Comunicados de Imprensa

[ Imprimir ] [ Listar Comunicados ]
15-06-2011
ECLIPSE TOTAL DA LUA
Lisboa

DIVULGAÇÃO IMEDIATA

Hoje é dia de Lua Cheia. No entanto, quando o nosso satélite subir acima do horizonte, parte do disco lunar já estará a ser ocultado pela sombra da Terra. Será um dos cinco eclipses mais longos deste século. Em Portugal Continental o fenómeno será visível entre as 21h00 e as 23h00.

Telescópios e outros meios de observação serão colocados à disposição do público para observação do eclipse total da Lua em diversos pontos do País.

No Centro Ciência Viva de Constância, às 20h00, Máximo Ferreira explica porque ocorrem os eclipses numa palestra aberta ao público.

O Observatório Astronómico de Lisboa convida o público a trazer os seus binóculos ou mesmo pequenos telescópios para acompanhar este fenómeno com o investigador Rui Agostinho. Consulte a página desta instituição para saber o horário do eclipse em diversos pontos do território nacional e obter mais informação.

No Porto, junte-se aos astrónomos do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto na Praça Gomes Teixeira (Leões).

Ao contrário de um Eclipse do Sol, para observar um Eclipse da Lua não é necessário qualquer tipo equipamento especial. Também ao contrário de um Eclipse do Sol, a Lua não desaparece completamente, ficando apenas com uma tonalidade avermelhada. No eclipse de hoje, a Lua já terá esta cor quando nascer, e irá manter-se avermelhada até cerca das 22h. A partir daí a cor avermelhada irá desaparecer, mas será ainda visível a sombra da Terra sobre a Lua, que só irá desaparecer uma hora depois.

Se não puder deslocar-se a algum destes locais, não deixe de acompanhar o eclipse. Basta olhar para o céu entre as 21h00 e as 23h00.