasto dos cafeeiros resistentes às doenças
Investigação sobre as espécies de cafeeiro resistentes às doenças causadas por fungos que o Instituto tem ajudado a desenvolver. Para a detecção das proteínas envolvidas nas reacções de defesa das plantas serão utilizadas técnicas de extracção, quantificação e electroforese, bem como a detecção de actividades enzimáticas.